Por um futebol sem carrinho!

Depois de mais uma rodada do Brasileirão e o final da primeira rodada da Champions League, fiquei impressionado com as lesões de Rafinha e Luke Shaw.

Podia ter me impressionado com o belo gol de Alisson contra o Vasco, com o gol antológico de Florenzi contra o Barça, pela atuação avassaladora do Palmeiras após Fred perder um pênalti. Pelo Santos que segue sendo um trator na Vila Belmiro, ou seja, tinha muita coisa boa para ver, mas me apeguei na desgraça.

Me apeguei, porque ambos foram frutos de carrinhos estúpidos, aliás, qualquer carrinho é estúpido, um esporte que foi feito para jogar em pé e com a bola, jogar deitado significa que você tem uma interpretação bem diferente sobre o jogo.

Carrinho só aceito aquele que você está sozinho e quer evitar um escanteio, ou qualquer saída da bola, então você se jogar para salvar, ou para evitar o gol também sozinho. Mas mesmo assim, saiba que é um lance feio, último recurso, não existe essa de belo carrinho.

Sim, já escutei isso em algumas narrações. Ou melhor, ainda vem maquiado, vem como belo desarme.

Se você já jogou bola, sabe o quão temerário é qualquer carrinho, pode machucar o rival, te machucar e sem motivo algum. Além das várias definições do futebol, várias delas inclui que se trata de um esporte. O respeito ao companheiro é fundamental para a prática de nosso esporte.

Carrinho é agressão, sou a favor de expulsar jogador que use desse artificio, direto, sem direito a contestação, e em caso de reincidência tirar do futebol. Sem falar que acho que jogador que comete infração desse tipo que deixa o rival afastado, deve ficar afastado igual e sem receber salário.

Gosto de futebol, de ver ele ser jogado, bonito, por vezes até brigado, disputado, mas de maneira limpa, a sensação é que o carrinho é aquela placa de ferro que o boxeador esconde na luva, ou qualquer trapaça digna de Dick Vigarista.

Por um futebol melhor, por um futebol sem carrinho.

Rapidinhas do Camisa 10 – 24.10.2012

Cabeção é mesmo Coxa Branca… Como havia dito no rapidinhas do dia 10/10, Alex resolveu optar pelo Coritiba mesmo. O Coritiba tem boas peças para agregar a Alex, alguns jogadores velozes poderão aproveitar dos excelentes lançamentos do meia, além de reviver a parceria com Deivid. O Coxa tem tudo para ter um excelente 2013 e de repente, enfim, faturar a Copa do Brasil.

Um reforço oriental… O Penapolense conquistou pela primeira vez o acesso a elite do campeonato paulista. Dessa forma, diretoria já se mexe para tentar não deixar o time cair mais. A primeira ação foi iniciar as negociações para ter Fabio Costa na sua meta, apesar do perigo, acho importante para um time que não terá tanto medalhões a liderança dele. Mas o mais importante foi o apoio de Sabrina Sato que promete apoio total ao time. Maravilha!!

Censura para aparecer… A torcida atleticana fez um protesto pacífico no duelo decisivo contra o Fluminense fazendo uma alusão ao “apoio da CBF” ao time de Abelão. A torcida carioca promete o troco no mesmo tom de humor. Particularmente, acho que independente de razão ou não todos tem o direito de se manifestar. Agora, o problema é o Sr. Paulo Schimdt procurador do STJD querer as imagens para punir o clube com a perda de mandos de campos. Acho que no futebol, estamos na década de 60.

Era melhor não ter entrado em campo. Não que o Palmeiras seja um primor, mas não precisava jogar de maneira tão disciplicente contra o time colombiano para sair da Sulamericana. Kleina poderia ter colocado um time juvenil para aproveitar para conhecê-los ao invés de um time misto sem muita vontade de vencer.

Era para ser um clássico. Falando em Palmeiras, o time irá enfrentar no fim de semana, o Internacional. Confronto que recentemente teria status de decisão na parte de cima da tabela, hoje não passa de um jogo que evidencia como times de ponta podem se perder por decisões precipitadas das diretorias. A culpa da situação dos dois times é exclusiva de suas diretorias. O torcedor é que sofre.

