Rapidinhas do Camisa 10 – 05.12.2012

Imagem

Gol, um detalhe fácil… Pelo menos para o craque Messi fazer gol é muito simples. Enquanto a maioria dos jogadores se matam para conseguir um mísero gol, La Pulga precisa apenas de pouco mais de 3 finalizações para marcar um gol. Como comparação, Cristiano precisa de 7 finalizações para conseguir marcar um gol, no Brasileirão cada gol saia após dez finalizações. Alguém duvidava da capacidade de Lionel?

O preço da soberba… Hulk pode estar com os dias contados no Zenit. O jogador que chegou com uma das maiores transações da história, causou ciúmes no grupo e a falsa sensação de que ele seria intocável no time. Porém como todo time profissional, em alguns jogos a substituição é inevitável. Hulk está arrumando confusão com o técnico por besteira, a fama subiu a cabeça. Pode sair pelas portas do fundo de um time sem expressão.

Eu pensei que era jóia rara…e Lulinha era bijuteria. O jogador que surgiu na base do Corinthians como a grande revelação, com o histórico de mais de 300 gols pela base e com multa de 50 milhões de reais, está no fim do seu contrato com o Corinthians e não será renovado, ou seja, poderá ir de graça para qualquer time.

Mexendo no vespeiro… Confesso que ainda não tenho confiança nas intenções do craque da pequena área e deputado Romário, mas a iniciativa que colher assinaturas para uma CPI em cima CBF é de se louvar. Basta entender, o quão sério será essa investigação e quem realmente irá fornecer a assinatura, porque se depender do que foi a premiação do Brasileirão, Marin está só sorriso para a bancada política.

Um certo desapontamento… Falando da premiação do Brasileirão, estive presente no HSBC (antigo Tom Maior) para acompanhar o evento e fiquei decepcionado com a organização dele. Considerei o evento feito de qualquer forma, com um certo improviso, um Cleber Machado atrapalhado, sem muita interação dos principais personagens (atletas)e puxa saquismo com vários políticos. Esperava mais de um evento organizado pela Globo. De bom, foi as conversas com Fred e LAOR (presidente do Santos), duas figuras incríveis.

Fique atento… Marcelo Campos Pinto, diretor de esportes da Globo, voltou a usar o microfone para falar bobagem. Usou a premiação para fazer um discurso ameaçador. Falou que espera maior exclusividade dos clubes com a emissora e que espera um modelo igual ao inglês, onde dentro do campo apenas a emissora que detém os direitos de transmissão. Ou seja, na cabeça do cara que prefere pontos corridos, a Globo tem “pouco espaço” pelo que paga.

Nos bastidores o time está bom… Pelo menos é assim que vejo o Vasco. Renê Simões foi contratado como diretor executivo do clube, ele se junta a Mauro Galvão e Ricardo Gomes para tentar montar um Vasco novamente competitivo. O primeiro desafio é manter Juninho no elenco, o segundo é acertar nas peças de reposição para começar bem 2013. Por enquanto, as escolhas administrativas foram excelentes.

Para a Série B serve… Fernando Prass, Ayrton, Henrique, Cleber (vindo da Ponte) e Juninho; Souza (que estava no Naútico), M. Assunção, Denoni, Valdivia, Edno (o próprio) e Barcos esse é o time ideal que o Palmeiras espera para estreiar no Paulistão. A primeira vista, parece melhor que o time que terminou o campeonato, é necessário mais algumas peças, mas já nota-se uma evolução.

Reconhecimento do ninho.. O Flamengo já tem um novo presidente. Eduardo Bandeira de Mello assume o clube com um enorme desafio, voltar a tornar um Flamengo um grande no futebol, principalmente de forma sólida para que o time volte a entrar nos eixos e consiga montar grandes times. A primeira ação é entender o que Patricia fez durante a sua gestão, depois definir quem será o responsável por construir o time do Flamengo para 2013.

Ahh, as especulações… Entre todas as especulações que rolam no mercado, a mais engraçada envolve dois argentinos. A primeira é Montillo, sempre aparece alguém disposto a levar o meia, mas a Raposa insiste em segurá-lo de qualquer jeito. O segundo é Riquelme, ele é o primeiro jogador que planta as próprias especulações, agora é a vez do Santos. Aliás, o Peixe está querendo os dois argentinos mais enrolados.

Dúvida da semana. Quem tem a tarefa mais difícil? Felipão, Eduardo Bandeira Mello ou Gilson Kleina?

Pitacos da 31ª Rodada!!

Agora desencatou!!!

Agora desencatou!!!

Galera, bagunçou geral!! Esse Brasileirão o mais fácil do últimos tempos, está sem dono, no fim das contas a rodada foi péssima para o Palmeiras e para o Marcelo Campos Pinto, pois está na cara que Brasileirão de pontos corridos é muito melhor que mata-mata.

Vamos as análises:

Atlético-MG(2º) 1 x 0 Vitória(9º): Como sempre Tardelli foi decisivo, marcou o seu e colocou o Galo de vez na disputa pelo título, volto a repetir e lembro que todos deram risada da minha cara, o Galo é o meu favorito ao título e tem tudo para confirmar minhas previsões. Foi uma grande partida, o Vitória soube valorizar a vitória atleticana.

