Sulamericana sorteada

sul_americana_2017_sport_sorteio_560_2

E ontem rolou o sorteio da sulamericana.

A segunda competição continental começa a ganhar um pouco mais de consideração por parte dos demais clubes, muito disso porque quando olhamos o números de títulos e representatividade dos clubes nos últimos anos, essa edição o Brasil possui clubes com esses atributos melhor representado na sulamericana do que na Libertadores.

Pela Sulamericana temos, Corinthians, Cruzeiro, Fluminense, Ponte Preta, São Paulo e Sport Recife. Basta dizer que nesta lista estão 11 dos 14 títulos possíveis do Brasileirão desde que ele se tornou de pontos corridos.

Sendo assim, o torneio inspira uma representatividade boa, pois também inclui LDU, Cerro Porteno, Universidad del Chile, Independiente, Racing e Nacional do Paraguai. Para mim, esses seis “gringo” e os brasileiros Corinthians, Cruzeiro, Fluminense e São Paulo são os favoritos e dependendo de quem vier eliminado da Libertadores, ou seja, meu comentário ficou meio Cleber Machado, poque incluiu quase todo mundo na lista de favorito.

Contudo, voltando ao que importa, vamos as definições dos primeiros confrontos dos brasileiros.

La U x Corinthians: o alvinegro paulista pegou o confronto mais complicado do sorteio, apesar do time chileno não ser mais aquele que encantava na América a anos atrás, é um time tradicional e que possui boas peças, mas apesar do duelo complicado, o Corinthians tem leve favoritismo e pode levar, mas precisará fazer o resultado em casa.

Nacional (PAR) x Cruzeiro: o time mineiro foi outro que pegou um jogo complicado, duas forças da América do Sul, contudo, a diferença do jogo acima é que nesse caso, o elenco do Cruzeiro é mais qualificado, portanto, tem mais força para vencer o confronto com favoritismo maior e passar de fase.

Liverpool (URU) x Fluminense: o jovem time carioca pegou um confronto mais tranquilo, precisará fazer o resultado em casa, para não testar sua maturidade no jogo de volta, pois será colocada a prova em domínios uruguaios.

Gimnasia Y Esgrima (ARG) x Ponte Preta: duelo parelho, o fator do argentino decidir em casa pode ser um diferencial, porém a Ponte se conseguir manter seu padrão de jogo e qualidade do final do ano passado tem tudo para avançar de fase, o time é superior ao argentino.

São Paulo x Defensa Y Justicia (ARG): Ceni deu sorte no primeiro sorteio da competição continental, pegou na teoria o duelo mais fácil para os brasileiros e ainda poderá decidir em casa, o mais importante é o time não ficar confortável com essa situação e fazer valer todo o favoritismo.

Danubio (URU) x Sport Recife: por fim, o duelo mais parelho para mim, um clube de certa tradição uruguaia com um time do Nordeste que vem fazendo bons trabalhos recentemente, basicamente e chovendo no molhado, para mim o diferencial é quem saberá fazer do jogo de casa um verdadeiro caldeirão e conseguir boa vantagem. Um resultado magro ou qualquer bobeira no jogo como mandante será determinante para decidir o classificado.

Além dos brasileiros, outro duelo interessante fica por conta de Defensor Sporting x LDU.

E para vocês? O que acharam do duelo de cada time? Ou o que achou do duelo o seu time?

 

Anúncios

2017 e o desafio da nova safra de treinadores

klopp02012017

E começou 2017!

Acho que entre todas as expectativas que surgem em todo o inicio do ano, a minha maior é sobre os treinadores.

Existe uma geração nova chegando e com enormes desafios pela frente. Entre os 20 times da Série A + o Internacional, são 3 treinadores que estão na faixa de 61 a 70 anos, 6 na faixa de 51 a 60, 9 na faixa de 41 a 50 anos e incríveis 3 na faixa de 31 a 40.

Distribuídos da seguinte forma:

De 61 a 70 anos: Carpegiani, 67 (Coritiba), Abelão, 64 (Fluminense), Autuori, 61 (Atlético-PR)

De 51 a 60 anos: Cristovão, 57 (Vasco), Dorival, 54 (Santos), Mano, 54 (Cruzeiro), Renato Gaucho, 54 (Grêmio), Guto Ferreira, 51 (Bahia) e Silas, 51 (Avaí).

