E se o campeonato acabasse na 4ª rodada?

marquinhosgabriel300516

O campeão seria o Grêmio! Aliás, a dupla gaúcha terminaria dividindo as duas primeiras posições, mas o tricolor ficaria com o caneco.

Os comandados de Roger possuem dez pontos em quatro jogos e a marca interessante nesse início de não ter levado nenhum gol. O time tem mostrado bom conjunto e dá sinais de que a traumática eliminação da Libertadores já ficou muito no passado.

Completando o G4, está a sensação Santa Cruz do ótimo Milton Mendes e o Corinthians que parece aos poucos voltando ao normal, porém São Paulo (5º), Flamengo (6º) e Fluminense (7º) que estão empatados com o time de Tite, porém com saldo de gols inferior.

Destaque inclusive para a vitória do tricolor paulista no clássico contra o Palmeiras, apesar do placar mínimo, o time mostrou que será um time difícil de ser batido e que poderia ter ganhado com maior folga se não fosse por Prass.

O destaque de atenção é para o Galo, o time parece ainda patinando na recuperação pós eliminação na Libertadores, muito pelos desfalques, mas também tem ainda um “quezinho” de confiança. É time para brigar na ponta da tabela, mas precisa reagir rápido antes que fique tarde.

Na parte debaixo da tabela, Figueirense e América-MG dão indícios que terão dificuldades para sair dessa zona, enquanto Sport tornou-se imprevisivel e o Cruzeiro precisa ver quanto tempo o time precisará para entender Paulo Bento.

Por fim, a rodada voltou a decepcionar nos gols, foram apenas 19, com 4 vitórias dos mandantes, 3 empates e 3 vitórias dos visitantes. O meu destaque individual será apenas pelo gol, fiquei entre o drible desconcertante de Kelvin no veterano Zé Roberto, ou o golaço de Marquinhos Gabriel, em respeito ao Zé, coloquei Marquinhos na foto.

E para vocês, como seria se o campeonato acabasse na 4ª rodada?

Anúncios

A culpa da chatice é da competência…

cruzeiro-2013

Galera do blog, confesso que desde que começou a era dos pontos corridos esse é disparado o campeonato mais chato de todos. E a culpa é toda do Cruzeiro.

Em um mar de incompetência e sonolência de todos os times, o Cruzeiro paga o preço por querer ser o único time com vontade e competência nesse campeonato. Ganha com sobras, tem melhor ataque, segunda melhor defesa, campanha perfeita em casa e com números para ser campeão com a melhor campanha dos pontos corridos.

Outro exemplo da chatice desse campeonato é o Grêmio em segundo. Desde que Renato chegou, o mesmo quis pregar um discurso de time aguerrido que voltaria as origens do time gaúcho, mas o que se vê na verdade é o Grêmio atuando como um Juventude, igual time pequeno, com o time inteiro atrás da linha da bola e contando com um contra ataque mortal quase sempre puxado pelo excelente Alex Telles. Um time que opta por deixar Elano e Zé Roberto no banco não está afim de jogar bola. E antes que alguém diga que a campanha do Grêmio é de respeito, eu digo, graças a incompetência geral.

Basta dizer que Atlético-MG, Corinthians e Inter tem muito mais futebol do que este Grêmio, o Galo parece ter acordado, o Corinthians parece que acordou mas o cobertor ainda está pesado em cima dos jogadores e o Inter é o eterno mistério. O time que nos últimos anos monta elencos formidáveis não consegue dar liga para essa “talentaiada” inteira.

Incompetência vista em Coritiba, Vasco e Botafogo que não conseguem montar um time que dê condições para Seedorf, Juninho e Alex serem poupados e utilizados da melhor forma a favor do time. Os times ficaram dependentes demais e hoje os veteranos sentem o cansaço do nosso calendário desgastante e se arrastam em campo.

Em compensação o Furacão mostra um sopro de competência, além de toda a pré-temporada feita graças a abdicação do estadual, o time foi perfeito na preparação de Paulo Baier. O vovô do Brasileirão não se arrasta em campo e tem ajudado muito o Furacão a se manter lá em cima. O problema do Furacão é que o time individualmente é mediano, se tivessem mais boas peças do meio para trás estaria mais próximo do Cruzeiro.

Além é lógico da incompetência do Sâo Paulo que apesar de receber mais dinheiro que a maioria e ter vendido o Lucas por um valor estratosférico não soube montar um bom elenco e vive o campeonato a sombra do rebaixamento.

Em resumo, se o Cruzeiro fosse menos egoísta esse campeonato seria péssimo, mas continuaria divertido como sempre foi. Agora, a Raposa ficou incomodada com o título do maior rival e resolveu passar o trator em todo mundo nesse Brasileirão.

