Falando um pouco de Barcelona

messi150217

É fácil escrever depois do acontecido, sempre temos uma teoria para explicar, ou como gosto de frisar é comodo ser pedra quando as vidraças aparecem.

Mas vou comentar sobre algo que venho entre amigos comentando, o Barcelona vem caindo drasticamente de produção, e como ontem a derrota foi muito dura, resolvi colocar um pouco das minhas percepções sobre o que vem acontecendo em Joan Gamper (centro de treinamento do Barça).

Primeiro, e o causador do efeito dominó para mim é Luis Enrique, e antes de seguir sobre o que eu acho que ele fez, quero dizer que ele me parece um bom treinador, minha questão é que acho que ele foi ousado demais.

Luis Enrique resolveu mexer no jeito de jogar do Barcelona de forma drástica, desde de que Rijkaard começou a colocar esse estilo de jogo “Cruiyfiano” nos catalães, Luis foi o primeiro a mexer mais duramente no estilo, pode ser decisão própria ou do clube, mas exigiu de todos os atletas reorganizarem suas cabeças para o jogo e principalmente os antigos sentiram.

Pique, Busquets, Mascherano, Iniesta e Messi ou oscilam, ou caíram muito de produção. Desses, Iniesta parece o único que está nesse momento, muito mais devido a sua curva final de carreira do que propriamente pelo esquema. Busquets é o pior Busquets que o Barcelona já teve, e seu papel é fundamental para o equilíbrio ofensivo-defensivo do time.

Messi também oscila em sua regularidade de ser gênio, tem ficado preso em setores do campo e consequentemente mais fácil de ser marcado em algumas oportunidades.

Além disso, o Barcelona tem escolhido mal no mercado, as peças não estão rendendo o que se esperavam dela e a consequência é o time ficar limitado a poucas opções durante um jogo. Alcacer, Andre Gomes e Aleix Vidal são alguns exemplos.

Voltando ao treinador, Luis, desde a época como jogador, sempre foi genioso e isso tem causado atritos com os jogadores também, basta ver o caso de Rakitic que perdeu espaço, mesmo sendo peça fundamental no meio.

Por fim, o Barça usou a temporada de 16/17 para uma reconstrução e não há dúvidas que voltará forte, principalmente pelas peças que possui, contudo de longe e com a facilidade de ser pedra e pitacar, hoje eu começaria os 11 Barcelona um pouco diferente de Luis.

Meus 11 seriam, Ter Stegen, Vidal, Pique, Umtiti, Alba, Mascherano, Rakitic, Turan, Messi, Suarez e Neymar.

Acho que Mascherano não teria nem de perto a qualidade ofensiva de Busquets, mas resgataria um equilíbrio defensivo que falta ao Barça, podendo as vezes até se lançar em um 3-4-3, com o recuo do argentino e as subidas dos laterais para as alas, além disso, eu teria um meio com mais possibilidade de criação, além de Arda saber muito bem ser eficiente sem a bola.

Por fim, para o Barcelona resta reagir e já começar a desenhar a próxima temporada e para o jogo de volta é torcer para seu gênio estar naquela noite mágica para reverter, ou mesmo que esteja para agraciar o Camp Nou com mais um espetáculo.

Anúncios

Américas x Europa

ronaldomessi

Enquanto a Copa América caminha, amanhã começa a Eurocopa!

E aí não tem jeito, vem aquele exercício de como seria um duelo entre os melhores da América x os melhores da Europa. Portanto, o CMC10 resolveu fazer suas duas seleções, confira:

Américas

Howard, Dani Alves, Thiago Silva, Godin e Marcelo, James Rodriguez, Mascherano e Di Maria, Messi, Suarez e Neymar.

Um 4-3-3 clássico, com Masc de volante de contenção e lá na frente o caos que esse quinteto poderia causar.

Europa

Buffon, Lahm, Hummels, Varane, Alba, Verratti, Iniesta, Muller, Robben, Cristiano Ronaldo, Griezmann

Outro clássico 4-3-3 com a mesma ideia.

Engraçado que no processo de armar o time você percebe algumas coisas, a Europa teria um elenco muito mais recheado, Ibrahimovic, Pogba, Bale, Lewandowski são só alguns que ficaram de fora.

Muito dessa diferença de “elenco” se explica pela quantidade de forças em cada seleção, enquanto na América, basicamente o time é composto pelos times da Bacia da Prata, na Europa, só no time titular são 7 seleções, e ainda restam 3 diferentes na relação que passei de eventuais reservas, isso sem falar na Inglaterra e Bélgica (De Bruyne) que não listei ninguém.

