Domingão de futebol…

Galera do blog, ontem acompanhei dois jogos pela TV, e dois ótimos jogos, primeiro Santos x Palmeiras na Vila Belmiro e depois Flamengo x Vasco no Maracanã. Segue o que eu vi em cada jogo:

Santos 3 x 4 Palmeiras: Admito que fui surpreendido, não pela derrota em si, mas pela recuperação do time palmeirense e pelo grande segundo tempo que foi a partida. O Santos teve tudo para liquidar a partida ainda no primeiro tempo, mas cometeu duas bobeiras no final dele e deixou o Palmeiras empatar, isso foi fundamental para o resultado final.

O jogo começou como era esperado, com a molecada do Santos indo para cima do Palmeiras com tudo, Neymar e Robinho pelos flancos do campo e André no centro do ataque. Apesar de toda a pressão, não estava fácil para o time do Santos criar uma chance real, porém logo aos dez minutos Pará fez sem querer o primeiro gol da partida. O jogador foi lançado na esquerda e ao tentar cruzar para André errou o cruzamento e mandou no ângulo de Marcos. 1×0 Santos.

O Santos continuou jogando em cima do Palmeiras e foi premiado aos 30, Ganso fez ótimo lançamento para Neymar que bateu errado na bola, mas mesmo assim a bola foi para o fundo da rede caprichosamente. Parecia que o Santos iria ganhar com tranquilidade, porém no final do primeiro tempo, o Santos relaxou e o Palmeiras aproveitou dois lances isolados para empatar a partida, dois gols de Robert. Desse jeito, terminava o primeiro tempo.

O segundo tempo veio em grande estilo, o Palmeiras melhorou muito na segunda etapa, e o jogo virou um partidaço. Até que Diego Souza que voltou a fazer boa partida pelo Palmeiras foi premiado com um gol, a partir daí o jogo ficou aberto, era o Santos indo para o ataque com tudo e o Palmeiras contra atacando perigosamente. E o alvinegro praiano achou o empate com o baixinho Madson que apareceu livre dentro da área e bateu no canto de Marcos.

Com o empate, o Santos se empolgou e foi com tudo para cima do Palmeiras, mas Neymar exagerou na empolgação e entrou muito forte em Pierre, expulsão correta. Com um a mais o Palmeiras soube aproveitar os espaços e Robert acertou uma bomba para dar números finais a partida. Grande jogo, grande vitória palmeirense!

Flamengo 1 x 0 Vasco: No clássico carioca, a partida merecia mais gols, aliás oportunidades não faltaram para também acontecer um 4×3 no Maracanã, porém Fernando Prass e Bruno tiveram atuação de gala ontem, o goleiro flamenguista inclusive pegou dois pênaltis, ambos desperdiçados por Dodô.

Logo no começo do jogo, uma chance para cada lado. Na primeira, Vinicius Pacheco dominou a bola sozinho na grande área e bateu para o gol, mas Fernando Prass fez grande defesa. No troco, Dodô deu lindo drible em Alvaro e chutou, a bola tinha endereço, porém desviou em um defensor rubro negro e saiu.

E esse seria o desenho da partida inteira. Chances claras para os dois lados, porém parava nos goleiros, nos zagueiros, nas traves e tudo que pudesse dificultar aquilo que Parreira chama de detalhe, o gol, parecia que precisava ser de bola parada, para os atacantes terem mais tranquilidade na hora da conclusão.

E aos 35, o Vasco teve um pênalti a seu favou. Coutinho foi derrubado na área, na cobrança Dodô foi tranquilo demais para a bola, beirando o sonolento, bateu fraco no canto direito de Bruno que caiu e agarrou a bola. O primeiro tempo acabava sem gols.

Começou o segundo tempo e logo veio a presapada do juíz,ele marcou um pênalti inexistente a favor do Flamengo. Na cobrança, Imperador não perdoou e abriu o marcador. Fora isso, o segundo tempo continuou da mesma forma que o primeiro, chances claras para os dois lados, mas o gol tava difícil. Para manter a semelhança com o primeiro tempo, o Vasco teve outro pênalti a seu favor. Seguindo todo o ritual, para ficar igualzinho os dois tempo, Dodô se preparou para bater do mesmo jeito, bateu no mesmo canto e o resultado foi o mesmo, defesa de Bruno.