De 41 a 50 anos: Marcelo Cabo, 50 (Atlético-GO), Vagner Mancini, 50 (Chape), Zago, 47 (Inter), Eduardo Baptista, 46 (Palmeiras), Zé Ricardo, 45 (Flamengo), Carille, 43 (Corinthians), Ceni, 43 (São Paulo), Argel, 42 (Vitória) e Roger, 41 (Atlético-MG).

De 31 a 40 anos: Jair Ventura, 37 (Botafogo), Felipe Moreira, 35 (Ponte) e Daniel Paulista, 34 (Sport Recife).

E se pensar que independente dos motivos, esse ano nenhum dos treinadores a seguir estarão iniciando no comando de algum clube da série A nacional: Vanderlei Luxemburgo, Oswaldo de Oliveira, Joel Santana, Leão, Falcão, Muricy Ramalho, Levir Culpi, Marcelo Oliveira, Felipão e Celso Roth. 10 nomes que normalmente estariam em algum clube e se não fosse o Fluminense que anunciou Abel Braga, era um time completo.

Entre os com mais de 60, além do Fluminense a dupla do Paraná (Furacão e Coxa) também estão com os sexagenários.

Agora ainda para a turma da renovação, temos SP como um destaque, dos 4 grandes, 3 vem com treinadores novos, sendo que São Paulo e Corinthians com treinadores de primeira viagem, ótimas apostas e podem contribuir muito para novos conceitos para o futebol local.

Isso sem falar na turma abaixo dos 40, Sport, Ponte Preta e Botafogo estão iniciando o ano com treinadores que até ontem eram jogadores ou que poderiam ainda estar em campo.

No ano em que nosso melhor técnico está na seleção e consolidando seu trabalho, 2017 vem com a boa nova de dar espaço para novas cabeças mostrarem seus trabalhos aqui no Brasil.

Eu sei que a garantia de inovação é incerta, até porque tem muito novo com espirito de velho e vice-versa. O mais certo é que será tudo novo, com muita gente buscando seu espaço.

Espero de verdade que no final de 2017, possa olhar para esse post e ver que ao final bons e novos nomes surgiram, mesmo que ao mesmo tempo alguns não tenha vingado ao longo do ano. E para os “veteranos” que também surpreendam e mostrem que novos conceito nunca fui atrelado a idade.

E se o campeonato acabasse na 29ª rodada?

valdivia101016

O Palmeiras seguiria campeão.

O time faria o dever de “casa” e venceria o América-MG em um jogo vendido para Londrina onde só teve torcida dos “visitantes”. Absurdos que a CBF faz por você. Do lado do Palmeiras, ele não tem nada a ver com isso, do lado do América, um claro sinal de quem já não está mais nem ai para a Série A, do lado da CBF, o papel ridículo de permitir essa zoeira sem fim.

Flamengo segue na cola e o Galo precisará fazer valer seu mando no confronto direto com os dois rivais e ainda conseguir alguns tropeços por parte deles por aí, começo a achar que está ficando um pouco difícil para o Galo.

Completando o agora G6, estariam, Santos, Fluminense e Atlético-PR. Sendo que Grêmio, Botafogo e Corinthians seguem de perto na disputa para ir a fase premilinar da Libertadores, para o Furacão e o Fogão seria um prêmio pela campanha surpreendente, para os demais uma “quase obrigação”.

No meio da tabela, destaques para o declínio de Chape e Ponte, ambas as equipes tiveram três derrotas seguidas e fica a sensação de que acabou o gás, a Chape claramente se encantou pela Sulamericana mais uma vez, a Ponte pode estar sofrendo da sondagem excessiva em cima do comandante. Na parte positiva, o Cruzeiro, que embalou duas vitórias e pelo elenco e pela chegada de Mano, se o pessoal do G6 bobear demais, ele chega hein.

Já na parte debaixo da tabela, seguimos com Inter, Figueira, Santa e América-MG. Com Sport, Vitória e o meu tricolor  por perto, resta saber o quanto Chape e Ponte continuarão caindo para ver se eles também entram nessa disputa. O Inter dá leve sinais de recuperação, apesar das duas vitórias consecutivas, o time sofreu muito para obtê-las, e ainda continua na zona. O Figueira parece que caminha por ser mais um de Santa Catarina a povoar a Série B. A briga parece ser pela última vaga e promete ser concorrida.

