Pitacos: São Paulo 4×0 Botafogo-SP

Galera do blog voltamos a ativa. Enfim futebol!!

Ontem acompanhei ao jogo do meu tricolor contra o Botafogo-SP, vitória fácil por 4×0. Rhodolfo, Cícero, Edson Silva e Marcio (contra) foram os autores dos tentos.

Era a primeira aparição do novo São Paulo, ainda sem poder contar com Ceni, Paulo Miranda, Fabricio e Jadson. O time veio a campo com Denis no gol, Piris, Rhodolfo Edson Silva e Cortês fazendo a linha defensiva. Wellington, Denilson, Cicero e Lucas formando o meio de campo e Fernandinho e Luis Fabiano no ataque.

Não pretendo fazer uma grande análise da partida, até porque o time de Ribeirão Preto mostrou-se muito fraco e sem nenhum poder de combate aos grandes. São grandes as chances do time ir para a segunda divisão do paulista.

Voltando ao time são paulino, na frente gostei da atuação de Fernandinho e Luis Fabiano. O camisa 9 foi muito bem marcado, mas soube se movimentar para abrir espaços para os avanços dos demais jogadores. Fernandinho teve uma atuação acima da sua média e fez ótima assistência para Cícero no segundo gol.

No meio de campo, Wellington foi o melhor, atuando com o mesmo vigor físico que o fez subir para o time principal. O jogador lembrou os tempos de Mineiro e foi o cão de guarda na frente da defesa e ainda se arriscou com boas subidas ao ataque. Lucas também foi bem, mas exagerou um pouco em algumas jogadas, optou pelo drible ao invés do passe. Cícero também foi bem. Denilson parece fadado a não renovar, o jogador teve atuação razoável, porém mais uma vez levou um cartão completamente desnecessário. Contra o Botafogo-SP passa batido, mas nos clássicos quase sempre vira expulsão.

Na defesa, apesar de ter sido contra o Botafogo, foi o setor que mais gostei. Piris e Cortês foram muito bem no apoio e mostraram vigor físico para voltar para compor a defesa. Cortês teve boa atuação, mas ainda precisa ser testado em alguns jogos mais complicados para se ter certeza. Parece estar definido a dupla de zaga, com essa formação, Rhodolfo pode atuar onde rende mais, pela direita. Enquanto, Edson Silva mostrou que não sentiu o peso da camisa. Jogou sério, deu bico quando precisava, mas mostrou que também sabe tocar de lado e sair jogando. No meu ponto de vista pelo jogo todo, Edson foi minha grata surpresa.

Lógico que o time ainda está em formação e o teste de ontem não serviu muito como parâmetro. Fabricio deve assumir o lugar de Denilson, resta saber como Leão fará com a entrada de Jadson, já que o time perderá poder de marcação.

O São Paulo começa o ano bem, para efetivar essa melhora somente no primeiro clássico do ano para ter certeza.

Anúncios

Pitacos: Santos 2×1 Corinthians

Galera do blog, ontem acompanhei a final do paulista, que terminou com a vitória de 2×1 para o Santos.

Durante a partida, aliás durante os 180 minutos da final, o Santos dominou todas as ações do jogo, foi superior ao Corintians e construiu o resultado de forma tranquila.

Do lado santista, reforço o que disse em posts passados, a chegada de Muricy mudou o time do Santos em pouco tempo, o treinador parece ter conseguido conciliar a forma compacta que ele gosta de ver o time jogar com o DNA ofensivo do Santos. Resultado disso, que o time do Santos quase não tem levado gols desde a chegada do técnico, aliás o de ontem foi muito mais por relaxamento do que mérito do adversário.

Individualmente, a dupla de zaga santista fez um partidaço ontem, Durval parecia zagueiro de seleção, Arouca foi o craque da partida, Adriano tem jogado muita bola e Neymar foi discreto para o que se espera dele, mas foi decisivo como os grandes craques devem ser nas partidas importantes. Confesso que estou impressionado com a maturidade de Neymar em 2011, o moleque mimado ainda tem suas crises, mas parece mais preparado para o jogo coletivo.

Do lado corintiano, o time até que fez uma boa partida dentro das suas limitações, mas é evidente que o time precisa de reforços para começar na linha de frente, com as saídas de Dentinho e Bruno César, e o “sumiço” de Jorge Henrique, o alvinegro precisa trazer um ataque titular inteiro. A chegada de Alex é ótima, mas o time precisa de mais. Do meio para trás também, o time é esforçado simplesmente, Fábio Santos, Castan e Paulinho são ótimos para compor elenco, não para titulares. Alessandro não tem reserva, e Júlio César é um bom goleiro, mas não o titular da meta corintiana, goleiro de verdade não faz defesas mirabolantes em algumas partidas, faz defesa fundamental em jogo decisivo.

