Quem custa mais?

Damiao 141114

Valdivia, Pato, Damião, Elias e Luis Fabiano, foram bons investimentos?

Hoje estava lendo que o Santos pagava a última parcela do seu centroavante e que o clima era de velório, devido ao alto investimento feito e pouco retorno dentro de campo.

E fiquei com os nomes que mencionei acima, como exemplos os quais a conta não parece muito satisfatória.

Valdivia – O chileno é um caso emblemático nessa lista. É nítido que ele gosta do Palmeiras, seja por necessidade ou por empatia. Assim como é claro a relação de amor e ódio entre ele e torcida. O Mago, possui muito futebol é nítido o quanto pode ajudar o alviverde, mas parece não entender realmente sua importância, joga às vezes, vira e mexe se envolve em polêmicas e acabava deixando o time na mão por várias.

Dessa forma, toda a grana investida, mas o quanto custa mensalmente ao clube, sempre gera a pergunta, valeu todo o investimento.

Alexandre Pato – O queridinho de Fiorela no momento possui uma conta mais simples. O Corinthians pagou muito por ele, ele não rendeu no Corinthians, resta agora, saber quanto o Timão consegue recuperar em uma futura venda para saber se a conta fecha.

Leandro Damião – O centroavante da lambreta em um argentino possui uma conta com mais fatores. Assim como no caso do Pato, o clube investiu uma grana pesada pelo jogador, na verdade foi um fundo de investimento, mas que caso não tenha retorno, a dívida passa a ser do clube. Damião ainda tem apoio dentro do clube, mas parece não render.

Resta ao Santos, saber se aquele Damião do Inter foi apenas uma boa fase, ou essa atual é apenas uma má fase.

Elias – O volante corintiano não chegou a custar uma fortuna ao clube, mas seu histórico de ídolo na primeira passagem, tem feito com que Mano sinta uma obrigação em mantê-lo como titular, só que Elias não está rendendo, Bruno Henrique tem se mostrado mais eficiente do que Elias.

O volante foi responsável por um arranhão na relação entre Guerrero e clube. Tudo porque Gobbi não foi 100% sincero com Paolo sobre o teto do clube, e gerou uma rusga entre o peruano e a diretoria. Ou seja, não foi caro comprar Elias, mas é caro mantê-lo.

Luis Fabiano – Por fim, o sempre controverso centroavante são paulino. Fabuloso custou caro aos cofres tricolores e também vive uma relação de amor e ódio com a torcida. Ninguém questiona seu talento como finalizador e no último jogo mostrou que ainda tem condição física de jogar.

A questão é que Luis parece precisar do conflito, quando o momento é bom e de calmaria, cai o rendimento, quando é muito questionado, resolve render. Soma-se a isso, seu histórico de expulsões infantis, tudo isso para complicar o fator “fechar a conta”.

E aí, entre os listados, todos estão se pagando? O que vocês acham?

 

Rapidinhas do Camisa 10 – 03.04.2013

A-Volta-dos-Porcos-Vivos

A Embaixada agradece… Virou praxe da minha parte, começar o Rapidinhas falando da seleção. Felipão fez a convocação dos jogos da “Embaixada” brasileira. Felipão poupou bem os jogadores dos clubes, com exceção do Corinthians que irá ceder 04 jogadores. No geral, entre uma surpresa e outra, gostei da seleção para atender esses amistosos. Só achei que Alex (Coritiba) e Zé Roberto poderiam ter sido convocados.

Nordeste forte… Um fato na convocação merece destaque, a convocação de Douglas Santos do Náutico, são raros os casos de jogadores que atuam em clubes no Nordeste vestirem a amarelinha. Gostaria muito de ver um time de lá disputando um Brasileirão com os grandes do “Eixo do Mal”. Os estádios lá estão sempre cheios, a festa da torcida é maravilhosa. O dinheiro está para as bandas de cá, mas a alegria do futebol que sempre ouvimos falar, está lá.

