Porque não te calas Dunga?

f1e973_826053145b214b4eab62e9ddfed59a1b

Assim como o Rei da Espanha solicitou a Hugo Chavez, seria de bom grado solicitar isso a Dunga.

O nosso anão mais querido, parece não conseguir se conter na cadeira, ficar um pouco em silêncio, estudar mais ou qualquer outra coisa que o transforme em um treinador.

Provavelmente após ver a lista dos candidatos a Bola de Ouro, ele dispara “Não temos jogadores de ponta, que decidem!”.

Joga toda a safra de jogadores atuais no lixo, terá que olhar na cara de todos os atletas que irá convocar e conviver com o olhar de quem diminuiu os talentos ali existentes.

E a pergunta que fica é, o Brasil realmente não tem jogadores que decidam?

Neymar, acho até chover no molhado, portanto pulo ele. Vou comentar outros, mesmo que não queira um ou outro entre os convocados.

Coutinho, tem decidido muito pelo Liverpool, muito. Oscar e William são peças fundamentais no Chelsea.
Douglas Costa surge como uma peça incrível no Bayern, decidindo com assistências e/ou gols nesse início avassalador do gigante alemão, ninguém sente falta de Robben ou Ribery. Hulk vai sendo o protagonista do modesto Zenit.

Fora isso, se olharmos para a atual campeã, não é um time que se caracteriza por ter um jogador que decida. Mesmo Muller não é o cara, é um ótimo jogador dentro do elenco.

Dunga precisa entender que para alguém decidir, aparecer, um esquema definido precisa ser feito, coletividade precisa ser dada ao time, usar as melhores peças, aproveitar alguns entrosamentos já existentes. Gostar de futebol, gostar de vitória é outra coisa. Gostar dos dois é ótimo.

Dunga, o Brasil ainda não tem jogador para decidir, porque ainda precisa de técnico.

Anúncios

Os dilemas de Dunguinha!!

dunga

Os dilemas de Dunga!

Ontem a seleção venceu a Venezuela, não decepcionou, mas também não encantou. Aproveitou as falhas individuais da seleção Vinotinto e garantiu uma boa vitória por 3×1.

Contudo, Dunga mostrou que sua teimosia segue afiada, apenas disfarçada. Após a derrota para o Chile, uma chuva de críticas para o time, como se fosse um crime perder para o melhor conjunto sulamericano. Nem disse melhor elenco, tampouco melhor time. Mas hoje, na América do Sul, é o atual campeão da Copa América que apresenta o futebol mais vistoso.

Porém a intolerância com Dunga é tanta que qualquer deslize gera um caminhão de críticas, na derrota por exemplo, o alvo foi o meio de campo, lógico que sobrou um pouco de bala para todos os cantos, mas o meio foi alvejado. Desde a atuação presa dos volantes, como a fraca atuação de Oscar.

Eis então que Dunga resolve ceder um pouco e aceitar as críticas e mudar para o jogo de ontem. 4 mudanças, uma forçada em virtude da lesão de David Luiz, mas as outras três para melhorar o time, e qual foi o único setor sem alteração? Sim, o meio de campo.

Luis Gustavo, Elias, William, Oscar e Douglas Costa seguiram no time. Ou seja, Dunga fingiu que escutou, fingiu que agradou, mas não cedeu de verdade, insistiu que estava certo. E provou quase tudo. Os volantes foram bem, apareceram no ataque, Luis foi importante no primeiro gol.

William foi o melhor do Brasil, tanto lá no Chile, quanto ontem no Castelão. E Douglas Costa ainda não consegue mostrar a fase espetacular que vive no Bayern com a amarelinha. Contudo, Oscar novamente foi abaixo. Eu particularmente não gosto de Oscar, mas entendo sua convocação, contudo, Oscar está mal, rendendo pouco, enquanto Lucas Lima vai voando. Ainda que esteja se adaptando ao grupo, ontem já jogou mais solto. Está melhor que Oscar.

Dunga tem um mês para pensar se banca Oscar em um clássico contra a Argentina? Se Daniel Alves que é quarta opção dele de convocação, sempre que é convocado vira titular? Ricardo Oliveira e Kaká foram apenas tampões?

E para nós fica a questão quando que Dunga será um treinador realmente ao invés de apenas um cara com ótima história na seleção e motivador?

Esses são os dilemas de Dunguinha!

