Rapidinhas do Camisa 10 – 23.04.2014

Rapidinhas 23042014

Vai ter Copa com jeitinho… O maldito jeitinho brasileiro está sendo exemplificado para o mundo através do Itaquerão! A Fifa já desistiu de anunciar alguma data para a inauguração do estádio, já aprendeu como se faz aqui, entregeu nas mãos de Deus (acreditando na brasilidade dele) e que no final tudo vai dar certo. Vai ter Copa sim!

Pelo menos, tivemos lesões! O jogo entre Chelsea e Atletico de Madrid foi truncado, dois times que são experts em contra-ataques ficaram enroscados na intermediária ofensiva do colchoneros, mas pouco criaram. Pelo menos, as lesões sofridas pelos jogadores do Chelsea permitiram a todos nós apreciarmos os atributos médicos de Eva Carneiro. Com certeza, a melhor em campo!

Ganso de bico para cima… Paulo Henrique Ganso jogou a modéstia de lado e voltou a falar. Em coletiva após treino do São Paulo, o meia disse que considera não vê ninguém acima da média como ele. Disse ainda, que entende as cobranças feitas, já que ele sabe que poderia ter rendido muito mais do que rendeu nas últimas temporadas. Apesar de todo esse talento, o meia cravou que não tem mais esperança de Copa esse ano. Mas 2018, tá logo aí!

Do vinho para a água… O Palmeiras está longe de ter um grande elenco, mas conseguiu montar um time bom e competitivo para esse Brasileirão, contudo, o time precisará fazer as contas certinhas para conseguir encaixar no orçamento a permanência de Wesley e Kardec, caso contrário o time passará a candidato a parte debaixo da tabela imediatamente.

Coragem ou covardia? O que você faria se com menos de 30 minutos de jogo, você já tivesse dado um gol para o adversário e feito um contra? Bom, Paulão do Bétis, não teve dúvida, vendo que sua atuação estava desastrosa deu um sinal para o treinador e pediu sua troca. Muitos o chamaram de covarde, eu considerei corajoso admitir que estava em um dia péssimo.

Pagando para jogar por aí! O Corinthians tem tentado diminuir os gastos de sua folha de pagamento emprestando jogadores com altos salários, contudo, em virtude disso, o time gasta quase um milhão em salários para jogadores que não jogam pelo clube. Só Pato, Sheik e Douglas somados custam ao Timão mais de 800 mil reais.

Elenco de 20 jogadores, sim… Em compensação, o Cruzeiro mostra como é possível montar um elenco fortíssimo para o nosso calendário insando. O time que enfrentou o Bahia na estréia do Brasileirão, pode ser considerado o time B da Raposa atualmente. O time tinha Tinga, Nilton, Borges, William Bigode e a promessa Marlone no time.

Quem entra? EU! Seguindo os passos do Baixinho Romário, Ryan Giggs irá ser treinador-jogador no Manchester United. Após a fracassada empreitada de Moyes, o jogador símbolo da geração Fergunson assume o clube provisoriamente até o final da temporada. Acho sempre curioso, pensar que duramente o jogo, o técnico pode decidir simplesmente que ele entrará em campo!

Maracanazzo liberado… Do ex-jogador Raí, ao jornal alemão ‘Suddeutsche Zeitung’: “O futebol ainda é a grande paixão do meu país, mas já não se dá a ele a excessiva importância de tempos atrás. Hoje, no Brasil, há outras coisas muito mais relevantes que o futebol. Por isso, se a seleção não ganhar a Copa, não será nenhuma tragédia.” Ufaaaaa….

Dúvida da semana… Renato Augusto, falha na revisão ou na fabricação?

Metade já se foi e uma seleção curiosa…

post090913

Galera do blog, o primeiro turno do Brasileirão acabou. Ainda falta um jogo ou outro pendente que foram adiados, mas que pouco mudará no cenário da tabela. Cruzeiro, Botafogo e Grêmio avançam como os principais candidatos ao título. Estou torcendo pelo Botafogo, muito mais pelo carisma de Seedorf e pelas aparições de Hyuri, Vitinho e Elias. Já que o Cruzeiro mostra o melhor futebol neste campeonato.

Inter e Corinthians até podem assombrar os três de cima, mas precisariam engatar uma sequência logo, coisa que não aconteceu até agora, são dois ótimos times, mas que até agora oscilam muito e não convencem.