Espero que todos os clubes acordem para o ano que vem e se equilibrem o campeonato pela competência e não pelo contrário.

A estrela e as estrelas…

146500-futebol_brasileiro1

Ao que tudo indica esse Brasileirão será decidido pela estrela. E não estou dizendo daquele jogador que tem status de diferente, de acima da média, de Seedorf e Alex por exemplo. Estou falando de estrela daquele conceito futebolístico que se mistura muito com sorte ou com aquele algo a mais que um time campeão acaba tendo.

Eu sei que você dirá então, que olhando dessa forma, é lógico que a estrela decidirá o campeão, já que ele “é pré-requisito” para que o clube conquiste o título a diferença é como elas estão se apresentando nos candidatos ao título.

Começamos pelo Cruzeiro, o qual digno que “as estrelas” decidirão pelo clube mineiro. O time celeste que optou por montar um elenco forte sem um destaque principal, vem colhendo frutos por isso. Quando não é a estrela de Everton Ribeiro que brilha, é a de Lucas Silva, é de Borges, é de Julio Baptista, ontem foi a do William, amanhã pode ser Dagoberto, Luan, Nilton, Dedé, Fábio, Ricardo Goulart, ou qualquer outra peça do elenco.

Cruzeiro optou por uma das máximas do futebol, só com o elenco forte é capaz de disputar o título e Marcelo Oliveira tem conseguido dentro de um padrão tático muito bem definido, misturar e revezar essas peças buscando o melhor aproveitamento sempre. O certo é que ultimamente o Cruzeiro ganha e os outros que corram atrás.

O mais perto nessa corrida é o Botafogo. E o Botafogo que recebe a alcunha de estrela solitária conseguiu reverter nesse campeonato uma outra alcunha que o segue. “Tem coisas que só acontecem com o Botafogo”, essa alcunha parece revertida, se antes situações prejudiciais aconteciam ao Botafogo em momentos cruciais, por enquanto o contrário tem sido mais constante. Basta lembrar que as duas últimas partidas, o time venceu com um gol no final do jogo.

E essa estrela que ilumina o time como um todo e não sobre um jogador específico em determinadas partidas que pode levar o Botafogo ao título. Estrela que também tem iluminado a juventude do time, seja com Vitinho, com Hyuri ou até mesmo com o menino Elias. O que seria motivo de preocupação para muito times, no Botafogo a fórmula tem funcionado muito bem.

E por último o Grêmio que apesar de não agradar a todos e praticar um futebol mais pragmático, o time também está por perto. E como carrega a alcunha de imortal, todo gremista acredita que a força da sua estrela está no seu brilho durar mais do que as duas anteriores. Algo como, a sua é mais bonita e mais forte, mas vai acabar mais rápido do que a minha.

O time que resgatou o ídolo Renato Portaluppi para o comando do time, sabia que ele também resgataria o estilo de jogo que tornou o time vencedor na década de 80. Um time aguerrido, com muita força e que vende caro qualquer derrota. Individualmente tem mais peças acima da média do que os rivais. Dida, Elano, Zé Roberto, Kleber, Vargas e Barcos compõe esse esquadrão que espera no final ter mais pilha na estrela do que seus rivais.

Apesar de achar justo e gostar dos três times, minha torcida está para toda aúrea que gira sobre o Botafogo nesse ano.

Rapidinhas do Camisa 10 – 24.04.2013

Post24042013

Será o fim? Após a vitória acachapante do Bayern sobre o Barça ontem, muito se disse sobre o fim do Barça. Confesso que para um time que tem Messi com apenas 25 anos o time está longe de estar decadente, pode ser que a era Barcelona sofra um processo forte com a forte presença do fim da carreira de Xavi, mas é inegável que outra era inicia-se. O projeto do Bayern iniciado em 2010, começa a render todos os frutos agora, o time que é a base da seleção alemã, é o melhor time atualmente, alia talento, força física e disciplina tática e trata-se de um time jovem. Bayern e Alemanha prometem assombrar os próximos anos.

Transferência precipitada. Ainda falando de Bayern, o time bávaro trouxe a reveleção Mario Gotze do arqui-rival Dortmund. Acredito que a transferência tenha sido ótima para ambos e ainda por cima deixa mais um selecionável atuando no Bayern, praticamente 70% da seleção alemã atua em Munique, contudo a informação dada às vésperas dos duelos decisivos pela Champions tem tudo para atrapalhar o clima em Dortmund contra o Real. O clima no Signal Iduna Arena promete ser incandescente hoje.

