E agora PSG?

neymar-estreia-psg-7

Sei que mencionei no texto anterior sobre alguns times que me causam surpresa em suas campanhas pelo Brasil, mas Setembro é longo e portanto posso falar sobre ao longo do mês.

Contudo, após mais uma partida consistente do Paris Saint Germain, surge a dúvida, até onde o time pode ir?

Tenho minhas dúvidas sempre, porque na hora do vamos ver parece que falta camisa para o time, por melhor elenco que o time tenha. Os azuis de Paris vem com bons times desde a temporada 2012-13, ou seja, essa já é a 6ª temporada dos franceses, sendo que talvez em 15-16, tenha sido o time tão forte quanto.

A diferença é que dessa vez, o time investiu pesado em promessas/realidades que possam se tornar os maiores do mundo.

O PSG até então sempre conseguiu investir forte no time, mas falta alguém diferenciado para o protagonismo, o mais perto que chegou foi na passagem de Ibrahimovic, que apesar de todo o protagonismo e a chuva de gols, parece um jogador fadado apenas o sucesso nacional, ganha tudo no país que joga, mas quase nunca um titulo de competição continental.

A chegada de Mbappe e Neymar visa trazer esse peso, tornar o PSG não apenas grande na França, mas fora dela.

Acho que ainda falta um elenco mais completo dessa vez, a sensação de que alguns setores precisam de seus titulares durante o torneio todo. Principalmente na defesa, o time não possui uma referência embaixo do gol e não tem nenhum reserva de peso na eventual ausência de Marquinhos ou Thiago Silva.

Além disso, existe algo para mim que não se mede e que é difícil comparar, mas é o peso da camisa, a sensação que por melhor que o PSG esteja jogando se cruzar com Bayern ou Real em alguma fase de mata mata da Champions irá sucumbir a tradição alheia.

O PSG precisa ganhar casca, precisa de cruzamentos mais favoráveis ou cruzar com time de camisa, mas sem um elenco tão forte atualmente para ganhar moral, ganhar confiança de que realmente é possível.

Neymar conheceu o caminho da glória no Barcelona, cabe agora exercer o protagonismo para levar o PSG.

Porque na hora do vamos ver, para quem está acostumado a chegar, é mais fácil conduzir o caminho para a vitória, agora para quem não sabe nem o caminho, como já diria a sabedoria popular, qualquer caminho serve, e é aí que mora o perigo.

Anúncios

Falando um pouco de Barcelona

messi150217

É fácil escrever depois do acontecido, sempre temos uma teoria para explicar, ou como gosto de frisar é comodo ser pedra quando as vidraças aparecem.

Mas vou comentar sobre algo que venho entre amigos comentando, o Barcelona vem caindo drasticamente de produção, e como ontem a derrota foi muito dura, resolvi colocar um pouco das minhas percepções sobre o que vem acontecendo em Joan Gamper (centro de treinamento do Barça).

Primeiro, e o causador do efeito dominó para mim é Luis Enrique, e antes de seguir sobre o que eu acho que ele fez, quero dizer que ele me parece um bom treinador, minha questão é que acho que ele foi ousado demais.

Luis Enrique resolveu mexer no jeito de jogar do Barcelona de forma drástica, desde de que Rijkaard começou a colocar esse estilo de jogo “Cruiyfiano” nos catalães, Luis foi o primeiro a mexer mais duramente no estilo, pode ser decisão própria ou do clube, mas exigiu de todos os atletas reorganizarem suas cabeças para o jogo e principalmente os antigos sentiram.

Pique, Busquets, Mascherano, Iniesta e Messi ou oscilam, ou caíram muito de produção. Desses, Iniesta parece o único que está nesse momento, muito mais devido a sua curva final de carreira do que propriamente pelo esquema. Busquets é o pior Busquets que o Barcelona já teve, e seu papel é fundamental para o equilíbrio ofensivo-defensivo do time.

Messi também oscila em sua regularidade de ser gênio, tem ficado preso em setores do campo e consequentemente mais fácil de ser marcado em algumas oportunidades.

Além disso, o Barcelona tem escolhido mal no mercado, as peças não estão rendendo o que se esperavam dela e a consequência é o time ficar limitado a poucas opções durante um jogo. Alcacer, Andre Gomes e Aleix Vidal são alguns exemplos.

Voltando ao treinador, Luis, desde a época como jogador, sempre foi genioso e isso tem causado atritos com os jogadores também, basta ver o caso de Rakitic que perdeu espaço, mesmo sendo peça fundamental no meio.

