Quando a forma atrapalha!!

Me pego muitas vezes no meu dia a dia questionando e orientando as pessoas na forma como elas conduzem as situações.
E no futebol não podia ser diferente.

Thiago Neves e Montillo são os típicos casos de negociação que deixaram rusgas, independente do resultado final.

No caso de Thiago, a rusga foi criada. Flamengo e Fluminense já declaram guerra um ao outro, por causa de um jogador sem profissionalismo que pula de um rival para o outro e ainda desdenha da antiga casa.

Faltou comunicação entre as presidências, se Patricia Amorim e Peter Siemsen tivessem tido uma conversa franca desde o início nada disso teria acontecido. Era genuíno o interesse dos dois clubes em contar com o serviço do jogador. Para o Flamengo faltava dinheiro e sobrava empenho, para o Fluminense ao contrário.

Nesse meio de campo, jogador e empresário foram conduzindo a situação de maneira imprópria, manipulando os dois clubes, afim de um bem único, manter o jogador no Brasil a qualquer custo.

No final, dois co-irmãos brigados por um jogador que provavelmente no ano que vem estará fazendo piada do Fluminense em algum time pequeno da Espanha.

Já no caso de Montillo, a ética foi preservada por todos, assim como a teimosia.

Teimosia principalmente concentrada na cabeça de um homem, Gilvan Pinho, presidente do Cruzeiro. A proposta atual para o Cruzeiro é surreal. Vejam só:

Para o Cruzeiro, o time perderá um grande jogador, mas ganhará três bons reforços e ainda muito dinheiro em caixa que permite ao clube buscar um substituto na América do Sul.

Para o Montillo, fica a sensação de que ele acertou as dezenas da Mega-Sena, será um dos jogadores mais bem pagos no Brasil sem precisar ter ganhado nenhum titulo de expressão. Sem nunca ter vestido a camisa de um grande clube de verdade. Mas terá quase 2 milhões de luvas e ainda a garantia de 500 mil reais mensais a cada 12 meses, pelos próximos 04 anos.

Para o Corinthians sobra apenas a aposta de alto risco, simplesmente pelo montante investido.

Agora, imaginem se depois de todo esse circo criado pelo presidente, o Corinthians voltasse a atrás e desistisse do jogador? A vida seguiria no Parque São Jorge, mas a Toca da Raposa estaria devastada no outro dia, com o clube sem dinheiro, sem reforços e com o melhor jogador completamente desmotivado.

Para Gilvan restam duas opções, ou cobrir por completa a proposta corintiana ou perceber que tem nas mãos umas das melhores propostas dos últimos tempos.

Em ambos os casos, o resultado final poderia ser o mesmo, Thiago Neves no Fluminense e Montillo no Corinthians, mas a forma de condução poderia ter sido completamente diferente e saudável para todos os envolvidos.

Pitacos: São Paulo 1×2 Flamengo

Galera do blog, ontem eu acompanhei São Paulo 1×2 Flamengo, gols de Dagoberto pelo mandante e Thiago Neves e Renato pelo visitante. Um jogo bem movimentado, com expulsões e emoção até o final do jogo.

O São Paulo veio a campo com uma formação um pouco mais ofensiva do que o habitual, já que optou por um meia de verdade, além da dupla de ataque, Dagoberto e Luis Fabiano,

O Flamengo veio a campo apenas desfalcado de Leonardo Moura na direita, mas com seu quarteto titular.

O São Paulo começou dominando as ações do jogo e em busca do gol, porém esbarrava na forte marcação rubro-negra e na incapacidade do time mandante em atacar pelas laterais. Primeiro pela ineficiência de Wellington e Juan, segundo porque ninguém se apresenta para tabelar com os laterais.

Dessa forma, o jogo fica amarrado no primeiro tempo. As melhores chances surgiram em bola parada ou nos descuidos do Flamengo na marcação. Foi assim que Cícero apareceu na primeira oportunidade pelo São Paulo, ou na única bola que Luis Fabiano dominou livre para chutar cruzado, ou ainda, na bola parada com Rogério Ceni.

