E aí, gostaram do seus professores?

03abr13---tecnico-jose-mourinho-aprova-atuacao-do-real-madrid-na-partida-contra-o-galatasaray-pelo-liga-dos-campeoes-no-santiago-bernabeu-1365022106265_615x300

Esse final de ano o mercado que tem chamado a atenção é o dos treinadores.

Com as famosas especulações sobre possíveis reforços, que a cada ano que passa aprendemos a desistir disso e apenas comentar quando alguém veste a camisa do seu time, exceto o Renato Gaúcho, porque esse pode vestir e não jogar.

Tiramos um pouco o foco dos jogadores e vemos a intensa movimentações dos clubes para acertar os seus comandantes.

Particularmente, vejo como um movimento positivo, assim o planejamento para elenco do ano que vem será feito com aquele que deverá ser o técnico ao longo do ano. (Vamos tentar acreditar nisso)

Cruzeiro, Galo, São Paulo, Flamengo, Fluminense e Grêmio renovaram com seus treinadores. Entendo que a manutenção é o melhor caminho. E sem sombra de dúvida, todos os acertaram. Curiosamente, entre os dez primeiros do Brasileirão, apenas Santos, Corinthians e Inter optaram por mudanças.

Santos definirá a situação de seu treinador em breve, uma possível reunião nessa quinta irá selar a permanência ou não de Enderson. Corinthians optou por descontinuar o trabalho de Mano e trazer Tite novamente.

Não gosto de Mano, pura empatia, não o conheço. Mas, acho que ele merecia concluir seu trabalho. O treinador fez toda a reformulação necessária, começou a organizar o time e terminou com o time mais arrumado, teria 2015 para deslanchar suas ideias e eis que o ciclo é encerrado e agora Tite terá a responsa de entender que time é esse, vencer uma difícil pré-Libertadores e entender que seu trabalho sempre será comparado ao anterior.

Outros grandes em situações mais drásticas resolveram trocar seus treinadores. Botafogo, Palmeiras e Vasco começam 2015 com novos professores.

Dois acertaram e um errou. Vasco foi muito bem, trouxe Doriva, cara novo, barato e com um bom trabalho já realizado. Pegará um Vasco com $$ limitado, terá que montar um time competitivo dentro das opções escassas que terá, além de usar a molecada da base. Fez bem no Ituano e teve pouco tempo no Furacão. Foi uma boa aposta, contudo a intervenção constante de Euricão pode dificultar o trabalho.

Palmeiras mandou muito bem. Oswaldinho desde sua volta do Japão tem feitos bons trabalhos, contudo o rótulo dado para a imprensa, faz com que se fale pouco dele. Tenho certeza que se for permitido, fará ótimo trabalho no Palmeiras e com toda certeza será um ano bem mais tranquilo para os palestrinos.

Em compensação, o Botafogo errou feio. Buscou alguém que ganhou um nome por um trabalho na Jamaica, nunca conseguiu sucesso no Brasil e sempre saiu reclamando do mundo e de todos, o alvinegro poderia buscar Ricardo Drubscky, Ricardinho, Gilson Kleina ou até mesmo a manutenção de Mancini. Renê é andar para trás.

E o Inter, ah o Inter gostou de imitar seu eterno rival e ficará brincando que coloca a caixa de som e tira a caixa de som. Acho que o Inter deve fechar logo com o Mano ou achar uma aposta logo.

E aí, gostaram do seus professores?

Anúncios

Serié B: Isso também é futebol brasileiro…

Serie B

Galera, ontem acabou o primeiro turno do campeonato Brasileiro da Série B. Além dos pitacos sobre como se encontram os time na tabela, quero aproveitar para fazer um registro sobre o futebol jogado nesse campeonato.

Se você está acostumado a apenas assistir futebol europeu e Brasileirão Série A, você não tem idéia de que além desses dois tipos, existe um terceiro tipo de futebol jogado no mundo! Agora, se você já assiste ou já jogou algum campeonato de várzea ou assistiu algum jogo de campeonatos africanos ou da América Central, você sabe do que falarei daqui em diante.

O jogo praticado na Série B é outro. Uma correria sem fim, sem rumo e por todo o campo. Os times são espaçados, a famosa compactação moderna que existe hoje, não chegou por lá. Se você, está na retranca, um tanto defende e um pouco ataca e pronto. Se for, o contrário, muda a quantidade em cada parte do campo. Aquela história, de linhas aproximadas, de que todos defendem e todos atacam é um pouco mais distante na Série B.

