Palpitando 16.07.2013

Imagem

Galera, mais uma rodada do Palpitando desse blogueiro que anda meio displicente nesse mês.

Confira a pontuação dessa rodada:
01º Andre Russo – 170 pts
02º Cadê Meu Camisa 10? – 140 pts
03º Wallace / Paloschi – 115 pts
04º Fernando Alemão – 105 pts
05º Wagner – 95 pts
06º Jaque – 70 pts
07º Rodrigo – 45 pts

Sigo com boa vantagem na liderança desse mês com 585 pontos.

Na classificação geral temos:
01º Cadê Meu Camisa 10? – 2740 pontos
02º Andre Russo – 1870 pontos
03º Jaqueline – 1790 pontos
04º Thiago – 1715 pontos
05º Wagner – 1505 pontos
06º Rodrigo – 1475 pontos
07º Fernando Alemão – 1310 pontos
08º Wallace – 865 pontos
09º Paloschi – 165 pontos
10º Jonathan – 105 pontos
11º Fabiano – 100 pontos

Seguem os jogos a serem palpitados:
Quarta, 17 de Julho de 2013
19h30 Paysandu-PA x Atlético-PR – Copa do Brasil
19h30 Atlético-GO x Cruzeiro – Copa do Brasil
21h50 América-MG x Internacional – Copa do Brasil
21h50 Olimpia-PAR x Atlético-MG – Libertadores
21h50 Corinthians x São Paulo – Recopa Sul-Americana

Sábado, 20 de Julho de 2013
06h30 A-League All-Stars x Manchester United – Amistosos
16h20 Figueirense x Palmeiras – Série B
16h20 Chapecoense x América-MG – Série B
18h30 São Paulo x Cruzeiro – Brasileirão
18h30 Criciúma x Grêmio – Brasileirão

Domingo, 21 de Julho de 2013
16h00 Vitória x Bahia – Brasileirão
16h00 Internacional x Flamengo – Brasileirão
16h00 Atlético-PR x Corinthians – Brasileirão
16h00 Santos x Coritiba – Brasileirão
18h30 Fluminense x Vasco – Brasileirão

Palpitando 28.05.2013

Imagem

Além do início do Brasileirão e das quartas da Libertadores, sábado teremos a final da Champions League em um clássico alemão que promete estremecer o Wembley.

Confira a pontuação dessa rodada:
01º Fernando Alemão – 145 pts
02º Cadê Meu Camisa 10? – 140 pts
03º Andre Russo – 105 pts
04º Thiago – 70 pts
05º Rodrigo – 60 pts
06º Jaqueline – 50 pts

E assim como em Janeiro, venço o mês de Maio por apenas cinco pontos de diferente. Terminei com 465 pontos e com Fernando Alemão colado com 460 pontos. Que venha o mês de Junho!

Na classificação geral temos:
01º Cadê Meu Camisa 10? – 2155 pontos
02º Andre Russo – 1520 pontos
03º Thiago – 1480 pontos
04º Jaqueline – 1450 pontos
05º Wagner – 1140 pontos
06º Rodrigo – 1125 pontos
07º Fernando Alemão – 915 pontos
08º Wallace – 390 pontos
09º Jonathan – 105 pontos
10º Fabiano – 100 pontos
11º Paloschi – 50 pontos

Seguem os jogos a serem palpitados:
Quarta, 29 de Maio de 2013
15h00 Atlético-PR x Cruzeiro – Brasileirão
19h30 Newells Old B. x Boca Juniors – Libertadores
19h30 Botafogo x Santos – Brasileirão
21h00 Flamengo x Ponte Preta
22h00 Olimpia-PAR x Fluminense – Libertadores

Quinta, 30 de Maio de 2013
22h00 Atlético-MG x Tijuana – Libertadores

Sábado, 01 de Junho de 2013
15h00 Bayern de Munique x Stuttgart – Final Copa da Alemanha
16h00 Penapolense x Juventude – Série D
16h20 Palmeiras x América-MG – Série B
16h20 Atlético-PR x Flamengo – Brasileirão
16h20 Santos x Grêmio – Brasileirão
18h30 Vitória x Vasco – Brasileirão

Domingo, 02 de Junho de 2013
16h00 Brasil x Inglaterra – Amistosos
18h15 Boca Juniors x Velez Sarsfield – Argentino
18h30 Atlético-MG x São Paulo – Brasileirão

Palpitando 21.05.2013

Imagem

Além do início do Brasileirão e das quartas da Libertadores, sábado teremos a final da Champions League em um clássico alemão que promete estremecer o Wembley.