Champions que importa… Não vi o jogo entre Bayern e Juventus, mas o time alemão deixou bem encaminhado a classificação para a semifinal, graças a um gol “sem querer” no começo da partida. Em compensação, fiz questão de assistir a reprise do jogo em Paris. Um grande jogo, principalmente pela ousadia francesa. Ancelotti colocou jogadores ofensivos para marcarem o Barca, no intuito de aproveitar o talento deles quando roubassem a bola. Vantagem para o Barça para o jogo de volta, mas será interessante a partida.

Entre uma polêmica e outra, a chatice… Confesso que ainda tenho certas dúvidas quanto ao lance decisivo no clássico paulista, acho que Pato entrou de forma imprudente, assim como Ceni não foi feliz na hora de corrigir a bobagem de Toloi, mas um fato apoio em completo. Pato, foi infeliz ao dizer que torcedor que faz aquele tipo de manifestação, não é torcedor. Torcedor quer provocar o adversário, não é pessoal, ninguém foi chamado de assassino, foi apenas provocado com gritos de “assassinos, assassinos”. Certo, ele estar em mandar a torcida se calar. Errado, em querer tornar chato o futebol.

Certo, mas nenhuma novidade… Paulo Autuori foi muito feliz ao dizer que a própria classe está defasada. Autuori afirmou que os treinadores brasileiros pararam no tempo, ou se acham donos da verdade, que isso atrapalha muito a evolução do futebol no Brasil. Em contrapartida, eles diz que são vários os exemplos de profissionais que complementam as comissões técnicas que são de alto padrão. Quem sabe uma nova geração, ou um choque cultural ajude a resolver.

Será que agora resolve? Insistindo no problema crônico de nossas torcidas que escondem bandidos dentro delas. O Palmeiras deu uma demonstração bacana na partida de ontem, a torcida apoiou incondicionalmente o time durante os 90 minutos, foi recompensada com muita dedicação de todos os jogadores. Quando todos os torcedores entenderem que vaiar e criticar (sem violência é claro) serve só para antes ou depois dos 90 minutos, muita coisa já vai começar a mudar.

Quando um dirigente atrapalha… Agora de nada adianta uma torcida entender seu papel, se o principal executivo de um clube dispara que algumas pessoas serem mantidas presas sem prova é pior do que uma morte. Ficar preso sendo inocente deve ser horrível mesmo, mas cedo ou tarde, eu voltarei para casa, agora quem morreu não tem mais esse privilégio. Mario Gobbi poderia ficar com a boca bem fechada.

A velha dúvida… Amanhã o São Paulo saberá se sua decisão de ir em cima da hora para La Paz foi acertada. Ao meu ver o time titular poderia ter embarcado no começo da semana passada e deixado o time reserva para atuar contra Paulista e Corinthians. Trata-se da partida mais importante da Libertadores para o time, o resultado pode determinar uma eliminação precoce e uma tremenda turbulência no Morumbi. É esperar para ver.

Itaipava das Brahmas… O Grupo Petrópolis topou pagar R$ 10 milhões por ano para batizar o estádio baiano como Itaipava Fonte Nova. Ao longo de uma década, desembolsará R$ 100 milhões. O mais interessante é que não poderá usar o nome na Copa das Confederações e no Mundial, já que a Dona Fifa tem outro parceiro. Sem falar que o grupo precisará negociar uma “taxinha” com a plin-plin para que seu nome seja dito em alto e bom som. Acarajé com Brahma na Fonte Nova então, por favor!

Ironia do futebol… Barcos saiu do Palmeiras com medo de não ser mais convocado. Resultado, Leandro que veio em seu lugar foi e Barcos não foi mais chamado para a seleção argentina.

Você Sabia… que entre os clubes de futebol do mundo, apenas Chelsea, Bayern de Munique, Real Madrid, Milan e Flamengo possuem contratos com a Adidas?

Dúvida da semana… Ceni não foi expulso no clássico porque não havia último homem no lance?