O Flamengo assustou apenas no final da primeira etapa com Thiago Neves, mas Ceni apareceu para fazer grande defesa, essa seria só a primeira dele nessa partida. Assim, acabava o primeiro tempo.

Veio o segundo tempo e o São Paulo tratou de resolver tudo nos minutos iniciais, deixou o jogo aberto e partiu para cima com tudo do Flamengo. Criou duas boas oportunidades, mas aos 9 minutos o panorama mudou. Lucas recebeu merecidamente o segundo amarelo e deixou o São Paulo com um a menos e sem nenhuma criação.

Para piorar, o Flamengo começou a pressionar e não adiantou Ceni fazer três milagres seguidos, na quarta tentativa, Thiago Neves subiu sozinho e abriu o marcador para o Flamengo.

O Flamengo continuou melhor, mas aí foi a vez de Willians dar sobrevida ao tricolor paulista em um lance bobo, o volante rubro-negro exagerou, fez falta dura e recebeu o segundo amarelo.

Aí, foi a vez do São Paulo buscar o empate. Foi quanto Dagoberto apareceu mais uma vez no ano, em jogada individual, o atacante são paulino fez um golaço para empatar a partida.

O São Paulo cresceu e com o apoio da torcida buscava a virada, porém em um lance despretensioso, o Flamengo empatou a partida. Renato Abreu chutou de longe, Carlinhos desviou a bola e matou Ceni, era a vitória rubro-negra.
Por tudo que as duas equipes produziram, o empate seria mais justo.

De qualquer forma, e depois vendo os demais resultados, não dá para esperar muita coisa deste Brasileirão, os dois times continuam na briga pelo título. Para o Flamengo, basta repetir a atuação de ontem, para o São Paulo basta manter sua performance fora de casa e melhorar a sua dentro de casa.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 2 FLAMENGO
Local: Morumbi, São Paulo (SP)
Data/Hora: 02/10/2011 – 16h

Árbitro: Fabrício Neves Correia (RS)
Auxiliares: Bruno Boschilia (PR) e Júlio César Rodrigues Santos (RS)
Público total e renda: 63.871 pessoas/ R$2.647.330,00

Cartões amarelos: Lucas, Wellington, Dagoberto (SPO); Aírton, Willians (FLA)
Cartões vermelhos: Lucas, 9’/1ºT (SPO); Willians, 24’/2ºT (FLA)

GOLS: Thiago Neves, 18’/2ºT (0-1); Dagoberto, 33’/2ºT (1-1); Renato Abreu 39’/2ºT (1-2)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Wellington, João Filipe, Rhodolfo e Juan; Casemiro (Henrique, 13’/2ºT), Denilson, Cícero (Rivaldo, 25’/2ºT) e Lucas; Dagoberto e Luis Fabiano (Carlinhos, 14’/2ºT). Técnico: Adilson Batista

FLAMENGO: Felipe, Rafael Galhardo, Alex Silva, Welinton, e Junior Cesar (Maldonado, 24’/2ºT); Aírton (Diego Maurício, 11’/2ºT), Willians, Renato e Thiago Neves (Fierro, 29’/2ºT); Ronaldinho Gaúcho e Deivid. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Análise do BR-2011 até essa 09ª rodada.

Galera do blog, esse fim de semana confesso que fui um pouco displicente com o Brasileirão, não vi quase nada, na verdade vi apenas os dez minutos finais do jogo do Corinthians e escutei a vitória do meu tricolor. No caso do domingo, estava impossível tirar do jogo da seleção de vôlei, jogo eletrizante digno de final de Liga Mundial.

Iria fazer essa análise apenas na décima rodada, porém vamos antecipar, vamos fazer uma análise geral da tabela.

