Pitacos: Só me restou levantar, olhar para minha TV e aplaudi-lo. Um show!

Galera do blog, a 28ª rodada se foi e com ela duas goleadas, Ronaldinho em noite iluminada, Fred decisivo e o São Paulo enfim ganhou uma partida decisiva. A rodada teve 26 gols, 7 vitórias dos mandantes, 2 empates e apenas 1 vitória dos visitantes.

A rodada que começou na quinta em virtude das eleições, começou muito mal. A primeira partida foi o insosso 0x0 entre Flamengo e Bahia. O time carioca está oscilando muito nesse segundo turno, se alguns times embalarem na parte debaixo, o rebaixamento pode ficar bem próximo. Para o Bahia que começou o segundo turno avassalador, esse empate é importante para somar pontos.

O Coritiba venceu a Ponte Preta pelo placar mínino anotado por Deivid. O time paranaense começa a escapar do rebaixamento, como já disse anteriormente, o time é muito melhor do que a posição que ocupa. Já a Ponte parece ter sentido a saída de seu treinador e tem grandes chances de trocar de posição com o Palmeiras.

Para fechar a quinta, a Barcelusa voltou a dar o ar da graça. Com três gols de Bruno Mineiro, a Portuguesa atropelou o Sport por 5×1. O Sport parece pronto para fazer companhia para Figueirense e Atlético-GO na Série B em 2013. Já a Lusa, precisa se preocupar em como conseguir manter o elenco para 2013, existem ótimas peças e os grandes times já estão de olho.

O sábado começou com o clássico paulista. O São Paulo dominou completamente a partida e venceu por 3×0 o Palmeiras. Foi nítido que após o terceiro gol, o time tirou o pé, a escalação de Denilson e Wellington juntos foi fundamental para o resultado, permitiu um equilíbrio para o time que não há com Maicon. Já o Palmeiras, resta juntar os cacos pois durante a semana tem mais decisões.

Santos e Inter empataram em 1×1 dentro da Vila Belmiro. Foi a melhor partida do Santos sem Neymar no time, foi longe de ser uma boa atuação, mas o time esteve mais equilibrado e Bernardo conseguiu produzir alguma coisa. Já o Colorado melhorou na segunda etapa, até poderia sair com a vitória, mas o time que mais empata não poderia pensar em resultado diferente.

O Naútico continua a conquistar seus pontos dentro do Aflitos, o time tem 32 dos 37 conquistados em seus domínios. Anteontem, a vítima foi o Corinthians que perdeu por 2×1. Fabio Santos e Paulinho sairão de lá com duas lembranças, o primeiro voltou com uma boa dor nas costas e o segundo pelo reencontro com seu pai antes de começar a partida.

O Vasco foi a Goiânia e conseguiu um ótimo resultado ao vencer por 1×0, gol de Juninho Pernambucano. O gol saiu apenas aos 41 do segundo tempo, mas o time carioca dominou a partida, mas tinha dificuldades para furar a barreira goiana. O Vasco parece que acertou na hora certa, enquanto o Dragão já se contentou em jogar as próximas partida e quando der aprontar alguma.

Parece replay, Fluminense vencendo um clássico por 1×0, gol de Fred. A única diferença é que dessa vez, o adversário foi o Botafogo. O Fluminense não tem brilhado em campo, mas tem sido muito eficiente e conta com Fred em ótima fase, o Botafogo até fez um jogo parelho, principalmente com Seedorf e Elkeson, mas não foi suficiente.

O Grêmio venceu o Cruzeiro por 2×1. O jogo poderia ter sido mais fácil para os tricolores, porém Fabio estava em noite inspirada e evitou uma goleada gremista, além disso, o Grêmio foi surpreendido e terminou a primeira etapa perdendo por 1×0 em falha de Marcelo Grohe. Na segunda etapa, os reservas viraram o placar e Fabio evitou uma tragédia para a Raposa.

Para acabar, a iluminada noite de Ronaldinho Gaúcho. Todo mundo sabe, o quanto considero ele questionável, mas quem viu o primeiro tempo no Independência lembrou daquele mesmo Ronaldinho que fez um Santiago Bernabeu se levantar para aplaudi-lo, eu fiz o mesmo em casa. O jogo terminou 6×0 para o Galo, Ronaldinho fez 3 e deu duas assistências, só não participou do último, provavelmente porque não quis.

