Rapidinhas do Camisa 10 – 26.03.2014

Guedex_20140318A

Show de criatividade… Marco Polo Del Nero culpou a falta de criatividade dos clubes pela baixa audiência nos estádios. E de criatividade ele entende, já que as quartas terão os seguintes confrontos considerando a classificação geral: 01º x 06º, 02º x 08º, 03º x 04º e 05º x 13º. Extraordinário!

Nada que 12 mil dólares não resolvam.. Foi dessa forma que mais um caso de racismo foi resolvido. O Real Garcilaso sofreu essa multa e ponto final. Os macaquinhos peruanos poderão continuar indo ao estádio tranquilamente e continuar soltando suas onomatopeias a vontade! Se precisar, o clube paga!

Agora, eu entendi.. porque nosso querido Pelé disse para que parassemos com as manifestações contra a Copa. Nosso garoto-propaganda estima ganhar com suas aparições na telinha e tudo mais, algo em torno de R$ 58 milhões de reais. Praticamente, um garoto-propaganda padrão Fifa.

Mal gosto… Tentei pensar em outros “adjetivos”, mas achei melhor ficar apenas com esse. A propaganda da rádio Transamérica no programa Papo de Craque sobre o metrô é triste e completamente inadequada. O assunto foge da área de esportiva, mas como é feita por um programa que fala de futebol, achei válido trazer à tona. A propaganda em si, já é ridícula, no momento atual então se torna completamente inconcebível. Para quem se interessar, segue o link da propaganda.

Um time é composto por 11 jogadores… “Criaram essa coisa de melhor ataque do mundo e isso sempre atrapalhou. Era realmente um grande ataque, mas o resto do time era muito fraco. É só pegar o elenco e olhar. Além disso, era muita bagunça. O fracasso em campo era apenas um reflexo de tudo que acontecia do lado de fora. Todo mundo via aquela zona. Não tinha como dar certo” a frase é de autoria de Sávio, e se refere a denominação melhor ataque do mundo dada a ele, Romário e Edmundo.

Neto Berola x Bob Faria… “Chupaaaaaaa Bob merda Faria! So sabe cornetar,so pq não pago pra falar bem de mim,agora vc vai ter motivos pra poder falar mal de mim seu Ma…… do c…! Aqui é Galo e pode torcer contra!” continuando as declarações poéticas. Dessa vez, Neto Berola usou o Instagram para desabafar contra o repórter do Sportv. Bob Faria pode até ter exagerado nas críticas, mas Berola ainda precisa comer muita farinha para esculhambar o repórter desse jeito.

Será mesmo? O site Last Sticker vazou as figurinhas do tão esperado álbum da Copa. Segundo o site, quem aparecerá pela seleção brasileira serão: Júlio César, Thiago Silva, David Luiz, Daniel Alves, Marcelo, Dante, Ramires, Paulinho, Luiz Gustavo, Hernanes, Oscar, Bernard, William, Robinho, Neymar, Hulk e Fred. O fato de ter 17 é normal para um álbum que dificilmente arrisca colocar os 23, a questão é Robinho estar nessa lista! Como o próprio atacante disse em seu Twitter, Será?

Faz sentido… “A torcida do Fluminense pichou os muros da sede de Laranjeiras com a frase: ‘Time de segunda; diretoria de terceira’. Poderia ter completado: ‘Tapetão de primeira'” (de Renato Maurício Prado, no ‘Globo’)

Os melhores da terra da garoa… De acordo com o site Footstats e baseando apenas em critérios estatísticos, a seleção do Paulistão seria: Prass, Daniel Borges, Lucio, Antonio Carlos, Alvaro Pereira, Hudson, Arouca, Cicero e Geuvanio, Luis Fabiano e Kardec. Concordam?

Dúvida da semana… O Arsenal é o Botafogo da Europa?

Galo forte, vingador e exorcista!!

Galo

“Diziam que o Galo era azarado, que eu era azarado, pronto, acabou! Azar, p…a nenhuma!” foi assim que Cuca desabafou ontem após Gimenez errar o quinto pênalti do Olimpia garantindo a vitória por 4×3 para o time mineiro.

