Pitacos: Palmeiras 2×1 Corinthians

Galera do blog, ontem foi a última rodada do Brasileirão 2011, acompanhei a vitória do Palmeiras sobre o Corinthians por 2×1.

Um clássico deste tamanho, sempre tem seus personagens que podem fazer história, mas dessa vez, acho que apenas o próprio jogador acreditava que seria personagem principal nessa partida, Fernandão, o atacante oriundo do Guarani foi relacionado para a partida após a lesão de Maikon Leite, entrou ainda no primeiro tempo e foi fundamental para a virada alviverde.

No começo do jogo, o Corinthians dominou as ações da partida, principalmente com Emerson pela direita e Ramon e Jorge Henrique pela esquerda, domínio que não significava chances, pois o time alvinegro esbarrava na firme defesa palmeirense, até que em um lance despretensioso, Marcos tentou adivinhar a rota da bola e acabou falhando na bola cruzada por Sheik que foi parar direto no fundo da rede. Com o gol, o Corinthians jogou um pouco mais solto, enquanto o Palmeiras utilizava Luan e Gabriel Silva pela esquerda para atormentar o improvisado Wallace.

Foi aí que a estrela de Felipão (ou seria Murtosa?) apareceu, o treinador vendo o posicionamento do time das tribunas, sentiu a falta de um centroavante prendendo a defesa adversária, foi quando ele lembrou que havia trazido o estreante Fernandão, tratou de tirar o “desaparecido” Patric do jogo e lançar o gigante centroavante. E logo três minutos depois, em escanteio na direção dele, Júlio Cesar saiu mal e a bola sobrou para Luan encher o pé e empatar a partida. O primeiro tempo seguiu com o Palmeiras explorando seu lado esquerdo, principalmente com Luan, dando trabalho para Wallace. Mas o primeiro tempo, terminava 1×1.

Na segunda etapa, o Corinthians ensaiou uma pressão, mas não durou nem cinco minutos, pois foi o tempo que Marcos Assunção precisou para mostrar porque é o homem mais perigoso do alviverde, em bola dominada da intermediária, Assunção lançou Fernandão na área, o atacante dominou bonito de peito e sem deixar cair tirou do goleiro Júlio Cesar colocando o Palmeiras na frente na partida. Após o gol, Tite resolveu arrumar a casa e colocar William para pressionar o Palmeiras, a mudança funcionou no sentido de pressionar o Palmeiras, mas novamente sem efeito nenhum, o Corinthians esbarrava em uma defesa firme e quase intransponível, era mais fácil o Palmeiras ampliar o marcador do que o Corinthians chegar ao empate. No fim, vitória do Palmeiras por 2×1.

Pelo Corinthians, fica a sensação de que acabou a “jogabilidade” do Corinthians, o time parece um mágico que possui apenas um truque, falta variedade tática, todo mundo que enfrenta o Corinthians já sabe como jogar contra eles. O Palmeiras também possui pouca variedade tática, mas possui um time comprometido com “a causa” e que se entregam em todos os jogos. A determinação do Luan impressiona, ele junto com o estreante Fernandão e os defensores Chico e Maurício Ramos foram os melhores da partida, sendo que Chico foi um monstro na frente da defesa, parecia se multiplicar na entrada da área palmeirense.

E vocês quais os destaques desta 19ª rodada do Brasileirão? O que acharam do clássico?

Pitacos: São Paulo 1×1 Palmeiras

Galera do blog, ontem acompanhei o clássico paulista entre São Paulo e Palmeiras que terminou empatado em 1×1 (gols de Dagoberto para o São Paulo e Henrique para o Palmeiras)

O São Paulo veio a campo com um 3-5-2 treinado apenas no sábado de manhã, enquanto o Palmeiras manteve o seu tradicional 4-4-2 (sim, o Luan é atacante). Apesar do esquema improvisado, o São Paulo foi melhor na primeira etapa, Rivaldo e Dagoberto tentaram se movimentar e Píris foi uma boa opção pela direita. O Palmeiras também soube assustar, principalmente com Luan, mas encontrou Ceni em boa tarde. O jogo ficou mais equilibrado na metade final do primeiro tempo, foi quando Dagoberto resolveu dar o ar da sua graça, em bom lançamento de Rivaldo, o atacante driblou Leandro Amaro e encobriu Marcão, um golaço no Morumbi. E assim terminava o primeiro tempo.