Rapidinhas do Camisa 10 – 18.04.2012

Quem ri por último, Ribery melhor. No clássico que todos esperavam pela dupla Rô-Rô (Robben e Ronaldo) que apareceu foi o Ri. Ribery foi o nome da partida, o Bayern venceu por 2×1 mas poderia ter saído com maior vantagem. O jogo de volta promete.

Tanto lá como cá. Ainda sobre o clássico, o árbitro Howard Webb confirmou a fama de Banana de Pijama (careca + uniforme de árbitro). O juiz quis conversar demais em um jogo tão nervoso e não expulsou Marcelo, Coentrão e Sergio Ramos além de pênalti claro em cima de Mario Gomez. Pimenta nos olhos dos outros, hein, Mourinho?

Plano de Carreira. Patricia Amorim, já definiu o plano para segurar Joel e Ronaldinho no Flamengo. Basta vencer o Vasco no domingo, vencer Bangu ou Botafogo no outro domingo e enfim vencer o Fluminense na final do Carioca e ficar com o título. Tarefa simples para a dupla dinâmica.

Você sabia? Que Hulk, Damião, Rafael (goleiro do Santos) e Paulo André foram dispensados da categoria de base do São Paulo e que juntos valem 200 milhões? Com esse dinheiro, dava para pagar o custo de 133 “mensalidades” do CT de Cotia. Em miúdos, com apenas os 4 atletas, o CT fica pago 11 anos e ainda “falta” vender Casemiro, Lucas, Wellington, etc…

Capitão pirata. No Corinthians, Alessandro recebe 200 mil mensais para freqüentar o departamento médico corintiano, enquanto Edenílson ganha o enorme montante de 30 mil mensais para treinar durante a semana e jogar duas vezes por semana.

Primeiro teste. Falando em Corinthians, o time tem tudo para ser o melhor primeiro colocado dessa Libertadores, com o tropeço do Vélez ontem, o time precisa apenas vencer a partida de hoje, uma pressão diferente para esse time que parece não se abalar nunca.

E as bolinhas vão para… Com Marin no comando, essa história sem fim voltou. A Federação Carioca resolveu colocar nosso Zé Medalha na parede para saber qual a posição dele. Depois de ter aprendido com Maluf e aperfeiçoado com Teixeira, a chance dessa história continuar na mesma é enorme.

Agora não pode. Ao invés de buscarmos soluções decentes e punições de verdade para acabarmos com a violência no futebol, ficamos sabendo que agora as comemorações são limitadas ao máximo a um grito ou coisas simples desse jeito. Se fizer que nem o Viola e imitar um porco, será convidado a se retirar de campo.

Por essa, eu não esperava Durante a investigação da Polícia Federal acerca de Carlinhos Cachoeira foi descoberto um personagem do futebol que também recebia uma “caixinha” do bicheiro. Esse personagem é nada mais nada menos, que Jorge Kajuru. Repórter que por tantas vezes bateu no peito sobre o tema honestidade e ética no futebol.

Craque, às vezes nem precisa jogar bola. E olha que Di Natale é bom de bola. Mas seu maior feito está apenas começando. O atacante da Udinese extremamente comovido quer a guarda da irmã de Morosini, após a morte do jogador, a irmã que necessita de cuidados médicos ficou sem ninguém. Di Natale que foi artilheiros das duas ultimas temporadas do italiano, marcou seu maior gol fora das quatro linhas.

Belletis do Futebol… Se Bill, realmente fechar com o Santos, o jogador passará a ter grandes chances de ter em seu currículo, uma Libertadores, só falta fazer o gol do título contra o Barcelona na final do Mundial.

Troféu abacaxi do ano. Após esse primeiro quadrimestre de vale nada, não conseguimos eleger quem é o destaque, mas as vergonhas já conseguimos. Na opinião de vocês, quem merece o prêmio: Flamengo e sua épica eliminação, Adriano/Churrascaria e seu calcanhar, O problema de identidade da Portuguesa (Barcelusa ou IbisLusa) ou Wesley e seus incríveis 2 jogos.