Por fim, o Barça usou a temporada de 16/17 para uma reconstrução e não há dúvidas que voltará forte, principalmente pelas peças que possui, contudo de longe e com a facilidade de ser pedra e pitacar, hoje eu começaria os 11 Barcelona um pouco diferente de Luis.

Meus 11 seriam, Ter Stegen, Vidal, Pique, Umtiti, Alba, Mascherano, Rakitic, Turan, Messi, Suarez e Neymar.

Acho que Mascherano não teria nem de perto a qualidade ofensiva de Busquets, mas resgataria um equilíbrio defensivo que falta ao Barça, podendo as vezes até se lançar em um 3-4-3, com o recuo do argentino e as subidas dos laterais para as alas, além disso, eu teria um meio com mais possibilidade de criação, além de Arda saber muito bem ser eficiente sem a bola.

Por fim, para o Barcelona resta reagir e já começar a desenhar a próxima temporada e para o jogo de volta é torcer para seu gênio estar naquela noite mágica para reverter, ou mesmo que esteja para agraciar o Camp Nou com mais um espetáculo.

Sorteio da Champions e Liga Europa…

sorteio180316

E agora a pouco sairam os confrontos da Champions League e da Europa League.

Pela maior competição do planeta, o único confronto equilibrado fica por conta de PSG x City.

Franceses e ingleses que são os postulantes a novas potências se enfrentam pela chance de chegar a uma semifinal. Duelo parelho, contudo vejo a turma de Ibrahimovic com mais peças individuais capaz de decidir um jogo. Aposto no PSG.

Também teremos Wolfsburg x Real Madrid, Bayern x Benfica e Barcelona x Atlético de Madrid. Os dois primeiros confrontos possuem dois favoritaços, Real e Bayern, dificilmente os times não estarão nas semifinais, ambos são muito superiores aos rivais.

Já pelo duelo espanhol, mesmo sendo um clássico duríssimo, a sensação é que está difícil para alguém parar o Barça. Portanto, apesar da força do time de Simeone, duvido que pare o Barça.

Agora pela Liga Europa, a final antecipada será nas quartas, Dortmund x Liverpool já se enfrentarão nas quartas. Duelo dificilimo, para mim o mais parelho das duas competições, sem previsão nenhuma de quem passa. Vou apostar no Dortmund por parecer um time mais estável.

Outro bom duelo é entre Bilbao x Sevilla, dois tradicionais times nessa competição, o duelo espanhol também será bem parelho, mas acho que o fator casa no jogo da volta pode fazer a diferença, aposto no Sevilla.

Braga x Shakthar também promete ser disputado, o time português tem sido presença constante nas fases finais da competição e o time ucraniano/brasileiro tem sua força, acho que a turma do leste europeu tem um leve favoritismo.

Para fechar o Villarreal ficou com a zebra tcheca do Sparta Praga, o time que eliminou a Lazio dentro da Itália, tenta aprontar outra zebra, mas acho difícil que se repita. Acredito que o submarino amarelo avance.

E vocês o que acharam dos confrontos?

Augsburg mais importante que o Santos…

augusburg

Navegando em um ou outro blog, me deparei no blog do Rafael Reis com a informação sobre a quantidade de vezes que algum time teve o seu jogo transmitido na TV no mês de Fevereiro no Estado de São Paulo. Tanto TV fechada quanto aberta. Adivinha? Sim, nenhum brasileiro aparece entre os 10 primeiros.

1º – Liverpool
Paris Saint-Germain – 7 partidas
3º – Barcelona
Bayern de Munique
Borussia Dortmund
Chelsea
Juventus
Manchester City
Manchester United
Tottenham – 6 partidas

Além dessa expressiva marca da ausência de brasileiros entre os 10+, alguns dados são mais impressionantes, o Santos teve menos jogos exibidos do que Augsburg, Independiente Santa Fé, Sunderland e Huracan.

Isso me remeteu a um texto que fiz o ano passado sobre a real possibilidade de grandes clubes europeus começarem a possuirem uma representativa torcida aqui no Brasil. Esse números de transmissões explica muito esse processo, para uma criança é mais criar identidade com PSG, do que com Santos, é mais fácil para ele acompanhar. Uma criança que nasce em São José do Rio Preto (cidade a 450km da capital paulista) tem grandes chances de achar o Santos um time qualquer, já que aparece muito menos que o Tottenham por exemplo. Um time com história menor do que o Santos.

E tudo isso, passa pela qualidade do espetáculo, sim é chover no molhado, mas sem estádios decentes, não falo de beleza, falo de qualidade de gramado para a prática, por exemplo, o estádio de Cariacica (que tem abrigado alguns jogos do Flamengo) é ótimo, foi reformado para a Copa (a seleção de Camarões ficou lá) e está excelente para jogo.

