A Lista de 59 jogadores do Ballon D’or!

f1bcf

E saiu uma lista de 59 jogadores indicados para o prêmio Balon D’or da Fifa!

São 59 atletas distribuidos por 25 países. 13 da Europa (28), 6 da América do Sul (22), 2 Ásia (2), 2 da África (4), 1 da América do Norte (2) e 1 da Oceania (1).

Argentina com 6 jogadores lidera as indicações, seguido de Chile e Espanha com 5 cada.

Logicamente, todo mundo sabe que a disputa será entre CR7, Messi e mais um. Porém é interessante ver como evolui a lista, que passará a ter 23 nomes, para depois dez e por fim os três finalistas.

Fica claro também algumas questões políticas como a indicação de Luongo do QPR para ter alguém da Oceania, assim como os dois asiáticos.

Nosso país está mandando 3 jogadores nessa lista, Coutinho, Neymar e William. Para mim, incluindo Marcelo, formam as melhores peças de uma seleção brasileira.

Fiz o exercício de montar minha seleção do mundo com os indicados, confira:
Neuer, Sergio Ramos, Chiellini, Otamenti, Alaba, Kroos, Rakitic , Neymar, Messi, Hazard, Crisitano Ronaldo.

Nesse exercício, constatei que a defesa é uma piada, improvisei Sergio na direita, já que ele começou lá, mas tive a certeza de que não indicaria nunca Otamendi e Chiellini.
Percebi que faltou Godin, Varane, Hummels, enquanto sobraram Otamendi, Ospina, Medel, Morata, Luongo.

Confira a lista
ALEMANHA: Kroos (Real Madrid), Müller (Bayern), Neuer (Bayern).
ARGENTINA: Agüero (City), Mascherano (Barcelona), Messi (Barcelona), Otamendi (Valencia-City), Pastore (PSG), Tévez (Juventus-Boca).
AUSTRALIA: Luongo (QPR).
AUSTRIA: Alaba (Bayern).
BÉLGICA: Courtois (Chelsea), De Bruyne (Wolfsburg-Manchester City), Hazard (Chelsea).
BRASIL: Coutinho (Liverpool), Neymar (Barcelona), Willian (Chelsea).
CHILE: Bravo (Barcelona), Medel (Inter), Alexis Sánchez (Arsenal), Vargas (QPR-Hoffenheim), Vidal (Juventus-Bayern).
COLOMBIA: Bacca (Sevilla-Milan), Jackson Martínez (Porto-Atlético Madrid), Ospina (Arsenal), James Rodríguez (Real Madrid).
COREIA DO SUL: Son (Leverkusen-Tottenham).
COSTA DO MARFIM: Bony (Swansea-Manchester City), Touré Yaya (Manchester City).
CROACIA: Modric (Real Madrid), Rakitic (Barcelona).
ESPANHA: Diego Costa (Chelsea), De Gea (Manchester United), Iniesta(Barcelona), Morata (Juventus), Sergio Ramos (Real Madrid).
FRANCÊS: Benzema (Real Madrid), Griezmann (Atlético Madrid), Lacazette (Lyon), Pogba (Juventus).
GALES: Bale (Real Madrid).
GANA: Atsu (Everton-Bournemouth), Ayew (Marseile-Swansea).
HOLANDA: Depay (PSV-Manchester United), Robben (Bayern).
INGLATERRA: Kane (Tottenham), Rooney (Manchester United).
ITALIA: Chiellini (Juventus), Pirlo (Juventus-New York City).
JAPÃO: Ozakazi (Leicester City).
MÉXICO: Giovani dos Santos (Villarreal-LA Galaxy), Guardado (PSV).
PERÚ: Guerrero (Corinthians-Flamengo).
POLONIA: Lewandowski (Bayern).
PORTUGAL: Cristiano Ronaldo (Real Madrid).
SUECIA: Ibrahimovic (PSG).
URUGUAI: Cavani (PSG), Sánchez (River Plate), Luis Suárez (Barcelona).

E aí, gostaram?

Anúncios

Um gol de Keirrison, um desabafo de Walter e uma quase voadora de Aloisio para salvar a 30ª rodada.

Keirrison21102013

E o segundo turno desse Brasileirão parece que não engrenou, nada muda de fato na tabela.