Dúvida da semana. Quem volta antes? Adriano Imperador, Fábio Gladiador Costa, Bruno o justiceiro.

Pitacos: São Paulo 4×0 Botafogo-SP

Galera do blog voltamos a ativa. Enfim futebol!!

Ontem acompanhei ao jogo do meu tricolor contra o Botafogo-SP, vitória fácil por 4×0. Rhodolfo, Cícero, Edson Silva e Marcio (contra) foram os autores dos tentos.

Era a primeira aparição do novo São Paulo, ainda sem poder contar com Ceni, Paulo Miranda, Fabricio e Jadson. O time veio a campo com Denis no gol, Piris, Rhodolfo Edson Silva e Cortês fazendo a linha defensiva. Wellington, Denilson, Cicero e Lucas formando o meio de campo e Fernandinho e Luis Fabiano no ataque.

Não pretendo fazer uma grande análise da partida, até porque o time de Ribeirão Preto mostrou-se muito fraco e sem nenhum poder de combate aos grandes. São grandes as chances do time ir para a segunda divisão do paulista.

Voltando ao time são paulino, na frente gostei da atuação de Fernandinho e Luis Fabiano. O camisa 9 foi muito bem marcado, mas soube se movimentar para abrir espaços para os avanços dos demais jogadores. Fernandinho teve uma atuação acima da sua média e fez ótima assistência para Cícero no segundo gol.

No meio de campo, Wellington foi o melhor, atuando com o mesmo vigor físico que o fez subir para o time principal. O jogador lembrou os tempos de Mineiro e foi o cão de guarda na frente da defesa e ainda se arriscou com boas subidas ao ataque. Lucas também foi bem, mas exagerou um pouco em algumas jogadas, optou pelo drible ao invés do passe. Cícero também foi bem. Denilson parece fadado a não renovar, o jogador teve atuação razoável, porém mais uma vez levou um cartão completamente desnecessário. Contra o Botafogo-SP passa batido, mas nos clássicos quase sempre vira expulsão.

Na defesa, apesar de ter sido contra o Botafogo, foi o setor que mais gostei. Piris e Cortês foram muito bem no apoio e mostraram vigor físico para voltar para compor a defesa. Cortês teve boa atuação, mas ainda precisa ser testado em alguns jogos mais complicados para se ter certeza. Parece estar definido a dupla de zaga, com essa formação, Rhodolfo pode atuar onde rende mais, pela direita. Enquanto, Edson Silva mostrou que não sentiu o peso da camisa. Jogou sério, deu bico quando precisava, mas mostrou que também sabe tocar de lado e sair jogando. No meu ponto de vista pelo jogo todo, Edson foi minha grata surpresa.

Lógico que o time ainda está em formação e o teste de ontem não serviu muito como parâmetro. Fabricio deve assumir o lugar de Denilson, resta saber como Leão fará com a entrada de Jadson, já que o time perderá poder de marcação.

O São Paulo começa o ano bem, para efetivar essa melhora somente no primeiro clássico do ano para ter certeza.

Pitacos: Libertad 2×0 São Paulo

fonte: Blog do Torcedor Sâo Paulo / Daniel Perrone / globoesporte.com

Galera do blog, ontem eu acompanhei a partida de volta entre São Paulo e Libertad pela Sulamericana. Mais uma vez, Luis Fabiano foi o protagonista da partida. Só que a favor do time paraguaio dessa vez. Primeiro por cometer o pênalti que deu o primeiro gol ao Libertad e depois por sair machucado no intervalo e ver o São Paulo cair vertiginosamente na partida.

Leão mudou o São Paulo e montou a estratégia da moda, o 4-2-3-1. Com Carlinhos e Wellington de volantes e no meio Lucas (direita), Dagoberto (centro) e Marlos (esquerda). Confesso que vejo com bons olhos a estratégia, contudo Leão teve uma noite infeliz e já no intervalo perdeu os dois principais jogadores por lesão. Ceni e Luis Fabiano cederam seus lugares para Denis e Fernandinho.