Confira a pontuação dessa rodada:
01º Fernando Alemão – 110 pts
02º Cadê Meu Camisa 10? – 85 pts
03º Wagner – 60 pts
04º Andre Russo – 30 pts

Sigo o mês de maio na liderança com 325 pontos, mas agora com Fernando Alemão (315) muito próximo no placar.

Na classificação geral temos:
01º Cadê Meu Camisa 10? – 2015 pontos
02º Andre Russo – 1415 pontos
03º Thiago – 1410 pontos
04º Jaqueline – 1400 pontos
05º Wagner – 1140 pontos
06º Rodrigo – 1065 pontos
07º Fernando Alemão – 770 pontos
08º Wallace – 390 pontos
09º Jonathan – 105 pontos
10º Fabiano – 100 pontos
11º Paloschi – 50 pontos

Seguem os jogos a serem palpitados:
Quarta, 22 de Maio de 2013
19h15 Londrina x São Paulo – Amistosos
19h45 Real Atlético (PER) x Indenpendiente Santa Fé (COL) – Libertadores
22h00 Fluminense x Olimpia (PAR) – Libertadores

Quinta, 23 de Maio de 2013
21h30 Tijuana (MEX) x Atlético-MG – Libertadores
21h30 Boca Juniors (ARG) x Newells Old Boys (ARG) – Libertadores

Sábado, 25 de Maio de 2013
13h00 Roma x Napoli – Final Copa Itália
16h00 Borussia Dortmund (ALE) x Bayern Munchen (ALE) – Final Champions League
16h00 Palmeiras x Atletico-GO – Série B
16h00 Joinville x Bragantino – Série B
18h30 Vasco x Portuguesa – Brasileirão
21h00 Corinthians x Botafogo – Brasileirão

Domingo, 19 de Maio de 2013
16h00 Criciúma x Bahia – Brasileirão
16h00 Ponte Preta x São Paulo – Brasileirão
16h00 Santos x Flamengo – Brasileirão
18h30 Coritiba x Atlético-MG – Brasileirão

Liberta começa a ter graça…

taça-libertadores

Enfim a Libertadores encerrou sua fase de grupo. Acabou aquela pasmaceira e melhor ainda, devido algumas escorregadas no final, alguns confrontos ficaram sensacionais. Vou escrever na ordem do chaveamento. Como exemplo, o vencedor de SP x Galo pega o vencedor de Palmeiras e Tijuana. Confiram!!

Atlético-MG x São Paulo: Um duelo que promete muito, principalmente pelo o que aconteceu no Morumbi. O Galo teve chances de colocar a pá de cal no tricolor, mas não conseguiu, agora terá uma parada indigesta pela próxima fase. O Galo ainda é favorito, mas precisará superar o ímpeto do time paulista e fama de amarelão de seu treinador. Tardelli e Bernard voltam no time mineiro, assim como Luis Fabiano e Jadson no time paulista. Na minha opinião, as chances são 55% para o Galo e 45% para o SP.

Palmeiras x Tijuana (MEX): Outro ótimo confronto! O aguerrido time paulista enfrenta o chato time mexicano, com uma característica em comum, ambos são excelentes dentro de casa e péssimos fora dela. Como o primeiro jogo é no sintético do México, acredito que o Palmeiras pode segurar a partida e trazer para dentro do Pacaembu e contar com sua torcida fanática, Confronto difícil. As chances para mim são: 55% para o Tijuana e 45% para o Palmeiras.

Corinthians x Boca Juniors (ARG): Eis que a Libertadores resolveu colocar os finalistas novamente frente a frente. Se na final, o Corinthians sobrou agora não será diferente. Se o time souber escapar da catimba argentina e apenas jogar bola, ficará com a vaga tranquilamente. Para o Boca resta a tradição e fazer um ótimo resultado na Bombonera e segurar dentro do Pacaembu. Para mim, as chances são: Corinthians 70%, Boca 30%.

Velez Sarsfield (ARG) x Newells Old Boys (ARG): Um ótimo clássico argentino! O Newells reencontrou a Libertadores e vem fazendo uma boa campanha. Já o Velez é na minha opinião, novamente o único time capaz de tirar o título dos times brasileiros. O time possui conjunto e atua junto a algum tempo já. Apesar de todas as circunstâncias acerca de um clássico. o Veléz é muito favorito. Veléz tem 70% de chances contra apenas 30% do Newells.