E aí, o que vocês acharam?

Qual seria a seleção de vocês?

A Lista de 59 jogadores do Ballon D’or!

f1bcf

E saiu uma lista de 59 jogadores indicados para o prêmio Balon D’or da Fifa!

São 59 atletas distribuidos por 25 países. 13 da Europa (28), 6 da América do Sul (22), 2 Ásia (2), 2 da África (4), 1 da América do Norte (2) e 1 da Oceania (1).

Argentina com 6 jogadores lidera as indicações, seguido de Chile e Espanha com 5 cada.

Logicamente, todo mundo sabe que a disputa será entre CR7, Messi e mais um. Porém é interessante ver como evolui a lista, que passará a ter 23 nomes, para depois dez e por fim os três finalistas.

Fica claro também algumas questões políticas como a indicação de Luongo do QPR para ter alguém da Oceania, assim como os dois asiáticos.

Nosso país está mandando 3 jogadores nessa lista, Coutinho, Neymar e William. Para mim, incluindo Marcelo, formam as melhores peças de uma seleção brasileira.

Fiz o exercício de montar minha seleção do mundo com os indicados, confira:
Neuer, Sergio Ramos, Chiellini, Otamenti, Alaba, Kroos, Rakitic , Neymar, Messi, Hazard, Crisitano Ronaldo.

Nesse exercício, constatei que a defesa é uma piada, improvisei Sergio na direita, já que ele começou lá, mas tive a certeza de que não indicaria nunca Otamendi e Chiellini.
Percebi que faltou Godin, Varane, Hummels, enquanto sobraram Otamendi, Ospina, Medel, Morata, Luongo.

Confira a lista
ALEMANHA: Kroos (Real Madrid), Müller (Bayern), Neuer (Bayern).
ARGENTINA: Agüero (City), Mascherano (Barcelona), Messi (Barcelona), Otamendi (Valencia-City), Pastore (PSG), Tévez (Juventus-Boca).
AUSTRALIA: Luongo (QPR).
AUSTRIA: Alaba (Bayern).
BÉLGICA: Courtois (Chelsea), De Bruyne (Wolfsburg-Manchester City), Hazard (Chelsea).
BRASIL: Coutinho (Liverpool), Neymar (Barcelona), Willian (Chelsea).
CHILE: Bravo (Barcelona), Medel (Inter), Alexis Sánchez (Arsenal), Vargas (QPR-Hoffenheim), Vidal (Juventus-Bayern).
COLOMBIA: Bacca (Sevilla-Milan), Jackson Martínez (Porto-Atlético Madrid), Ospina (Arsenal), James Rodríguez (Real Madrid).
COREIA DO SUL: Son (Leverkusen-Tottenham).
COSTA DO MARFIM: Bony (Swansea-Manchester City), Touré Yaya (Manchester City).
CROACIA: Modric (Real Madrid), Rakitic (Barcelona).
ESPANHA: Diego Costa (Chelsea), De Gea (Manchester United), Iniesta(Barcelona), Morata (Juventus), Sergio Ramos (Real Madrid).
FRANCÊS: Benzema (Real Madrid), Griezmann (Atlético Madrid), Lacazette (Lyon), Pogba (Juventus).
GALES: Bale (Real Madrid).
GANA: Atsu (Everton-Bournemouth), Ayew (Marseile-Swansea).
HOLANDA: Depay (PSV-Manchester United), Robben (Bayern).
INGLATERRA: Kane (Tottenham), Rooney (Manchester United).
ITALIA: Chiellini (Juventus), Pirlo (Juventus-New York City).
JAPÃO: Ozakazi (Leicester City).
MÉXICO: Giovani dos Santos (Villarreal-LA Galaxy), Guardado (PSV).
PERÚ: Guerrero (Corinthians-Flamengo).
POLONIA: Lewandowski (Bayern).
PORTUGAL: Cristiano Ronaldo (Real Madrid).
SUECIA: Ibrahimovic (PSG).
URUGUAI: Cavani (PSG), Sánchez (River Plate), Luis Suárez (Barcelona).

E aí, gostaram?

Só tem os dois mesmo?

1516870_full-lnd

Novamente a bola de ouro ficou para Cristiano Ronaldo.

Sua terceira, segunda consecutiva. As últimas 7 premiações foram para ele ou para Messi. O último a ganhar o prêmio sem ser os dois foi Kaká em 2007. Desde que o prêmio foi criado (1990) é a primeira vez que o prêmio fica tão polarizado.

