Jogos de Quarta!!

Ontem não consegui acompanhar o jogo do meu time do coração, então resolv assistir a Vitória x Atlético-MG no Barradão e Santos x Guarani na Vila. Após os jogos, digo aos meus amigos santistas, principalmente o Rafa London, que pediram tanto que eu assistisse ao jogos do alvinegro praiano que para o bem do futebol, prefiro ver apenas os VT’s, não dei muita sorte para o time. Vamos a eles:

Vitória 4 x 3 Atlético-MG: O bom jogo, onde os dois times abriram mão de defender e pensaram exclusivamente no ataque. Schwenck e Ricardinho foram os nomes da partida, mas Evandro roubou a cena no final.

Durante o primeiro tempo, o Galo começou melhor, dominava as ações do jogo, mas insistia muito no jogo com Tardelli, único jogador que foi realmente marcado nesta partida. O Vitória tinha em Nino seu único desafogo, e foi em uma jogada casual onde Nino apareceu livre na direita, que o jogador cruzou forte e Schwenck anotou seu primeiro gol na partida. O jogo continuou aberto e em um lançamento primoroso de Ricardinho, Muriqui completou tão bem quanto e anotou um bonito gol para o time mineiro. Antes de acabar o primeiro tempo, o Vitória encontrou outro gol, Egídio cruzou e Schwenck só teve o trabalho de empurrar para as redes. O primeiro tempo terminava 2×1 Vitória.

Veio o segundo tempo, e junto dele o mesmo ímpeto ofensivo dos times, porém logo aos 10 minutos do segundo tempo, em um lance bobo Nino recebeu o segundo amarelo e foi para o chuveiro mais cedo. A expulsão foi o lance que o Galo precisava para acuar o time baiano, de tanto tentar aos 22, Ricardinho de bola parada anotou um belo gol para empatar a partida. Era o momento para o Atlético apertar e conseguir fazer o resultado fora de casa, mas Marcelo resolveu aparecer e ser vilão do time mineiro, em uma falha bizonha do goleiro atleticano, a bola sobrou para Schwenck anotar seu terceiro gol na partida.

O Galo ainda teve poder de reação, conseguiu empatar a partida com Tardelli, foi quando apareceu Evandro, o jogador récem chegado ao Vitória vindo do Atlético-MG, entrou na partida e quase no final dela marcou o tento da vitória.

Santos 3 x 1 Guarani: Ia começar a ver o do Corinthians, quando lembrei que estava passando o do Santos, resolvi assistir, antes que meus leitores santistas reclamassem que perdi outra oportunidade de ver o time jogar, contudo parece que botei olho gordo no time, a molecada não rendeu.

No começo do jogo, o Santos parecia que seria o Santos de 2010, partiu para cima de forma agressiva e logo aos dois minutos, Ganso deu um passe magistral para Neymar o atacante cortou o zagueiro e bateu, a bola saiu fraca, mas o desvio do beque foi o suficiente para enganar o goleiro. O cenário era propicio para outra goleada santista, mas o time parou, não produzia mais nada durante o primeiro tempo, na verdade Mazolla resolveu atormentar a defesa santista, o atacante tentou várias investidas. O Bugre passou a dominar as ações e conseguiu o empate aos 37, com o veterano Baiano em cobrança de falta. E assim terminou a primeira etapa.

Quem achava que Dorival conseguiria mexer com o brio dos meninos no intervalo, se frustou. O time continuou apático e com o Guarani tomando conta, porém o time não conseguia converter esse domínio em gol. Apenas aos 41 minutos da segunda etapa, que o time santista pareceu ter despertado do sono profundo, em duas boas jogadas pelas laterais, Marcel e André marcaram para o time santista que terminou com uma vitória que não refletiu o que foi o jogo.

Ela está solta pela estaduais…

Galera do blog, a Zebra andou aprontando nessa quarta-feira, fazia tempo que não via tantos jogos com resultados atípicos. Que a zebra acontecem sabemos, mas ontem em quatro jogos ela apareceu.