Independiente Santa Fé (COL) x Grêmio: Depois de toda a pancadaria em Huachipato que para variar não irá punir ninguém, aliás, apenas Luis Fabiano e a torcida corintiana foram punidas de forma severa até agora. As palhaçadas dos demais times fora do Brasil, a Conmebol passa a mão. Sobre o jogo o time gaúcho, ainda sofre como a falta de entrosamento, o time foi montado em cima da hora. Contudo, é um time forte que vem aos trancos e barrancos se classificando. O time colombiano resgatou a velha escola deles, o time joga para cima e não tem nenhuma pretensão de marcar. Por isso, aposto 40% para o Santa Fé e 60% para o Grêmio.

Nacional (URU) x Real Garcliaso (PER): O time peruano vive um conto de fadas. Fundado em 2009, o time já consegue sua primeira oitavas com menos de cinco anos de vida. Era o adversário que todos queriam. Já o Nacional aliou sua tradição com alguns talentos individuais. Recoba apesar de seus 37 anos ainda esbanja talento na criação e Loco Abreu é Loco Abreu. O time uruguaio é o único favorito sem sombra, não tenho dúvida que passará tranquilo pelo time peruano. As chances são de 90% para o Nacional e 10% para o Real.

Olimpia (PAR) x Tigre (ARG): Para mim, esse confronto é a prova de que as vezes, alguns times passam sem querer. O Tigre é muito fraco, mas achou um resultado formidável contra o Libertad na última rodada. Contudo, o estilo catimbeiro (muitas vezes violento) do time argentino pode dificultar as coisas para um time paraguaio que gosta de jogar bola. Porém, acredito que no máximo dificulta, longe de querer seguir adiante. As chances são 70% para o Olimpia e 30% para o Tigre.

Fluminense x Emelec (EQU): Para fechar o confronto do time brasileiro mais chato contra um perigoso time equatoriano. O Fluminense tem a teoria de que 1×0 é ótimo, para que gastar gol a toa. O time equatoriano é chato e quase complicou a vida do Corinthians na Libertadores do ano passado. Esse ano, acredito em dois resultados iguais, 1×0 para o Fluminense tanto na ida como na volta. As chances são 70% para o Flu e 30% para o Emelec.

E vocês, o que acharam do confrontos?

O outro lado da história.

Hector de la Cruz é um equatorianozinho de apenas 8 anos, nascido em Guayaquil. Seu pai, Tenorio, sempre trabalhou na Empresa Elétrica do Equador e por isso carrega a paixão pelo time que carrega o nome da empresa. O Emelec.

Tenorio passou todo esse amor pelo clube para o filho, Hector convive então com a paixão por um clube que durante sua ainda curta vida não viu o time levantar uma taça sequer.

Hector, já não agüentava mais as brincadeiras e gozações dos amigos no colégio, mas mesmo assim lá ia ele sentar junto com seu pai nessa quinta-feira para acompanhar o jogo contra o Olimpia do Paraguai.

No jornal de manhã, todos os “comentaristas” davam como certo a eliminação do time equatoriano, entitulando o time como “Time de Pijamas”, tamanha era a sonolência do time.

Mesmo assim, lá estava Hector e seu pai, assistindo na TV o jogo de seu time. Como o resultado do jogo iria decidir diretamente quem seria o classificado, eles nem se preocuparam com o que acontecia lá no Brasil. Tinha que ver o Emelec jogar.

E o jogo começou tenso, como todo jogo de Libertadores, mas a postura do Emelec era diferente, o time parecia contagiado pelas boas atuações contra o Flamengo e jogava bem contra o time paraguaio.

O jogo seguia aberto, com os dois times criando chances e desperdiçando-as sem a menor piedade do coração de seus torcedores.

Mas quase no final do primeiro tempo, veio o golpe. Em boa trama do time paraguaio a conclusão do atacante defendida pelo goleiro, encontrou Castorino livre para empurrar a bola para o fundo das redes e encerrar o primeiro tempo com 1×0 no placar para o Olimpia.

Nessa hora Tenorio olhou desolado para Hector. Ele queria que o filho tivesse orgulho do Emelec, mas parece que a bola trata de mostrar que por mais que o time se esforçasse está condenado a ser coadjuvante no futebol. Tenorio sabia que seu filho iria continuar torcendo pelo Emelec, mas que seria triste a sexta-feira 13.

E voltava o segundo tempo e dinâmica do jogo continuava o mesmo, e o Emelec cansava de perder gols, o menino Hector já estava desolado, quando Mondaini conseguiu empatar a partida e acender a esperança do jovem menino, seu pai voltou a se sentir orgulhoso do seu Emelec.

Faltava ainda um gol, mas Hector sentia uma boa vibração, parece que dessa vez o Emelec seria tão grande quanto o pai falava. O jogo seguia com o Emelec jogando melhor, enquanto o time paraguaio parecia desconcertado ao ver o time equatoriano jogando daquela forma.

