Falando um pouco de Barcelona

messi150217

É fácil escrever depois do acontecido, sempre temos uma teoria para explicar, ou como gosto de frisar é comodo ser pedra quando as vidraças aparecem.

Mas vou comentar sobre algo que venho entre amigos comentando, o Barcelona vem caindo drasticamente de produção, e como ontem a derrota foi muito dura, resolvi colocar um pouco das minhas percepções sobre o que vem acontecendo em Joan Gamper (centro de treinamento do Barça).

Primeiro, e o causador do efeito dominó para mim é Luis Enrique, e antes de seguir sobre o que eu acho que ele fez, quero dizer que ele me parece um bom treinador, minha questão é que acho que ele foi ousado demais.

Luis Enrique resolveu mexer no jeito de jogar do Barcelona de forma drástica, desde de que Rijkaard começou a colocar esse estilo de jogo “Cruiyfiano” nos catalães, Luis foi o primeiro a mexer mais duramente no estilo, pode ser decisão própria ou do clube, mas exigiu de todos os atletas reorganizarem suas cabeças para o jogo e principalmente os antigos sentiram.

Pique, Busquets, Mascherano, Iniesta e Messi ou oscilam, ou caíram muito de produção. Desses, Iniesta parece o único que está nesse momento, muito mais devido a sua curva final de carreira do que propriamente pelo esquema. Busquets é o pior Busquets que o Barcelona já teve, e seu papel é fundamental para o equilíbrio ofensivo-defensivo do time.

Messi também oscila em sua regularidade de ser gênio, tem ficado preso em setores do campo e consequentemente mais fácil de ser marcado em algumas oportunidades.

Além disso, o Barcelona tem escolhido mal no mercado, as peças não estão rendendo o que se esperavam dela e a consequência é o time ficar limitado a poucas opções durante um jogo. Alcacer, Andre Gomes e Aleix Vidal são alguns exemplos.

Voltando ao treinador, Luis, desde a época como jogador, sempre foi genioso e isso tem causado atritos com os jogadores também, basta ver o caso de Rakitic que perdeu espaço, mesmo sendo peça fundamental no meio.

Por fim, o Barça usou a temporada de 16/17 para uma reconstrução e não há dúvidas que voltará forte, principalmente pelas peças que possui, contudo de longe e com a facilidade de ser pedra e pitacar, hoje eu começaria os 11 Barcelona um pouco diferente de Luis.

Meus 11 seriam, Ter Stegen, Vidal, Pique, Umtiti, Alba, Mascherano, Rakitic, Turan, Messi, Suarez e Neymar.

Acho que Mascherano não teria nem de perto a qualidade ofensiva de Busquets, mas resgataria um equilíbrio defensivo que falta ao Barça, podendo as vezes até se lançar em um 3-4-3, com o recuo do argentino e as subidas dos laterais para as alas, além disso, eu teria um meio com mais possibilidade de criação, além de Arda saber muito bem ser eficiente sem a bola.

Por fim, para o Barcelona resta reagir e já começar a desenhar a próxima temporada e para o jogo de volta é torcer para seu gênio estar naquela noite mágica para reverter, ou mesmo que esteja para agraciar o Camp Nou com mais um espetáculo.

Quem mais merecia a Bola de Ouro?

edmundo-goncalves-540x305

E na quarta-feira no Instagram lancei a pergunta, qual jogador merecia ter recebido uma Bola de Ouro?

A pergunta começou por causa de um vídeo que eu também postei no Insta de Iniesta, vi o vídeo e lembrei que mais do que aquele lance no Insta, Iniesta quase sempre jogou acima da média, quase sempre foi genial e talvez seja um dos grandes nomes que colocaram o Barcelona no estágio atual de super time.

Contudo, ao ver que Iniesta começa a dar indícios que sua carreira caminha para o final, percebi que ele não terá a chance de receber esse prêmio individual máximo, e aí fiquei me questionando quem mais teve carreira brilhante, mas não recebeu tão honraria.

Fiquei pensando se o prêmio não poderia ser dado para mais de um jogador por ano, mas acima de tudo precisaria criar alguns critérios para não virar prêmio de consolação ao invés de realmente um prêmio para quem foi destaque do ano.

Sendo assim, meu intuito aqui é destacar jogadores que foram fora de série, mas por terem disputado com alguém que também foi sensacional no mesmo ano, ficou sem o prêmio. Não irei listar quem ainda tem potencial para ganhar, mas sim quem provavelmente não ira ganhar mais ou quem já se aposentou.

Para saber quem já ganhou, clique aqui, não trouxe a lista, porque é imensa.

Mas irei listar alguns jogadores dos quais vi jogar e que foram sensacionais em alguns momentos/ano/temporada.

Buffon, Maldini, Baresi, Del Piero, Totti, Iniesta, Edmundo, Gamarra, Hagi, Bergkamp, Baggio, Batistuta, Ibrahimovic, Eric Cantona, Henry, Gerrard, Romário, Pirlo, Rijkaard.

Confesso que foi um exercício dificílimo e que provavelmente terei esquecido de alguém, meu único ponto fora da curva foi Edmundo, mas sua temporada em 97 foi absurda e precisei mencionar.

E para vocês, quem mais ficou faltando dessa lista?