O que você faria?

jo18092017.jpg

E ontem a noite as discussões nos programas de futebol giraram em torno da mãozinha marota de Jô para garantir o gol da vitória sobre o Vasco.

Apenas um adendo, o Corinthians até está permitindo uma disputa no returno, mas a preguiça é enorme por parte dos concorrentes, mas vamos voltar a polêmica.

Além da velha máxima do erro, a questão ganhou proporções maiores pelo personagem, para quem não lembra Jô foi “beneficiado” pelo fair play de Rodrigo Caio ao avisar que não tinha levado um chute do atacante e poupando ele de um cartão e da suspensão para a disputa da próxima partida novamente contra o São Paulo.

Jô foi um bom resumo do que devemos estar questionando em nossas vidas atualmente. Quantas vezes foi fácil elogiar a atitude alheia, mas não conseguimos repetir, ou mesmo exigir a atitude de todo mundo, mas quando ela bate na nossa vez, falhamos.

Não vou dizer que Jô foi hipócrita ontem, ele foi nas declarações que deu sobre o episódio com Rodrigo Caio, sabendo que não faria igual, não precisava sair contando sobre o quão bacana é ser igual a Rodrigo Caio. Ou mesmo evitar assumir a atitude de ontem, deveria e pronto.

Eu sinceramente, não espero que Jô mude amanhã, ou se arrependa disso, eu espero de verdade que as pessoas continuem debatendo sobre, mas ainda me assusta o futebol é assim mesmo, ou que vergonha sobre o que o Jô fez, etc, etc, e bla bla bla.

Não adianta o personificar, esqueçam Jôs e Rodrigos Caios, a questão é porque precisamos ser mocinho ou vilão? Ambos, não podem simplesmente jogar sério e limpo, sem precisar de uma oportunidade para fazer o outro de otário ao invés de si. Para mim, pouco importar condenar ou absolver Jô, agora o que realmente aprendemos com tudo isso, o quanto passamos a fazer diferente.

Já teve Maradona, Jô, Henry e tantos outros, assim como Rodrigo Caio, Klose, Ajax x Cambuur, e por aí vai.

Acho que a chegada do vídeo para auxiliar essas questões deverá resolver inúmeras falhas que hoje o futebol se permite, inclusive fazendo com que os jogadores se policiem mais.

Contudo, a velha máxima volta para que você responda, ao invés de criticar ou defender o Jô, pense o que você faria, realmente, e veja se você está sendo coerente consigo mesmo. Só isso, não precisa mais nada, apenas pense.

E então, o que você faria?

Anúncios

E saiu a primeira lista da era Tite…

tite220816

“Em relação a convocação, é para os próximos dois jogos, não posso nem quero ser otimista e responsável nem o pessimista que só olha o fato negativo, só olho fato real. Estamos no momento não classificados para a Copa e buscando crescimento. A partir daí, surge nova etapa. Essa convocação é para estes dois jogos, melhor momento de cada atleta”

Confira os convocados:

Goleiros: Alisson (Roma-ITA), Marcelo Grohe (Grêmio), Weverton (Atlético-PR)

Zagueiros: Gil (Shandong Luneng-CHN), Marquinhos (Paris Saint-Germain-FRA), Miranda (Internazionale-ITA), Rodrigo Caio (São Paulo)

Laterais: Daniel Alves (Juventus-ITA), Fagner (Corinthians), Filipe Luis (Atlético de Madrid-ESP), Marcelo (Real Madrid-ESP)

Meias: Casemiro (Real Madrid-ESP), Giuliano (Zenit-RUS), Lucas Lima (Santos), Paulinho (Guangzhou Evergrande-CHN), Philippe Coutinho (Liverpool-ING), Rafael Carioca (Atlético-MG), Renato Augusto (Beijing Guoan-CHN), Willian (Chelsea-ING)

Atacantes: Gabriel Barbosa (Santos), Gabriel Jesus (Palmeiras), Neymar (Barcelona-ESP), Taison (Shakhtar Donetsk-UCR)

Com essa frase Tite explicou a convocação, e dessa forma montou essa lista.

Sinceramente, tinha gostado mais daquela que vazou supostamente do que a realidade, porém, também acredito que lista de convocado da seleção nunca agradará a maioria, todo mundo tem seus preferidos e formas de pensar, mas prefiro me ater aos critérios ditos por Tite para fazer alguns questionamentos.

Tite se apoiou muito em dizer que convocação é momento, por isso priorizou aqueles que estão em atividade e que o momento é de buscar classificação e não reformulação.

O engraçado é que de cara, temos 9 novidades entre os 23, ou melhor 09 atletas que não eram convocados com frequência, logo me parece uma reformulação no grupo. Só reforçando, não acho errado reformular, até porque o treinador tem seus homens de confiança, o que quero destacar é o que Tite disse não condiz muito com as opções feitas.