Cruzeiro continua na liderança com folga, mesmo ganhando apenas duas das últimas cinco partidas. Isso tudo porque Grêmio, Furacão e Botafogo não conseguem embalar uma sequência para encostar de vez na Raposa. Na verdade, essa oscilação toda só permitiu ao Goiás e ao Galo chegarem próximo ao G4, aliás o Goiás protagonizou uma das melhores cena dessa rodada.

Walter não comemorou o seu gol, o terceiro do esmeraldino e ainda botou a boca no trombone para reclamar da torcida que foi ao estádio para brigar. O atacante sensação desse campeonato não poupou críticas a atitude da torcida e resumiu tudo como uma grande palhaçada. Walter dá sinais claros de que merece uma chance em um clube de maior expressão, inclusive para que ele seja melhor preparado fisicamente.

Outro lance memorável foi o reencontro de Keirrison com as redes. O atacante que fazia mais de dois anos que não marcava um gol, deixou o seu na importante vitória do Coxa sobre o líder Cruzeiro. Particularmente, nunca me encantei com o futebol do menino, contudo desejo toda a sorte e que ele volte sem mais nenhum problema físico para poder atuar tranquilamente.

O grande jogo da rodada foi o Grenal. Repleto de provocações dos dois lados, o jogo foi brigado como todo Grenal é, mas principalmente foi jogado. Ótima atuação dos dois times, premiando os torcedores com uma partida cheia de variáveis. No final, um 2×2 com Vargas e D”Ale comemorando com provocações e terminando com Renato Gaúcho provocando mais um pouco e dizendo que adorou esse Grenal por isso. Teve a zuação, mas todo mundo se respeitou, sem nenhuma violência.

Da minha parte, concordo com Renato e espero que essa graça no futebol volte, sem que as pessoas precisem levar tudo tão a sério.

Outro destaque foi o jogo do São Paulo que conseguiu segurar a vitória contra Bahia por 1×0. O tricolor paulista jogou com dois menos boa parte da partida, mas conseguiu na superação manter o resultado e levar os três pontos. Além dos três pontos, o time acabou com um tabu de 42 anos em Salvador, abriu sete pontos de vantagem para o rebaixamento e teve a certeza de que o Boi Bandido é completamente louco mesmo. A comemoração do gol dele foi a melhor da rodada.

Fora isso, nenhum outro jogo que mereça destaque, apenas dizer que antes do início de todas as partidas, os clubes se reuniram nos centros dos gramados para reforçar a importância do Bom Senso FC.

A Empatite e a falta de futebol dessa quarta-feira…

Guedex_20130926C

Olha depois de tanto escrever sobre assuntos sérios, achei que enfim sentaria em frente a TV e veria um grande espetáculo. Acompanhei simultaneamente Corinthians x Grêmio e Botafogo x Flamengo. Confesso que foi difícil, viu.

No jogo do Pacaembu só acontecia falta, vira e mexe alguém chegava para não perder a viagem. Não eram entradas duras, mas paravam o jogo toda hora. Já no Maracanã, havia uma certa dificuldade de um time conseguir trocar passes. Sem Elias pelo Flamengo e com Seedorf um pouco aéreo, era difícil para os times ficarem com a pelota.

O lance mais agudo no Pacaembu foi um gol anulado de Guerrero. O bandeirinha errou quando consideramos um replay da TV, mas o lance foi muito rápido, então tá perdoado. Já no Maracanã, uma bola despretensiosa encontrou Paulinho que conseguiu com muito esforço jogar a bola para dentro da área onde encontrou André Santos que ganhou de cabeça e abriu o marcador para os rubro-negros.

De resto, nada que se salvava nas duas partidas. No intervalo, foi mais emocionante ver os melhores lances de Goiás e Vasco do que o que tinha acontecido nas partidas.

Veio o segundo tempo e uma leve melhora. No jogo do Pacaembu, menos contato e um pouco mais de futebol. O placar não saiu do zero, mas gostei das atuações de Vargas e Ramiro pelo Grêmio, enquanto no Corinthians Sheik voltou a ter uma boa atuação e o menino Igor parece conquistar a cada jogo a vaga de Fabio Santos.