Na parte debaixo, o São Paulo já precisa começar a fazer as contas para os benditos 45 pontos. O time que fez apenas 18 no primeiro turno, precisa achar 27 pontos nesse returno. Sim, já é a hora desse time fazer essa conta, porque o rebaixamento está próximo. Naútico já está na B, Ponte, Lusa, Bahia, Vitoria, Criciuma e São Paulo “disputam” as três vagas restantes.

Uma coisa é fato nessa edição do Brasileirão. A qualidade dos times cairam muito, se antes existiam mais times fortes e combativos, hoje a diferença de Cruzeiro, Atlético-MG, Botafogo, Corinthians, Inter e Grêmio para os demais é assombrosa. Apesar de assistir um Seedorf, Alex ou Zé Roberto em campo, vemos que a safra está bem rala no nosso futebol.

Aproveitando que estamos falando de safra, vou montar a minha seleção desse primeiro turno.

Vamos no tradicional 4-4-2, dois volantes, dois meias, um atacante e um centroavante. Veja como ficou:

Goleiro: Vanderlei (Coritiba). O goleirão do Coxa vem fazendo mais um grande campeonato, quando Alex não resolve lá na frente, ele tem conseguido segurar a barra lá atrás, ótimo goleiro, meu tricolor podia ficar de olho nele após a aposentadoria do Ceni. Outro que merece menção honrosa é Lauro da Portuguesa que vem fazendo grandes defesas ao longo do campeonato.

Laterais: Victor Ferraz (Coritiba) e Alex Telles (Grêmio). Nas laterais, duas gratas surpresas, uma já tinha feito um bom campeonato no ano passado pelo próprio Coxa. Victor sempre substituia bem o lateral Ayrton que viveu grande fase no Brasileirão do ano passado. Já Alex do Grêmio tem feito sucessivas partidas consistentes e ainda aparecem muito bem na bola parada. Duas ótimas forças para seus times. Pela direita, destaco ainda Léo do Atlético-PR.

Zagueiros: Gil (Corinthians) e Dória (Botafogo). Uma dupla de zaga firme. Gil se tornou um monstro e peça fundamental para essa muralha alvinegra que tomou apenas 8 gols nesse primeiro turno. E Dória assumiu como um veterano a defesa do Botafogo dando muita tranquilidade para o time, lembrando que o “veterano” tem apenas 18 anos. Outros que merecem meu destaque é Bruno Rodrigo do Cruzeiro e Edu Dracena do Santos. O primeiro é para mim, um grande mistério, pois quando atuou pelo Santos nunca esperei que pudesse render, o que está rendendo hoje no Cruzeiro e Dracena que parece ter reencontrado o bom futebol e feito ótimas partidas pelo Santos.

Volantes: Nilton (Cruzeiro) e Elias (Flamengo). Nilton é outro que parece ter sido enfeitiçado no Cruzeiro. O jogador está jogando muito bola pelo Cruzeiro, nem parecendo aquele mesmo volante desengoçado que passou por Vasco e Corinthians. Já Elias, parece perfeito no esquema de Mano Menezes. Após uma temporada fraca na Europa, o volante é a principal peça desse Flamengo em reconstrução. Além deles, um destaque para Willians do Internacional, Ralf do Corinthians e o garoto Ramiro do Grêmio. Os dois primeiros pela autêntica função de cão de guarda, o outro como uma boa promessa.

Meias: Seedorf (Botafogo) e Alex (Coritiba). O que esses vovôs estão jogando é um absurdo. Ensinando a muito moleque o que é tratar bem a bola. É impressionante como o futebol do dois é um nível acima dos demais mortais que disputam o Brasileirão. Para mim, com a saída de Vitinho, o título de melhor jogador do campeonato tem que ficar com um dos dois. Gênios da bola. Everton Ribeiro do Cruzeiro, Zé Roberto do Grêmio e o eterno Paulo Baier também poderiam ocupar bem essa cadeira, os três tem feito um campeonato acima da média. Everton pela primeira vez, Ze Roberto mais uma vez e Paulo Baier ainda.