No segundo tempo, Felipão colocou Maikon Leite e tirou Marcio Araújo, o Palmeiras começou a pressionar o São Paulo e sempre com Marcos Assunção nas bolas paradas, e tanto tentar o Palmeiras chegou ao gol aos 18 minutos, em cobrança de falta, Henrique desviou de cabeça, sem chance para Ceni, era o empate do visitante. A partir daí, o jogo ficou mais equilibrado, mas com poucas chances para os dois lados. No fim, os times se acomodaram e aceitaram o empate como um bom resultado.

Pelo São Paulo, fica claro a falta de um homem de referência para o time, além disso algumas peças individuais são apenas esforçadas, caso de Xandão, Paraíba e Fernandinho. O retorno da garotada do sub20 pode ser o que faltava para o time ser o ideal. Henrique, Casemiro e Bruno Uvini devem ser os titulares na vaga dos mencionados.

No Palmeiras, não há muito o que mudar, o esquema do Felipão está muito sólido, algumas peças chegaram essa semana, e podem dar liga, Ricardo Bueno é um bom atacante, sobre os outros dois não conheço muito.

E vocês, o que destacam nessa 18ª rodada?

Domingão de futebol…

Galera do blog, ontem acompanhei dois jogos pela TV, e dois ótimos jogos, primeiro Santos x Palmeiras na Vila Belmiro e depois Flamengo x Vasco no Maracanã. Segue o que eu vi em cada jogo:

Santos 3 x 4 Palmeiras: Admito que fui surpreendido, não pela derrota em si, mas pela recuperação do time palmeirense e pelo grande segundo tempo que foi a partida. O Santos teve tudo para liquidar a partida ainda no primeiro tempo, mas cometeu duas bobeiras no final dele e deixou o Palmeiras empatar, isso foi fundamental para o resultado final.

O jogo começou como era esperado, com a molecada do Santos indo para cima do Palmeiras com tudo, Neymar e Robinho pelos flancos do campo e André no centro do ataque. Apesar de toda a pressão, não estava fácil para o time do Santos criar uma chance real, porém logo aos dez minutos Pará fez sem querer o primeiro gol da partida. O jogador foi lançado na esquerda e ao tentar cruzar para André errou o cruzamento e mandou no ângulo de Marcos. 1×0 Santos.

O Santos continuou jogando em cima do Palmeiras e foi premiado aos 30, Ganso fez ótimo lançamento para Neymar que bateu errado na bola, mas mesmo assim a bola foi para o fundo da rede caprichosamente. Parecia que o Santos iria ganhar com tranquilidade, porém no final do primeiro tempo, o Santos relaxou e o Palmeiras aproveitou dois lances isolados para empatar a partida, dois gols de Robert. Desse jeito, terminava o primeiro tempo.

O segundo tempo veio em grande estilo, o Palmeiras melhorou muito na segunda etapa, e o jogo virou um partidaço. Até que Diego Souza que voltou a fazer boa partida pelo Palmeiras foi premiado com um gol, a partir daí o jogo ficou aberto, era o Santos indo para o ataque com tudo e o Palmeiras contra atacando perigosamente. E o alvinegro praiano achou o empate com o baixinho Madson que apareceu livre dentro da área e bateu no canto de Marcos.

Com o empate, o Santos se empolgou e foi com tudo para cima do Palmeiras, mas Neymar exagerou na empolgação e entrou muito forte em Pierre, expulsão correta. Com um a mais o Palmeiras soube aproveitar os espaços e Robert acertou uma bomba para dar números finais a partida. Grande jogo, grande vitória palmeirense!

Flamengo 1 x 0 Vasco: No clássico carioca, a partida merecia mais gols, aliás oportunidades não faltaram para também acontecer um 4×3 no Maracanã, porém Fernando Prass e Bruno tiveram atuação de gala ontem, o goleiro flamenguista inclusive pegou dois pênaltis, ambos desperdiçados por Dodô.

Logo no começo do jogo, uma chance para cada lado. Na primeira, Vinicius Pacheco dominou a bola sozinho na grande área e bateu para o gol, mas Fernando Prass fez grande defesa. No troco, Dodô deu lindo drible em Alvaro e chutou, a bola tinha endereço, porém desviou em um defensor rubro negro e saiu.

E esse seria o desenho da partida inteira. Chances claras para os dois lados, porém parava nos goleiros, nos zagueiros, nas traves e tudo que pudesse dificultar aquilo que Parreira chama de detalhe, o gol, parecia que precisava ser de bola parada, para os atacantes terem mais tranquilidade na hora da conclusão.

E aos 35, o Vasco teve um pênalti a seu favou. Coutinho foi derrubado na área, na cobrança Dodô foi tranquilo demais para a bola, beirando o sonolento, bateu fraco no canto direito de Bruno que caiu e agarrou a bola. O primeiro tempo acabava sem gols.