O São Paulo foi bem no primeiro tempo, muito superior ao time paraguaio, mas teve azar em uma oportunidade (com Piris) e incompetência na outra (Juan), o time podia ter sorte melhor mas não aproveitou.

No segundo tempo, sem a referência no ataque, o tricolor paulista voltou a jogar como em seus piores dias nesse ano, completamente perdido e sem poder de criação. O Libertad ainda ampliou o placar e Leão viu o quanto de trabalho ele terá.

Além do aspecto coletivo do time, existem alguns problemas individuais. Carlinhos e Wellington são esforçados, mas não titulares, são ótimos para compor banco. Lucas e Rhodolfo estão passando por uma “crise existencial”, alguém precisa ajudar os dois jogadores a encontrarem onde eles largaram o futebol que levaram eles para a seleção.

Acredito que mais importante do que garantir a vaga na Libertadores é Leão definir qual será o sistema tático do time, para que comece 2012 com todo mundo entendo o que faz no time.

Pitacos: 04ª rodada do BR-2011

Galera do blog, esse fim de semana acompanhei os jogos do São Paulo e do Palmeiras contra os times gaúchos. Bom resultado para os paulistas, mesmo sabendo que os dois podiam mais nas partidas.

No jogo de sábado, o São Paulo foi muito superior ao tricolor gaúcho, um time criou inúmeras chances e terminou a partida com uma vitória de 3×1.

O São Paulo veio a campo com Marlos de titular, aposta de Carpegiani que deu muito certo, Marlos participou do primeiro gol dando assistência para Casemiro encher o pé e abrir o marcador. O São Paulo criou inúmeras chances e mais uma vez jogou várias para fora. O tricolor paulista podia ter encerrado o primeiro tempo com vantagem maior.

Veio o segundo tempo e um castigo por tanto gols perdidos, em bola alçada na área são paulina, Casemiro desviou contra o próprio patrimônio e empatou a partida para o Grêmio. Contudo, o São Paulo soube organizar e pressionar o adversário, foi quando Douglas resolveu mostrar para todo mundo qual o motivo de Mano ter esquecido dele na convocação, em um lance idêntico ao da partida entre Brasil e Argentina, Douglas cochilou e entregou a bola de presente para Lucas que só teve o trabalho de preparar para Marlos fuzilar a meta de Victor.

A partir desse gol, o jogo ficou mais equilibrado com os dois times criando boas oportunidades, mas no final Dagoberto deu ótimo lançamento par Jean decretar números finais na partida. O São Paulo segue 100% e sem tomar gol dos adversários.

Marlos teve atuação diferenciada, dentro daquilo que digo ser potencial dele, reforço que acho Marlos muito bom de bola, faz tempo que não vejo alguém driblar com a facilidade dele, mas acho que ele ainda tem um abismo imenso no aspecto psicológico. Dagoberto vem sendo o principal jogador do time. Casemiro mostra que é um volante diferenciado, muita qualidade e bom poder de marcação. Wellington é para mim o novo Mineiro. Mas, o São Paulo ainda precisa definir melhor suas jogadas, não dá para o time criar tantas chances de gol e jogá-las fora em uma partida ou outra poderá fazer falta.

No domingo, o Palmeiras enfrentou o Inter em pleno Beira Rio, o que é ótimo para Felipão, já disse isso no Paulistão, o Palmeiras terá ótimos resultados quando for visitante e sem obrigação de atacar. Como Falcão precisa ainda de uma boa atuação dentro de casa, o cenário estava pronto para Felipão jogar da forma que mais gosta. O Palmeiras foi superior ao Inter, apesar do empate fora de casa ser ótimo resultado, o alviverde merecia sorte maior na partida. No final, 2×2.

O Palmeiras veio a campo com um 4-3-3 ofensivo no papel, mas bem compactado e fechado na prática. O Inter jogou no famoso 4-4-2 com dois meias e dois volantes. Contudo, o primeiro tempo foi burocrático, muitos passes de lado e marcação no meio de campo, como sempre pelo Palmeiras, as melhores chances ficavam a cargo de Marcos Assunção e a bola parada, do lado Colorado Damião era o jogador que dava mais trabalho para Marcos. O primeiro tempo terminava 0x0.