Na sequência, Ronaldinho completou, “falavam que eramos renegados, que o Ronaldinho acabou, que o Jô acabaou, que o Gilberto Silva acabou, que esse time não tinha vontade, tá aí, vão falar o que agora?”

Foi assim que começou a trajetória desse time mineiro que ganhou um capítulo extraordinário ontem, com a conqusita da Taça Libertadores da América. Um time que começou na fase de grupos atropelando todo mundo. Só perdeu para o São Paulo na última partida, derrota essa que fez com o que o Galo encontrasse novamente o time brasileiro nas oitavas e aí o fantasma da “zica” que assombrava Atlético e Cuca começava a ser exorcizado.

O São Paulo começou fulminante o primeiro jogo no Morumbi, abriu o marcador e sufocava o Galo na busca pelo segundo gol. Eis que os caras lá de cima, resolveram ajudar e fizeram Lúcio ter uma atitude totalmente destemperada e ser expulso ainda no primeiro tempo. A partir dali, o Galo fez valer a superioridade numérica, virou o jogo e depois venceu com sobras no Horto.

O próximo adversário seria o Tijuana, time sem tradição e que tinha como diferencial apenas o campo de grama sintética, ou seja uma presa fácil para o time de Kalil. Para melhorar a história, o Galo conseguiu segurar o empate no México por 1×1 e veio tranquilo para cumprir seu papel dentro do Horto. Mas , só foi começar o jogo para o fantasma voltar a assombrar. O time jogou muito mal (provavelmente a pior atuação do time dentro de casa) não criava nada e o Tijuana ainda arriscava contra ataques perigosos. E quando tudo caminhava para uma classificação por 0x0 de forma preocupante, um pênalti aos 47 do segundo tempo para o Tijuana mostrava que o fantasma precisava ser exorcizado mesmo. E mais uma parte dele foi exorcizada, pois Victor resolveu pegar com os pés a cobrança e manter o Atlético vivo na competição.

Chegava a vez de enfrentar, o time mais forte da competição, o Newells Old Boys. Para mim, o time argentino foi tão bem quanto o Galo na competição, mas alguém precisa seguir em frente. Aí foi a vez do Galo fazer uma péssima partida na Argentina, o time foi engolido pelo Newells e saiu com um 2×0 perigoso na conta. No jogo de volta, um gol logo no começo e só. Depois, o Newells começou a controlar a partida mesmo sem a bola, especialidade argentina. Parecia que o time poderia jogar dias e dias que nunca seria assustado pelo Galo. Apenas uma luz salvaria o Galo.

E a luz veio, mas veio indo embora. Um apagão no estádio da Independência paralisou o jogo por cerca de 15 minutos e foi o tempo suficiente para Cuca reorganizar o time mineiro para jogar uns 15 minutos finais em cima do time argentino. E a luz (ou falta dela) foi fundamental para o resultado, o time continuou abafando, mas agora de forma mais concreta e foi achar o gol com Guilherme. Sim, aquele que os atleticanos chamavam de “Maria” (referência ao histórico do jogador no maior rival) e que havia entrado no lugar de ninguém menos do que Tardelli.

Com o gol, a decisão foi para os pênaltis e o exorcismo continuava, o time conseguiu uma virada nas cobranças de pênaltis, aumentou ainda mais a idolatria dos torcedores por Victor e o time carimbava o passaporte para final contra o apenas tradicional Olimpia do Paraguai.

O primeiro jogo foi feio, com o Galo errando muito e o Olimpia mostrando que era apenas um time esforçado, porém achou dois gols, sendo um no final da partida que deram uma vantagem significativa para uma final. 2×0. E ontem o fantasma foi exorcizado de vez.

Exorcizado pelo volume de jogo criado, exorcizado, porque conseguiu devolver o placar e vencer nos pênaltis, exorcizado porque apesar de ter um jogador a mais, não pode aproveitar porque Bernard se lesionou, exorcizado porque quando Ferreyra correu em contra ataque e deixou Victor para trás, os deuses do futebol trataram de lhe darem uma rasteira que fez com que o atacante não silenciasse o Mineirão. Exorcizado porque Cuca montou o São Paulo campeão dessa competição em 2005 e no Cruzeiro montou times impecáveis que cairam pelo imponderável, portanto já era merecido a tempos.