Por fim, a 29ª rodada terminou com apenas 19 gols, média baixa, foram 5 vitórias dos mandantes, dois empates e três vitórias dos visitantes. Meu destaque individual nessa rodada, vai para o menino mais lindo, o Valdivia, o meia do Inter em uma rodada de pouco destaque, apareceu por assumir que cavou o pênalti que garantiu a segunda vitória consecutiva do Colorada.

E para vocês, como seria se o campeonato acabasse na 29ª rodada?

E se o campeonato acabasse na 22ª rodada?

Diego300816

E o Palmeiras seguiria como o campeão, o alviverde que teve ótima rodada, pois viu quase todos os seus rivais não vencerem na rodada, com exceção do novo e velho vice-líder, o Flamengo.

O rubro negro carioca parece o time que entrou no eixo de vez, Diego como era de se esperar deu o equilibrio final para o meio de campo do time e como eu tenho dito pelos corredores, apesar da posição na tabela, eu tenho comigo que Flamengo e Galo irão disputar pelo título.

Só para explicar rapidamente, talvez depois escreva um texto mais completo, mas acho que apesar da disputa entre o trio, o Palmeiras é o único que não tem aquele jogador que no jogo difícil decide, Jesus apesar do potencial é novo e não deve ser cobrado por isso, em compensação, os rivais pelo título possuem esses jogadores.

Voltando, o Galo e o Corinthians completariam o G4, sabendo que o Grêmio com um jogo a menos pode tomar essa vaga do alvinegro paulista.

No meio da tabela, destaque positivo para Ponte e Cruzeiro. O primeiro está a três jogos sem perder, sendo que enfrentou Palmeiras e Corinthians nesse intervalo, o time é consistente e irá passar um Brasileirão tranquilo, já o Cruzeiro encaixou com a chegada de Mano e está a 5 jogos sem perder e vai se afastando da zona da degola e não parece ser o grande candidato a rebaixamento.

Enquanto isso, o Inter após mais um jogo sem vitória, o 14º seguido, enfim entrou na zona de rebaixamento. O time parece não conseguir reagir, o cenário é crítico, mas ainda tem tempo para escapar e o time tem brigado mais recentemente. Completam a lista, o Figueira, Santa e América. Sinceramente, eu aposto que o Coritiba entra aqui e aí, Inter briga com Vitória e até mesmo com o São Paulo se continuar ladeira abaixo pela última vaga na Série B.

Por fim, a 22ª rodada terminou com 19 gols, uma média baixa, foram 4 vitórias dos mandantes, 3 empates e 3 vitórias dos visitantes. E o destaque resolvi escolher alguém do Flamengo e não só Diego está bem como o próprio Damião estreou bem pelo rubro negro, contudo a escolha vai ser no camisa 10 pela sensação de que ele é o responsável por esse equilíbrio. Portanto, o destaque da 22ª rodada vai para o Diego que quase 15 anos depois parece que irá disputar com o amigo Robinho o prêmio de melhor do campeonato.

E para vocês, como seria se o campeonato acabasse na 22º rodada?

Restam 16 na Copa do Brasil

copadobrasil030816

Ontem foram definidos os confrontos e os mandos de campo das oitavas de final da Copa do Brasil.

Foi o momento onde 6 clubes são incluídos, somando-se aos dez que chegaram até este momento. Dessa forma, os confrontos ficaram da seguinte forma, respeitando que o time que está a esquerda do confronto, joga a primeira em casa:

São Paulo x Juventude: Duelo teoricamente fácil para o tricolor paulista, teoricamente, porque daqui para frente o time do São Paulo volta a ser uma incógnita, primeiro pela enorme mudança do time principal com a saída das principais peças e agora com a expectativa de quem será o treinador do clube. Time por time, o São Paulo é mais forte, mas essa interrogação que paira no Morumbi pode ser a chance do time de Caxias.

Fluminense x Corinthians: Um duelo interessante, pois apesar do Corinthians ser o atual líder do campeonato, o time parece não convencer todo mundo do lugar que está, em compensação o tricolor carioca recebeu algumas peças na janela e tem o retorno de Scarpa após lesão com a grande força do time, agora é esperar para ver o que Levir conseguirá tirar do time.

Santos x Vasco: Outro bom duelo, apesar de parecer que o Santos possui um leve favoritismo, não pode se ignorar a força desse time do Vasco que após um início avassalador na Série B, patina nas próprias pernas na competição, e pode recuperar a energia para esse duelo. Promessa de bons jogos.