Ela começou fazendo arte em Araraquara, onde jogaram Rio Branco e Palmeiras, o time do interior que luta desesperadamente para sair do rebaixamento, conseguiu um bom resultado ao empatar com o Palmeiras por 2×2. Gols de Diego Souza e Ewerthon para o Palmeiras e Alex Terra e Romarinho para o Rio Branco. O resultado não ajudou em nada o Rio Branco na luta contra o rebaixamento e praticamente decretou a não classificação alviverde.

Saindo de Araraquara, a Zebra resolveu aparecer em Bragança, o Bragantino que estava ameaçado de entrar na zona do rebaixamento conseguiu frear a série invicta do tricolor, dando uma apimentada maior ao clássico de domingo. O jogo foi aberto com boas chances para os dois lados, porém o Braga aproveitou melhor uma das chances, enquanto Gilvan fez excelente defesas do lado do time do interior. Resultado final, 1×0 Bragantino, Gol de Maurício.

A Zebra conseguiu atuar em outros lugares simultaneamente, em Barueri por exemplo sua atuação foi tanta contundente que até Ronaldo foi vaiado, o alvinegro não jogou mal, mas Ronaldo perdeu chances a vontade, abusou do direito de não fazer gol e o time saiu ironicamente derrotado por um jogador do São Paulo (adversário do próximo domingo), Mazzola que foi emprestado pelo time de Jundiaí, anotou o único gol da partida. O Gol melhorou um pouco a situação do Paulista para sair do rebaixamento e fez o Corinthians começar a se preocupar com a sua vaga para a próxima fase do Paulista.

Em Porto Alegre, a zebra aprontou uma daquelas um pouco mais pesada, lá ela tratou de colocar a cabeça de Fossati totalmente a prêmio para delírio de Muricy que fica praticamente dentro do Beira-Rio neste momento. O Colorado foi goleado pelo excelente São José da capital gaúcha por 3×0, gols de Dadá, Jeférson e Guilherme. Com este resultado o time do Inter segue sem vencer a 05 partidas, algo inaceitável para um time como o Inter. É esperar os próximos capítulos.

Agora, foi em São Januário que a zebra mais ficou dando risada, Dinamite já tinha avisado para Mancini: “Futebol é resultado!”, Mancini que tinha dúvidas com relação a essa frase, teve uma ajudinha substancial do Americano que soube aproveitar as duas chances que criou com Leandro Melina e até as que não criou no gol contra de Nilton. Foi assim que o time da cruz de malta caiu por 3×2 para o Americano, aliás falando em cair, Mancini que não conseguiu o “resultado” foi demitido por Dinamite.

Santos e Grêmio tomem cuidado, ela está solta por aí…

Pitacos da 36ª Rodada!!

O que dizer desse campeonato, hein? O meu tricolor perdeu em uma grande partida, tudo perfeito para o Flamengo assumir a liderança e levar a Magnética a loucura, mas não é que o Robin Hood surge e rouba pontos do rubro-negro, e o mais incrível o então enterrado Colorado ressurge do escuro vence o Galo dentro do Mineirão e chega com muita força para a disputa do título, esse campeonato continua sem ninguém poder fazer previsão de nada. Como diriam os sábios, o jogo só acaba quando o juiz apita. Pelo jeito, é melhor esperar a última rodada.

É Washington, tem que comemorar muito, a rodada que começou desastrosa terminou razoável.

Botafogo 3 x 2 São Paulo: Que jogaço!! Lógico que é péssimo escrever após a derrota, mas deve-se reconhecer a grande partida que aconteceu no Engenhão. A partida foi eletrizante, talvez deixou a desejar na beleza, mas a vontade dos dois times foi fantástica. Pelo lado do alvinegro, Jobson foi o nome da partida desmontou a defesa são paulina e participou ativamente dos três gols anotando dois gols e dando o toque para o terceiro. Pelo tricolor, destaque para Jorge Wagner, jogou muita bola, correu muito, na minha opinião Ricardo Gomes errou no segundo tempo, no lugar de Marlos cansado, colocaria o menino Mazzola que é veloz ao invés do bom centroavante Henrique. Em um campeonato que reclamamos tanto da arbitragem, eu tiro o chapéu para Sandro Ricci.