Na parte de cima, Corinthians e Flamengo são os times a serem batidos, ainda invictos no campeonato, os times mostram que estão bem compactos e que para o adversário vencer terá que suar sangue. Tenho gostado muito do que vi em Palmeiras e Botafogo, são dois times bem montados, com elenco limitado, mas com força total são times difíceis de serem batidos.

Além desses quatro, incluo Cruzeiro, Inter e São Paulo como favoritos ao topo da tabela, contudo esses três ainda estão encontrando a formação ideal.

Na parte debaixo, parece que está mais anunciado do que nunca os que farão parte da Série B, os 4A, Avaí, Atlético-PR, Atlético-GO e América-MG são times muito fracos e que dificilmente terão sorte para escapar da degola.

Minha seleção até essa 09ª rodada fica com Muriel (INT), Weldinho (COR), Chicão (COR), Anderson Martins (VAS), Junior Cesar (FLA), Willians (FLA), Paulinho (COR), Marcos Assunção (PAL), Thiago Neves (FLA), William (COR) e Ronaldinho (FLA), Téc. Felipão (PAL)

E para vocês, quais são os destaques até agora?

Pitacos: 08ª rodada do BR-2011

Galera do blog, ontem assisti a dois jogos e só vi gol de argentino, enquanto a Argentina não marcava nada na Copa América.

Primeiro acompanhei Cruzeiro 2×0 Grêmio, a Raposa segue em franca ascensão e fez um bom jogo contra o Grêmio, em nenhum momento o time mineiro viu sua vitória ameaçada. Joel reforçou muito a defesa cruzeirense e liberou os laterais para apoiarem muito, o time que antes chegava a atuar com 03 meias e apenas um volante, hoje inverteu, são 03 volantes para apenas um meia. Contudo, 02 volantes sabem jogar bola, Fabrício que voltou de contusão parece ganhar sequência com Joel Santana e tem sido peça fundamental nessa retomada celeste.

Durante o jogo, o Cruzeiro abusou das investidas com Vitor na direita, isso porque Diego Renan saiu machucado com pouco mais de 20 minutos do primeiro tempo. Thiago Ribeiro e Wallyson revezam para ir buscar a tabela com Vitor e Montillo estava em tarde inspirada. O primeiro gol não demorou a sair em boa trama pela direita, Fabrício apareceu livre para cruzar na medida para o camisa 10 pegar de primeira e marcar um bonito gol.

O Grêmio parece sofrer dos mesmo mal que o meu tricolor, o time está desorganizado, e ainda por cima não se trata de um grande time. Ontem, apenas Gilberto Silva se salvou, Escudero também foi prejudicado pela ineficiência de Marquinhos. O time precisa arrumar a casa, principalmente a defesa, o jeito é dar tempo para Julinho tenta implantar o seu trabalho.

Vamos agora ao jogo do meu tricolor, confesso que no final do jogo se eu fosse escrever no blog, a chance de não ter mais blog era imensa, Porém fiquei ontem revisitando alguns jogos do São Paulo e algo que me incomodou muito ontem no time do São Paulo foi comprovado com os números, dos 09 gols tomados pelo time, 08 foram no segundo tempo, mais de 90% deles. Destaco isso, porque me assusta o preparo físico do time no segundo tempo, mas me assusta não porque falta perna, mas porque o time está tão desorganizado taticamente que os jogadores se comportam como um time infantil, onde todo mundo precisa correr em direção a bola.

Sinceramente, não sei o que acontece na relação jogadores-Carpegiani, mas se o time quiser algo nesse campeonato precisará mexer urgentemente, seja uma conversa mais séria da diretoria com os jogadores mais velhos, seja a troca do comando técnico, nesse ponto muito são paulinos podem me execrar, mas Celso Roth conseguiria arrumar a casa tricolor, na verdade acho que muitos torcedores conseguiriam arrumar o time, mas tudo bem, o importante é ressaltar que algo deve acontecer antes do próximo jogo, senão será mais uma derrota para a conta tricolor.