Dessa forma, constantemente você vê os times trabalhando com bolas longas, nem sempre chutões, mas com a bola ficando muito tempo longe da grama. É curioso, sinceramente acho mais difícil vencer na Série B do que na Série A. Para quem não viu, assista a um jogo, mas não veja do Palmeiras, ou do Figueirense que são times que frequentam mais a A do que a B. Assista a um Icasa x Boa Esporte. Ou mesmo Paysandu e Guaratinguetá.

Sobre o andamento da tabela, algumas curiosidades, mas em resumo nada que não se esperava do torneio.

Palmeiras e Chapecoense sobram no campeonato, um pelo tamanho e história e outro pelo projeto feito nos últimos anos e que será recompensado com a chegada na elite do Brasil. E se continuado, dificilmente tirará o time de lá. Basta dizer que nas últimas 8 edições do Catarinense, Chapecoense e Criciuma são os times que mais disputaram as finais do campeonato. Mostrando que faz tempo que Figueirense e Avaí já não despontam no estado de Santa Catarina.

O time é bem arrumado e poderá se reforçar de maneira consciente para a Série A. Sobre o Palmeiras pouco a acrescentar, o time tem feito valer a força do maior montante de dinheiro do time, dando um elenco renomado para não passar grandes sustos na Série B. Basta dizer que Palmeiras recebe 70 milhões de cota de TV, enquanto o Chapecoense recebe 2,8 milhões.

Além dos dois , o Paraná é outro que faz boa campanha, em terceiro. O time tem como principal arma Ricardinho no banco de reservas. O treinador do time paranaense, vem sendo uma grata surpresa no campeonato e montou um time competitivo, daqueles que são difíceis de serem batidos. Acho muito difícil que o time também não fique com uma das vagas.

Dessa forma, resta apenas uma vaga para ser disputada. Sport, Joinville, Avai, Figueirense, América-MG são os favoritos. Dá até para incluir o Ceará se iniciar uma arrancada nesse segundo turno. Confesso que minha torcida vai para o Joinville, pois é outro time que tem feito um planejamento bacana nos últimos anos para voltar a ser uma grande força de Santa Catarina e tenho obtido bons resultados. Porém, se minha torcida concretizar, não teremos nenhum time do Nordeste subindo para a primeira divisão. O que faria de Bahia e Vitória os únicos representantes da região e mostrando que o abismo entre os times está cada vez maior.

Está na hora de ter um investimento pesado no Nordeste, pois lá tem muita oportunidade, mas isso é assunto para outro post.

Na parte debaixo da tabela, hoje estão São Caetano, Paysandu, ABC e América-RN, porém acho bem incerto cravar algo aqui nesse lado da tabela. Existem outros times na região intermediária da tabela que podem vir a visitar e ficar nessa zona facilmente. Apenas pela grandeza da torcida e história, espero que no final o Papão da Curuzu esteja fora dessa incomôda zona.

Em resumo, a Série B é um campeonato divertido de se ver, contudo é mais interessante ainda perceber o quão diferente é em relação a principal divisão do Brasil, para quem ainda não viu, aproveite sexta e curta a Série B.

Jogos de Quarta!!

Ontem não consegui acompanhar o jogo do meu time do coração, então resolv assistir a Vitória x Atlético-MG no Barradão e Santos x Guarani na Vila. Após os jogos, digo aos meus amigos santistas, principalmente o Rafa London, que pediram tanto que eu assistisse ao jogos do alvinegro praiano que para o bem do futebol, prefiro ver apenas os VT’s, não dei muita sorte para o time. Vamos a eles:

Vitória 4 x 3 Atlético-MG: O bom jogo, onde os dois times abriram mão de defender e pensaram exclusivamente no ataque. Schwenck e Ricardinho foram os nomes da partida, mas Evandro roubou a cena no final.

Durante o primeiro tempo, o Galo começou melhor, dominava as ações do jogo, mas insistia muito no jogo com Tardelli, único jogador que foi realmente marcado nesta partida. O Vitória tinha em Nino seu único desafogo, e foi em uma jogada casual onde Nino apareceu livre na direita, que o jogador cruzou forte e Schwenck anotou seu primeiro gol na partida. O jogo continuou aberto e em um lançamento primoroso de Ricardinho, Muriqui completou tão bem quanto e anotou um bonito gol para o time mineiro. Antes de acabar o primeiro tempo, o Vitória encontrou outro gol, Egídio cruzou e Schwenck só teve o trabalho de empurrar para as redes. O primeiro tempo terminava 2×1 Vitória.