Em resumo, o Corinthians precisa passar por uma reformulação, e toda reformulação precisa de tempo, isso que a torcida precisa entender. O objetivo do Corinthians esse ano será se classificar na Libertadores, enquanto o do Santos é disputar o título do Brasileirão, aliás na quarta-feira faço uma análise dos times na Série A.

Parabéns Santos!!

Aproveite e peça ajuda, para não viajar demais nos seus palpites!!

Galera, hoje é o dia do guia do turismo, além disso é o aniversário de 59 anos de Vanderlei Luxemburgo e de 51 anos de Bono Vox. Confira o resultado da rodada.

01º André Russo – 115 pts
02º Cadê Meu Camisa 10? – 90 pts
03º Thiago – 85 pts
04º Wagner – 75 pts
05º Rodrigo – 70 pts
06º Jorge – 60 pts
07º Wallace – 50 pts

Assim como no mês passado, André Russo desponta em primeiro no início do mês com seus 115 pontos, vamos ver se dessa vez o resultado será diferente. Na classificação geral, segue:
01º Jorge – 1930 pts
02º Rodrigo – 1860 pts
03º Thiago – 1830 pts

Clique aqui para conferir os resultados do post anterior.

Seguem os jogos a serem palpitados:
Quarta, 11 de Maio de 2011
19h30 Peñarol(URU) 2×0 Universidad Católica(CHI) – Libertadores
21h50 Once Caldas(COL) 0x1 Santos – Libertadores
21h50 Ceará 2×2 Flamengo – Copa do Brasil
21h50 Palmeiras 2×0 Coritiba – Copa do Brasil

Quinta, 12 de Maio de 2011
19h30 Vasco 1×1 Atlético-PR – Copa do Brasil
20h15 Veléz Sarsfield(ARG) 3×0 Libertad(PAR) – Libertadores
21h50 Avaí 3×1 São Paulo – Copa do Brasil
22h45 Jaguares(MEX) 0x0 Cerro Porteño(PAR) – Libertadores

Sábado, 14 de Maio de 2011
18h30 Rio Branco 1×2 São Mateus – Capixaba

Domingo, 15 de Maio de 2011
15h45 Napoli 1×1 Internazionale – Italiano
16h00 Santos 2×1 Corinthians – Paulistão
16h00 Grêmio 2×3 Internacional – Gaúcho
16h00 Cruzeiro 2×0 Atlético-MG – Mineiro
20h00 Boca Juniors 2×0 River Plate – Argentino

Corinthians 0x0 Santos

Galera do blog, ontem acompanhei o jogo do Corinthians contra o santos que terminou 0x0. Eu acho que o resultado foi construído por causa do nervosismo inicial dos dois times, pelo azar santista e pela falta de inteligência do treinador corintiano.

Nervosismo inicial que tomou conta do jogo no início da partida, os dois times pareciam que duelavam pelo território chamado meio de campo, criar jogadas de gol era um detalhe, o importante era ganhar na força física o meio de campo. Dessa forma, o início do jogo foi truncado, com muita briga no meio de campo e pouco futebol. Pelo Corinthians nada de diferente, apenas a sensação de que Dentinho e Jorge Henrique ficaram pelo caminho, ambos ainda não “atuaram” em 2011. Já pelo Santos, um pouquinho do “Muricysmo” já começa a aparecer, o time santista já joga de forma mais compacta na defesa, o time não toma tanto susto e conta com o talento de Neymar e Ganso para resolver.

E aí começou o azar santista, as duas joiás não foram bem no primeiro tempo, e para piorar Ganso saiu no intervalo com uma distensão muscular que o afasta dos gramados por cerca de 30 dias. Neymar, que não foi bem na primeira etapa, resolveu ser o cara no segundo. Toda vez que ele pegava na bola era um inferno para a defesa corintiana, mas como o dia era de “azar” em dois grandes lances do menino, a bola resolveu caprichosamente bater na trave. Pelo corinthians, ainda no primeiro era Bruno César que voltava a jogar bem e o responsável pelas principais jogadas ofensivas do alvinegro da capital. Além disso, apesar de todo o inferno que Neymar causava, a defesa corintiana voltava a jogar bem, Chicão fez boa partida e Castán fez uma partida admirável, um dos melhores em campo pelo Corinthians.

Mas, eis que surge o treinador do Corinthians para atrapalhar um pouco o time corintiano. Ao mesmo tempo que ele acertou ao colocar o “talismã” William, ele acabou com a criatividade corintiana ao tirar Bruno César e colocar Morais. Morais é um bom meia, rápido de dribles curtos e algumas jogadas verticais, mas já está claro para todos que nunca ele conseguiu carregar a responsabilidade de um meio de campo sozinho, ele é uma espécie de Ricardinho, bom meia, mas precisa jogar com outro meia ao seu lado, caso contrário seu futebol fica limitado. E foi assim que Tite acabou com as chances de vitória do Corinthians, o time fez um jogo igual com o Santos e coletivamente melhor, tinha reais chances de sair vitorioso, mas preferiu a opção menos ousada.