Em resumo, foi um grande jogo, onde qualquer time poderia ter saído vencedor, só fico triste porque o único gol da partida, saiu em jogada irregular.

Pitacos da Rodada!!

Galera do blog mais querido, ontem acompanhei alguns jogos, inclusive a derrota do meu tricolor, vamos aos comentários:

São Paulo 1 x 2 Santos: Era a prova de fogo que faltava para o time santista, enfrentar um grande clube para mostrar o seu valor. O time conseguiu com Robinho, o atacante que adora marcar gols no tricolor, marcou mais um e deu a vitória para o time do litoral paulista. Neymar também fez o seu na sempre polêmica paradinha e Roger descontou para o tricolor.

O jogo começou de maneira elétrica com os dois times em alta velocidade. Mas Dorival percebeu inteligentemente que tudo saia dos pés de Paraíba e colocou alguém para anular o jogador e assim acabar com a criação do tricolor e deu certo no primeiro, a partir dos 15 minutos, o São Paulo encontrou muita dificuldade para armar as jogadas e o Santos jogando sempre com a bola no chão e criando as melhores chances através de Ganso e Arouca. E foi em um lançamento para Arouca que saiu o primeiro gol santista, o volante foi derrubado por Miranda dentro da área. Pênalti que Neymar cobrou com muita ousadia e anotou seu sétimo gol no Paulista. Não vou entrar no mérito da paradinha, enquanto é permitido, o cobrador tem todo o direito de usar, assim como o próprio Ceni já fez uso dela.

Veio o segundo tempo, e Ricardo Gomes um pouco mais devagar que Dorival percebeu que do lado santista as jogadas sempre passavam pelo pé de Ganso, então colocou Jean na cola do meia, a mudança surtiu efeito, pois o Santos parou de produzir e o São Paulo começa a crescer em campo até que conseguiu chegar ao gol na sua jogada tradicional, cruzamento na área e gol de cabeça de Roger que havia entrado no lugar de Dagoberto machucado. Depois disso o jogo voltou a ficar mais equilibrado, até que em um lance isolado, Robinho marcou em boa jogada de Wesley, gol de letra.

Em resumo, foi uma boa partida, fica claro que o São Paulo ainda precisa de ajustes defensivos, principalmente na cobertura dos seus alas, e maiores opções de criação, talvez Cleber Santana possa ser essa opção. Do lado santista, a certeza que o time está no caminho certo, talvez também pequenas correções defensivas, mas o entrosamento da zaga vem com o tempo.

Bragantino 2 x 3 Palmeiras: Vi os melhores momentos de jogo, e os jogos do Palmeiras começam a ganhar um caratér excessivamente previsível. O ataque alviverde cria muito e é muito bom, em compensação a defesa e dar pena. Cleiton Xavier, Robert e Lenny marcaram pelo Palestra.

De positivo para o Palmeiras fica o retorno de Lenny, bom jogador, que pode ajudar muito ao time jogando pelas pontas e consequentemente carregando marcação com ele, falta esse tipo de jogador no Palmeiras. a certeza de que Cleiton e Diego formam uma das melhores (senão a melhor) dupla de meias do Brasil e que Robert pode dar conta do recado ali na frente, mesmo jogando um quilo de gols fora para fazer um, normal hoje em dia, haja visto Washington, Kleber Pereira, Alecsandroe e outros por aí.

De negativo, fica a certeza de que o Palmeiras precisa de zagueiros, não adianta o time querer trazer peças de frente para compor o elenco, de nada vai valer ter um meio incrível se toda vez o time vai tomar inumeros gols por atrapalhadas da defesa. Digo isso desde o meio do ano passado, o bom time começa com uma zaga que passe confiança, e hoje a do Palmeiras não assusta nem o Flamengo do Piaui, adversário na estréia da Copa do Brasil.

Universidade 1 x 5 Grêmio: Era a estréia de Douglas com a camisa 10 no Grêmio, todas as atenções voltadas para ele, mas foi Borges quem roubou a cena, marcando três gols e mostrando que o trabalho de Silas tem tudo para dar certo. O elenco do time do Grêmio é muito bom.