A melhoria dos estaduais ou do calendário, não dá para enfiar os modorrentos estaduais goela abaixo, fazendo um paralelo com a Europa, eles são os similares as disputas regionais que levam os clubes para as divisões principais. O formato de calendário nosso é péssimo, não só Brasil, mas Conmebol. Libertadores e Brasileirão tinha que ser o ano todo, com uma Copa nacional.

A sensação é que o time que você torce será torcida de bairro daqui a pouco.

DataCMC10 informa: Exibições de camisas em 2015

Encontro do Colecionadores de Camisa de Futebol de Minas Gerais

Entra ano, sai ano eu sigo com minhas maluquices a respeito do futebol. Mas uma delas acontece a 6 anos e continuo compartilhando com vocês aqui no blog.

Eu conto quantas vezes quantas camisas de time eu vi durante o ano. Sim, anoto no celular, qual o time e vou consolidando essa informação ao longo do ano. E agora mostro para vocês.

O curioso desse movimento é perceber os times que estão bem, a dominância de tal time em determinado estado, como está a nossa seleção e quais times “gringos” estão no gosto da galera.

Em 2015, com minha mudança para o Rio de Janeiro em Março, veremos números que representam muito a realidade aqui no Rio, contudo, passei inúmeras semanas também em São Paulo. Vamos dizer que podemos dividir os números em 70(RJ) / 30(SP). Sendo que a amostra foi superior a 5000 exibições no ano.

Vamos a eles:

graficocmc10

Foram 75 times diferentes, limitei aos 18 que apresentaram números acima de 1%.

Enquanto em minhas outras análise era evidente o quanto o Corinthians vencia, aqui a diferença é gigantesca, Flamengo sobra em torcida dentro do estado, tendo sozinho um pouco menos que os demais rivais.

Outro destaque é o São Paulo, se o meu tricolor pouco apareceu nas ruas da capital paulista, aqui pelas orlas cariocas, o pessoal exibiu a camisa sem crise, fazendo com o time terminasse na frente de seus rivais.

Olhando para os times internacionais, vou colocar o TOP 10:

1 – Barcelona
2 – Real Madrid
Milan
4 – PSG
5 – Chelsea
6 – Man. United
7 – Bayern
8 – Boca Jrs
9 – Inter ITA
10 – Man. City

Destaque para os novos ricos que chegaram de vez, o PSG que com a legião brasileira já começa a almejar um top3 e o City que já figura no topo, deixando até então Arsenal e Liverpool para trás.

E aí, o que acharam?

Quer saber se seu time apareceu na lista, ou curiosidade por qualquer outro time, mandem perguntas.

Abraços,
Cadê Meu Camisa 10

Siga no twitter: @cademeucamisa10

Palpitando 20.10.2015

Imagem

Penúltima rodada do mês de Outubro no ar!! Copa do Brasil, reta final do Brasileirão, duelo dos Manchesters, Valdivia x Everton Ribeiro e muito mais. Clique aqui para conferir os resultados da rodada anterior.

Veja como ficou a pontuação apenas da rodada passada:
1 – Cadê Meu Camisa 10? – 115 pontos
2 – Wagner – 95 pontos
3 – André Russo – 75 pontos

Wagner segue liderando o mês de Outubro, mas a diferença é minima, confira:
rm201015

rb191015

rg201015

Quarta, 21 de Outubro de 2015
16h45 PSG (FRA) 0x0 Real Madrid (ESP) – Champions League
22h00 Fluminense 2×1 Palmeiras – Copa do Brasil
22h00 São Paulo 1×3 Santos – Copa do Brasil
22h00 River Plate (ARG) 3×1 Chapecoense (BRA) – Sulamericana
23h00 Atlético-PR (BRA) 1×0 Sportivo Luqueno (PAR) – Sulamericana

Sábado, 24 de Outubro de 2015
17h30 Naútico 1×4 Botafogo – Série B
17h30 Sampaio Correa 2×0 Paysandu – Série B

Domingo, 25 de Outubro de 2015
12h00 Manchester United 0x0 Manchester City – Inglesão
12h30 Al Wahda (Valdivia) 1×3 Al Ahli (Everton Ribeiro) – Emiradão
15h00 Fiorentina 1×2 Roma – Italianão
15h00 Benfica 0x3 Sporting – Lusão
17h00 Chapecoense 0x0 Avaí – Brasileirão
17h00 Coritiba 1×2 São Paulo – Brasileirão
17h00 Vasco 0x0 Grêmio – Brasileirão
17h00 Goiás 0x1 Cruzeiro – Brasileirão