Bom, nada decidido, apesar da vantagem técnica e do mando de campo pertecentes ao Santos para a próxima partida, o desgaste da viagem para a Colômbia e a ausência de Ganso podem equilibrar as coisas para o Corinthians. Para o alvinegro da capital, resta torcer para o seu Adenor não atrapalhar tanto

Muita luz para o seus palpites!!

Galera, hoje faz 109 anos que a primeira partida oficial de futebol acontecia no Brasil (Mackenzie 2×1 Germânia), além disso hoje é o dia internacional do Sol. Confira o resultado da rodada.

01º Rodrigo – 150 pts
02º Thiago / Wagner – 130 pts
03º Jorge – 110 pts
04º Andre Russo – 105 pts
05º Cadê Meu Camisa 10? – 70 pts

E com uma atuação igual ao seu time do coração, o santista Rodrigo voou na última rodada e venceu o mês o de Abril com 630 pontos. Na classificação geral, segue:
01º Jorge – 1870 pts
02º Rodrigo – 1790 pts
03º Thiaguinho – 1745 pts

Clique aqui para conferir os resultados do post anterior.

Seguem os jogos a serem palpitados:
Quarta, 04 de Maio de 2011
19h30 Internacional 1×2 Peñarol – Libertadores
21h50 Cruzeiro 0x2 Once Caldas – Libertadores
21h50 Libertad 3×0 Fluminense – Libertadores
21h50 Universidad Católica 1×0 Grêmio – Libertadores
21h50 Atlético-PR 2×2 Vasco – Copa do Brasil
21h50 São Paulo 1×0 Avai – Copa do Brasil

Quinta, 05 de Maio de 2011
19h30 Coritiba 6×0 Palmeiras – Copa do Brasil
21h50 Flamengo 1×2 Ceará – Copa do Brasil

Sábado, 07 de Maio de 2011
11h00 Manchester United 2×1 Chelsea – Inglês
18h30 Oeste 3×0 Ponte Preta – Taça do Interior SP

Domingo, 08 de Maio de 2011
13h30 AEK Athenas 1×0 Olympiacos – Grego
16h00 Argentino Juniors 0x2 Boca Juniors – Clausura
16h00 Internacional 2×3 Grêmio – Gaúcho
16h00 Corinthians 0x0 Santos – Paulistão

Pitacos: Palmeiras 1×1 Corinthians (pen.5×6)

Por Benjamim Back

O Palmeiras mostrou um exagerado nervosismo no começo do jogo.

A pressão feita em cima da escolha do Paulo Cesar de Oliveira para apitar essa partida e o Pacaembu mexeram com os ânimos do elenco palmeirense e com isso o discurso no caso de uma possível eliminação estaria pronto.

Por sinal, o Felipão tem que cobrar a sua diretoria, afinal, foi ela quem escolheu o local e não contestou a escolha do árbitro.

Já a entrada do Danilo no Liedson foi vergonhosa e a sua expulsão foi incontestável, porém, o atacante corinthiano também merecia levar um cartão.

Daí todos se esqueceram de jogar futebol, era só empurra daqui, falta de lá, reclamações para todos os lados e o Felipão que tem a mania de querer apitar o jogo também acabou sendo expulso.

Valdívia parecia estar num dia iluminado, mas, acabou ficando no vácuo depois de fazer a sua tão contestada jogada, diga-se de passagem, muito legal e não há motivos para reclamarem, pelo contrário, protestem contra as porradas, carrinhos, cotoveladas, mas não quem realmente joga futebol!

No segundo tempo o Verdão voltou melhor e fez 1 a 0 logo de cara, inclusive, a impressão que se tinha era de que quem estava com um jogador a menos em campo era o Corinthians, tamanha a apatia e a falta de ousadia do time que com a entrada do William mudou um pouco.

Dentinho novamente não jogou nada assim como o Jorge Henrique.

O Palmeiras foi mais time que o Corinthians e lutou como pode, mas, o que mais atrapalhou o time não foi a arbitragem e sim o fato do time ter entrado em campo como se tivesse indo para uma guerra, claro que é preciso ter vontade, garra, mas, é preciso ter controle emocional.

Já na decisão por pênaltis o sangue quente deu lugar ao sangue frio e todos bateram com muita qualidade, porém, na última cobrança Julio César, de vilão na semana passada a herói nesse domingo classificou o Timão.

Enfim, futebol é isso, nem sempre vence o melhor…

Opinião do blogueiro: Confesso que vi o VT do jogo e como no jogo do São Paulo, os três times da capital mostraram que ainda falta talento para os times, apenas o Santos está jogando futebol de verdade. Portanto para a final se o Santos jogar tudo que sabe, não tem discussão, para o Corinthians resta ter a mesma sorte de ontem.