O segundo parecia da mesma forma, até Márcio Araújo ter um momento infeliz, o bom volante palmeirense foi antecipar um chute perigoso de Damião e acabou jogando contra o próprio patrimônio. descontando a parada para atendimento a Kléber do Inter, o Palmeiras conseguiu empatar no lance seguinte, tradicionalmente em um lance de bola parada, Marcos Assunção jogou para a pequena área colorada eno bate-rebate a bola morreu no fundo da rede, o juíz deu o gol para Kléber Gladiador, na minha opinião gol contra de Rodrigo.

O gol fez o Palmeiras crescer no jogo e dominar o meio de campo, e aos 21, Luan fez ótima jogada pela esquerda e fuzilou para Renan colecionar mais uma falha na sua carreira. Nada contra o menino do Inter, mas tanto ele como Júlio Cesar do Corinthians são instavéis demais para um goleiro titular, possuem ótima técnica, mas colecionam falhas absurdas. Voltando ao jogo, o Inter resolveu tentar pressionar o Palmeiras mas esbarra em um ótima marcação. Apenas após as mudanças promovidas por Falcão que o Inter começou a assustar de verdade. Mas o gol de empate só saiu aos 46 com Damião, após novo bate-rebate.

Pelo Palmeiras, a certeza de que esse será a perspectiva de todos os jogos do Palmeiras, será sempre um time difícil de ser batido, mas sempre limitado. Se empatar demais, corre risco de ficar na parte debaixo da tabela, se a sua luta lhe der algumas vitórias poderá beliscar uma vaga na Libertadores. Pelo Inter, parece que falta um pouco dessa disciplina tática imposta por Felipão, o time é muito bom, mas parece sem rumo nas partidas, D’Alessandro e Oscar pegam na bola e parecem precisar de alguns segundos para decidir o que vão fazer.

E vocês o que acharam da 04ª rodada?

André Lima e Souza!

Ontem muitos jogos aconteceram, Libertadores, Champions League e Copa do Brasil.

Acompanhei dois jogos da Libertadores ontem, comecei vendo Palmeiras x Sport. O confronto de ontem foi uma cópia do jogo na Ilha do Retiro, apenas com a inversão dos papéis, o Sport armou o ferrolho para esperar o Palmeiras. Deu certo. Enquanto na semana passada, o jogo foi eletrizante, o de ontem foi muito feio.

palmeiras-160409

E olha que durante todo o segundo tempo o Sport jogou com um a menos. Pior para o Palmeiras que agora terá que buscar combinações de resultados para se classificar. Keirrison novamente deixou sua marca

Depois fui ver o jogo do São Paulo, no primeiro tempo ficou nítido a falta de entrosamento da zaga além da competência do menino Aislan, ao meu ver não parece um bom zagueiro, parece mediano. Com o passar do tempo, o São Paulo foi se entendendo e passou a dominar a partida, principalmente no segundo tempo, quando o São Paulo não deixou o time de Medellin jogar, faltou o último passo, criar as oportunidades de gol.

Dessa vez, ele nem precisou ficar impedido para fazer.

Dessa vez, ele nem precisou ficar impedido para fazer.

Gostei muito da atuação do menino Wellington pela ala direita e do André Lima, o atacante pareceu que despertou de um sono profundo e mostrou nos últimos jogos uma enorme evolução, aliás ontem ele teve um gol mal anulado que poderia ter dado o empate para o São Paulo.

Pela Copa do Brasil, meu destaque fica pelo atacante também perseguido Souza do Corinthians, ontem fez uma grande partida e ajudou seu time a eliminar o jogo de volta.

"Pelo menos eu não sou gordo!"

"Pelo menos eu não sou gordo!"

Além dele, outros dois atacantes se destacaram ontem, Rodrigo Pimpão do Vasco e novamente Diego Tardelli, ambos deixaram dois gols cada e ajudaram seus times na Copa do Brasil.

Pela Champions League, Arsenal e Manchester se classifcaram e dessa forma, as semi-finais ficaram da seguinte forma:

Barcelona x Chelsea    e    Arsenal x Manchester United

E vocês viram esses jogos? Ou viram outros? Comentem, cornetem.