Veio o segundo tempo, e junto dele o mesmo ímpeto ofensivo dos times, porém logo aos 10 minutos do segundo tempo, em um lance bobo Nino recebeu o segundo amarelo e foi para o chuveiro mais cedo. A expulsão foi o lance que o Galo precisava para acuar o time baiano, de tanto tentar aos 22, Ricardinho de bola parada anotou um belo gol para empatar a partida. Era o momento para o Atlético apertar e conseguir fazer o resultado fora de casa, mas Marcelo resolveu aparecer e ser vilão do time mineiro, em uma falha bizonha do goleiro atleticano, a bola sobrou para Schwenck anotar seu terceiro gol na partida.

O Galo ainda teve poder de reação, conseguiu empatar a partida com Tardelli, foi quando apareceu Evandro, o jogador récem chegado ao Vitória vindo do Atlético-MG, entrou na partida e quase no final dela marcou o tento da vitória.

Santos 3 x 1 Guarani: Ia começar a ver o do Corinthians, quando lembrei que estava passando o do Santos, resolvi assistir, antes que meus leitores santistas reclamassem que perdi outra oportunidade de ver o time jogar, contudo parece que botei olho gordo no time, a molecada não rendeu.

No começo do jogo, o Santos parecia que seria o Santos de 2010, partiu para cima de forma agressiva e logo aos dois minutos, Ganso deu um passe magistral para Neymar o atacante cortou o zagueiro e bateu, a bola saiu fraca, mas o desvio do beque foi o suficiente para enganar o goleiro. O cenário era propicio para outra goleada santista, mas o time parou, não produzia mais nada durante o primeiro tempo, na verdade Mazolla resolveu atormentar a defesa santista, o atacante tentou várias investidas. O Bugre passou a dominar as ações e conseguiu o empate aos 37, com o veterano Baiano em cobrança de falta. E assim terminou a primeira etapa.

Quem achava que Dorival conseguiria mexer com o brio dos meninos no intervalo, se frustou. O time continuou apático e com o Guarani tomando conta, porém o time não conseguia converter esse domínio em gol. Apenas aos 41 minutos da segunda etapa, que o time santista pareceu ter despertado do sono profundo, em duas boas jogadas pelas laterais, Marcel e André marcaram para o time santista que terminou com uma vitória que não refletiu o que foi o jogo.

Por fora bela Viola!! e dentro de campo também…

Galera do blog mais querido, uma das coisas interessantes no final de ano são as famosas partidas beneficentes que acontecem. Além da causa nobre, é ótimo pois vemos alguns ex-jogadores atuando.

Ontem, em um desses jogos o tema do confronto foi interessante, Pentacampeões X Tetracampeões. Do lado, pentacampeão, o time era: Gilmar, Renato, Roque Júnior, Edmílson e Roberto Carlos; Vampeta, Ricardinho, Palhinha e Juninho Paulista; Rivaldo e Denílson. Já pelo time do Tetra jogaram: Zetti, Jorginho, Júnior Baiano, André Cruz e Ricardo Rocha (Marco Aurélio); Ronaldão, Doriva, Zinho e Cafu; Paulo Sérgio e Viola.

O resultado que é o que menos importa terminou com a vitória dos pentacampeõs por 3×2, gols de Roberto Carlos, Edmilson e Ricardinho pelo time de 2002 e Cafu e Viola pelo outro time. Aliás de todos os goleadores, apenas Viola é um jogador aposentado, mas é impressionante como o rapaz é bom de bola e fazedor de gols, além do jogo de ontem, recentemente Viola jogou o torneio de Showbol pelo time do Corinthians, sagrou-se campeão e artilheiro marcando belos gols, inclusive um de bicicleta contra o meu tricolor.

É legal ver esses jogos, para confirmar aquela máxima, quem sabe nunca esquece.

Especulando as especulações do mercado da bola!

Meus caros, seguindo com as tão queridas especulações, vamos a elas:

Time sonhado – Marcos, Danilo, Edmilson e Xandão, Figueroa, Pierre, Cleiton Xavier, Conca e Armero, Diego Souza e Vagner Love – O alviverde conta com a parceria da Traffic para tornar o time mais forte, o principal sonho é trazer Conca para o time. Com a permanência do time do Fluminense na Série A, ficará bem mais difícil tirá-lo. De qualquer jeito, o mais importante é o time reforçar seu setor mais frágil, a defesa, o nome de Xandão do Barueri surge como opção, o mesmo vem sendo cogitado pelo São Paulo também, mas acho que o Palmeiras devia ousar mais e trazer zagueiros de verdada para o time, já que os jogadores que existem hoje são uma verdadeira lástima.