Como pode? Como pode alguém dar um laudo para um clube em uma situação tão grosseira como o ocorrido na Vila Belmiro, era óbvio para qualquer criança que não havia condições de uma ambulância entrar no gramado. Ainda bem que não foi nada sério, assim como os laudos que são fornecidos para o funcionamento dos estádios. Não adianta fiscalizar os laudos, alguém precisa fazer o trabalho que o perito parece estar com preguiça.

Nervos “holandeses” a flor da pele. E a instabilidade botafoguense atingiu até o boa praça Seedorf, o holandês que se acostumou a quase não receber cartão, levou dois amarelos nos últimos dois jogos por reclamação. Como já disse, não entendo o que acontece em General Severiano, para mim é o time com o maior números de jogadores talentosos no elenco.

Números de outro gênio… Ontem, Xavi atingiu a marca de 160 jogos internacionais pelo Barcelona, ele já o recordista pelo clube catalão, agora ele almeja a marca de Maldini que possui 181 aparições em jogos internacionais o recordista geral.

Eleições no futebol… Com o aniversário do rei ontem e a continuidade de grandes atuações de Messi pelo Barcelona, voltam as comparações entre os dois. Confesso que acho impossível comparar jogador aposentado com jogador em atividade. Acho mais válido, após o fim da carreira de ambos, tentar fazer uma análise sobre as conquistas e o período em que o craque assombrou o mundo. Por enquanto, Pelé é rei e Messi e mais um candidato a majestade. Um candidato fortíssimo, mas candidato.

Língua prejudicada.. Outra reclamação da minha parte para o futebol atual é a falta de personalidade dos jogadores em suas declarações. É lógico que falar bobagem após a partida é desnecessário, mas no outro dia mais calmo, os jogadores podiam fugir da mesmice e terem postura mais firme. Cansei de escutar, “o foco do time é a próxima partida”, ou “não era um resultado que esperavamos, mas o time continua focado”. Faltam Romários, Edmundos, Socrates, Djalminhas, Amorosos, Paulos Nunes, entre outros.

Dúvida da semana. Luis Fabiano deveria queimar a chupeta?

Fred, Marcelinho Carioca, Hernanes e Neymar

Eles resumiram o fim de semana.

Fred, estreiou pelo Fluminense e mostrou que é um jogadorzaço, não apenas pelo dois gols na estréia mas pela movimentação e habilidade.

No jogo em Santo André, o Corinthians escancarou suas falhas já que não tinha Ronaldo para direcionar os flashes, mostrou que o time ainda não encontrou o padrão tático, e está muito dependente da genialidade de Douglas e André Santos, o time afunila demais o jogo, muito em função da falta de laterais que vão a linha de fundo. Douglas está em má fase e André Santos na minha opinião é apenas um bom jogador. Agora do outro lado o corintiano Marcelinho Carioca, mostra de quem sabe jogar futebol não esquece nunca, impressionante o talento dele.

Marcelinho em ação - fonte: google.com

Marcelinho em ação - fonte: google.com

No jogo do tricolor paulista, a partida foi péssima, nitidamente o São Paulo jogou para o gasto, simplesmente para ganhar do Marília, a cabeça da equipe já estava na partida do meio da semana pela Libertadores. Mas quem tem Hernanes pode esperar de tudo, mesmo não jogando nada ontem, acertou um chute fantástico e fez um golaço, para completar e mostrar que a dupla Borges e Washington estão afinadas, um lançamento primoroso de Borges e a frieza necessária de um atacante para concluir em gol. Baixa para o São Paulo foi Zé da Raça Luis que se machucou e precisa passar por exames para constatar a gravidade da lesão.

Os novos meninos da vila Neymar e Paulo Henrique - fonte: globoesporte.com

Os novos meninos da vila Neymar e Paulo Henrique - fonte: globoesporte.com

No Vila Pacaembu Belmiro, o Santos venceu o Mogi e mostrou definitivamente ao mundo Neymar, jogador que mostrou ser corajoso e sem medo, ainda precisa passar por provas de fogo para subir do degrau de promessa para realidade mas tem tudo para dar certo, bom foi ver Lúcio Flávio voltar a jogar bem, é melhor o Kléber Pereira voltar logo, pois está ficando complicado tirar alguém desse time.