Drogba, Van Persie e outros medalhões

gerrard-pirlo

Ultimamente alguns renomados nomes do futebol internacional estão sendo especulados para jogar no Brasil. Contudo, entre uma história mais distante, outras que realmente quase aconteceram ou que podem acontecer, as dúvidas que pairam na minha cabeça são, será que vale a pena e porque ainda é tímido a vinda desses jogadores.

Esqueçam aqueles com nacionalidade brasileira, ou seja,  não vale os retornos de Ronaldo,  Roberto Carlos, Kaka, Gaúcho,  Deco e Rivaldo, quantos jogadores de renome internacional atuaram no Brasil?

Ao meu ver, somente Seedorf, e isso porque ele é casado com uma brasileira e sempre nutriu essa vontade de atuar por aqui. Ou seja, algo em nosso futebol não atrai os jogadores de renome.

E vou aqui de longe especular algumas possibilidades, porque essa recusa, trata-se de uma via de mão dupla. Os clubes precisam se interessar muito por esse tipo de reforço e o jogador precisa gostar muito da proposta.

A primeira questão para mim é, o clube brasileiro realmente acha importante trazer um jogador desse tipo?

Eu tenho a sensação que quase todos torcem o nariz para isso, julgam nosso campeonato altamente competitivo e que o jogador desse em final de carreira não conseguiria atuar, e todos os nomes acima mostram que é uma lenda. Nosso campeonato é competitivo, mas fisicamente muito inferior aos europeus, o cara que chega aqui mais veterano ainda possui um ritmo amplamente satisfatório para atuar no Brasil.

Ou seja, dá para arriscar sim em bons nomes para disputar uma temporada por aqui.

Segunda questão é, o jogador europeu tem qual referência e atratividade para jogar aqui no Brasil?

Parece que apenas nossas belezas naturais atraem o estrangeiro, a falta de uma agenda mais organizada, um calendário menos intenso afastam um pouco, além da falta de habilidade de um dirigente em negociar todas essas condições com um jogador.

Vou dar um exemplo bobo para não me prender muito nesses detalhes, será que ninguém faz um contrato com o atleta  sugerindo uma agenda onde ele atuará por no máximo 45 partidas e somente 5 vezes poderá acontecer de jogar duas vezes na semana.

Sinceramente, acho nosso mercado potencial para trazer Van Persie, Sneijder, Pirlo, Drogba, Eto’o, Gerrard, Lampard, entre outros, acho que agregaria não só com práticas que eles tiveram no mercado e poderiam compartilhar com todos, mas para trazer aspectos culturais que são importantes em virtude do país de origem e etc. Além de trazer visibilidade mundial ao ter nomes como esse atuando por aqui.

O Brasil tem capacidade para ser um mercado forte para quem não tem mais espaço nas grandes ligas européias?

E para vocês, porque “os gringos” não vem para o Brasil?

Anúncios

Ressaca pós Copa do Mundo!!

01neymarpancadaafpodd-andersen

Diga sem pestanejar, qual seleção está apresentando o melhor futebol atualmente?

Nos últimos dias estão rolando jogos das seleções pelo mundo. Sejam jogos valendo vaga na Eurocopa, na Africopa ou simples amistosos, o que importa é que parece que rola uma ressaca da Copa do Mundo ainda.

Vocês concordam?

Basta lembrar que a própria Alemanha, campeã do mundo, parece em uma ressaca eterna, algo como se o país virasse uma espécie de Salvador nesse segundo semestre, emendou a comemoração do título com a Oktoberfest e futebol que é bom, só no ano que vem. O time está sendo renovado, mas não é possível ter esquecido do seu futebol.

A vice-campeã Argentina trocou o comando, mas não entende uma coisa, Messi não irá brilhar como brilha no Barcelona e tudo bem. Contudo, o craque já é o comandante do time e tem ao seu lado Di Maria que anda voando, ainda falta rechear melhor esse time, já que depois disso, principalmente do meio para trás o time não colabora.

E a terceira colocada? Nossa querida Holanda, do craque Robben proibido virar a direita, virou saco de pancada nas eliminatórias da Euro, Sneijder gastou sua última vidinha na Copa do Mundo, Hiddink quis resgatar o tradicional 4-3-3 holandês e está entendendo porque Van Gaal tinha optado por um esquema com tanta gente na defesa.

Itália, Inglaterra e Brasil optaram por conquistar resultados pós-Copa, tem conseguido, mas parecem não convencer ninguém. No caso da Itália é uma pena, apesar da trágica campanha na Copa, a filosofia de Prandelli era uma mudança abrupta, mas positiva para a Azzurra, contudo preferiram voltar ao velho futebol pragmático italiano.