No Maracanã, o Botafogo melhorou, mas só o suficiente para empatar a partida. O time não fez uma boa atuação e terá que se recuperar para a sequência do campeonato nacional, ou tornará muito fácil a vida do Cruzeiro. Quanto ao Flamengo, pelo menos a certeza de que Jayme de Almeida segue até o final, o treinador tem a confiança do grupo e precisa acertar a casa no limitado elenco do Flamengo.

Sobre as perspectivas para o jogo de volta, ficam completamente vazias. A CBF em mais uma das suas grandes idéias, resolveu colocar a partida de volta quase um mês depois do jogo de ida. Ou seja, serão outros times e outras situações. Se o jogo fosse semana que vem, só apostava no Flamengo classificado. Mas, até muita coisa pode acontecer.

A estrela e as estrelas…

146500-futebol_brasileiro1

Ao que tudo indica esse Brasileirão será decidido pela estrela. E não estou dizendo daquele jogador que tem status de diferente, de acima da média, de Seedorf e Alex por exemplo. Estou falando de estrela daquele conceito futebolístico que se mistura muito com sorte ou com aquele algo a mais que um time campeão acaba tendo.

Eu sei que você dirá então, que olhando dessa forma, é lógico que a estrela decidirá o campeão, já que ele “é pré-requisito” para que o clube conquiste o título a diferença é como elas estão se apresentando nos candidatos ao título.

Começamos pelo Cruzeiro, o qual digno que “as estrelas” decidirão pelo clube mineiro. O time celeste que optou por montar um elenco forte sem um destaque principal, vem colhendo frutos por isso. Quando não é a estrela de Everton Ribeiro que brilha, é a de Lucas Silva, é de Borges, é de Julio Baptista, ontem foi a do William, amanhã pode ser Dagoberto, Luan, Nilton, Dedé, Fábio, Ricardo Goulart, ou qualquer outra peça do elenco.

Cruzeiro optou por uma das máximas do futebol, só com o elenco forte é capaz de disputar o título e Marcelo Oliveira tem conseguido dentro de um padrão tático muito bem definido, misturar e revezar essas peças buscando o melhor aproveitamento sempre. O certo é que ultimamente o Cruzeiro ganha e os outros que corram atrás.

O mais perto nessa corrida é o Botafogo. E o Botafogo que recebe a alcunha de estrela solitária conseguiu reverter nesse campeonato uma outra alcunha que o segue. “Tem coisas que só acontecem com o Botafogo”, essa alcunha parece revertida, se antes situações prejudiciais aconteciam ao Botafogo em momentos cruciais, por enquanto o contrário tem sido mais constante. Basta lembrar que as duas últimas partidas, o time venceu com um gol no final do jogo.

E essa estrela que ilumina o time como um todo e não sobre um jogador específico em determinadas partidas que pode levar o Botafogo ao título. Estrela que também tem iluminado a juventude do time, seja com Vitinho, com Hyuri ou até mesmo com o menino Elias. O que seria motivo de preocupação para muito times, no Botafogo a fórmula tem funcionado muito bem.

E por último o Grêmio que apesar de não agradar a todos e praticar um futebol mais pragmático, o time também está por perto. E como carrega a alcunha de imortal, todo gremista acredita que a força da sua estrela está no seu brilho durar mais do que as duas anteriores. Algo como, a sua é mais bonita e mais forte, mas vai acabar mais rápido do que a minha.

O time que resgatou o ídolo Renato Portaluppi para o comando do time, sabia que ele também resgataria o estilo de jogo que tornou o time vencedor na década de 80. Um time aguerrido, com muita força e que vende caro qualquer derrota. Individualmente tem mais peças acima da média do que os rivais. Dida, Elano, Zé Roberto, Kleber, Vargas e Barcos compõe esse esquadrão que espera no final ter mais pilha na estrela do que seus rivais.

Apesar de achar justo e gostar dos três times, minha torcida está para toda aúrea que gira sobre o Botafogo nesse ano.

Rapidinhas do Camisa 10 – 16.01.2013

2013

Nau sem rumo… O Vasco me impressiona, o time monta uma equipe fora dos gramados de primeira, mas comete falhas grotescas na hora de montar o time principal. Não basta ter desmontado o time campeão da Copa do Brasil, estar completamente endividado e estar contratando mal, o time ainda cogita a hipotese de resgatar Pedrinho da sua aposentadoria. Nada contra o talento do jogador, mas isso é desespero.