Venceu o melhor, e venceu aquele que venceu 8 adversários. O Galo venceu Arsenal-ARG, São Paulo 2x, The Strongest, Tijuana, Newells, Olimpia e principalmente, ele mesmo!

Parabéns Clube Atlético Mineiro, Galo forte e vingador!!

Pitacos: São Paulo 2×1 Atlético-MG

fonte: Ricardo Nogueira/Folhapress

Galera do blog, ontem acompanhei in loco o jogo entre São Paulo e Atlético-MG que terminou com a vitória do mandante por 2×1 (gols de Lucas e Dagoberto pelo SP e Réver pelo Galo).

No jogo do São Paulo, muita festa para a comemoração do 1000º jogo de Ceni pelo clube, estádio lotado (aprox. 63.000 pessoas) e todo esse clima contagiou o time nos minutos iniciais, para ser mais exato nos primeiros 25 segundos de jogo, o São Paulo já abria o marcador com Lucas, em jogada típica da jóia são paulina. Em ótima arrancada do meia e passou por seus marcadores, tabelou e apareceu sozinho dentro da área e mandou para o fundo das redes. Com o gol e o apoio da massa são paulina, o time continuou pressionando em busca do segundo gol, porém em lance isolado aos 10 minutos, Réver subiu sozinho e empatou a partida.

O gol desestabilizou o time de Adilson, deixando o Galo equilibrar as ações, o jogo ficou amarrado a partir dai, o São Paulo com pouquissima criatividade, apenas Dagoberto procurava buscar o jogo, enquanto pelo Galo, Neto Berola era o desafogo, mas esbarrava em mais uma atuação impecável do zagueirão João Felipe. Assim terminava a primeira etapa. Com a torcida pedindo por Rivaldo.

Adilson decidiu voltar com a mesma equipe e aos 6 minutos, Dagoberto em sua jogada típica acertou um belo chute do meio da rua e colocou novamente o São Paulo em vantagem. O São Paulo apesar da vantagem errava muitos passes e deixava a torcida aflita. Adilson resolveu colocar Rivaldo em campo, e o pentacampeão mundial mostrou porque é diferenciado, em menos de dois minutos de sua entrada e criou duas ótimas jogadas que quase terminaram em gol, em uma delas, o “excesso de capricho” de Dagoberto fez com que o São Paulo não decretasse números finais na partida. Diante disso, o Galo começou a pressionar.

Pressão muito mais na chuveirada, do que em chances reais, o Galo tentou pressionar, mas nada de útil foi criado, além disso, viu Leonardo Silva ser expulso, no fim vitória tricolor que assume a liderança provisória.

De qualquer forma, ficaram algumas lições para o São Paulo, Adilson precisa criar variações táticas para as atuações em casa, não dá para dentro do Morumbi ter um time tão sem criatividade. Paraíba, Juan e Wellington fizeram uma péssima partida. Em compensação, depois de todo o sufoco, o São Paulo encontrou sua zaga titular, Rhodolfo e João Felipe se mostram uma ótima dupla, o segundo está sendo uma grata surpresa, João tem feitos partidas impecáveis, o “Blackenbauer” tricolor foi um achado, mostrando que às vezes e preciso um pouco de sorte também.

Pelo Galo, parece que enfim Cuca tem um time um pouco mais competitivo pelo menos, só Mancini que não pode ser lateral de jeito nenhum e Guilherme que precisa mostrar a que veio. O Galo deu sinais de uma enorme melhora, a tendência natural é que o time também saia do rebaixamento nas próximas rodadas.

