Repreensão sim, mas cuidado com o nosso craque!

neymar 240615

Neymar pegou 4 jogos de suspensão. E aquela imagem de único poupado do 7×1, parece ter ido por água baixo.

Lógico que muito disso, está na nossa mania de adorar acompanhar o vento. Se o vento resolveu culpar Neymar, todo mundo vai no embalo e condena-o, se o vento sopra dizendo que ele é nosso novo Messias, somos os primeiros a ajudar o menino a abrir o Mar Vermelho.

O menino. Acho válido, não esquecer desse detalhe.

Neymar tem apenas 23 anos. Já ganhou os dois principais títulos de clubes (Libertadores e Champions), caminha a passos largos para ser o maior artilheiro da seleção mais vencedora do mundo e promete ser o sucessor da coroa dividida entre CR7 e Messi. Isso tudo, falamos de um menino de 23 anos.

O mesmo menino que já tirou Renê Simões do sério, que deu uma carretilha em final do Copa do Rei que brigou com o seu treinador no Santos, e outras estripulias de moleque.

Não estou isentando ele de culpa, tampouco compactuando com quem adora o chamar de mimado, eu prefiro apenas utilizar o termo menino.

Neymar não poderia estar sozinho nessa jornada, todos nossos craques tiveram alguém mais experiente nessa jornada. Sempre foi assim, mas resolvemos tratar como safra podre a geração entre Ronaldo e Neymar.

Execramos Julio Cesar, Lucio, Fellipe Mello, Elano, Kaka, Robinho e Luis Fabiano. Nem estou dizendo que alguns não mereciam…rs..

Mesmo sem um craque entre Fenômeno e Ney, acho que deveriámos ter alguém com mais história ali para ser um elo entre o fim da geração anterior e o início da turma de Neymar. Só agora Robinho foi chamado, Kaká estava em lista de espera, Ronaldinho nunca quis esse papel e Adriano está lá na Cruzeiro e nem falo da Raposa, falo da vila do Imperador.

O próprio Dunga é um remanescente de uma geração execrada.

Nossa linha de frente é composta pelos jovens Firmino (23), William (26), Coutinho (23), Neymar (23). Isso sem falar que Neymar só tem menos jogos que Robinho e Daniel Alves.

Portanto, não custa lembrar das besteiras que você já fez com 23 anos, merecem repreensão, e só!

 

 

Anúncios

E aí, cadê o seu camisa 09?

romarioronaldo

Damião, Luis Fabiano, Paolo Guerrero, Henrique, Alecsandro, Fred, Jô, Barcos, Rafael Moura, todos eles representam o famoso centroavante. Jogador de área, finalizador, que tem faro de gol.

Alguns podem até sair mais da área, fazer pivô, mas sua principal função é ser o homem gol do time.

Quando olhamos a relação, vemos Fred e Luis Fabiano como ainda bons nomes e Guerrero e Barcos como outros bons nomes. Agora, se fosse não tivesse um centroavante e precisar contratar, quem além desses quatro, você investiria sem medo?

Os demais da lista estão em grandes clubes, mas não necessariamente são grandes jogadores. Damião é o nosso Fernando Torres, seu futebol sumiu, voltou para várzea ou algo do tipo. O restante, não inspiram confiança.

Tanto é que Galo e Mengo estão atrás de atacantes gringos. O mineiro já fechou com o bom Lucas Pratto, enquanto o Mengo sonda Lucas Barrios.

A pergunta que fica é: acabou o camisa 09?

Eu acho que não, eu acho que ele se reinventou. Guerrero é o exemplo mais próximo do que é o atual 09 no mundo. Lewandowski, Ibrahimovic, Benzema, são os craques dessa função.

Logo, não consigo pensar em nenhum brasileiro. Nem bom, nem apenas atual. O único que me vem em mente é Diego Costa e que simplesmente se naturalizou espanhol e aprendeu a jogar assim lá, não aqui.

O que fica evidente é que a função mudou, mas nós não arrumamos ela na base, nem no profissional, nem em lugar nenhum, apenas vemos e decidimos agora importar centroavante.

Acho um pouco absurdo, o país que se entitula do futebol, importar a principal peça, quem faz gol.

Nada contra Guerreros, Barrios, Barcos e Prattos, mas o Brasil pode abrir as portas para eles jogarem em nossas novas arenas, mas principalmente devemos fabricar esses caras por aqui.

E aí, cadê o seu camisa 09?

Jogos de Quarta 21.07

Galera do blog, ontem aconteceram vários jogos pelo nosso querido campeonato nacional, consegui acompanhar dois jogos, seguem minhas análises:

Atlético-MG 1×2 Internacional: Meu querido galo sofreu mais um revés no campeonato, o time vem mostrando certa evolução na qualidade do time, contudo ainda padece de melhor forma física, o time mineiro parece não resistir aos 90 minutos de partida. Diego Souza ainda precisa melhorar muito sua forma física, além disso Luxa precisa acertar na mão na dupla de ataque de Tardelli, Berola e Ricardo Bueno ainda não complementar o matador atleticano. Do outro lado, o time colorado está em ascensão meteórica, Celso Roth conseguiu fazer em um mês, o que Fossati levou meses, Celso criou um padrão tático para o time, conseguiu resgatar Taison e D’Alessandro voltou a ser um camisa 10 de verdade.

Em resumo, fica claro que o Inter irá brigar por todos os títulos esse ano, resta saber se Celso Roth terá fôlego dessa vez para ganhar algo e se sua sina de morrer na praia irá continuar. Do lado atleticano, está na hora de Luxemburgo acordar para a vida, se ele ainda deseja ser reconhecido como um grande técnico que faça por merecer, pois faz quatro anos que ele não passa de um ex-treinador.

Atlético-GO 3×1 Corinthians: Parece que a ansiedade que cerca Mano a respeito do convite para comandar a maior seleção do mundo, contaminou o grupo. O Corinthians não fez uma grande partida e se tornou presa fácil da força de vontade do limitado time de Goiás. O Corinthians que continua a jogar sem Ronaldo, sentiu a falta de um homem de referência, além de Elias e Bruno Cesar serem os pulmões do time, se eles estão em um bom dia fica difícil ganhar do time de Parque São Jorge, caso contrário se torna um time comum. Alessandro fez péssima partida, várias bolas foram alçadas em suas costas, além de Chicão que é a imagem de Mano em campo, como o treinador está a beira de um ataque de nervos, o mesmo acontecia com o seu capitão.

No final, o Corinthians torce por tropeços de Ceará e Fluminense hoje para continuar na liderança, e vive a expectativa de sexta, se irá começar a era pós-Mano ou caso seja outro treinador como Mano reagirá. Pelo time goiano, acende uma luz de esperança, mas fica claro que o time possui alguns talentos individuais, porém existem buracos para compor o time.

E vocês acompanharam algum outro jogo? Compartilhem com a gente, ou mesmo sobre os jogos aqui comentado.