Amarelo desbotado… Quando a maré está braba, ela atinge em todos os níveis. Não bastasse toda a desconfiança que ronda a seleção brasileira principal desde a eliminação em 2010, agora os meninos do sub20 resolveram assustar. A tendência é que o time se classifique para a segunda fase, mas virou obrigação vencer as duas partidas restantes, já que até agora só empatou com o Equador e perdeu para o Uruguai.

Rabugento vencedor e de saída! Mourinho é o treinador que consegue ser o Tele Santana das estratégias e o Leão no trato com seus subordinados ao mesmo tempo. Da mesma forma, que ele torna seus times extremamente vencedores ele consegue criar inimizades com todo o seu elenco. No Real, ele já barrou Casillas, finge que não vê Kaká, pega no pé de Cristiano e agora resolveu dizer que Di Maria não joga nada. O mala em pessoa…

Nem sempre, eles querem melhorar… Aqui vai uma crítica ao São Paulo e a sua reestruturação do formato de sócio torcedor. O time buscou enquadrar com a maioria dos grandes clubes, porém deu um passo para trás na vantagens oferecidas e ainda por cima aumentou o preço. O que faltava era Marketing adequado para o formato existente, agora vai ser árduo a aceitação desse.

Será que vai? E não é que parece que o Flamengo encontrou alguém para consertar a casa rubro-negra, Paulo Pelaipe decidiu que irá reforçar o elenco do Flamengo, mas apenas com jogadores que aceitem ganhar um salário “modesto” para que o clube possa cumprir com suas obrigações. Além da SÁBIA decisão, o diretor conseguiu trazer Elias (ex-Corinthians), Gabriel (ex-Bahia) e João Paulo (ex-Ponte). No conjunto da obra, boas aquisições para o elenco.

Enfim as caixas de som!! E o Grêmio venceu a feira livre promovida pelo Napoli e irá levar o excelente Vargas para o grupo. Os valores eram os mesmo que o Sâo Paulo tinha oferecido, a diferença foi que o time gaúcho aceitou a claúsula que permite ao time italiano após seis meses solicitar o retorno do atleta a qualquer momento, sem precisar indenizar o Imortal. Cada um com sua loucura!

O grande dilema! Confesso que estou torcendo para o Santos fechar com o Carlos Eduardo e ver como Muricy irá escalar o time. No papel, dá para Muriçoca escalar o time com Montillo, C. Eduardo, Miralles, Neymar e André, com Arouca de volante. Mas conhecendo a figura ranzinza, é bem provável que o time seja Arouca, Cicero, Assunção, Montillo, Neymar e Andre.. É esperar para ver…

Furação de escala 10! E veio do Atlético-PR a atitude mais respeitada nesse início de 2013, pensando em entrosar o time e melhorar sua imagem fora do país, o time paranaense decidiu que irá disputar o estadualzinho apenas com o time sub23, pois o time principal irá disputar um torneio na Espanha e depois pretende continuar em temporada européia! Parabéns ao Furacão!

Pegando o troco do Itaqueão. É dessa forma que o Moleque Travesso irá conseguir construir um novo estádio para si. Isso mesmo o eterno estádio da Rua Javari está com os dias contados, a diretoria do clube da Mooca parece ter encontrado uma brecha para reconstruir um estádio que servirá como Centro de Treinamento durante a Copa e depois virará estádio para o histórico clube. O preço, 200 milhões, uma bagatela que pagaremos rapidinho.

Lançamento nos cinemas! O Palmeiras conseguiu verba para desenvolver um filme assim como fizeram Corinthians e São Paulo. A idéia inicial era que o título fosse o “Campeão do Século!”. Em tempo, primeiro era bom deixar claro que é do século XX, porque depois a fonte secou e segundo depois da fanfarronice de Valdivia, acho que De Pernas para o Ar 3 também seria um ótimo nome.

Dúvida da semana. Quais ações Ricardo Teixeira já fez como consultor da CBF? (Ele recebeu R$ 120 mil para isso!!)