Time sonhado – Rafael, Mariano, Digão, Gum e Dieguinho, Diguinho, Diogo, Marquinhos e Conca, Fred e Maicon – O Fluminense me surpreendeu comecei a olhar o elenco do time e me deparei com algo que não aceitei muito bem ainda, o time possui um bom plantel. Hoje, vejo que o tricolor precisa na verdade de jogadores mais experientes na lateral e no meio, na minha opinião, três peças experientes seriam suficientes para o elenco do próximo ano. Por enquanto, a maior especulação no time é a saída do seu trio ofensivo, Conca, Fred e Maicon, mas ao que tudo indica, apenas Maicon tem grandes chances de sair, os outros dois dificilmente sairão do clube.

Time sonhado – Carini, Nei, Benitez, Caceres, Marcio Careca, Marcio Araujo, Correa, Ricardinho e Danilo, Tardelli e Eder Luis – O meu querido Galo, montou um bom elenco ao longo do campeonato, porém o time ainda não deu liga, na minha opinião, deve se dar esse tempo antes dos estaduais para o time se entender de vez, além disso, é nítido a necessidade de trazer boas peças de defesa para o time, Caceres é o preferido da massa atleticana, e se bem conheço Kalil, o presidente não medirá esforço para trazer o preferido da torcida. Além disso, o que parecia pouco provável, agora é quase certeza, Tardelli não sairá do Atlético.

Time sonhado – Lauro, Danilo Silva, Bolivar, Indio e Kleber; Guinazu, Sandro, D’Alessandro e Giuliano, Marquinhos e Taison. O time gaúcho por si só já é uma força, pretende trazer algumas peças apenas para compor elenco e uma delas é excelente, o time já tem tudo acertado com Thiago Humberto do Barueri, na minha opinião o Colorado irá trazer o melhor jogador do time do Barueri, mas o grande mistério está em que vai assumir a cadeira de treinador do time, apesar de todos desconfiarem do fã de manicures, aposto que quem virá é um ex-treinador de muito sucesso.

Bom, é isso galera, quem quiser contribuir com mais informações, pode mandar a vontade. Na próxima quinta, trarei mais quatro times e as tão “especulativas especulações”…

Sabadão de futebol!!

Essa cena se repete muito...

Essa cena se repete muito...

Vamos as análises dos jogos de sábado:

São Paulo 0 x 1 Atletico-MG: O São Paulo perdeu a invencibilidade dentro do Morumbi, em uma jogada de bola parada de dois ex-são paulinos, Ricardinho cruzou, a zaga são paulina assistiu o trajeto da bola que sobrou nos pés de Tardelli que só teve o trabalho de empurrar para o gol. Depois disso, o que se viu, foi um Galo fechado e contraatacando com muito perigo sempre, pelo lado do tricolor paulista só Dagoberto dava trabalho a defesa atleticana. Não vou entrar no mérito da arbitragem, mas uma coisa é fato um time que deseja ser campeão precisa mostrar um pouco mais de atitude, usar a arbitragem de muleta toda vez que o time perde é muito cômodo. Agora resta ao meu tricolor garantir a vaga na Libertadores, pelo Galo fica a minha torcida que já existia desde o começo do campeonato pelo título.

Grêmio Barueri 0 x o Santos: O que dizer de um time que nos últimos três jogos, fez um gol e não sofreu nenhum, e que este único tento marcado foi graças a um desvio adversário, bom esse é o Santos. Para uma coisa essa estratégia tem funcionado, o garoto Felipe tem sido destaque na meta do alvinegro praiano, gosto muito do Kleber Pereira, mas a fase está tão brava que até expulso o menino foi ontem. Pelo lado do Barueri, faltou um pouco de capricho para os atacantes do Abelhão.

Avaí 2 x 1 Goiás: Não vi muita coisa dessa partida, na verdade só vi os melhores lances, pelo que vi o Goiás achou o gol dele, e depois o Avaí foi criando chance atrás de chance e só conseguiu o gol da vitória aos 46 do segundo tempo, com aquele que está jogando um bolão, Marquinhos. Alias, acabei de escolher o próximo representante do Sessão Camisa 10.