No jogo, o time começou com força total, talvez até porque o tempo tenha dado uma amenizada no calor infernal que tem feito em Porto Alegre nos últimos dias. E Borges já mostrou seu cartão de visita logo cedo, se logo de cara ele havia perdido uma ótima chance, na segunda ele não perdoou e marcou o primeiro da partida. Antes do intervalo, o atacante ainda marcou mais um. Se no intervalo, o técnico Lourival Santos passou alguma orientação para o time da Universidade, tudo foi para o ralo com o começo do segundo tempo, pois logo no primeiro minuto Jonas marcou mais um gol. Assim foi seguindo o jogo, até o final dele, quando Borges guardou o ato final e fez o seu terceiro gol na partida, dando números finais ao jogo.

Pitacos da 37ª Rodada!

Depois de todas as forças do “além”, finalmente o Flamengo conseguiu assumir a liderança. E o Fluminense saiu da zona do rebaixamento. A CBF sorri com o sucesso dos cariocas, até parece que o Botafogo não é carioca. Vamos as análises:

 

Goiás(8º) 4 x 2 São Paulo(4º): Os flamenguistas tiveram a cara de pau de reclamar da vontade do time goiano contra eles, contra o São Paulo além da vontade, o time esmeraldino acertou três lances incrivéis. Vitor foi o dono do jogo, destruiu a defesa são paulina, pela direita. Foi um jogo atípico, o maior mérito do time goiano foi aproveitar as falhas defensivas do São Paulo e converter praticamente todas. Do lado são paulino, fica nítido que o setor mais importante no tricampeonato consecutivo falhou nas últimas duas partidas. Neste momento, faço destaque positivo para Washington que está mostrando uma vontade de vestir a camisa são paulina que falta a outros jogadores. Pior que a derrota, foi para direto na quarta colocação, ficou quase impossível, ainda bem que é quase.

Corinthians(10º) 0 x 2 Flamengo(1º): Um resultado mais do que premeditado, não diria que o Corinthians entregou, na verdade o Corinthians desistiu do campeonato há muitas rodadas, os jogadores não possuem motivação nenhuma, a não ser Defederico que vem mostrando seu valor aos poucos. De resto, Ronaldo pulou fora, Jucilei que está torcendo pelo Flamengo dividiu a bola com Zé Roberto simplesmente para falar que foi, e Felipe mostrou toda a disposição do time ao nem se mexer no gol corintiano. Do lado rubro-negro, nunca o título foi tão fácil, novamente com direito a fazer a festa dentro do Maracanã lotado, Petkovic já pode colocar uma mão na taça que a participação é toda dele, a outra deixa para o Imperador ou para o Ricardo Teixeira.

Palmeiras(3º) 3 x 1 Atlético-MG(6º): Todo palmeirense a essa hora deve estar pensando, porque o Cleiton Xavier machucou, era melhor deixar fora do campeonato, Souza, Jumar, Robert, Wendell, Jeferson, Mauricio e Obina até o Marcão, mas não o Cleiton Xavier. Foi isso, a simples precisa do excelente camisa 10 alviverde fez toda a diferença pelo lado palmeirense, até Diego Souza marcou um golaço. Do lado do meu Galo querido, ficou a sensação que não existem bons zagueiros no elenco, é necessário urgente sair a busca de bons zagueiros para o time atleticano além de um meia de verdade.

Sport(20º) 1 x 2 Internacional(2º): E o Colorado deu um susto no seu torcedor ao tomar um gol de Vandinho, na minha opinião irregular, mas no segundo tempo Kléber e Andrezinho comandaram a virada e colocaram os colorados em uma situação indelicada, precisam torcer pelo maior rival para conseguirem o título. Durante o jogo, outro lance polêmico que poderia mudar completamente o rumo da tabela, Lauro tomou um chápeu de Vandinho dentro da área, e foi absurdamente derrubado dentro da área, além da chance do segundo gol, o mínimo era expulsar o goleiro Lauro, mas Paulo Cesar Oliveira (candidato a melhor árbitro do campeonato) nada deu.