Já o Brasil optou por conseguir resultados para ter paz, contudo, não acredito que Dunga opte pelo resgate do futebol encantador brasileiro, sua filosofia é ganhar títulos, a qualquer custo. Se jogar bem, ótimo, se não, tudo bem também. E a Inglaterra, precisa entender que ela descobriu o futebol e não inventou, a partir daí muita coisa pode mudar.

Além disso, a querida Espanha, depois da geração Tiki-Taka, Del Bosque parece aquele homem que viveu 30 anos com uma mulher e quando ela morre, não consegue nem passar um café para ele, a sensação é que Del Bosque não sabe ainda como montar sua Espanha. Sua principal aposta é na sintonia entre Fabregas e Diego Costa, porém faltam nove jogadores, incluindo Casillas que parece precisar de um periodo de reflexão tal qual Julio Cesar após a Copa 2010.

E aí, alguma seleção tem encantado vocês?

The Oscar goes to..

Galera, ontem foi divulgado os candidatos a melhor do mundo em 2010. Desde de que me entendo por gente no futebol, não me lembro de uma lista tão difícil de decidir. Os candidatos são:

Os espanhóis, Xabi Alonso, Iker Casillas, Cesc Fábregas, Andrés Iniesta, Carles Puyol, David Villa e Xavi. Os alemães, Miroslav Klose, Philipp Lahm, Thomas Müller, Mesut Özil e Bastian Schweinsteiger. Os holandeses, Arjen Robben e Wesley Sneijder. Os brasileiros, Júlio Cesar, Maicon e Daniel Alves. O português Cristiano Ronaldo, o marfinense Drogba, o camaronês Eto’o, o uruguaio Forlán e o ganês Asamoah Gyan. Além é claro do atual detentor do título de melhor do mundo, o argentino Lionel Messi.

Lógico que depois de ler a lista, você provavelmente já decidiu o seu, agora se você fosse apostar em quem levaria o prêmio, quem seria?

Este ano carrega algumas particularidades, a primeira, é ano de Copa do Mundo, Iniesta e Xavi foram os caras na Espanha, portanto, tem grandes chances de levarem o prêmio. Cristiano Ronaldo está voando sob a tutela de Mourinho, o português também entra como favorito na disputa, além é claro de Messi, o argentino “metido a craque” continua a exibir todo o seu talento quando veste a camisa azul-grená do Barça.

Correm por fora, a revelação alemã Müller, o baixinho Özil e Forlán que para quem não se lembra foi eleito o craque da Copa.

Como não poderia deixar de ser, vou fazer a minha relação como se fosse um dos técnicos votantes e aquela que acho que será o resultado final:

Minha relação: 01º Sneijder, 02º Messi, 3º Xavi, 4º Mueller e 5º Forlán

Relação final: 01º Iniesta, 02º Cristiano Ronaldo, 3º Xavi, 4º Messi e 5º Forlán.

E para vocês, como ficará?

Fúria ou Laranja?

Galera do blog, a Copa Do Mundo chega a sua reta de chegada e junto com ela uma final inédita. Espanha x Holanda vão se enfrentar pela primeira vez na final e teremos um novo campeão do mundo.

Apesar de toda essa novidade, não digo que era uma final inesperada, na minha opinião eram dois times que no início do campeonato estavam credenciados a lutar pelo título.

A Espanha não fez uma campanha brilhante, talvez seu melhor jogo tenha sido este último contra a Alemanha, mas uma coisa não podemos negar, o time espanhol dá gosto de ver jogar, mas abusa do direito de perder gols, se o time tivesse um aproveitamento melhor no ataque, venceria todos com certa facilidade.

Da mesma forma, a Holanda chega a final, sem ainda convencer, mas contando com um camisa 10, que tem tudo para terminar como o craque da Copa, Sneijder é o jogador diferenciado desta Copa.

O confronto está aberto, a Espanha possui melhor qualidade coletiva, porém falta poder de decisão, no caso da Holanda é totalmente o contrário, falta qualidade coletiva, mas Sneijder e Robben podem decidir a qualquer momento.

Aposto levemente na Holanda, assim como havia mencionado nos preparativos da Copa, essa Copa está meio “alaranjada”.

E para vocês quem fica com a taça?

Sessão Camisa 10 – Wesley Sneijder

Galera, admito que está difícil achar os meus queridos camisas 10, mas até que eu achei mais um dessa espécie. Por sinal, é um jogador do qual gosto muito, estou falando de Sneijder. O holândes que joga na Inter de Milão, vem mostrando todo seu talento nesta temporada pelo time nezazzurri e deixando os madrilenhos do Real cheio de coceiras.

Isto porque o jogador foi dispensado do time, a verdade é que Sneijder não teve tempo para atuar no Real. O holândes é aquele típico jogador acima da média, ele pode não ser um cracaço, mas chuta muito bem, passa muito bem, dribla muito bem. Ou seja, pode não tirar 10 nesses quesitos, mas pelo menos 08 em cada um, com certeza. Confiram nos vídeos abaixo:

Zoropeando um pouquinho..

