Brasileiros aprendendo a usar o programa sócio torcedor…

torcidabenfica

Vocês sabiam que entre os 14 clubes com maior número de sócio-torcedor, temos 4 brasileiros?

Sim, Inter, Palmeiras, Grêmio e Corinthians aparecem nessa lista. Confira:

RankingST

 

Considero uma ótima notícia, é ver o Brasil entendendo a importância do programa sócio-torcedor como fonte de renda.

Por exemplo, estima-se que o Inter (6º do mundo) tenha faturado quase 40 milhões de reais em 2014 com o programa. Uma tremenda receita, fazendo um comparativo, é o valor que o Corinthians pagou por Pato.

Particularmente, eu acho que todo clube grande brasileiro deveria ter mais de 50 mil sócios, mesmo que o estádio do clube tenha capacidade menor. A própria pesquisa indica que a principal motivação do torcedor é em ajudar o clube.

Quem sabe ao final do ano, tenhamos pelo menos mais um clube entre o top 10 e a maioria dos grandes clubes com mais de 50.000 sócios.

E você, é sócio do seu clube? O que acha do programa oferecido?

 

Anúncios

Simpatia sim, e se possível mais torcida também!

30400_real_manchester

Amistoso entre Real x Manchester dia 02/08/2014. Público de mais de 109.000 pessoas.

Entre um tweet e outro que lia, parei em um do Rica Perrone que dizia sobre as torcidas no Brasil. Nele, ele afirmava que o número representa algo maior do que a quantidade real de torcedores, tratava-se de uma soma entre torcida e simpatizantes.

E ele alegava isso em virtude das grandes dividas dos clubes. Por exemplo, se o Flamengo fizesse um programa “Recupera Flamengo”, onde cada torcedor contribuísse com R$ 2,00 por mês. Sendo assim, o clube que segundo pesquisas tem 30 milhões de torcedores, teria 60 milhões por mês e R$ 720 milhões em um ano.

720 milhões! Dinheiro para comprar um Messi por ano!

Mas, porque isso não funciona?

Porque segundo Rica, desses 30 milhões, boa parte é apenas simpatizante. Aquela esposa que torce para o time do marido para agradar, aquele filho que só curte MMA ou basquete e decidi torce para um clube para acompanhar o pai nos estádios. E por aí vai?

Confesso que sem a questão numérica que trouxe de exemplo, acharia exagero essa história toda, mas com ela eu fui atrás dos números de sócio-torcedor. Aí, é outro exemplo de como nós simpatizamos com nosso time e não torcemos.

Para se ter uma ideia, o Internacional que é disparado o clube com o maior número de sócios-torcedores, possui aproximadamente 120.000 sócios, o que representa apenas 3% da sua torcida. Flamengo e Corinthians então, possuem 0,17% da sua torcida como sócio-torcedor.

0,17% é menos que 1% mesmo.

Muitos dirão que também não acham certo, simplesmente entrar no programa só para ajudar o clube sem contrapartida, ou que muitos estão distantes geograficamente e não vale a pena, ou que não possuem dinheiro para ajudar. E todos eles são válidos.

E não acho que precisamos chegar a 100%, 50% de sócios-torcedores. Talvez 5%, o mais ousados a 10%. Não trouxe esses números, para convencer alguém a ser sócio-torcedor, só acho que o número baixo tem relação com o sucateamento do nosso produto. M

Dentro do furacão 7×1, aqui está outro exemplo de como o futebol é um subproduto no Brasil. A torcida não torce porque o espetáculo é ruim, o espetáculo é ruim porque não tem torcida, aí não tem dinheiro, aí a TV perde o interesse. E aí, queremos botar a culpa apenas nos 23 que vestem a amarela.

Simpatia sim, e se possível mais torcida também!

Rapidinhas do Camisa 10 – 16.01.2013

2013

Nau sem rumo… O Vasco me impressiona, o time monta uma equipe fora dos gramados de primeira, mas comete falhas grotescas na hora de montar o time principal. Não basta ter desmontado o time campeão da Copa do Brasil, estar completamente endividado e estar contratando mal, o time ainda cogita a hipotese de resgatar Pedrinho da sua aposentadoria. Nada contra o talento do jogador, mas isso é desespero.

Amarelo desbotado… Quando a maré está braba, ela atinge em todos os níveis. Não bastasse toda a desconfiança que ronda a seleção brasileira principal desde a eliminação em 2010, agora os meninos do sub20 resolveram assustar. A tendência é que o time se classifique para a segunda fase, mas virou obrigação vencer as duas partidas restantes, já que até agora só empatou com o Equador e perdeu para o Uruguai.

Rabugento vencedor e de saída! Mourinho é o treinador que consegue ser o Tele Santana das estratégias e o Leão no trato com seus subordinados ao mesmo tempo. Da mesma forma, que ele torna seus times extremamente vencedores ele consegue criar inimizades com todo o seu elenco. No Real, ele já barrou Casillas, finge que não vê Kaká, pega no pé de Cristiano e agora resolveu dizer que Di Maria não joga nada. O mala em pessoa…

Nem sempre, eles querem melhorar… Aqui vai uma crítica ao São Paulo e a sua reestruturação do formato de sócio torcedor. O time buscou enquadrar com a maioria dos grandes clubes, porém deu um passo para trás na vantagens oferecidas e ainda por cima aumentou o preço. O que faltava era Marketing adequado para o formato existente, agora vai ser árduo a aceitação desse.