Cruzeiro(5º) 4 x 1 Coritiba(16º): A Raposa segue viva não tão sonhada disputa pela Libertadores, basta vencer e torcer por um tropeço de São Paulo ou Palmeiras para roubar a vaga, o time até saiu atrás no marcador, mas buscou a virada de forma convicente. Pelo Coxa, a situação ficou assustadora nessa rodada final, apesar de jogar em casa, o time enfrenta o embalado Fluminense e no caso de qualquer resultado diferente da vitória, o Coritiba passa a ser o favorito a segundona, apesar de considerar uma grande injustiça, visto a qualidade do time.

Grêmio(7º) 4 x 2 Barueri(12º): Nenhuma surpresa nesse jogo. O Grêmio terminou o campeonato sem perder dentro de casa, um feito inédito dentro da história do Brasileirão, e Val Baiano marcou mais dois gols, aliás Tardelli e Imperador que não tomem cuidado pois o rapaz pode terminar artilheiro do campeonato. Para o Grêmio sobrou a missão de estragar a festa do Flamengo dentro do Maracanã, e dar o título ao Inter, ou entregar o jogo e acirrar ainda mais a rivalidade. Pelo time do Barueri, a certeza de um ótimo campeonato, e no último jogo carimbar a vaga na Sulamericana para coroar essa campanha.

Avaí(9º) 2 x 2 Santos(11º): O que era para ser a festa de despedida de Silas, virou um empate com sabor de derrota para o time catarinense que chegou a abrir 2×0 no placar. O Santos assim como Ganso cresceram muito nessa reta final, o time ainda está se reencontrando mas dá sinais de melhora e que Luxemburgo caso fique poderá provar se poder de montar um time para o ano que vem, pelo time da Ressacada, a maior dúvida é quem será capaz de dar sequência ao excelente trabalho de Silas a frente do time catarinense, acho que o time deveria apostar em nomes como Vadão, Zetti ou PC Gusmão.

Fluminense(15º) 4 x 0 Vitória(13º): E a epópeia segue cativando a todos, o Fluminense enfim sai do rebaixamento e se repetir o placar na quarta-feira, alguns torcedores do tricolor poderão morrer feliz. Agora, resta a complicada tarefa de vencer o Coritiba dentro do Couto Pereira, como sempre Fred e Conca seguem como atores principais desta incrível história tricolor. Do lado baiano, resta tentar garantir a vaga na Sulamericana e ir desenhando o time para o ano que vem.

Atlético-PR(14º) 2 x 0 Botafogo(17º): No duelo dos desesperados, o excesso de vontade de alguns jogadores alvinegro no jogo anterior atrapalharam, o time sentiu muito a falta de Jobson e Juninho. Agora, resta ao time de General Severiano, vencer o time do Palmeiras dentro do Engenhão, jogo complicadíssimo. Para o Furacão, tranquilidade pois está garantido na Série A e agora apenas encerrar sua participação.

Santo André(18º) 5 x 3 Náutico(19º): O Ramalhão ganhou mais uma semana na UTI, mas não acho que existe cura para a Série B, o jogo teve muitos gols, mas em resumo, o Timbu está rebaixado e o Santo André  apenas adiou uma semana.

Jogos da Quinta!!

Marquinhos observa Cleiton Xavier, enquanto a galera observava Marquinhos passear no Jardim Suspenso.

Marquinhos observa Cleiton Xavier, enquanto a galera observava Marquinhos passear no Jardim Suspenso.

No fim das contas, a rodada foi morta. Foi útil apenas para o Internacional e o Botafogo, o primeiro voltou ao G4 e o segundo saiu do rebaixamento. Vamos a análise dos jogos de quinta:

Botafogo 3 x 1 Atlético-MG: Com uma atuação de primeira divisão no primeiro tempo, o Botafogo bateu o Galo no Engenhão e finalmente escapou da zona do rebaixmento, se a premissa é válida na parte de cima da tabela, vale também para a parte debaixo dela, o Botafogo embala na hora certa e provavelmente será o time que escapará da Série B. Para o Galo nada mudou, continua no G4 e na briga pelo título.

Cruzeiro 3 x 0 Goiás: O Robin Hood ficou com medo de aprontar ontem e foi duramente castigado, no primeiro tempo Harlei mostrou todo o seu talento e fechou o gol goiano. Mas conhecem aquela história, “água mole em pedra dura…”, então furou, Leandro Lima uma vez e Wellington Paulista duas, decretaram a vitória mineira por 3×0. O Goiás continua próximo do G4 e o Cruzeiro mantém o sonho vivo de chegar nele também.