Será que só existem os dois mesmo?

Será que ninguém faz frente a eles porque eles são gênios da bola, porque a safra é ruim ou porque os eleitores do prêmio são viciados em votar em um dos dois?

Eu acabo achando que é um pouco de tudo, principalmente do último item. É comodo para um jornalista, capitão ou técnico votar em Messi ou Cristiano, por mais que não tenha sido o melhor. Como discordar do voto dado a eles?

Sobre a safra ruim, acho que as opções são mais escassas sim. Nosso futebol passa por uma reformulação física. Os jogadores ainda estão se adaptando em conciliar talento com tanta dedicação física. Por isso, Messi e CR7 dominam o cenário, eles são essa inovação. Robben, Neymar e Muller também estão próximos desse patamar.

Contudo, acho que falta um pouco mais de ousadia nessas votações. Sair do senso comum, olhar quem foi o grande destaque do ano.

Por exemplo, por quê Messi ganhou o melhor da Copa? Robben foi melhor, James foi melhor, até na própria seleção argentina, Pulga ficou atrás de Mascherano e Di Maria. Porém, como um prêmio de consolação pelo vice, deram o título para ele ao invés de premiar, realmente, o melhor em um campeonato.

Sobre a eleição de Cristiano não acho errônea. Ele fez uma ótima temporada, mas ver Messi como vice me fez olhar que o comodismo em escolher os dois ainda existe.

Messi é o melhor jogador do mundo, mas não foi em 2014. Robben, Suarez, Muller, Neuer, Di Maria jogaram mais do que ele.

Acho que Iniesta e Ibrahimovic mereceram bolas de ouro em temporadas passadas mas, principalmente, que seja feita a votação com menos comodismo.

Ou vocês acham que só existem os dois mesmo?

Os melhores da Copa para o Cadê Meu Camisa 10!

SeleçaoCMC10

 

Navas, Lahm, Vlaar, Sakho, Blind, Mascherano, Kroos, Messi, James, Robben, Muller.

Essa seria a minha seleção da Copa. Sei que sempre deve-se esperar o resultado das partidas a seguir, mas não acho que alguém possa mudar o histórico dos demais 6 jogos. Talvez, só Hummels consiga cavar uma vaga no lugar de Sakho.

Dentre os candidatos a Bola de Ouro, 7 da minha seleção disputam o prêmio. Lahm, Mascherano, Kroos, Messi, James, Robben e Muller somam-se a Di Maria, Hummels e Neymar na disputa. 

No gol, foi uma escolha difícil. Tivemos muitos goleiros com histórias incríveis durante a Copa. Howard (EUA), Enyeama (NIG), Julio Cesar (BRA), Ochoa (MEX), M’Bolhi (ARG) e até o monstro Neuer (ALE), mas como não teria ninguém da principal surpresa, achei justo colocar Navas na seleção, não só pela sua atuação, mas por colocar na seleção alguém da sensação Costa Rica.

Na defesa foi relativamente fácil. Não tive quase nenhuma dúvida sobre minhas escolhas, mas vale fazer uma ressalva, ou quase uma defesa reserva, aqueles jogadores que também tiveram destaque, Johnson (EUA), Hummels (ALE), David Luiz (BRA) e Rojo (ARG). 

Na dupla de volantes, Mascherano e Kroos foram soberanos, um pelo aspecto defensivo e outro pela construção e condução de sua seleção. Mascherano e Kroos são peças-chaves no sucesso de suas seleções. Pogba foi o único que foi bem, bem demais até, o jovem francês, mas não fez frente a eles.

Nos 4 homens de frente, assim como na dupla de volantes, não tive nenhuma dúvida, James, Robben, Messi e Muller foram os maiorais nessa Copa, acho impossível a Bola de Ouro não ficar com esse quarteto. Neymar, Benzema, Origi (BEL) e Slimani (ARG) foram outros que gostei durante a Copa, mas longe de roubarem a titularidade do quarteto acima.

E para vocês, quem foram os melhores?

 

 

Jogos de Quarta!!

Galera do blog, essa foi uma quarta-feira com futebol pelos quatro cantos do Brasil e clássico na Inglaterra, acompanhei três jogos na íntegra e vi os melhores momentos de mais dois, vamos a eles:

Arsenal 1 x 0 Liverpool: Jogo truncado, díficil, os dois times desesperados pela vitória, os Gunners para manter acesa a chama do título, e os Reds para consolidar a última vaga para a Champions. Bom, após muitos cruzamentos e poucas chances efetivas de gol, mas aí apareceu Diaby, provavelmente o melhor em campo ontem, e marcou em boa trama do ataque do time londrino.