O próximo que é momento, vou ao Grêmio para olhar dois jogadores específicos para fazer o contraponto, Giuliano e Luan. o meio campista foi bem, mas saiu a um tempo para a Rússia e está na mesma pré-temporada que o Ganso, que anda jogando muito mais e consequentemente em um “momento melhor”.

Por outro lado temos Luan, Tite foi bem ao trazer 7 atletas olímpicos, achei um exagero, mas foi bem, aproximar a geração mais nova é fundamental para que a seleção não sofra com troca de gerações, como atualmente. Contudo, quem jogou mais que Luan nessa Olimpiadas, o polivalente jogador de frente foi peça chave para fazer a seleção sair de 0x0’s inóspitos contra Iraque e África do Sul para uma campanha consistente rumo ao ouro olímpico.

Portanto, entre os queridos Gabriéis, Luan está em um momento melhor.

Por fim, Tite fez o que todos fazem, escolheu homens de confiança, mas optou por seus tradicionais discursos bem montados que desviam um pouco a imprensa, não acho errado a opção de Tite, mas é para ficar atento quanto ao discurso.

E acima de tudo, estamos juntos com esses 23, que junto com Tite e embalados pelo ouro olímpico recuperem o bom futebol.

Nossa seleção para a Copa América…

CopaAmericaBrasil2016

E saiu a lista dos 23 convocados para a Copa América.

Goleiros: Alisson (Inter), Diego Alves (Valência-ESP), Ederson (Benfica-POR)

Laterais: Daniel Alves (Barcelona-ESP), Fabinho (Mônaco-FRA), Filipe Luis (Atlético de Madri-ESP), Douglas Santos (Atlético-MG)

Zagueiros: Miranda (Inter de Milão-ITA), Gil (Shandong Luneng-CHN), Marquinhos(PSG-FRA), Rodrigo Caio (São Paulo)

Volantes: Luiz Gustavo (Wolfsburg-ALE), Elias (Corinthians), Casemiro (Real Madrid-ESP), Rafinha (Barcelona)

Meias: Renato Augusto (Beijing Guoan-CHN), Philippe Coutinho (Liverpool-ING), Lucas Lima (Santos), Willian (Chelsea-ING),

Atacantes: Douglas Costa (Bayern-ALE), Hulk (Zenit-RUS), Ricardo Oliveira (Santos), Gabigol (Santos)

A tendência é que o time titular seja, Aliison, Dani, Gil, Miranda e Filipe, Luiz Gustavo, Renato, William, Coutinho (Elias), Douglas Costa e Ricardo Oliveira.

Uma seleção com solidez defensiva, mas que tem poucas opções para variar o jogo na parte criativa, seleção do ponto de vista de funções a exercer muito próximo da base que Dunga montou para a Copa em 2010.

Dessa vez, achei Dunga burocrático demais, entendi as opções dos olímpicos para dar experiência, mas as demais achei que podia optar por opções que mudassem realmente o jogo em algumas situações. E é claro, cadê Thiago Silva e Marcelo. O primeiro ainda seria ótimo porque deixaria livre Miranda para ir para as Olimpiadas, já que ao que tudo indica nenhum acima de 23 participará das duas competições (Copa América e Olimpiadas)

E vocês o que acharam?

Ele acha que sabe tudo…

image

El Profe não deve estar entendendo nada.

Quando viu o presidente do São Paulo aparecer na Colômbia para contrata-lo, ficou muito agradecido, viu o projeto que lhe foi apresentado, o plantel disponível, a posição que ocupava na tabela e a real chance de menos que não fosse necessário, mas de ganhar um título.

Eis que menos de um mês da sua chegada, Doria, Rodrigo Caio, Paulo Miranda, Denilson e Souza já foram. Ainda existe possibilidade de outros saírem. Ou seja, outro time.

A torcida não deve estar entendendo nada.

Viu o time começar a melhorar com Milton e viu na chegada do Osório, o professor que faltava, mentalidade nova. Já nos primeiros treinos, intensidade diferente e a sensação de que agora vai.

Para melhorar, o time começou bem na tabela e abriu vantagem sobre os possíveis rivais ao título, de repente, três tropeços seguidos e tudo volta a ser colocado em cheque. A sensação de que mais uma vez esses pontos deixados no caminho farão falta para alguma coisa.

Já Aidar deve achar que entende tudo, que o mais importante é vender a dupla de volantes titular, que não tem problema nenhum contar uma “mentirinha” para os jogadores, que tudo bem atrasar quatro meses de “dindim” em um clube reconhecido pelo contrário, que faz parte mudar o combinado com o novo treinador.

O São Paulo de hoje é pior do que o de quinze dias atrás, mas muito melhor do que o do início do ano.

Osório e torcida precisarão entender cada vez mais que dentro de campo o caminho é promissor, que só precisam evitar que quem acha que entende tudo continue errando tanto.

Se fosse no videogame era tudo mais fácil…

galaticos13082014

Quem aqui já jogou Football Manager? Ou mesmo jogou carreira no Fifa?