No jogo, destaque apenas para o retorno de Rhodolfo que fez boa partida e Wellington pela disposição, em compensação ontem fiquei pensando quem teve a brilhante idéia de trocar Souto por Arouca e Juan por Junior Cesar, a diferença de atuação dos “laterais esquerdos” foi abissal. Apenas para finalizar, já que o Carpa está perdido mesmo, aí vai uma sugestão de time titular com as opções devido desfalques, Ceni, Ilsinho (Edson R.), Rhodolfo, L. Eduardo, H. Miranda (C. Paraíba), Wellington, Jean, Casemiro (Cícero), Rivaldo, Dagoberto, Luis Fabiano(Henrique).

Ainda sobre o jogo, falando um pouco do Flamengo, o time está bem organizado, Ronaldinho está jogando bem, Thiago Neves é um monstro, falta só um zagueiro para fechar o time. Tranquilamente, Flamengo e Corinthians disputarão o caneco dessa competição seguido de perto por Inter e Cruzeiro que estão subindo rapidamente na tabela. o Santos? Bom, o Santos se quiser também disputa, mas se quiser.

Janela Indiscreta!

Janela IndiscretaSempre que nos aproximamos das “malditas” janelas de transferência européia, ficamos aflitos em saber quem do nosso time saira ou quem chegará. Comecei a procurar, jogadores que foram sondados e que podem sair agora no meio do ano. Fiz uma lista e o resultado foi enorme, resolvi então montar uma equipe de possíveis transferências, vamos a ela:

Goleiro: Felipe (Corinthians).

Zagueiros: Chicão (Corinthians), Miranda (São Paulo), Léo (Grêmio).

Meias: Elias (Corinthians), Hernanes (São Paulo), Ramires (Cruzeiro), Maicossuel (Botafogo) e Thiago Neves (Fluminense).

Atacantes: Nilmar (Internacional), Keirrison (Palmeiras)

Dentre os 11 jogadores, apenas Maicossuel e Thiago Neves já estão acertados. O primeiro acertou com o time sensação da Alemanha, o Hoffenheim, enquanto Thiago Neves também irá para Alemanha, mas por causa do final do empréstimo.

Interessante notar como não existe nenhuma especulação sobre laterais sairem do país, o qeu mostra o quão carente estamos desta posição.

ERRATA: Como informado pelo Ednei, o destino correto do Thiago Neves é o Emirados Arábes, no time do Al-Hilal.

Esperando a canonização!

Se na terça, Marcão foi o nome do jogo, ontem Fernando Henrique, Felipe, Bruno e Lauro mostravam que também querem ser canonizados.

No jogo do Pacaembu, Fernando Henrique foi formidável, evitou que o Corinthians saísse com o resultado merecido. O alvinegro venceu por 1×0 (Gol de Dentinho), mas podia ter saído com uma vantagem maior. Alessandro jogou muita bola ontem, assim como Dentinho. Felipe também apareceu com poucas defesas, mas importantíssimas.

Cor x Flu 140509Ficou aquela sensação, de bom para ambos. O Corinthians não tomou gol e o Fluminense perdeu por pouco. Mesmo assim, fica evidente o quanto o time paulista é superior ao carioca. Se Parreira quiser vencer, precisa jogar com Conca, Thiago Neves e Fred.

No Maracanã, um belo jogo. O placar não mostrou o que foi o jogo, Flamengo e Inter criaram várias oportunidades em um jogo que primou pela técnica, os dois times jogaram um futebol envolvente, bom de se ver. A culpa do 0x0, Bruno e Lauro que operaram milagres para evitar que suas equipes tomassem gols.

Fla x Inter 140509

Apesar do grande jogo, o placar não serviu para nada. Os times vão para o Rio Grande do Sul precisando vencer, o Flamengo tem a vantagem de empatar por gols, mas dentro do Gigante da Beira Rio duvido que o Flamengo saia com um resultado diferente da derrota.

O futebol brasileiro está com uma boa safra de goleiros? Ou com uma péssima safra de atacantes?

Comentem, cornetem.