Começou o segundo tempo e logo veio a presapada do juíz,ele marcou um pênalti inexistente a favor do Flamengo. Na cobrança, Imperador não perdoou e abriu o marcador. Fora isso, o segundo tempo continuou da mesma forma que o primeiro, chances claras para os dois lados, mas o gol tava difícil. Para manter a semelhança com o primeiro tempo, o Vasco teve outro pênalti a seu favor. Seguindo todo o ritual, para ficar igualzinho os dois tempo, Dodô se preparou para bater do mesmo jeito, bateu no mesmo canto e o resultado foi o mesmo, defesa de Bruno.

Em resumo, foi um grande jogo, onde qualquer time poderia ter saído vencedor, só fico triste porque o único gol da partida, saiu em jogada irregular.

Nossa síndrome de mulher de malandro..

Galera do blog, estava lendo uma série de matérias sobre o Adriano a que mais gostei foi do excelente jornalista Marcelo Barreto que no começo da semana entrou no mundo da blogosfera, para quem tiver interesse segue o link: É muito pênalti!

Bom, entre muitas coisas ditas e imagens vistas, fico com uma certeza, isso só acontece no Brasil. Bem Barreto menciona no blog dele, o futebol brasileiro é refém de seus ídolos. Nossos clubes na grande maioria são menores do que os jogadores.

Adriano pode fazer o que quiser no Flamengo, como dizem nos bastidores “é o pacote completo”, você ganha um grande jogador, mas ele vem com um monte de problemas. E nada é feito, tudo é aceito para que ele possa se sentir bem dentro do clube.

Da mesma forma, Ronaldo no Corinthians, Sanchez esses dias disse “Se o Ronaldo faz gol ele é um gênio, se ele não faz é porque está gordo!”. Meu caro picareta Sanchez é exatamente isso, Ronaldo só consegue fazer algo pelo Corinthians pois é um gênio do esporte, mas beira o ridículo ver ele jogando com aquela barriga maior do que a do próprio presidente. E qual a cobrança que ele tem nenhuma, por isso está fora da Copa.

Fred e suas regalias por ser o contratado do patrocinador, ele pode tudo e ponto final. Kleber Gladiador na Toca da Raposa, por mais que os Perrelas façam biquinho e queiram empurrar ele para o exterior, quando o menino mimado pelo seu empresário bate o pé ele consegue tudo que tem.

Aonde quero chegar com isso? Que nossos clubes ainda vivem em um amadorismo profundo, na minha opinião, os clubes devem ser a entidade maior do futebol e não um jogador, o craque do time deve ser protegido, porém não colocado acima do clube. Os clubes como o ditado diz, vivem como mulher de malandro, deixam alguns atletas debocharem na própria cara e nada é feito.

Isso resume-se a uma única palavra: amadorismo, os clubes precisam entender que eles são maiores do que qualquer jogador. O Flamengo não pode estar a mercê de um atacante, por melhor que ele seja, o Flamengo é uma nação de 40 milhões.

Sâo nessas horas que alguns torcedores de clubes rivais às vezes questionam a idolatria que são paulinos e palmeirenses tem por seus arqueiros. Eles não são apenas excelente jogadores, mas grandes profissionais. Ambos enaltecem o clube que atuam como poucos, aliás somente eles conseguiram criar tal identidade.

Isso prova que profissionais talentosos são mais valorizados do que jogadores talentosos.

Especulando as especulações do mercado da bola!

Meus caros, seguindo com as tão queridas especulações, vamos a elas:

Time sonhado – Marcos, Danilo, Edmilson e Xandão, Figueroa, Pierre, Cleiton Xavier, Conca e Armero, Diego Souza e Vagner Love – O alviverde conta com a parceria da Traffic para tornar o time mais forte, o principal sonho é trazer Conca para o time. Com a permanência do time do Fluminense na Série A, ficará bem mais difícil tirá-lo. De qualquer jeito, o mais importante é o time reforçar seu setor mais frágil, a defesa, o nome de Xandão do Barueri surge como opção, o mesmo vem sendo cogitado pelo São Paulo também, mas acho que o Palmeiras devia ousar mais e trazer zagueiros de verdada para o time, já que os jogadores que existem hoje são uma verdadeira lástima.

Time sonhado – Rafael, Mariano, Digão, Gum e Dieguinho, Diguinho, Diogo, Marquinhos e Conca, Fred e Maicon – O Fluminense me surpreendeu comecei a olhar o elenco do time e me deparei com algo que não aceitei muito bem ainda, o time possui um bom plantel. Hoje, vejo que o tricolor precisa na verdade de jogadores mais experientes na lateral e no meio, na minha opinião, três peças experientes seriam suficientes para o elenco do próximo ano. Por enquanto, a maior especulação no time é a saída do seu trio ofensivo, Conca, Fred e Maicon, mas ao que tudo indica, apenas Maicon tem grandes chances de sair, os outros dois dificilmente sairão do clube.