E então aos 43 minutos do segundo tempo, Mena que havia entrado no decorrer do jogo manda para o fundo das redes e faz explodir a casa de Tenorio, Hector chorava copiosamente, feliz, emocionado por ver o seu Emelec se classificando para a Libertadores.

Hector, não sabia mais o que fazer, ele ajoelhava, levantava, gritava na janela, pulava, abraçava o pai e não se continha no choro. Toda essa euforia durou cerca de três minutos, e o inesperado aconteceu, em um lance despretensioso, o Olimpia conseguiu encontrar um gol de empate.

Toda a emoção que tomava Hector virou estarrecimento, o menino que pulava de felicidade, caiu no sofá, sem chão, sem entender porque Deus fazia aquilo com ele. Um filme passou na cabeça de Hector com todas as decepções que tinha presenciado do seu clube do coração, e chegava a conclusão de que o time dele era um time de pijamas mesmo, toda essa decepção e esse filme duraram cerca de 60 segundos na cabeça do menino.

Foi quando afundado no sofá sem prestar atenção na TV, ele viu seu pai pular de felicidade e gritar gol como nunca tinha visto, o Emelec marcava o terceiro gol aos 47 do segundo tempo e vencia a partida por 3×2 e se classificava para a próxima fase da Libertadores.

Na cabeça de Hector tudo estava muito confuso, os últimos cinco minutos tinham sido muito intenso e uma mistura de várias sensações percorriam seu corpo. Ele foi da euforia a da depressão em minutos e perplexidade no final, ele ficou afundado no sofá por cerca de 30 minutos, viu o gol salvador várias e várias vezes, ouviu os noticiários comentarem.

Mas mesmo assim, ele ainda não entende o que aconteceu direito. E isso porque ele nem viu o que aconteceu aqui no Brasil.

Parabéns Hector você agora vai entender porque o futebol fascina, mesmo sem entender o que aconteceu durante os últimos cinco minutos da partida entre Emelec e Olimpia.

Pitacos: Os jogos que não foram para a nossa alegria…

Ontem o dia começou com o jogo entre Barcelona e Milan e terminou com Olimpia e Flamengo, passando pelos jogos de Corinthians e Palmeiras.

Eu acho que a transmissão na Tv aberta do clássico europeu afetou o rumo da partida, pois o jogo ficou abaixo do esperado, principalmente porque o Milan foi muito eficaz em não deixar o Barcelona jogar.

Não me venham com aquela história que foi o Barça que esteve em tarde infeliz! Vamos respeitar a atuação rossonera. O Milan conseguiu a duras penas segurar a máquina Barcelona.

Vai agüentar no Camp Nou? Duvido. Já faltou pernas para o time no final do jogo, na Catalunha, acho impossível o time ter êxito nos 90 minutos novamente. A chance do Milan é ser perfeito nas chances que tiver.

Mas agora vou falar uma coisa para vocês, o time que terminou jogando pelo Milan tem no máximo três jogadores que seriam titulares nos grandes clubes brasileiros.

Depois foi a vez de acompanhar quase que simultaneamente a pasmaceira dos nossos estaduais e o Flamengo na Libertadores. Logicamente que o jogo do Flamengo me atraia mais.

Primeiro por constatar que Ronaldinho sempre foi e sempre será coadjuvante, nunca teve atuação de destaque quando a responsabilidade do time era somente dele, para não ser tão chato, apenas naquele famoso jogo em Madri que ele saiu aplaudido que ele assumiu mesmo a bronca.

Ronaldinho só jogou bola quando Botinelli entrou para dividir a criação do time. Em compensação Love está carregando o time nas costas, tem jogado muito, sem exagero nenhum, ele merece uma chance na seleção.

Outro caso curioso é Willians, de volante marcador que todo mundo queria na frente da zaga, passou a jogador pesado de pegada fraca, completamente tosco. No final, o Flamengo perdeu por 3×2 para o Olimpia e terá enormes dificuldades de passar da primeira fase. Depende somente dele, o que torna “mais difícil” as coisas.

Nos animadíssimos estaduais, os confrontos de Palmeiras e Corinthians terminaram com a vitória de 1×0. Tradicional para o time corintiano, curiosa pelo lado palmeirense, já que o gol não teve participação nem de Marcos Assunção, nem de Barcos, foi jogada individual de João Vitor.

No fim, vários jogos, mas nenhum empolgante, vamos ver se o fim de semana guarda algum jogo mais divertido.