Quantas vezes, você parou para analisar os dados de cada jogador, escolher os melhores para o seu time e dentro do orçamento que você tinha, montar um time que pudesse ser bem competitivo para os campeonatos?

No videogame, a primeira coisa que você faz é escolher um bom goleiro e uma tremenda dupla de ataque, se ainda houver boas oportunidades compra uns meias, monta o time e vai para o jogo.

Os zagueiros? Ah, deixa para lá, depois que ganhar alguma coisa, troca eles, mas por enquanto, os que estão aí, resolvem.

Aidar, tem quase 68 anos completos (completa dia 25 próximo), mas parece um garoto de 15 anos viciado em videogames e que escolhe suas peças pelo número que representa no jogo. Eu imagino Aidar argumentando com o conselho: “mas o Rodrigo Caio tem 92 de cabeceio”, ou qualquer outra bobagem do gênero.

Michel Bastos, Kaká, Ganso, Kardec, Pato, Luis Fabiano compõe dentro do futebol brasileiro um elenco galáctico. O time sobra em qualidade perante aos rivais, porém é completamente desequilibrado, faltam peças defensivas.

Muricy arrumou um pepino bom, mas indigesto. Terá que se desdobrar para montar o time e conter o ego de todos no grupo. Porque com esse grupo de jogadores, precisará apresentar resultados imediatos.

Acredito que treinando o posicionamento de todo mundo, o time deverá ser: Ceni, Douglas, Toloi, Tonhão, Alvaro, Souza, Michel, Ganso, Kaka, Pato e Kardec. É um time muito forte, mas com espaço curtíssimo para dar liga.

Sobre os zagueiros, quando o time ganhar algo, Aidar pensa. Foi assim que seu neto ensinou no videogame. Bem simples, né, Aidar?

Juridicão com poucos gols e um começo interessante tricolor!

Luciano 21042014

Galera do blog, fim da primeira rodada do Brasileirão. E entre um jogo e outro, a decepção pela falta de gols. 16 gols em 10 jogos, sendo que os tricolores carioca e paulista foram responsáveis por 6 desses 16 gols. Talvez, tenha sido a tristeza dos times em não ter mais Luciano para narrar seus gols.

Surpreendeu a boa vitória do São Paulo, não pelo placar, mas pela postura do time, a movimentação de Pato e aposta em Boschilla, tudo deu certo. Além disso, a apatia do rival também foi grave. O Botafogo parece não ter entrado em campo.

O jogo foi muito tranquilo para o tricolor, Muricy surpreendeu ao tirar os atacantes Pabon e Osvaldo para promover as entradas de Pato e Boshilla. Pato era certo, mas a dúvida era quem dos atacantes permaneceria no time, a opção por Boschilla, deu mais consistência ao meio e permite a Ganso um repertório intenso de jogadas, já que Pato e Boschilla se movimentaram muito, abrindo diversos espaços, tanto para Ganso aparecer na área como no terceiro gol, como para criar jogadas.

Douglas teve atuação impecável, dentro do que eu espero de Douglas. Parece que finalmente a camisa parou de pesar para o lateral, ou a chegada de um jogador que realmente poderia ameaçar sua titularidade, ligou o alerta no lateral que resolveu jogar.

O time ainda carece de qualidade defensiva. A dupla de zaga não passa confiança nem nos pais dos mesmos. Muricy me surpreendeu com o esquema adotado, mostra que sabe muito mais do que o Muricybol. Foi apenas um jogo, mas quem sabe meu palpite com o coração, não se materialize de forma real ao fim do campeonato.

Cristovão parece ter dado vida ao Fluminense, ainda é muito cedo, mas o time mostrou uma atitude ausente até então e o quadrado mágico, Conca, Wagner, Sóbis e Fred pode funcionar muito bem.

O treinador decidiu dar qualidade ao meio e acertar os jogadores de defesa, o time mostrou boas opções com Wagner e Conca se revezando na construção das jogadas e Sóbis está fechado com Cristovão e promete fazer um campeonato espetacular. Da mesma forma que o São Paulo, gostei muito do que vi no primeiro jogo do Fluminense, mas foi apenas um jogo.

Já Mano Menezes começa a ser o novo Luxemburgo, a única diferença é que Mano não tem o currículo de Luxa. O treinador parece não acertar mais seus times. Ficou quase um mês para preparar o time, e a atuação diante de um Atlético com a cabeça na Colômbia foi decepcionante. O jogo foi chato, e pelo jeito, os jogos do Corinthians serão chatos até o final do ano. O time pode até ir longe, com esses oxo e 1×0, mas será chato ver jogo do Timão.

Meus favoritos não encantaram. Grêmio jogou contra o Furacão e perdeu por 1×0, o Galo topou a chatice corintiana e o Cruzeiro venceu o Bahia com dois gols iguais, mas não dá para dizer que o resultado foi justíssimo. O Baeaa, merecia sorte maior.

E para vocês, como foi a primeira rodada do Juridicão?