Galeano e Amaral na seleção… É com esse pensamento que Felipão quer conduzir o Brasil. O treinador disse que “volante goleador é bom para a torcida, para o treinador é um desespero”. Que pena, que Scolari ainda pense assim, ainda sobre o jogo de ontem, quem viu Javi Martinez e Schweinsteiger marcando e jogando entende o quanto o futebol moderno exige isso, tentar ter o máximo de jogadores que saibam jogar e saibam marcar no time. Não basta marcar bem, tem que saber jogar futebol. Acorda Felipão.

Chupa Neto… Falando em polêmica, Carleto fez “diriamos” um favor ao corneteiros, boleiros de plantão no futebol. Depois de Neto dizer que o São Paulo iria tomar uma surra do Galo, o jogador aproveitou que foi ao programa e autografou a camisa e na dedicatória mandou um sonoro Chupa Neto! Acho válido, pela brincadeira sadia e principalmente porque vários ex-jogadores aproveitam que conheciam bastidores para expor jogadores excessivamente para se promover.

Díscipulo de Telê… Exatamente na semana que completa 7 anos da morte de Telê Santana, Muricy deu uma declaração de que pretende pendurar a prancheta logo, devido a problemas de saúde. O treinador que assim como Tele entra na categoria dos “estressados” vem sofrendo nos últimos meses com alguns incômodos que acabam prejudicando sua atuação como treinador. Lembrando do seu principal professor, Muricy disse que pretende parar logo, para não ter consequências piores depois.

Vergonhoso… A Conmebol simplesmente ignorou toda a confusão no jogo entre Grêmio e Huachipato. Mais uma vez a confederação que cuida da Libertadores fez vistas grossas para a estupidez que acomete o futebol sulamericano. Entra ano e sai ano e as brigas após as partidas se tornam frequentes. Portanto, resta agora saber em qual jogo ela ocorrerá.

Abandonar o navio… Adotando a mesma tática de seu companheiro de fé Ricardo Teixeira, Nicolas Leoz alegou problemas de saúde e entregou a presidência da Conmebol. Entre os possíveis candidatos aposto que Julio Grondona assuma, assim como na CBF nada muda. Continuará um da patota jogando sujeira para debaixo do tapete e ganhando dinheiro com amistosos sem sentido.

Allianz Palestra? O Palmeiras oficializou a parceria com a Allianz. A empresa pagará R$ 300 milhões pelos naming rights do estádio pelo período de 20 anos. Algumas discussões prometem ser um pouco mais extensas, a começar pelo nome do estádio, a idéia inicial era que seja Allianz Arena, o que seria um homônimo do estádio do Bayern de Munique, outra opção era Allianz Palestra. De toda forma, o Palmeiras fechou um bom negócio para a conclusão do seu novo estádio.

Pronto para guerra ou apenas um falastrão? José Maria Marin, Juca Kfouri, Ivo Herzog e Romário, a guerra está declarada com promessas de revelações de um lado e de uma militância cada vez mais forte para o “impeachment” do chefe da CBF. Sinceramente, duvido um pouco que Marin tenha como desmoralizar Kfouri e Herzog, quanto a Romário, buscar o passado dele é certo de encontrar algumas “aprontadas” do baixinho, mas nos últimos anos sua conduta parece estar acima de qualquer suspeita.

Seleção Libertadores… Saiu a seleção da fase de grupo da Liberta: Rogério Ceni (São Paulo), Sebastián Ariosa (Olimpia-PAR), Lúcio (São Paulo), Heinze (Newell’s Old Boys-ARG) e Lucas Orban (Tigre-ARG); Rúben (Tigre-ARG), Zé Roberto (Grêmio), Riquelme (Boca Juniors) e Ronaldinho Gaúcho (Atlético-MG); Scocco (Newell’s Old Boys-ARG) e Guerrero (Corinthians). O técnico escolhido foi Hugo Almeida, do Olimpia. Ter dois jogadores do Tigre é lamentável…

Dúvida da semana… Com a abertura da venda de ingressos para a Copa, você vai de arquibancada, camarote ou de tv por assinatura mesmo?

Rapidinhas do Camisa 10 – 03.04.2013

A-Volta-dos-Porcos-Vivos

A Embaixada agradece… Virou praxe da minha parte, começar o Rapidinhas falando da seleção. Felipão fez a convocação dos jogos da “Embaixada” brasileira. Felipão poupou bem os jogadores dos clubes, com exceção do Corinthians que irá ceder 04 jogadores. No geral, entre uma surpresa e outra, gostei da seleção para atender esses amistosos. Só achei que Alex (Coritiba) e Zé Roberto poderiam ter sido convocados.