Jogos de Quarta 21.07

Galera do blog, ontem aconteceram vários jogos pelo nosso querido campeonato nacional, consegui acompanhar dois jogos, seguem minhas análises:

Atlético-MG 1×2 Internacional: Meu querido galo sofreu mais um revés no campeonato, o time vem mostrando certa evolução na qualidade do time, contudo ainda padece de melhor forma física, o time mineiro parece não resistir aos 90 minutos de partida. Diego Souza ainda precisa melhorar muito sua forma física, além disso Luxa precisa acertar na mão na dupla de ataque de Tardelli, Berola e Ricardo Bueno ainda não complementar o matador atleticano. Do outro lado, o time colorado está em ascensão meteórica, Celso Roth conseguiu fazer em um mês, o que Fossati levou meses, Celso criou um padrão tático para o time, conseguiu resgatar Taison e D’Alessandro voltou a ser um camisa 10 de verdade.

Em resumo, fica claro que o Inter irá brigar por todos os títulos esse ano, resta saber se Celso Roth terá fôlego dessa vez para ganhar algo e se sua sina de morrer na praia irá continuar. Do lado atleticano, está na hora de Luxemburgo acordar para a vida, se ele ainda deseja ser reconhecido como um grande técnico que faça por merecer, pois faz quatro anos que ele não passa de um ex-treinador.

Atlético-GO 3×1 Corinthians: Parece que a ansiedade que cerca Mano a respeito do convite para comandar a maior seleção do mundo, contaminou o grupo. O Corinthians não fez uma grande partida e se tornou presa fácil da força de vontade do limitado time de Goiás. O Corinthians que continua a jogar sem Ronaldo, sentiu a falta de um homem de referência, além de Elias e Bruno Cesar serem os pulmões do time, se eles estão em um bom dia fica difícil ganhar do time de Parque São Jorge, caso contrário se torna um time comum. Alessandro fez péssima partida, várias bolas foram alçadas em suas costas, além de Chicão que é a imagem de Mano em campo, como o treinador está a beira de um ataque de nervos, o mesmo acontecia com o seu capitão.

No final, o Corinthians torce por tropeços de Ceará e Fluminense hoje para continuar na liderança, e vive a expectativa de sexta, se irá começar a era pós-Mano ou caso seja outro treinador como Mano reagirá. Pelo time goiano, acende uma luz de esperança, mas fica claro que o time possui alguns talentos individuais, porém existem buracos para compor o time.

E vocês acompanharam algum outro jogo? Compartilhem com a gente, ou mesmo sobre os jogos aqui comentado.

Brasileirão e volta!

Galera do blog, hoje volta ao ar o Brasileirão.

E logo na rodada de retorno, temos alguns jogos interessantes, Ceará x Corinthians na disputa direta pelo primeiro lugar, Santos x Palmeiras clássico paulista e Flamengo x Botafogo no clássico carioca.

Vários times se reforçam nessa paralisação e outros procuraram não perder seus jogadores, entre idas e vindas, vejo os times mineiros os que melhor se reforçaram.

Atlético-MG trouxe Daniel Carvalho, Neto Berola, Diego Souza, Edison Mendez e Fábio Costa entre os jogadores de destaque. O time ficou forte, se Luxemburgo encaixar esse time, ele promete dar trabalho.

A Raposa não trouxe tantos jogadores, mas foi precisa na reposição, Montillo, Everton e Wallyson chegam para repor perdas sensíveis do time e tem tudo para dar certo.

O Palmeiras também contratou gente de peso, mas ainda faltam peças defensivas para melhorar o elenco.

Outros times também se reforçaram muito bem, mas fico com os mineiros como os que melhor se reforçaram e vocês o que acharam?

Pitacos da 24ª Rodada

Estão deixando ele chegar!!!

Estão deixando ele chegar!!!

Mais uma daquelas rodadas que o Jason acha que o campeonato virou uma comédia ao invés de filme de terror. Foi daquelas rodadas que só o mais otimista são paulino poderia acreditar. Além disso essa rodada serviu para mostrar a força do Galo que com o elenco completo é muito forte e ainda vai incomodar nesse brasileirão. Vamos aos pitacos:

