Agora faltam 6 jogos para alguém levar o caneco!!

Palmeiras 301009

Completando a 32ª rodada, três jogos aconteceram e serviram principalmente para despertar o líder do campeonato, e mostrar como Fred fazia falta no Flu. Vamos as análises:

Palmeiras(1º) 4 x 0 Goiás(7º): O time palmeirense voltou a jogar bem, na verdade o time soube fazer o fator mando de campo pesar, a torcida criou um verdadeiro caldeirão, o time pressionou o tempo inteiro, mas os gols só vieram no segundo tempo, Obina guardou três mas não coloco o talismã como o melhor jogador, o paraguaio Ortigoza fez um partidaço pela equipe palmeirense, na minha opinião ele fica como o melhor em campo. Do lado goiano, acho que Hélio dos Anjos foi quem fez a besteira nessa partida, na minha opinião se acertou ao escalar um time mais defensivo, errou ao colocar um time acéfalo e sem Felipe, Fernandão deveria fazer o meio, o time desarmava, mas não tinha para quem tocar. Em resumo, o Palmeiras acordou na hora certa, vai motivado para o clássico e se vencê-lo, na minha opinião, Muricy fez questão de brincar com a cara de todo mundo, pois deixou todos chegarem para voltar a vencer.

Fluminense(19º) 2 x 1 Atletico-MG(3º): É impressionante às vezes como uma peça pode fazer toda a diferença, Fred voltou com tudo, comandou as ações do tricolor e junto com Conca podem salvar o Flu, do lado do Galo, o time mineiro fez uma excelente partida, mas enfrentou um Fluminense que melhorou muito. O Galo não pode baixar a guarda por causa da derrota, ainda é para mim o principal candidato ao título.

Sport(19º) 1 x 1 Coritiba(15º): O jogo foi bom e muito movimentado, mesmo com o apagão inicial o jogo manteve a alta velocidade, mas o time pernambucano não soube concluir em gol, resultado um empate péssimo para o Sport e um bom resultado para o Coxa, estou começando a achar que time que estava tranquilo na parte intermediária da tabela, corre sérios riscos de cair.

Bom, bom não tá, mas tá bommm!!

Ontem, Atlético MG e Palmeiras se enfrentaram pelo fechamento da 18ª rodada e empataram em 1×1.

fonte: globoesporte.com

fonte: globoesporte.com

O jogo foi muito disputado, os dois times pareciam lutar pela bola como se fosse o último jogo do ano, porém com pouca técnica, beirando o nada.

Logo no começo do jogo, o gol atleticano foi o resumo da partida, uma bola dividida e espirrada no meio de campo, caiu no pé do Marcão que se atrapalhou com o fato da bola ser redonda, Eder Luis pegou a bola e arriscou um belo chute que o querido Marcos engoliu um frangaço.

Daí para frente o jogo foi o festival de bicão para o alto e briga pela bola, muita briga.

As únicas ilhas de habilidade no dia, eram Diego Souza pelo Palmeiras e Junior pelo Galo. Aliás o primeiro está jogando muita bola, é totalmente imprenscindível para as pretensões palmeirenses que o mesmo continue. Caso o Palmeiras conquiste o título ele terá tudo para ser o craque do campeonato. No lance do gol alviverde, ele foi genial na visão e na precisão do passe para Ortigoza.

Em resumo, pelo lado atleticano acho que faltou tranquilidade ao time para trabalhar melhor a bola e chegar ao gol, a parte defensiva do Galo é muito forte, marca muito bem e sai em velocidade, mas às vezes falta um capricho no último passe. Do lado palmeirense, eu insisto o time é totalmente dependente da genialidade de Diego Souza, caso ele não permaneça, é como se meio time fosse embora, se continuar o Palmeiras segue firme na disputa.

No fim das contas, foi bom para quem o resultado?

Os habilidosos do interior paulista, ah e o resumo da rodada também.

Após quase o término deste campeonato paulista, ficou evidente uma características em vários times do interior paulista. A presença de uma meia habilidoso, o famoso “encardido”, mas sem nenhuma disciplina tática ou senso coletivo em jogo.

Dentre os meus destaques ficam Fabiano Gadelha do Marília, Branquinho do Botafogo-SP, Junior Maranhão do Mirassol, Joãozinho do Noroeste. Lembro que tinha marcado mais nomes, mas me fugiram agora na cabeça.

Fabiano Gadelha golaço contra o Corinthians.

Fabiano Gadelha golaço contra o Corinthians.

Sobre a rodada ele traz à tona, o resumo do que foi esse paulista:

Palmeiras = o líder do campeonato se resume da seguinte forma, a capacidade que Luxemburgo tem em trazer bons atacantes para seus elencos ele consegue trazer topeiras para a zaga. Os palmeirenses gritam vivas para Keirrison, Lenny, Ortigoza e Willians, os adversários se esbaldam com Jeci, Marcão, Danilo e Edmilson.

Corinthians = parece que não engrenou ainda esse ano, o time possui muito potencial, mas falta dar liga e esse ingrediente tem nome: Douglas.

São Paulo = o time do Morumbi aparece em alguns jogos do Paulista em outros manda a sua filial do Paraná, o Toledo. A cabeça do time não está nessa competição que só serve para Washington fazer seus gols e para os são-paulinos ficarem com raiva do André Lima.

Empatar com o Mirassol é em casa é não querer se classificar.

Empatar com o Mirassol é em casa é não querer se classificar.

Santos = do mesmo jeito que o São Paulo, tem dia que é Santos e tem dia que é Jabaquara.

Portuguesa = aí, lusinha, só os Mamonas explicam vocês “Já me passaram a mão na bunda e ainda não comi ninguém”

Branquinho golaço contra o São Paulo.

Branquinho golaço contra o São Paulo.

Bom, o importante é que esse Paulista está longe de ter dono certo, pois todos os times estão igualmente em fase de ajsutes ainda. Por isso é mais legal, listar os jogadores do interior que me chamaram a atenção, portanto segue minha lista da seleção dos jogadores sem  o G4 e a Lusa:

Aranha (Ponte preta)

Ivo (Guaratingueta)

Marcel (Santo André)

Gum (Ponte Preta)

Marcio Careca (Barueri)

Careca (Guaratingueta)

Patric (São Caetano)

Fabiano Gadelha (Marília)

Branquinho (Botafogo-SP)

Ze Carlos (Paulista)

Pedrão (Barueri)