Atacantes: Vitinho (Botafogo) e Walter (Goias). Uma dupla de ataque inusitada. Um que já foi levar seu futebol para o Leste Europeu, mas que em pouco tempo, mostrou um futebol diferenciado, para um atacante alto como ele, a velocidade e habilidade combinavam de forma assustadora para os zagueiros. O outro um centroavante nato, que mesmo exibindo uma forma de tiozão do churrasco, segue balançando as redes com facilidade única. Vale a pena comentar que Barcos (Grêmio), William (Ponte Preta), Ederson (Atlético-PR), Maxi (Vitória) e Rafael Marques (Bota) também fizeram bonito lá na frente!

E vocês o que destacam desse primeiro turno?

Pato e Ganso começam a despertar do sono profundo, enquanto Luxa e Fred estão em um trem desgovernado.

Cruzeiro vence o Vasco no Mineirão (Foto: Gil Leonardi/LANCE!Press)

Cruzeiro vence o Vasco no Mineirão (Foto: Gil Leonardi/LANCE!Press)

Galera do blog, a 17ª rodada do Brasileirão terminou e como sempre várias verdades passaram a dúvidas, e novas verdades surgiram.

O Internacional pelo jeito vai mais uma vez passar vexame. O time é disparado o melhor elenco do campeonato, mas o Dunga parece que só consegue pilhar o time, dar um padrão tático e aproveitar todo esse talento não está acontecendo. O time vive de lampejos de suas estrelas, em algumas partidas funciona e em outras esbarra em times bem plantados defensivamente. Basta dizer, que o time empatou as últimas cinco partidas e conseguiu superar o Corinthians como o time que mais empata. Mostrando que a Empatunga é mais aguda do que a Empatite.

Aliás, a sindrome corintiana foi afastada de vez no último domingo. Além da sonora goleada sobre o Flamengo, o time viu Douglas e Pato formarem uma dupla promissora para o segundo turno do Brasileirão, Tite terá que pensar bem sobre qual será o time titular daqui para frente do Corinthians. O time que entrou de vez na briga pelo título tem outro trunfo, o time está seriamente competindo com a defesa do São Paulo de 2007 para terminar como a menos vazada de uma edição do Brasileirão. Até agora foram apenas 7 gols tomados, a do tricolor em 2007 terminou o campeonato com apenas 19 gols sofridos.

Outra sindrome que parece findada é a do São Paulo. O time continua fraco e será durante todo o campeonato, porém o time já joga sem a covardia que acompanhava o time durante a fase mais tenebrosa do time. Apesar da maratona de jogos, o time tem boa oportunidade de sair da incomoda zona antes do fim do primeiro turno. Outra notícia formidável para o time é a sequência positiva de Ganso. O meia fez dois bons jogos com a camisa tricolor e parece mais solto para reencontrar o bom futebol. Além disso, a volta de lesionados e as chegadas de Antonio Carlos e Welliton tornam o elenco com mais opções, o que é ótimo para o segundo turno.

Se o São Paulo conseguir sair da zona do rebaixamento, antes do primeiro turno, o principal candidato no momento é outro tricolor, o Fluminense. O atual campeão nacional, está em uma fase terrível e a janela de transferência passou, sairam algumas peças importantes e não houve reposição. O primeiro sinal de que as vacas unimedianas gordas acabaram, fazendo a ficha cair nas Laranjeiras de que será um ano bem complicado. Para piorar, Fred sentiu uma lesão muscular e irá desfalcar o Flu nas próximas partidas. Será mais um ano angustiante para o torcedor tricolor.

Se a nuvem sobre o Fluminense está pesada e carregada, o Furacão tratou de limpar o ceú sobre a sua cabeça. Enquanto Coritiba e Vitória vão naturalmente se posicionando no meio tabela, como era esperado, o time de Vagner Mancini vem de uma sequência fulminante que colocou o time na turma do G4. O time que continua sendo comandado eternamente por Paulo Baier (o maior artilheiro dos Brasileiros de pontos corridos) tem nos atacantes Ederson e Dellatorre (emprestado pelo Inter) as suas gratas surpresas e no resurgimento de Vagner Mancini com um trabalho de destaque. Até onde vai, não dá para saber, mas o time merece muito respeito no atual momento.

Para fechar, o Cruzeiro segue com seu ataque formidável, são 38 gols em 17 jogos. O time segue firme na liderança e agora já abre 3 pontos sobre o segundo colocado. Marcelo Oliveira conseguiu montar um elenco excelente e ainda aproveita o melhor momento da carreira de Nilton e Everton Ribeiro que dão as cartas no meio de campo celeste.

