O que esperar do City de Guardiola?

yaya-toure-man-city-

Acho que ler o livro do Guardiola me faz achar que posso pensar como Pep reforçaria o time inglês que ele irá assumir. Contudo, sei que passa apenas de um exercício baseado em algumas premissas dele.

E para quem fica nessa especulação maluca sobre os homens de frente, eu sinceramente, acho que Pep pouco mudará, Sterling, Bruyne, Aguero, Navas, Nasri, Iheanacho e Silva compõe boas peças para o estilo de jogo, se estiver dentro do fair play financeiro, talvez venha um com maior protagonismo. Se for um medalhão, eu não sei porque, mas chuto um Bale.

Mas, o olhar do Pep e a busca maior será pelo setor que começa o jogo, sua defesa e seu primeiro homem de meio de campo, aquele que fará a mesma função que ele aprendeu tão bem escutando Cruyff. E aí, que vejo a maior reformulação do City.

Sinceramente, a sensação que fica é que se o Pep pudesse mudaria a defesa inteira, exceto Hart. Talvez o menino Delph tem mais chances com ele, talvez o Mangala ou Kompany sejam o seu Pique ou Boateng, mas depois, acredito que muita coisa irá mudar.

Pep, só levou Thiago do Barça quando foi para o Bayern, talvez uma opção irá tirar Alaba dos alemães e investir firme para tentar trazer Verrati. O italiano seria perfeito para fazer o que Guardiola espera do camisa 4 dele, lembrando que 4 na Espanha era a camisa que ele jogava, camisa do que aqui chamamos de primeiro volante.

Não dá para ter idéia do que Pep fará na janela agora de imediato. Pep tem por costume olhar o grupo, antes de fazer mexidas, mas acho que seu olhar sobre o time, já traz a agonia dos ajustes que terá que fazer na origem da sua proposta de jogo, seus defensores.

Portanto, se vocês andam preocupados com quem de frente Pep levará do seu time, acho bom olhar para quem da defesa do seu time pode sair a qualquer instante. Desconfio que o foco de Pep está lá. Um zagueiro, um lateral e um camisa 4 (principal peça do esquema) são aqueles que devem chegar com toda certeza.

 

Santos o melhor time do mundo e um ótimo clássico inglês!!

Galera do blog, ontem acompanhei o jogo que todo mundo esperava muito e um clássico inglês que prometia bastante também.

No jogo do Santos, nem tem muito o que falar. O Barcelona mostrou que está anos-luz de qualquer time deste planeta. Atropelou Real Madrid,, atropelou Santos e irá atropelar a todos em 2012. Messi é cracaço e diferente do que disse anteriormente, Iniesta e Xavi são outros dois gênios, a dupla acertou 211 de 212 passes ontem. É fora do comum.

Estamos vivendo uma era, o Barcelona irá perder algumas partidas ao longo do ano, mas tem tudo para faturar tudo novamente. Depois de Santos de Pelé, Real de Di Stefano e Puskas, Flamengo de Zico, e outros times, chegou a vez do Barcelona de Messi e cia fazer história. São mais de três anos que nenhum time consegue mais posse de bola do que os catalães.

Sobre o jogo, achei o Barcelona o de sempre (o que já é muita coisa..) e o Santos acuado, principalmente os volantes. Neymar, Ganso e Borges até tentaram apertar a marcação, não conseguiram criar muita coisa, mas era esperado dentro da perspectiva de que o time teria pouca posse de bola. Bruno Rodrigo e Dracena foram acima daquilo que esperava dos dois. Durval, Arouca, Henrique e Danilo foram péssimos.

No fim, fica aquela sensação frustada. Mas, vale ressaltar o caminho vencedor do Santos até a final. O Santos é o melhor time do mundo. O Barça não é daqui!!

No clássico inglês, uma grande partida. City e Arsenal fizeram uma grande partida. Franca, cheia de oportunidades, faltou um pouco de pontaria e que terminou apenas com um gol anotado pelo City.

O time do City possui um grande elenco e com jogadores em grande fase. David Silva, Nasri, Balotelli e Aguero estão inspiradíssimos. A movimentação do quarteto dá gosto de ver, lamento que o time não tenha continuado na Champions seria um time interessante para a disputa do título.

Quanto ao Arsenal, o time parece ter conseguido encontrar um elenco mais competitivo depois da saída de Fabregas. O time pode crescer, e se os Manchester’s não dispararem na tabela, os Gunners podem disputar o título.