Fazia muito tempo que não falava nada sobre o futebol no velho continente. Bom resolvi fazer uma apanhado geral sobre os campeonatos que eu considero os principais. Vamos lá:

Campeonato Alemão: Como sempre na Bundesliga, o campeonato está acirradíssimo dessa vez com menos clubes disputando a ponta, mas acirrado. Leverkusen, Bayern de Munique e Schalke 04 seguem na disputa do caneco.
O Leverkusen que conta com o brasileiro Renato Augusto (ex-Flamengo) vem fazendo uma campanha surpreendente, primeiro porque nos últimos anos brigou contra o rebaixamento e segundo que até o final da 22ª rodada o time segue invicto. Destaque para Kiessling, artilheiro do campeonato e o meia Kroos.
No Bayern Munchen, seu principal jogador na minha opinião é Arjen Robben, o jovem atacante Muller também merece atenção, assim como o zagueiro artilheiro-grosso Van Buyten. Minha torcida é contra o título do time bávaro, porque Van Gaal é o treinador.
O Schalke dos postulantes ao título é o que possui o maior número de brasileiros, 5 (Rafinha, Bordon, Mineiro, Zé Roberto e um desconhecido Edu), além do brasileiro naturalizado alemão Kevin Kuranyi. Kuranyi e Farfan estão em sintonia, juntos foram responsáveis por mais da metade dos gols feitos do time. Minha torcida fica levemente para o Schalke devido ao elenco recheado de brasileiros.

Campeonato Espanhol: Na Espanha, um abismo profundo separam Real e Barça dos demais, na verdade, na pirâmide, o Barça segue intocável no topo, o Real se tornou uma boa sombra, mas como toda sombra não assusta, e Sevilla e Valencia seguem sua vida de disputar terceiro e quarto. Por um longo tempo, nada disso irá mudar na terra das touradas.
Do lado da Catalunha, vale destacar que na vitória de ontem o jovem brasileiro Thiago (filho do ex-jogador Mazinho) fez seu primeiro gol como profissional. De resto, o time do Barcelona por si só, já é um destaque.
Do lado Madrilenho, a equipe ainda não está com o ajuste fino, o time continua vencendo pela qualidade individual de suas estrelas do que pelo trabalho em equipe de grandes craques. Kaká segue questionado no clube merengue, aliás no atual momento, só o argentino Higuáin escapa, sua regularidade impressiona.

Campeonato Inglês: O Chelsea abriu uma vantagem razoável ao final da 27ª rodada, mas Manchester e Arsenal ainda tem chances. O impressionante é que neste momento os três times possuem a mesma quantidade de gols feitos, 63. A sutil diferença na posição do time está no centro avante de cada um.
No Chelsea, Drogba nessa reta final tem literalemente decidido todos os jogos, o marfinense está no auge da sua forma física e o Brasil que fique atento. Está encostando rapidamente em Rooney na disputa pela artilharia do campeonato.
No Manchester, o Shrek (Rooney) também está decidindo tudo para os Diabos Vermelhos, porém na rodada passada faltou perna para ele e o Manchester tropeçou. A tabela ajuda um pouco o time de Sir Fergunson, mas o clássico servirá para dizer quem leva o caneco.
Correndo por fora segue o Arsenal, o time que possui o futebol mais bonita da terra da rainha, sente a falta de um camisa 09 decisivo, essa foi a diferença que fez o time não vingar nos clássicos, Adebayor está fazendo falta ao time.

Campeonato Italiano: Na velha bota, a velha hegemonia impera. Inter de Milão segue firme para levantar mais um caneco. Roma faz uma campanha surpreendente, Milan e Juventus tentam virar um time e nessa alguns times de menor expressão podem surpreender e roubar uma vaga na Champions.
O time de Mourinho segue sobrando no campeonato, o time só perde pontos quando ele mesmo se complica, fora isso segue soberano no Calcio. Milito mostra que é um artilheiro nato, o cara faz muitos gols, gosto muito do Sneijder jogador fora de série.
Na Velha Senhora, falta embalar de vez, por muitas vezes, o time parece que vai e de repente tropeça. Amauri está voltando a jogar bem e pararam de atormentar o Diego, pelo jeito dessa vez, parece que vai. Será?
Os rossoneros seguem como uma incógnita, na minha opinião Leonardo deveria conciliar a agenda de treinamentos com a agenda das baladas do Gaúcho, assim o time teria mais sucesso. O Milan precisa de uma reformulada no elenco, mais precisamente de uma rejuvenescida.

Em resumo, do que tenho acompanhado, Barcelona, Chelsea, Inter de Milão e Manchester United, nessa ordem, estão acima dos demais times. E vocês, o que destacariam do Velho Continente?