Time sonhado – Carini, Nei, Benitez, Caceres, Marcio Careca, Marcio Araujo, Correa, Ricardinho e Danilo, Tardelli e Eder Luis – O meu querido Galo, montou um bom elenco ao longo do campeonato, porém o time ainda não deu liga, na minha opinião, deve se dar esse tempo antes dos estaduais para o time se entender de vez, além disso, é nítido a necessidade de trazer boas peças de defesa para o time, Caceres é o preferido da massa atleticana, e se bem conheço Kalil, o presidente não medirá esforço para trazer o preferido da torcida. Além disso, o que parecia pouco provável, agora é quase certeza, Tardelli não sairá do Atlético.

Time sonhado – Lauro, Danilo Silva, Bolivar, Indio e Kleber; Guinazu, Sandro, D’Alessandro e Giuliano, Marquinhos e Taison. O time gaúcho por si só já é uma força, pretende trazer algumas peças apenas para compor elenco e uma delas é excelente, o time já tem tudo acertado com Thiago Humberto do Barueri, na minha opinião o Colorado irá trazer o melhor jogador do time do Barueri, mas o grande mistério está em que vai assumir a cadeira de treinador do time, apesar de todos desconfiarem do fã de manicures, aposto que quem virá é um ex-treinador de muito sucesso.

Bom, é isso galera, quem quiser contribuir com mais informações, pode mandar a vontade. Na próxima quinta, trarei mais quatro times e as tão “especulativas especulações”…

Melhores do Brasileirão 2009

Os melhores de 2008.

Galera do Blog mais querido, já que o assunto do Ricardo Gomes rendeu, resolvi trazer a lista completa dos indicados ao prêmio de Melhores do Brasileirão 2009, destaquei em vermelho aqueles que na minha opinião são os favoritos ao título:

Goleiro
Bruno (Flamengo)
Marcos (Palmeiras)
Victor (Grêmio)

Lateral-direito
Jonathan (Cruzeiro)
Léo Moura (Flamengo)
Vitor (Goiás)

Zagueiro pelo lado direito
André Dias (São Paulo)
Chicão (Corinthians)
Danilo (Palmeiras)

Zagueiro pelo lado esquerdo
Miranda (São Paulo)
Rever (Grêmio)
Ronaldo Angelim (Flamengo)

Lateral-esquerdo
Armero (Palmeiras)
Júlio César (Goiás)
Kleber (Internacional)

Volante pelo lado direito
Hernanes (São Paulo)
Pierre (Palmeiras)
Willians (Flamengo)

Volante pelo lado esquerdo
Guiñazu (Internacional)
Maldonado (Flamengo) – Apesar de gostar muito de Guinazu, para mim ele foi fundamental para a ascensão do Flamengo.
Sandro (Internacional)

Meia direita
Cleiton Xavier (Palmeiras) – Se os dois jogam juntos, como podem disputar a mesma posição?
Diego Souza (Palmeiras)
Souza (Grêmio)

Meia esquerda
Conca (Fluminense)
Marcelinho Paraíba (Coritiba)
Petkovic (Flamengo)

Atacantes pela direita
Diego Tardelli (Atlético-MG)
Fernandinho (Barueri)
Fred (Fluminense) – Como foi difícil escolher nessa posição, os três para mim fizeram um campeonato formidável.

Atacantes pela esquerda
Adriano (Flamengo)
Iarley (Goiás)
Ronaldo (Corinthians)

Técnico
Andrade (Flamengo)
Celso Roth (Atlético-MG)
Silas (Avaí)

Revelação
Fernandinho (Barueri)
Giuliano (Internacional)
Paulo Henrique Ganso (Santos)

Juiz – Me recuso a votar nesse quesito, um campeonato que tem Sandro Ricci e Vuaden ensinando todo mundo a apitar, eles escolhem politicamente esses três árbitros, o pior de tudo é saber que o “engavetado” Héber pode ganhar.
Héber Roberto Lopes
Leonardo Gaciba
Paulo César Oliveira

Craques da galera
Conca (Fluminense)
Hernanes (São Paulo) – Como é o craque da galera, dei meu voto de torcedor, pois o sérvio é mais digno desse prêmio.
Petkovic (Flamengo)

E vocês, dentro da relação disponível, quem vocês elegeriam?