Nossa seleção parada no tempo…

dunga1990

Confesso que em algum momento nesse blog, já elogiei Dunga. Sei lá, acho que era respeito pela história como jogador, como alguém que foi crucificado e tratado como exemplo de uma geração perdedora, deu a volta por cima e se tornou o vencedor que é.

Contudo, acho que ele ficou tão obcecado pela vitória e só por ela que não enxerga o que as vezes é necessário fazer para atingi-la. Dunga só quer a vitória a qualquer custo e não sabe lidar com a derrota.

Mas do que isso, o que estão fazendo com Dunga é sacanagem. Ele não é treinador, caiu lá de para quedas, como se a sua história grandiosa fosse suficiente para arrumar a seleção. Como se futebol ainda fosse, escolher os melhores, fechar o grupo, controlar o vestiário e ir para o jogo.

Treino e tática é para os outros, o Brasil não precisa disso. Esse mantra ecoa nas paredes sombrias da CBF.

O Brasil hoje é um time comum, uma seleção com ótimos nomes, mas que ainda não dá liga. Sim, já disse isso e repito. Nossa geração é ótima comparada aos concorrentes. Pense em Coutinho, William, Lucas Moura, Neymar e Leo Baptistao dando liga, ou qualquer outro centroavante, ou mesmo sem centroavante, com meias e pontas, entrando e saindo da área, inclua então Oscar nessa lista. Ainda tem Douglas Costa, Rafinha, Lucas Lima, Everton Ribeiro.

Mão de obra fraca, né. O Brasil ainda produz muito talento. Mas parou de produzir que organiza isso. Aposto que Dunga não dura muito, na verdade, espero que Dunga não fique muito a frente da seleção.

Não tenho medo de classificação, o Brasil vai para Copa de qualquer jeito, meu medo é pelo tempo perdido, pelo tempo parado em 1994.

Dunguinha segue convocando!

image

E saiu mais uma lista do Dunguinha paz e amor.

Goleiros: Jefferson, Marcelo Grohe e Alisson

Zagueiros: David Luiz, Marquinhos, Miranda e Gabriel Paulista

Laterais: Daniel Alves, Filipe Luis, Danilo e Douglas Santos

Meio-campistas: Luiz Gustavo, Fernandinho, Elias, Ramires, Oscar, Roberto Firmino, Willian, Lucas Lima e Kaká

Atacantes: Neymar, Lucas, Hulk e Douglas Costa

Tinha feito uma lista no meu twitter minutos antes do que seria a minha convocação e não qual a minha expectativa do Dunga convocaria. Na minha relação tem muitos nomes diferentes, repetem apenas 11 nomes.

Contudo não sou o treinador, portanto vamos falar de mais uma listinha do Dunguinha.

No gol, confesso que já me conformei, com o tempo você percebe que goleiro e a posição de confiança, onde os critérios de momento e mais objetivos se perdem. Simplesmente, o critério é, o goleiro pega bem, eu confio nele, então convoco.

Dunguinha fechou com Jefferson, Grohe e Diego Alves, como o último está machucado ele vai tentando alguns jovens por causa das Olimpiadas.

Alisson é um ótimo nome.

Na zaga, eu sinceramente acho que David e Thiago precisam de uma geladeira, o segundo parece que ganhou, o primeiro merece, para botar a cabeça no lugar e de repente perceber que não teve fase nem momento deles na seleção. Gosto da aposta no menino do Arsenal.

Nas laterais, bons nomes, aposta do menino do Galo no grupo e aqueles que já andam sendo convocados também.

No meio, as duas novidades espero que fiquem por bom tempo. Lucas Lima, menino ótimo de bola e Kaká que tem tudo para passar experiência e ser uma referência para essa geração ainda sem identidade, que ele seja essa figura responsável por fazer a passagem de geração.

Na frente, espero que Lucas enfim chegue aos amistosos e se firme. Depois de Neymar, é nosso melhor ponteiro. Questiono a volta de Hulk, questiono ele ter sido convocado um dia. Mas, tudo bem, já disse não sou o homem do boné.

Com essas peças iria de Jefferson, Danilo, Marquinhos, Miranda e Fillipe Luis, Luiz Gustavo, Lucas, Elias, Coutinho, Neymar e Firmino. Um 4-5-1 com Elias com movimentaçã para alternar entre ficar ao lado de Luiz Gustavo na frente da zaga ou emparelhar com os outros meias.