Sport 0 x 3 Fluminense: O Fluminense segue avassalador e contagiando todo mundo com sua luta pela fuga do rebaixamento, ainda não foi dessa vez, mas agora tem a certeza que depende somente de si mesmo, Conca, Fred e o coração vão tornando esse momento do Fluminense quase histórico. Pelo time pernambucano, resta apenas entrosar o time para 2010, identificar os problemas, repor o time com inteligência traçar um planejamento adequado.

Santos 4 x 0 Coritiba: E o Santos desencantou, adivinha porque? Isso mesmo, Madson voltou a jogar bola, ja que Ganso voltou a jogar bem. Para o alvinegro praiano, a certeza que o rebaixamento não passou de um pesadelo, mas resta apenas para o time garantir a vaga na Sulamericana. Pelo Coxa, o sinal acendeu de vez e começa a preocupar a proximidade do rebaixamento, aliás hoje pelo atual momento, os dois times paranaenses são os favoritos para jogar a Série B e fazer o clássico com o Paraná. Ainda não me conformo com o time do Alto da Glória, na minha opinião pelo time que tem não era para estar passando sufoco.

Santo André 4 x 2 Avaí: Mais um daqueles jogos onde o Santo André despertou e resolveu jogar bola, fez uma partida aberta contra o Avaí e venceu com um sonoro 4×2, mas de qualquer forma a chance de esse ter sido o último bom jogo do Ramalhão é forte, já que para cada um bom jogo, o time de Marcelinho joga outros quatro péssimos. Do lado da surpresa do campeonato, não há muito o que dizer, pois a partir de agora qualquer resultado que o time conseguir não modificará a certeza da excelente campanha realizada pelo time de Silas, que na minha opinião merece ser eleito o melhor técnico do Brasileirão.

O Mosaico dizia: "A Maior torcida do mundo faz a diferença.", era para ter feito, mas não fez... Ficou maravilhoso o mosaico, mas o Goiás calou o Maracanã.

Flamengo 0 x 0 Goiás: O time carioca sentiu a responsabilidade de vencer para se tornar líder, pressionou mas faltou apenas um detalhe, o gol. O meio campo rubro-negro estava perdido, Toró marcava Aírton e Zé Roberto não conseguiu infernizar a zaga como nos últimos jogos. O Goiás mostrou que vai complicar a vida dos adversários, o que me deixa incomodado já que o próximo adversário deles é o meu tricolor. Como esse Iarley é chato, agora se o Léo Lima, fosse meio Hernanes o esmeraldino teria vencido a partida.

Atlético-MG 0 x 1 Internacional: O Colorado não só chegou de vez no G4, praticamente garantiu a vaga na Libertadores e surpreendentemente volta a disputa do título. Esse campeonato é para matar qualquer um do coração. Do lado do time gaúcho, pode ser que seja tarde a recuperação, mas de qualquer jeito a tempo de chegar na Libertadores, o time voltou a mostrar aquele futebol vistoso do primeiro semestre. O meu Galo querido voltou a decepcionar sua incrível massa dentro do Mineirão, em um vacilo da zaga Giuliano marcou o único tento da partida. O Galo terá outro confronto decisivo para as suas aspirações enfrenta o Palmeiras dentro do Parque Antártica.

Vitória 2 x 1 Barueri: O time baiano voltou a vencer e assim espantou de vez a sombra do rebaixamento, vi apenas os gols, pelo lado do Vitória bom ver Leandro Domingues voltar a marcar e Roger sempre ele, amado e odiado, o atacante sempre deixa um golzinho, assim como Val Baiano pelo lado do Abelhão que marcou mais um.