Análise do BR-2011 até essa 09ª rodada.

Galera do blog, esse fim de semana confesso que fui um pouco displicente com o Brasileirão, não vi quase nada, na verdade vi apenas os dez minutos finais do jogo do Corinthians e escutei a vitória do meu tricolor. No caso do domingo, estava impossível tirar do jogo da seleção de vôlei, jogo eletrizante digno de final de Liga Mundial.

Iria fazer essa análise apenas na décima rodada, porém vamos antecipar, vamos fazer uma análise geral da tabela.

Na parte de cima, Corinthians e Flamengo são os times a serem batidos, ainda invictos no campeonato, os times mostram que estão bem compactos e que para o adversário vencer terá que suar sangue. Tenho gostado muito do que vi em Palmeiras e Botafogo, são dois times bem montados, com elenco limitado, mas com força total são times difíceis de serem batidos.

Além desses quatro, incluo Cruzeiro, Inter e São Paulo como favoritos ao topo da tabela, contudo esses três ainda estão encontrando a formação ideal.

Na parte debaixo, parece que está mais anunciado do que nunca os que farão parte da Série B, os 4A, Avaí, Atlético-PR, Atlético-GO e América-MG são times muito fracos e que dificilmente terão sorte para escapar da degola.

Minha seleção até essa 09ª rodada fica com Muriel (INT), Weldinho (COR), Chicão (COR), Anderson Martins (VAS), Junior Cesar (FLA), Willians (FLA), Paulinho (COR), Marcos Assunção (PAL), Thiago Neves (FLA), William (COR) e Ronaldinho (FLA), Téc. Felipão (PAL)

E para vocês, quais são os destaques até agora?

Pitacos: Flamengo 1×1 Corinthians

Galera do blog, ontem acompanhei boa parte de América-MG 2×4 Internacional, e vi o VT do jogo entre Flamengo e Corinthians. Apesar do jogo entre o Coelho e o Colorado ter sido um pouco mais divertido, foi comentar minhas percepções sobre o jogo do Flamengo.

A partida marcava a despedida de Petkovic, e o Corinthians tentou aproveitar esse clima de festa logo no início para abrir o marcador, pressionou nos minutos iniciais e chegou ao gol aos 18 minutos com William. Weldinho que estreou na lateral direita, fez um bom jogo e parece pronto para ser titular da lateral no Corinthians, já que Alessandro joga “uma” partida por mês e Moradei e Moacir assustam.

Voltando ao jogo, após o gol a postura dos dois times mudaram, o Corinthians e o seu “Titês dominante” começou o processo de “retrancabilidade” que lhe é imposto, enquanto o Flamengo percebeu que a festa tinha acabado e que era hora de ir para o jogo. Neste momento, ficou claro como os dois times são parecidos, estão bem organizados, mas não possuem nenhum poder ofensivo, dificilmente veremos esses times com aquele apetite ofensivo.

Tanto é que o Flamengo chegou ao seu gol apenas na bola parada, em ótima cobrança de Renato aos 41 do primeiro tempo. Depois disso, restava apenas deixar o primeiro tempo acabar e deixar Petkovic fazer sua festa de despedida. Merecidissima, Petkovic se deu muito bem com a camisa do Flamengo.

Na volta do segundo tempo, Negueba entrou no lugar de Pet, na expectativa de melhorar a velocidade do time, contudo ele quase marcou um gol de cabeça no escanteio, o Corinthians respondeu na mesma moeda com Liédson, porém no desenrolar da jogada Felipe e Liédson trombaram e sobrou o pior para Liédson que teve que ser substituído logo em seguida. Um parentêses aqui, nada me tira da cabeça que Felipe fez de propósito no lance, não com a intenção de machucar Liédson, mas de cavar uma falta a seu favor.

Bom, voltando a partida, foi a vez do “querido” Tite aparecer, seu time está empatando fora de casa, mas você está jogando de igual para igual, inclusive criando as melhores chances, seu atacante se machuca e você coloca Edenílson, um volanta, vindo do Caxias, a chance dele ser um volanta ao melhor estilo Galeano é enorme. Não quero crucificar o menino, mas a entrada dele, fez o futebol do Corinthians sumir no segundo tempo.

O jogo ficou lento, apenas Negueba parecia fora desse “Slow Motion”, mas era insuficiente para criar reais chances de gol, Tite continuou com suas ótimas substituições trocando sono por mais sono e o jogo foi assim até o final.

Pelo Flamengo, acho que Diego Maurício mereça ser o titular do ataque, tem mais força física e presença de área, Vanderley é uma espécie de talismã tem que entrar durante o jogo. Quanto ao Gaúcho, entrou na vala comum, as pessoas ainda esperam dele uma grande atuação, mas ele se tornou apenas um bom jogador, alguns dias mais inspirados e outros dias menos. Se tirarmos a responsabilidade dele em ser Ronaldinho Gaúcho, ele tem feito boas partidas.

Pelo Corinthians, a chegade Alex e Emerson ganhando ritmo de jogo parecem fechar o time, o Corinthians estará sempre entre os primeiros, mesmo com suas substituições mirabolantes. Vai ver ele está certo, e o resto errado.