E vocês, o que destacam dessa 17ª rodada?

Pênaltis estranhos, resultados normais…

960_ffbe4707-c586-3fa5-a90a-57d306f90899

Galera do blog, estou de volta. Depois de passar 10 dias na Alemanha volto para escrever no blog com a sensação de que nada mudou nas terras tupiniquins. O São Paulo continua com o time possuído pela zica, até quando faz um joguinho mais ou menos, perde um pênalti no final e não consegue voltar a vencer. Já o Corinthians consegue um pênalti bem duvidoso no final da partida e entra de vez na briga pelo topo da tabela.

Ainda acompanhei nesse fim de semana, o jogo entre Galo e Colorado. O jogo estava equilibrado até a expulsão de Fernandinho (sim, é aquele que era do São Paulo) pelo lado atleticano, a partir daí o time de Porto Alegre foi pressionando cada vez mais o time mineiro, mas a sensação era de que poderiam jogar por horas e horas que nunca sairia um gol. Os ataques do Inter paravam na trave, jogador salvando em cima da linha, Victor e tudo mais. A mandinga tinha sido bem feita ontem a noite e nada parecia que iria atravessar a meta atleticana.

Voltando ao São Paulo, o time além de toda a má fase ainda esbarra em um elenco com pouca personalidade, ou sem DNA de campeão. É um apanhado de jogadores esforçados, que correm muito, às vezes de forma errada, mas que pouco produzem para o time. Acredito que Autuori tem nos próximos dois jogos a chance de mostrar se é apenas um técnico de grife ou se é um técnico top de verdade. Terá tempo para treinar e buscar alternativas para o time. Ainda assim, acho que o São Paulo precisa urgente ir atrás de um zagueiro e um atacante. Minhas sugestões Rafael Marques do Atlético MG e Lima do Joinville.

Agora, retomando a parte de cima da tabela. Como é bom ver o time do Botafogo jogar, principalmente a dupla Seedorf e Vitinho, o holândes parece sempre disposto a criar uma situação nova na partida, é sempre algo a parte, ontem além das jogadas e da participação em quase todos os gols, ainda teve tempo para dar uma bronca exagerada no lateral Gilberto. Sidão tinha razão, mas exagerou na bronca em público. De qualquer forma, essa molecada tem muito a aprender com a passagem de Sidão pelo Botafogo, basta saber aproveitar.

Outro time que vem mostrando um futebol envolvente ofensivamente e me surpreendendo a cada rodada é o Cruzeiro. Com 31 gols, é o melhor ataque do Brasileirão. Nilton é um dos grandes destaques desse time que ainda tem em Ricardo Goulart e Vinicius Araujo duas gratas surpresas. Sobre o Nilton, eu vou dizer que ainda torço o nariz para sua atuação, ainda acho que é apenas boa fase, vamos esperar mais para mudar um pouco meu conceito sobre o jogador.

Essa semana tem Copa do Brasil no meio dela e Brasileirão só no fim de semana, o primeiro turno está quase acabando e está bem interessante esse campeonato.

 

Ela está solta pela estaduais…

Galera do blog, a Zebra andou aprontando nessa quarta-feira, fazia tempo que não via tantos jogos com resultados atípicos. Que a zebra acontecem sabemos, mas ontem em quatro jogos ela apareceu.

Ela começou fazendo arte em Araraquara, onde jogaram Rio Branco e Palmeiras, o time do interior que luta desesperadamente para sair do rebaixamento, conseguiu um bom resultado ao empatar com o Palmeiras por 2×2. Gols de Diego Souza e Ewerthon para o Palmeiras e Alex Terra e Romarinho para o Rio Branco. O resultado não ajudou em nada o Rio Branco na luta contra o rebaixamento e praticamente decretou a não classificação alviverde.

Saindo de Araraquara, a Zebra resolveu aparecer em Bragança, o Bragantino que estava ameaçado de entrar na zona do rebaixamento conseguiu frear a série invicta do tricolor, dando uma apimentada maior ao clássico de domingo. O jogo foi aberto com boas chances para os dois lados, porém o Braga aproveitou melhor uma das chances, enquanto Gilvan fez excelente defesas do lado do time do interior. Resultado final, 1×0 Bragantino, Gol de Maurício.