Nordeste forte… Um fato na convocação merece destaque, a convocação de Douglas Santos do Náutico, são raros os casos de jogadores que atuam em clubes no Nordeste vestirem a amarelinha. Gostaria muito de ver um time de lá disputando um Brasileirão com os grandes do “Eixo do Mal”. Os estádios lá estão sempre cheios, a festa da torcida é maravilhosa. O dinheiro está para as bandas de cá, mas a alegria do futebol que sempre ouvimos falar, está lá.

Champions que importa… Não vi o jogo entre Bayern e Juventus, mas o time alemão deixou bem encaminhado a classificação para a semifinal, graças a um gol “sem querer” no começo da partida. Em compensação, fiz questão de assistir a reprise do jogo em Paris. Um grande jogo, principalmente pela ousadia francesa. Ancelotti colocou jogadores ofensivos para marcarem o Barca, no intuito de aproveitar o talento deles quando roubassem a bola. Vantagem para o Barça para o jogo de volta, mas será interessante a partida.

Entre uma polêmica e outra, a chatice… Confesso que ainda tenho certas dúvidas quanto ao lance decisivo no clássico paulista, acho que Pato entrou de forma imprudente, assim como Ceni não foi feliz na hora de corrigir a bobagem de Toloi, mas um fato apoio em completo. Pato, foi infeliz ao dizer que torcedor que faz aquele tipo de manifestação, não é torcedor. Torcedor quer provocar o adversário, não é pessoal, ninguém foi chamado de assassino, foi apenas provocado com gritos de “assassinos, assassinos”. Certo, ele estar em mandar a torcida se calar. Errado, em querer tornar chato o futebol.

Certo, mas nenhuma novidade… Paulo Autuori foi muito feliz ao dizer que a própria classe está defasada. Autuori afirmou que os treinadores brasileiros pararam no tempo, ou se acham donos da verdade, que isso atrapalha muito a evolução do futebol no Brasil. Em contrapartida, eles diz que são vários os exemplos de profissionais que complementam as comissões técnicas que são de alto padrão. Quem sabe uma nova geração, ou um choque cultural ajude a resolver.

Será que agora resolve? Insistindo no problema crônico de nossas torcidas que escondem bandidos dentro delas. O Palmeiras deu uma demonstração bacana na partida de ontem, a torcida apoiou incondicionalmente o time durante os 90 minutos, foi recompensada com muita dedicação de todos os jogadores. Quando todos os torcedores entenderem que vaiar e criticar (sem violência é claro) serve só para antes ou depois dos 90 minutos, muita coisa já vai começar a mudar.

Quando um dirigente atrapalha… Agora de nada adianta uma torcida entender seu papel, se o principal executivo de um clube dispara que algumas pessoas serem mantidas presas sem prova é pior do que uma morte. Ficar preso sendo inocente deve ser horrível mesmo, mas cedo ou tarde, eu voltarei para casa, agora quem morreu não tem mais esse privilégio. Mario Gobbi poderia ficar com a boca bem fechada.

A velha dúvida… Amanhã o São Paulo saberá se sua decisão de ir em cima da hora para La Paz foi acertada. Ao meu ver o time titular poderia ter embarcado no começo da semana passada e deixado o time reserva para atuar contra Paulista e Corinthians. Trata-se da partida mais importante da Libertadores para o time, o resultado pode determinar uma eliminação precoce e uma tremenda turbulência no Morumbi. É esperar para ver.

Itaipava das Brahmas… O Grupo Petrópolis topou pagar R$ 10 milhões por ano para batizar o estádio baiano como Itaipava Fonte Nova. Ao longo de uma década, desembolsará R$ 100 milhões. O mais interessante é que não poderá usar o nome na Copa das Confederações e no Mundial, já que a Dona Fifa tem outro parceiro. Sem falar que o grupo precisará negociar uma “taxinha” com a plin-plin para que seu nome seja dito em alto e bom som. Acarajé com Brahma na Fonte Nova então, por favor!

Ironia do futebol… Barcos saiu do Palmeiras com medo de não ser mais convocado. Resultado, Leandro que veio em seu lugar foi e Barcos não foi mais chamado para a seleção argentina.

Você Sabia… que entre os clubes de futebol do mundo, apenas Chelsea, Bayern de Munique, Real Madrid, Milan e Flamengo possuem contratos com a Adidas?

Dúvida da semana… Ceni não foi expulso no clássico porque não havia último homem no lance?