Será que vai? E não é que parece que o Flamengo encontrou alguém para consertar a casa rubro-negra, Paulo Pelaipe decidiu que irá reforçar o elenco do Flamengo, mas apenas com jogadores que aceitem ganhar um salário “modesto” para que o clube possa cumprir com suas obrigações. Além da SÁBIA decisão, o diretor conseguiu trazer Elias (ex-Corinthians), Gabriel (ex-Bahia) e João Paulo (ex-Ponte). No conjunto da obra, boas aquisições para o elenco.

Enfim as caixas de som!! E o Grêmio venceu a feira livre promovida pelo Napoli e irá levar o excelente Vargas para o grupo. Os valores eram os mesmo que o Sâo Paulo tinha oferecido, a diferença foi que o time gaúcho aceitou a claúsula que permite ao time italiano após seis meses solicitar o retorno do atleta a qualquer momento, sem precisar indenizar o Imortal. Cada um com sua loucura!

O grande dilema! Confesso que estou torcendo para o Santos fechar com o Carlos Eduardo e ver como Muricy irá escalar o time. No papel, dá para Muriçoca escalar o time com Montillo, C. Eduardo, Miralles, Neymar e André, com Arouca de volante. Mas conhecendo a figura ranzinza, é bem provável que o time seja Arouca, Cicero, Assunção, Montillo, Neymar e Andre.. É esperar para ver…

Furação de escala 10! E veio do Atlético-PR a atitude mais respeitada nesse início de 2013, pensando em entrosar o time e melhorar sua imagem fora do país, o time paranaense decidiu que irá disputar o estadualzinho apenas com o time sub23, pois o time principal irá disputar um torneio na Espanha e depois pretende continuar em temporada européia! Parabéns ao Furacão!

Pegando o troco do Itaqueão. É dessa forma que o Moleque Travesso irá conseguir construir um novo estádio para si. Isso mesmo o eterno estádio da Rua Javari está com os dias contados, a diretoria do clube da Mooca parece ter encontrado uma brecha para reconstruir um estádio que servirá como Centro de Treinamento durante a Copa e depois virará estádio para o histórico clube. O preço, 200 milhões, uma bagatela que pagaremos rapidinho.

Lançamento nos cinemas! O Palmeiras conseguiu verba para desenvolver um filme assim como fizeram Corinthians e São Paulo. A idéia inicial era que o título fosse o “Campeão do Século!”. Em tempo, primeiro era bom deixar claro que é do século XX, porque depois a fonte secou e segundo depois da fanfarronice de Valdivia, acho que De Pernas para o Ar 3 também seria um ótimo nome.

Dúvida da semana. Quais ações Ricardo Teixeira já fez como consultor da CBF? (Ele recebeu R$ 120 mil para isso!!)

Brasileiro e sua mania de fila…

Galera do blog mais querido, ontem assistindo a TV vi uma reportagem na Sportv sobre a estréia do Corinthians na Libertadores e que os ingressos estavam praticamente esgotados e que a maioria desses ingressos foram vendidos pelo site do Fiel Torcedor (fieltorcedor.com).

Diante disso, os reportéres entrevistaram alguns torcedores que tentavam a sorte indo ao estádio comprar, e em uma das entrevistas, um torcedor disse que era injusto com o torcedor que não tem acesso a Internet ou que prefere comprar no estádio, que eles iriam ficar sem o ingresso.

E vão mesmo.

Nessa hora alguns comentaristas não concordavam com isso e defendiam a alegação do torcedor, enquanto outros contraargumentavam.

Na minha opinião, toda essa discussão surge por um problema cultural do brasileiro, apoio completamente que cada vez mais os ingressos não fiquem concentrados nos estádios, dê preferência que nem se venda mais ingressos nos estádios, principalmente nos dias de jogo. Sou a favor de existirem vários pontos de vendas, como Correios, Casas Lotéricas, Grandes Magazines de artigos esportivos, entre outros.

Reclamar que não vender no estádio, o torcedor não irá, é uma grande bobagem. Quando o Flamengo estreiar na Libertadores, o time não conseguirá colocar seus quase 15 milhões de torcedores dentro do estádio, ou seja apenas 0,8% da torcida estará dentro do estádio e assim por diante para os outros times.

Eu acho que as formas de venda devem ser diversas, porém em jogos de grande expectativa, poderão acontecer coisas desse tipo, mesmo pela Internet ou por Programas de Sócio-Torcedor, por muitas vezes os seus sócios ficaram sem o ingresso também. Veja o caso do Internacional, clube brasileiro com o maior número de associados, algo em torno de 100mil, se todas as vezes que o Inter for jogar no Beira-Rio, seus sócios quiserem ir ao estádio, pelos menos uns 40 mil terão que assistir pela TV.

Em resumo, o que mais incomodou foi as duras críticas feitas ao Corinthians por esta iniciativa, o Corinthians está no caminho certo e deve ser parabenizado por conseguir vender seus ingressos quase que na totalidade por um site vinculado ao programa de socio torcedor. Aliás outros clubes merecem parabéns por esses programas, apenas para se ter uma idéia, segue a relação
dos dez com maior número de sócios torcedores:

1º) Internacional, 100 mil.
2º) Grêmio, 53 mil.
3º) Corinthians, 46 mil.
4º) São Paulo, 42 mil.
5º) Vasco da Gama, 28 mil.
6º) Santos, 25 mil.
7º) Atlético Paranaense, 22 mil.
8º) Cruzeiro, 18 mil.
9º) Coritiba, 18 mil.
10º) Ceará, 10 mil.

Apenas para complementar, além dos quatro primeiros que possuem ótimos programas, destaco o Vasco que vem reestruturando seu programa de forma interessante e o Flamengo que começa a desenhar um programa muito ousado.