Palmeiras 2 x 2 Avaí: Péssimo resultado para o Palmeiras no campeonato, mas pelo que foi o jogo, o empate foi um excelente resultado para o Palmeiras. O técnico Silas parecia estar disposto a ajudar seu clube do coração e partiu para cima do Verdão, e o time sensação do campeonato não decepcionou, abriu 2 x 0 no primeiro tempo e maldição do Palestra começou a assombrar os torcedores alviverdes, Love deu um sopro de esperança ao diminuir. Veio o segundo tempo e junto a blitz palmeirense que durou até o gol de Robert, daí para frente o que se viu foi um Avaí muito mais perigoso nos contra-ataques do que o Palmeiras, se o Avaí não tivesse o grosso do William (ex-Santos) na frente, o time catarinense fatalmente sairia com a vitória. Destaque para Augusto e Emerson que ganharam todas na defesa avaiana.

E o Palmeiras marcou na partida…… O Roman não

Cruzeiro é derrubado pelo Palmeiras e pela arbitragem.

Cruzeiro é derrubado pelo Palmeiras e pela arbitragem.

Grande jogo! A partida em si foi fantástica.

O time cruzeirense mostrou uma movimentação muito boa, enquanto o Palmeiras ao melhor estilo Muricy eram todos na defesa com Diego e Cleiton puxando contra-ataque e Love na frente.

O Cruzeiro abriu a partida porque Palmeiras tem Marcão, meu deus como o rapaz é grosso! Em uma bola despretensiosa o pesado zagueiro ficou olhando e Thiago Ribeiro que não tinha nada a ver com a história, foi lá e guardou o dele.

Aí no minuto seguinte, sempre ele, Diego Souza em cobrança de falta encontrou um efeito daqueles e entortou o goleiro cruzeirense, um empate que foi uma ducha gelada no ímpeto mineiro. Alguns poderão dizer que Fábio falhou, que se antecipou e tudo mais, mas quem viu a câmera por trâs do gol, viu o efeito da bola.

O jogo seguiu com o Cruzeiro um pouco atordoado e o Palmeiras tranquilo, dessa forma acabou o primeiro tempo.

Veio o segundo tempo e o Cruzeiro voltou melhor, mas em um vacilo da defesa cruzeirense aliado a um passe milimétrico de Cleiton Xavier, Love saiu na cara do goleiro Fábio e guardou o dele. Era o gol da vitória palmeirense.

Ontem, mudei um pouco meu conceito sobre o time palmeirense, mas é nítido que a força do time esta muito mais no talento e dedicação dos quatro jogadores de frente (Diego, Cleiton, Robert e Love) do que na qualidade da sua defesa, Marcão e Mauricio Ramos são péssimos, horríveis. Se não fosse São Marcos e arbitragem o resultado seria outro.

Aliás, a arbitragem, como sempre resolveram dar o ar da sua graça. Eu acho que onde o Roman aprendeu futebol dizia, para cada 5 pênaltis, marcaremos apenas um. Eu não sabia mais o que os jogadores cruzeirense precisavam fazer para que o “picareta” marcasse o pênalti.

Brincadeiras à parte, três pênaltis para mim foram escandolosos, aquele que o Armero foi expulso, santo Deus. Bom, time que quer ser campeão é assim mesmo, às vezes ter que ter “SORTE” de campeão.

Pitacos da 24ª Rodada

Estão deixando ele chegar!!!

Estão deixando ele chegar!!!