Sobre o meu time, atualmente seria, Diego Alves (machucado, chamaria Cavalieri), Danilo, Gil, Miranda, Marcelo, Luiz Gustavo, Lucas, Lucas Lima, Coutinho, Neymar e Fred.

Me julguem! E julguem o Dunga também!

Dunguinha convoca primeira lista 2015!

image

Saiu mais uma convocação do nosso anão mais querido.

Dunguinha convocou 23 atletas para os amistosos contra Chile e França. Foram eles:

Goleiros – Jefferson, Marcelo Grohe e Diego Alves

Laterais – Danilo, Fabinho, Marcelo e Filipe Luis

Zagueiros – Marquinhos, T.Silva, Miranda e David Luiz

Volantes – Luiz Gustavo, Fernandinho, Elias e Souza

Meias – Oscar, William, Coutinho, Douglas Costa e Firmino

Atacantes – Neymar, Tardelli e Robinho

Novidade para mim é a confirmação que Robinho é o homem de confiança de Dunga. Particularmente, não convocaria, mas entendo seu papel de veterano e com duas copas no currículo e principalmente ser uma referência do craque da seleção.

Do restante do elenco, espero que Diego Alves conquiste a confiança da comissão técnica, pois é na minha opinião, o melhor goleiro brasileiro a anos.

Espero que Dunga pense em uma seleção que aproveite Elias na posição atual no Corinthians, algo similar a Ramires no Chelsea.

Que Coutinho jogue uma partida inteira, pois é o melhor meia da atualidade.

Serão dois confrontos interessantes para o Brasil. Encarar novamente o time de Sampaoli e enfrentar o ótimo time francês, servirão como um tremendo laboratório.

É esperar para ver.

Pitacos: Turquia 0x4 Brasil

William 121114

Quem assistiu ao amistoso entre Turquia 0x4 Brasil?

Confesso que não tinha a menor ideia de qual Turquia enfrentaríamos, e digo que a Turquia de 2002 também poderia aplicar os mesmos 4×0 sobre essa Turquia. O time é fraco, parece sem cancha e tampouco é surpreendente sua pífia campanha no qualificatório da Eurocopa.

Contudo, tirando os deméritos dessa seleção de Arda Turan, existiram pontos positivos na nossa seleção canarinha.

William, foi o melhor deles para mim. Antes mesmo do jogo, ele reforçava que os amistosos estavam dando sequência para que ele pudesse ir mostrando seu futebol pela nossa seleção. E hoje foi o melhor em campo. Aliás, talvez aqui esteja o único ganho da seleção de Dunga em relação a Felipão, a linha de 3 no 4-2-3-1, tem liberdade para mudar de posição.

William ora na direita, ora na esquerda, ora centralizado. O mesmo para Oscar e Neymar.

Sobre Neymar não tem muito o que dizer. O menino é craque, tem tudo para ser o maior artilheiro da amarelinha. E tem tudo para fazer isso jovem, a seleção joga muito mais vezes ao ano atualmente. Não tenho esse dado e também não achei, mas Neymar irá atingir 100 jogos pela seleção muito jovem, o que o credencia para ser o maior goleador.

Além disso, todo o seu talento, que ajudou a seleção a se sentir em casa. Após o 2×0 e a apatia turca, Neymar conseguiu virar a torcida local. Os turcos passaram a apoiar a seleção e principalmente o espetáculo Neymar.

A linha de defesa foi pouco exigida, mas acabou perdendo muitas bolas na jogada aérea. Fica o ponto de atenção. Além disso, apesar de concordar com a convocação, a cada jogo, fico com a sensação que todo o lance de Filipe “Hewitt” Luis é falta para o rival.

Aliás, mais uma vez, a seleção bateu mais do que apanhou. Característica mantida da era Felipão.

Do meio para frente, gostei de Luiz Adriano, mesmo com poucas oportunidades, gostei da movimentação. Gostei também das entradas de Coutinho, Douglas Costa e Fred. O último inclusive me surpreendeu com seu posicionamento na volância.

Não foi um grande adversário, mas a seleção se impôs e tornou fácil o confronto. Dunga está sendo sábio, está continuando o trabalho de Felipão e aperfeiçoando questões importantes.

Ainda é pouco, mas o caminho apenas começou.

Só achei que faltou Yaya Talisca.