Palmeiras x Botafogo-PB: O confronto mais certo da rodada, o alviverde tem tudo para resolver tudo no primeiro jogo e ir a passeio para João Pessoa, acho difícil uma surpresa nesse jogo. O Palmeiras tem tudo para avançar sem grandes sufocos.

Atlético-PR x Grêmio: Para mim, o duelo mais parelho. O time paranaense tem mostrado um bom conjunto, aliás, o primeiro bom trabalho de Autuori após alguns anos patinando, lógico que o Grêmio tem vantagem, mas por serem dois times com muita força quando jogam em casa, o jogo tem chance de ser decidido no gol fora ou até mesmo uns penaltis para definir.

Internacional x Fortaleza: Um duelo que também parece óbvio mas não é. O Inter em condições normais teria tudo para passar fácil pelo Fortaleza, porém o cenário atual é duvidoso. Primeiro, porque o Inter está em fase péssima, segundo porque o Fortaleza vem bem na Série C e já eliminou o Flamengo na competição.

Botafogo x Cruzeiro: Bom confronto, se fosse agora de imediato diria que o Botafogo até teria chance, mas esses quinze dias parecem um bom tempo para Mano arrumar a casinha e tornar o jogo complicado para os cariocas e aí, elenco por elenco o do Cruzeiro é superior.

Atlético-MG x Ponte Preta: Ótimo confronto, talvez seja o mais divertido de se ver, dois bons times, contudo o Galo é consideravelmente mais forte, para a Ponte resta aplicar um bom jogo e torcer para uma noite infeliz dos mineiros.

Por fim, meus pitacos indicam que São Paulo, Corinthians, Santos, Palmeiras, Grêmio, Internacional, Cruzeiro e Atlético-MG avançam e aí, vai ficar divertido demais essa Copa.

 

Exaltando à toa nas mesas redondas de domingo.

arbitragem

Vira e mexe nossa arbitragem resolve aparecer, sendo que em algumas rodadas, a vontade é um pouquinho maior do que nas outras, como aconteceu nessa 16ª rodada que ainda tem um jogo para encerrá-la.

Com destaque para o jogo do Corinthians e da Ponte, onde os erros foram importantíssimos para o rumo da partida. No primeiro, a não expulsão de Cássio contribuiu para o Corinthians conseguir buscar o empate, assim como no da Ponte, o time do interior teve um gol anulado e dois pênaltis não marcados, interferindo diretamente no empate contra ironicamente o time do DVD.

O Inter que adora fazer um DVD para reclamar da arbitragem, que seria saber se a partida de ontem, entrará no playlist.

Aliás, aproveitei essa deixa do DVD para destacar exatamente isso, é quase impossível cravar que a arbitragem erra a favor de alguém ou de algum eixo, a arbitragem erra para todos os lados e erra muito.

Se existe algum esquema é com apostadores, e aí o erro para todos os lados é mais conveniente. Mas aí, é pura especulação, é preciso seriedade para fazer qualquer acusação. Eu simplesmente fico com a opção que os juízes erram.

Muito se fala na profissionalização como caminho, contudo, apesar de por muitas vezes, eu mesmo defender, existe uma questão curiosa, em qual outro país, esse formato funciona, onde o árbitro é exclusivamente árbitro, não possui outra atividade remunerada?

Portanto, mais do que a profissionalização, é preciso adequar o formato, o jeito que a informação é tratada. Escutando o Sálvio Spinola falar, o que acontece na maioria dos países que aqui não é a forma.

Por exemplo, os árbitros de cada campeonato são definidos antes e tem alguns encontros antes e durante para alinhamento e debate sobre alguns lances polêmicos. No Brasil, tem árbitro que é escalado para uma Série, por exemplo, quase no final do primeiro turno e os lances são apenas vistos pelo próprio quando acontece um burburinho muito grande, caso contrário, o árbitro pode ficar dias sem olhar seus eventuais erros.

E aí, voltamos a turma do DVD, onde agora incluo todos os times, eles também precisam querer arrumar isso, não adianta vir a público apenas para reclamar quando é contra si e fazer cara de “poisé” quando acontece a seu favor. Isso é jogar para torcida e não resolver nada.

Como já disse algumas vezes, é preciso união real para arrumar, pois senão continuamos apenas nos exaltando a toa nas mesas redondas de domingo.