O time do Arsenal eu recomendo que as pessoas assistam, ainda falta um atacante goleador de nome para o time, mas o time é leve e jovem e possui uma troca de passes incríveis e envolvente, dá gosto de ver o time de Arsene Wegner jogar. Já o meu querido Liverpool não tem mais a mesma velocidade no meio, Mascherano e Lucas não fazem a bola sair com rapidez, lógico que não dá para esperar isso do argentino, porém era possível para o ex-gremista, contudo Lucas vem fazendo jogos burocráticos.

Araguaia-MT 1 x 3 Grêmio: Em um jogo, onde os destaques foram Victor e Borges, percebe-se nitidamente que o Grêmio sofreu um sufoco desnecessário do time matogrossense, que até surpreendeu no primeiro tempo e no início do segundo, porém após o segundo gremista, o time de Araguaia entregou os pontos.

No primeiro tempo o time do Mato Grosso me surpreendeu, acho que a oportunidade única de aparecer na TV despertou o talento em alguns jogadores do time. Destaque para Pedro, Lorena e Diniz, o último em especial merece um destaque, garoto bom de bola, pode conseguir uma vaga em um time de maior expressão. Já pelo lado do Grêmio, Borges continua fazendo seus golzinhos e o time mostrou que ainda precisa de ajustes na parte defensiva, principalmente a dupla Ferdinando e Rochemback que ainda não acertaram o posicionamento na frente da zaga, principalmente porque Silas não definiu o esquema do time. De resto, o mais importante é que o time eliminou o jogo de volta.

São Paulo 2 x 0 Monterrey-MEX: O Tricolor mostrou sua força na Libertadores, fez um bom jogo e venceu a partida com certa facilidade. Washington marcou os dois e mostrou que ele é o atacante tricolor. Do lado do time mexicano, espera mais, talvez a ausência de sete titulares tenha sido o principal motivo.

O São Paulo começou o jogo de maneira eletrizante, da forma como o time conquistou a Libertadores de 2005, marcando muito forte e não deixando espaço para o time mexicano, tanto que antes dos 15 minutos iniciais o time já abria o marcador com Washington. O interessante foi a mudança tática que Ricardo Gomes promoveu, o time jogava em um 3-5-2, porém quando atacava era Hernanes que ficava aberto na direita e não Jean, e ali o volante rendeu o que lhe é esperado, partidaça do volante que fui duramente marcado e por muitas vezes o juiz deixou barato. Destaque também para Cleber Santana e Xandão os dois novos jogadores parecem que jogam no São Paulo há anos. Em resumo, o tricolor estreiou bem e deu mais tranquilidade para sua torcida.

Flamengo-PI 0 x 1 Palmeiras: Acompanhei alguns lances do segundo tempo e depois os melhores momentos, deu para perceber algo comum na Copa do Brasil, o time pequeno faz do primeiro jogo, o jogo da sua vida, para conseguir realizar a segunda partida.

O Flamengo do Piauí até começou tentando assustar o time alviverde, mas com o tempo as coisas foram se normalizando e o Palmeiras assumiu o controle da partida, porém, ora por uma atuação inspirada do goleiro Herivelton, ora pela falta de um centroavante a altura do time, o Palmeiras não conseguia marcar o seu gol, que só fui sair no segundo tempo, com Diego Souza. De qualquer forma, no jogo de volta, tem tudo para ser uma goleada tranquila para o Palmeiras.

Velez Sarsfield-ARG 2 x 0 Cruzeiro: Inicialmente fui ver apenas os melhores momentos, mas depois de alguns lances e algumas declarações, resolvi ver o VT completo da partida. A única coisa que posso dizer é que foi uma vergonha. O árbitro foi o que pejorativamente denominamos de “Cagão”, ou melhor “Caseiro”, o árbitro começou muito bem ao expulsar Gilberto que novamente foi expulso por uma agressão estúpida logo no começo do jogo, porém após o gol do time argentino o que aconteceu foi digno de suspensão do árbitro, o lateral Pablo Lima em lance semelhante ao de Gilberto recebeu apenas amarelo, gerando a revolta do time celeste, além disso no segundo tempo Séba chutou Kléber já caído e o juiz fingiu que não viu.

Sobre o jogo, resultado até que normal, era sem dúvida o jogo mais complicado para o Cruzeiro, mas seria muito melhor se tivesse perdido apenas pelo futebol jogado.