Rapidinhas do Camisa 10 – 27.03.2013

Guedex_20130326A

A Grande família… Mais do que o processo de Felipão em preparar seus comandados, existe um processo de todos que gostam de futebol, em ter um pouco de paciência para que a casa se acerte. O tempo é curto, e sofremos um tremendo processo de descontinuação do nosso futebol. Tivemos uma grande entressafra e hoje nossos craques ou passaram dos 30 ou possuem menos de 22, é preciso achar um equilíbrio. Potencial existe, time e tática ainda não. Vamos ter calma.

30 milhões ainda não… Mais uma pesquisa sobre o tamanho das torcidas saiu, antes de tudo leia esse post (Grande Mentira) do excelente Vitor Birner sobre a pesquisa, mais sensato impossível. Partindo dessa “análise ajustada”, reparei a diferença entre Galo e Raposa e me surpreendi, já que considerava a torcida alvinegra maior. Notem também que o efeito Neymar já aparece, já que o Santos permanece em 7º, porém mais perto do 6º do que do 5º agora.

Denúncia… só que não.. Emerson Sheik resolveu compartilhar em uma rede social uma foto dentro do Brinco de Ouro da Princesa após o final da partida contra o Guarani. Na foto, Sheik aparece andando com água na canela em direção ao vestiário. O que deveria servir para punir o Guarani visando melhorar a estrutura do seu estádio, irá servir para uma repreensão em Sheik, afinal ninguém pode manchar a imagem do campeonato mais rico.

Espanha e Uruguai… As duas sensações da Copa de 2010 entraram em campo ontem precisando da vitória e mostraram que estão em momentos completamente distintos. Enquanto a Espanha mostrou mais uma vez que quando provocada, responde, pois venceu a França e reassumiu a liderança no grupo. Já o Uruguai caiu para sexto e passa a enxergar o Brasil muito distante, o time é praticamente o mesmo de 2010, mas parece outro.

Bom para quem? Paulo Autuori assumiu o Vasco da Gama. Todo mundo elogiou a contratação e disse que o Vasco dá um passo certo para se reerguer. Será? Primeiro que de nada adianta trazer um técnico bom, se o elenco é muito fraco. Autuori é caro e o maior problema do Vasco é honrar seus compromissos, na primeira falha, o treinador se tornará um grande problema. Sem falar, que não tenho tanta certeza do potencial de Autuori. Pelo menos, dessa vez, o Flamengo fez mais certo que o rival.

Respeitável público… Só faltou uma lona para cobrir o estádio de Moça Bonita no fim de semana. A expulsão de Seedorf foi culpa exclusiva do quarto árbitro que não avisou o inexperiente apitador da mudança de substituição. Fora isso, Seedorf não tinha que afrontar o árbitro, o lateral esquerdo do Madureira deveria jogar bola ao invés de bater palma, o árbitro deveria apitar para o jogo e não para a TV e Oswaldo não precisava soltar aquela pérola “Fica calmo, ele vai voltar atrás”.

Paulistinha SOS… Além da condição apresentada por Sheik em foto, o Paulistinha sofre com o desinteresse dos principais clubes. Basta dizer que dos cinco clássicos realizados, três terminaram em 0x0, o único restante é São Paulo x Corinthians que ao que tudo indica será composto por reservas, ou no máximo alguns titulares escolhidos por Marco Polo Del Nero.

Carioca sem estádio… Enquanto o Maracanã está em reforma, o Engenhão era o principal palco das partidas dos grandes clubes cariocas, era. Pois foram descobertas falhas estruturais no estádio que precisará ficar fechado por um prazo indeterminado até que elas sejam corrigidas. Enquanto isso, resta apenas São Januário para a realização de jogos, basta não cair o alambrado de novo.

Quando convém… o sistema disciplinar europeu também permite seus “efeitos suspensivos”. Dessa forma, Ibrahimovic estará nos dois jogos contra o Barcelona pela Champions, apimentando ainda mais esse duelo. Ibra saiu do Barca depois que percebeu que o clube não montaria um esquema que o favorecesse, agora é a hora de mostrar o que perderam. Promessa de um duelo eletrizante.

Fez a fama… Deita na cama, já diria o ditado. Ele funciona perfeitamente para Luis Fabiano, o atacante são paulino parece não entender o histórico que ele criou e foi dessa forma que ele pegou um gancho de 04 jogos pela Libertadores. O atacante não precisa dizer que passa por problemas pessoais ou profissionais, é claro que parece que a ficha está caindo só agora para ele, junto dela a percepção de quanta coisa ele perdeu. Fabiano precisa entender que ainda a tempo para mudar isso, ele pode tentar ser ídolo de um clube pelo menos.

Dúvida da semana? Alex Cabeção e Zé Roberto são a pitada de experiência que falta para a seleção?