A passagem de Bauza foi boa?

Paton 020816

Analisar a passagem de Bauza pelo São Paulo vai além dos números, que aliás, são péssimos.

Sim, quando você olha os números de Bauza pelo São Paulo, seu aproveitamento foi pífio, não teve conquistas e o time não mostrou um futebol vistoso.

Contudo, é inegável que ele fez o papel que lhe foi pedido, recuperou o brio do grupo, criou enfim um sentimento de grupo no elenco, para que os jogadores se dediquem uns pelos outros e consequentemente pelo time.

Bauza tem outros números interessantes, enfim fez o time ganhar um clássico, depois de um longo jejum o São Paulo venceu o Palmeiras pelo Brasileirão, enfim o time não perdeu na nova casa do Corinthians, o time voltou a ser mais respeitado nos clássicos, briga mais e não se torna presa fácil.

Paton, deslanchou de vez Ganso e fez o nosso 10 enfim ir tentar o sonho da Europa, fez torcida ter paz com Michel e Wesley mesmo que a qualquer momento, isso pode acabar. Mas também insistiu em Centurion e agora deixou Chavez ai para a gente.

Ele sai com o time tendo a terceira melhor defesa do Brasileirão, algo inimaginável no começo do ano. Em contrapartida, o time precisa melhorar muito no ataque, é o 5º pior do campeonato.

Por fim, acho que a passagem de Bauza foi positiva, muito mais pela alma reconquistada do que pelos resultados e no fim a saída neste momento, diferente da de Osório, foi conveniente para todos.

Bauza poderá ter uma oportunidade única na vida, caiu no colo a chance de dirigir uma seleção argentina, uma série de fatores contribuíram. Em compensação para o São Paulo a oportunidade vem em boa hora, com o time sendo reconstruído e com a sensação de que estava difícil Bauza tirar algo a mais do time, era uma boa hora para um sangue novo.

Cabe agora ao São Paulo escolher bem a continuidade do trabalho de Bauza, além da filosofia de jogo parecido, tem que ser alguém que não tenha restrição com estrangeiros e que rapidamente siga o que o São Paulo pode oferecer, remontar o time durante o Brasileirão e fazer frente pela Copa do Brasil.

Para Bauza, fica um muito obrigado e que não tenha tanta sorte na Argentina, ou que mantenha o desempenho de aproveitamento igual foi no meu tricolor..rs..

Além disso, a dúvida que fica agora é se o São Paulo traz outro gringo para virar técnico de seleção daqui 6 meses ou se investe em algum brasileiro.

De longe, eu apostaria em Diego Aguirre, Ricardo Ferretti, mas acho que São Paulo pode estar olhando Abelão também.

E você são paulino, quem você queria ver no tricolor?