A Zebra conseguiu atuar em outros lugares simultaneamente, em Barueri por exemplo sua atuação foi tanta contundente que até Ronaldo foi vaiado, o alvinegro não jogou mal, mas Ronaldo perdeu chances a vontade, abusou do direito de não fazer gol e o time saiu ironicamente derrotado por um jogador do São Paulo (adversário do próximo domingo), Mazzola que foi emprestado pelo time de Jundiaí, anotou o único gol da partida. O Gol melhorou um pouco a situação do Paulista para sair do rebaixamento e fez o Corinthians começar a se preocupar com a sua vaga para a próxima fase do Paulista.

Em Porto Alegre, a zebra aprontou uma daquelas um pouco mais pesada, lá ela tratou de colocar a cabeça de Fossati totalmente a prêmio para delírio de Muricy que fica praticamente dentro do Beira-Rio neste momento. O Colorado foi goleado pelo excelente São José da capital gaúcha por 3×0, gols de Dadá, Jeférson e Guilherme. Com este resultado o time do Inter segue sem vencer a 05 partidas, algo inaceitável para um time como o Inter. É esperar os próximos capítulos.

Agora, foi em São Januário que a zebra mais ficou dando risada, Dinamite já tinha avisado para Mancini: “Futebol é resultado!”, Mancini que tinha dúvidas com relação a essa frase, teve uma ajudinha substancial do Americano que soube aproveitar as duas chances que criou com Leandro Melina e até as que não criou no gol contra de Nilton. Foi assim que o time da cruz de malta caiu por 3×2 para o Americano, aliás falando em cair, Mancini que não conseguiu o “resultado” foi demitido por Dinamite.

Santos e Grêmio tomem cuidado, ela está solta por aí…

Quinta de 10 Gols!!

Preste atenção, no jogador que aparece no canto da foto, vocês ouvirão falar muito dele!!

Galera do blog mais querido nesta quinta acompanhei três jogos pelos estaduais,Onde os tricolores paulista e carioca venceram com facilidade seus adversários além do Gigante da Colina. Ao todo foram 10 gols e atuações de gala de alguns jogadores. Vamos as análises:

São Paulo 3 x 0 Paulista: O tricolor jogando na Arena Barueri venceu com tranquilidade o time de Jundiái, com dois gols de Dagoberto e um de André Dias, o time jogou para o gasto e encostou no G4.

O são paulino que tem fama de reclamão, depois de hoje vai ter mais argumentos para mostrar que está certo, a torcida reclamou tanto de Dagoberto devido a sua expulsão na estréia que hoje o atacante voltou fez dois gols sendo o primeiro um golaço, outro aspecto interessante foi o retorno do time ao 3-5-2, na minha opinião enquanto Ricardo Gomes não escolher um lateral direito de origem de confiança não adianta insistir no 4-4-2.

Fluminense 4 x 0 Duque de Caxias: O tricolor das Laranjeiras parece ainda viver um momento mágico, o time joga por música, não digo isso pela vitória elástica, pois o Fluminense enfrentou o pífio Duque de Caxias, digo isso pela confiança estampada no rostos dos jogadores.

O time venceu com dois gols de Marquinhos, um do Maicon e outro do Fred. O time em relação ao ano passado melhorou, reforçou as laterais e trouxe algumas peças para o meio, mas o destaque ainda está na linha de frente do time Fred e Conca dispensam comentários, mas o Maicon me impressiona a cada jogo e além de tudo tem o ótimo Alan na reserva.

Vasco 3 x 0 Macaé: Tudo bem, podem dizer que o Vasco continua batendo em bêbado, mas todos os times nesta época estão batendo em bêbado e nem por isso se destacam. O Vasco voltou a jogar muito bem e o garoto Philippe Coutinho foi o nome do jogo, se acostumem com esse nome, vocês irão ouvir falar muito.

O time cruzmaltino voltou a jogar e resolveu a partida ainda no primeiro tempo, sem poder contar com Dodô (suspenso) e Carlos Alberto (lesionado), o time contou com o talento do menino Coutinho e com a grata surpresa Magno, outro bom jogador do elenco. Os gols foram marcados por Léo Gago, Rafael Coelho, Nilton e Magno.