Mais uma daquelas rodadas que o Jason acha que o campeonato virou uma comédia ao invés de filme de terror. Foi daquelas rodadas que só o mais otimista são paulino poderia acreditar. Além disso essa rodada serviu para mostrar a força do Galo que com o elenco completo é muito forte e ainda vai incomodar nesse brasileirão. Vamos aos pitacos:

Vitória(12º) 3 x 2 Palmeiras(1º): Parece que todo o time que enfrenta o Vitória entra na correria deles, ontem foi a vez do Palmeiras. O jogo foi corrido, lá e cá o tempo inteiro. O resultado final foi fruto da incompetência de dois ídolos do time, Vagner Love e Marcos estiveram em tarde infeliz, além da demora de Muricy em mexer no time, Obina jogou 10 minutos totalmente machucado. Pelo lado baiano, destaque para Neto “Firula” Berola, o menino é bom, deu trabalho para a defesa palmeirense, mas exagera na firula e o veterano Ramon que deu as cartas no jogo, tudo passou pelo o seu pé. No lado palmeirense, na minha opinião só o Armero e Robert se salvaram, o colombiano fez uma excelente partida, soube aproveitar a avenida que Apodi deixa e o atacante estreiou bem com dois gols. Alguns palmeirenses dirão, continuamos líder. Ok, se isso conforta vocês, tudo bem…

Internacional(2º) 2 x 3 Cruzeiro(13º): Pelo amor dos meu filhinhos, diria Silvio Luiz. Me perdoem, meus amigos colorados tão frequentadores deste blog, mas o time de vocês está sofrendo de amarelão crônico, assim como o meu tricolor sofria no começo deste século. É inaceitável, o time não vencer dentro de casa, foram três pontos jogados no lixo. Como faz falta Índio e Bolivar nessa zaga. Do lado cruzeirense ficou a certeza que Gilberto foi uma excelente contratação. Os dois times são excelentes, o time mineiro demorou para sair da ressaca pós-Libertadores e o Inter insiste em não engrenar. Uma pena.

Atlético-MG(4º) 2 x 1 Atlético-PR(14º): E o Galo voltou!!! O Atlético-MG mostra que com o elenco total vai brigar forte pelo título. Alia-se a isso o fato de que o Galo vem se reforçando com peças que podem não ser formidáveis mas contribuirão e muito ao time. Do lado paranaense só resta se preocupar para fugir do rebaixamento, mas acho que o Furacão não cai, o time depois que Antonio Lopes assumiu criou um padrão tático interessante, que promete conseguir os pontos para fugir desta incomôda situação.

Santos(9º) 1 x o Santo André(17º): O sonho do time santista é chegar no G4 para garantir a vaga na Libertadores, o sonho do time do ABC paulista é permancer na Série A. Pelo jogo, podemos dizer que foi um pesadelo para ambos os torcedores. O que dizer de um jogo fraco tecnicamente que termina em 1 x 0 com gol de Germano, nada contra o bom volante santista, mas ele é destruidor de jogada e só. Pelo time do Ramalhão resta rezar muito para escapar do rebaixamento, pelo alvinegro praiano resta torcer para que o Senador de Tocantins faça valer seu salário astronômico. Duvido que os dois times consigam atingir suas ambições.

Náutico(16º) 0 x 2 Grêmio(6º): E o Grêmio conseguiu ganhar fora, e o melhor está chegando na parte de cima da tabela. No meu ponto de vista o time gaúcho tem um dos melhores elencos do país e tem em Souza um excelente comandante do time. E o Jonas, hein.. Fez mais um e empatou com o Imperador na artilharia do campeonato. Pelo Náutico, resta continuar o seu trabalho, pois o time pernambucano tem tudo para continuar na Série A pela fragilidade dos seus adversários.

Barueri(8º) 3 x 1 Goiás(5º): Falar sobre esse jogo é mais do mesmo, será chover no molhado. Vejam só, o time da Arena mostrou que é um bom time, cheio de jogadores nota 7 que fazem do time a grata surpresa e dificilmente o Barueri não terminará nessa posição. O time goiano, meu querido Robin Hood, segue sua sina, os jogadores do esmeraldinho devem estar loucos para a próxima rodada, onde aí sim pegam sua vítima favorita, um time grande, o Corinthians que se cuide.

Botafogo(18º) 0 x 0 Fluminense(20º): Olha, era melhor ninguém entrar em campo, assim poupava os jogadores. Todo torcedor deveria ter direiro a entrar com um processo de difamação, o que aconteceu lá foi tudo, menos uma partida de futebol. Os cariocas se abraçaram juntos e o segundo tempo o que se viu, foi o desespero puro nos jogadores. Acho difícil, o Botafogo escapar do rebaixamento, o Fluminense…. nem preciso dizer nada, seu lugar está garantido.