Vitória(12º) 3 x 2 Palmeiras(1º): Parece que todo o time que enfrenta o Vitória entra na correria deles, ontem foi a vez do Palmeiras. O jogo foi corrido, lá e cá o tempo inteiro. O resultado final foi fruto da incompetência de dois ídolos do time, Vagner Love e Marcos estiveram em tarde infeliz, além da demora de Muricy em mexer no time, Obina jogou 10 minutos totalmente machucado. Pelo lado baiano, destaque para Neto “Firula” Berola, o menino é bom, deu trabalho para a defesa palmeirense, mas exagera na firula e o veterano Ramon que deu as cartas no jogo, tudo passou pelo o seu pé. No lado palmeirense, na minha opinião só o Armero e Robert se salvaram, o colombiano fez uma excelente partida, soube aproveitar a avenida que Apodi deixa e o atacante estreiou bem com dois gols. Alguns palmeirenses dirão, continuamos líder. Ok, se isso conforta vocês, tudo bem…

Internacional(2º) 2 x 3 Cruzeiro(13º): Pelo amor dos meu filhinhos, diria Silvio Luiz. Me perdoem, meus amigos colorados tão frequentadores deste blog, mas o time de vocês está sofrendo de amarelão crônico, assim como o meu tricolor sofria no começo deste século. É inaceitável, o time não vencer dentro de casa, foram três pontos jogados no lixo. Como faz falta Índio e Bolivar nessa zaga. Do lado cruzeirense ficou a certeza que Gilberto foi uma excelente contratação. Os dois times são excelentes, o time mineiro demorou para sair da ressaca pós-Libertadores e o Inter insiste em não engrenar. Uma pena.

Atlético-MG(4º) 2 x 1 Atlético-PR(14º): E o Galo voltou!!! O Atlético-MG mostra que com o elenco total vai brigar forte pelo título. Alia-se a isso o fato de que o Galo vem se reforçando com peças que podem não ser formidáveis mas contribuirão e muito ao time. Do lado paranaense só resta se preocupar para fugir do rebaixamento, mas acho que o Furacão não cai, o time depois que Antonio Lopes assumiu criou um padrão tático interessante, que promete conseguir os pontos para fugir desta incomôda situação.

Santos(9º) 1 x o Santo André(17º): O sonho do time santista é chegar no G4 para garantir a vaga na Libertadores, o sonho do time do ABC paulista é permancer na Série A. Pelo jogo, podemos dizer que foi um pesadelo para ambos os torcedores. O que dizer de um jogo fraco tecnicamente que termina em 1 x 0 com gol de Germano, nada contra o bom volante santista, mas ele é destruidor de jogada e só. Pelo time do Ramalhão resta rezar muito para escapar do rebaixamento, pelo alvinegro praiano resta torcer para que o Senador de Tocantins faça valer seu salário astronômico. Duvido que os dois times consigam atingir suas ambições.

Náutico(16º) 0 x 2 Grêmio(6º): E o Grêmio conseguiu ganhar fora, e o melhor está chegando na parte de cima da tabela. No meu ponto de vista o time gaúcho tem um dos melhores elencos do país e tem em Souza um excelente comandante do time. E o Jonas, hein.. Fez mais um e empatou com o Imperador na artilharia do campeonato. Pelo Náutico, resta continuar o seu trabalho, pois o time pernambucano tem tudo para continuar na Série A pela fragilidade dos seus adversários.

Barueri(8º) 3 x 1 Goiás(5º): Falar sobre esse jogo é mais do mesmo, será chover no molhado. Vejam só, o time da Arena mostrou que é um bom time, cheio de jogadores nota 7 que fazem do time a grata surpresa e dificilmente o Barueri não terminará nessa posição. O time goiano, meu querido Robin Hood, segue sua sina, os jogadores do esmeraldinho devem estar loucos para a próxima rodada, onde aí sim pegam sua vítima favorita, um time grande, o Corinthians que se cuide.

Botafogo(18º) 0 x 0 Fluminense(20º): Olha, era melhor ninguém entrar em campo, assim poupava os jogadores. Todo torcedor deveria ter direiro a entrar com um processo de difamação, o que aconteceu lá foi tudo, menos uma partida de futebol. Os cariocas se abraçaram juntos e o segundo tempo o que se viu, foi o desespero puro nos jogadores. Acho difícil, o Botafogo escapar do rebaixamento, o Fluminense…. nem preciso dizer nada, seu lugar está garantido.