Náutico(17º) 2 x 1 Barueri(12º): Se Tardelli sempre marca pelo Galo, Bruno Mineiro sempre marca pelo Náutico, ontem foi o 6º gol no 6º jogo dele no Náutico, Bruno Mineiro foi fundamental para a campanha do América-MG, campeão da Série C. Foi um bom jogo também, a briga entre Náutico, Botafogo e Santo André será boa.

Internacional(3º) 1 x 0 Grêmio(8º): Um único lance decidiu a partida, um morrinho junto com uma ajudinha do Victor deram a vitória ao time colorado, assisti a partida e para quem viu o jogo após o gol de D’Alessandro teve a sensação que o jogo poderia durar dias que ficaria naquilo para sempre. No fim das contas, o Inter ganhou o fôlego que precisava e ao mesmo tempo acabou com todas as pretensões tricolores no campeonato.

Goiás(7º) 2 x 2 Fluminense(20º): Eee Goiás, segue para o seu tradicional oitavo lugar, o meu querido Robin Hood até tentou ajudar o Fluminense a ganhar, mais o time do Flu é tão ruim que só conseguiu empatar com o Goiás, brincadeiras a parte, é impressionante o toque de qualidade que Fred deu ao tricolor das Laranjeiras, do lado goiano Iarley está comendo a bola, mostrando que quem sabe nunca esquece.

Coritiba(15º) 3 x 2 Atlético-PR(14º): Grande jogo, eletrizante, os dois times deram sangue pela partida, esse foi clássico com cara de final, jogo pegado, corrido, parecia ou era o jogo mais importante das duas equipes, no final valeu a estrela de Ney Franco, que teve ousadia de lançar seu time ao ataque e foi premiado com o gol de Marco Aurélio ao apagar das luzes, aliás gosto muito dos atacantes do Coxa, Ariel e Marco Aurélio são bons atacantes e M. Paraíba é excelente, eu tinha minhas dúvidas quanto a vinda dele ao meu tricolor, mas se vier mesmo, será excelente, a cada rodada ele cala mais um pouco a minha boca.

Corinthians(11º) 0 x 1 Cruzeiro(6º): Outro bom jogo, apesar das poucas finalizações, muitas jogadas foram criadas, faltando sempre a conclusão final, o Cruzeiro soube jogar muito bem nos contra-ataques, Thiago Ribeiro está voando nessa reta final, o menino está jogando muito bola, e prestem atenção o Cruzeiro tem tudo para se classificar para a Libertadores, possui uma tabela fácil pela frente, enquanto os de cima se matam entre si. Apenas para destacar, no único gol da partida, Gilberto estava impedido.

Avaí(10º) 2 x 2 Sport(19º): O Sport começou muito bem, abriu 2×0 de vantagem e mostrava sinais de que o time estava realmente disposto a escapar dessa incômoda situação na tabela, mas veio o segundo tempo e junto dele a covardia tomou conta do time pernambucano que foi justamente castigado com o empate, Silas foi premiado por sua ousadia, e o time do Avaí hoje é uma realidade, e com certeza a mais grata surpresa desse campeonato.

Botafogo(18º) 0 x 1 Flamengo(5º): O jogo foi ruim tecnicamente, esperava mais da partida, o Flamengo comandou as ações da partida, porque tem Pet, e o sérvio independente de qualquer final, para mim já merece a medalha de craque do Brasileirão, que elegância!! Bom, voltando ao jogo, em um lance isolado de oportunismo, Imperador guardou o dele. E dessa vez, o Bota não pode reclamar o juizão deu uma ajudaça, marcando um pênalti inexistente, mas Lúcio Flávio com senso de justiça cobrou o pênalti nas mãos de Bruno, o jejum botafoguense segue.

Santos(13º) 3 x 4 São Paulo(4º): Que jogaço!! Tive que guardar para o final, demorei para escrever o post para ausentar todas as minhas emoções, mas ainda é difícil, o jogo foi fantástico, fazia tempo que não via um jogo do meu tricolor desse jeito. Sobre o jogo, mais da metade dos gols foram por falhas defensivas, do lado santista era compreensível, pois era a primeira vez que Astorga e Adaílton jogavam junto além do que é notável a dificuldade defensiva do alvinegro praiano, agora do lado tricolor é inaceitável, uma zaga que nos últimos anos ficou conhecida por ser a melhor, e ainda hoje é a defesa menos vazada, não pode tomar aqueles dois primeiros gols como tomou. Bom, no restante é impressionante como o meu tricolor melhora muito quando Hernanes está afim, ele é o motor do time. E o Ceni desencantou, até que enfim nosso Goleiro-Capitão-Artilheiro e Patrimônio Ceni marcou o seu primeiro gol e depois foi injustamente expulso pelo Simon, mas vou deixar essa parte para o Paloschi falar, pois gosto dele reclamando da arbitragem.

E vocês, quais jogos viram e o que podem acrescentar? Comentem e principalmente CORNETEM!!!

Marcelo Campos Pinto, o cara que só consegue ver futebol em Dezembro!

Já que as Eliminatórias não tem a menor graça, e olha que o Brasil fez força no final para não terminar em primeiro, mas assim como no Brasileirão, a galera preferiu deixar com o Brasil mesmo e entregaram o “simbólico” título a Quadrilha da Nike. Vamos falar desse fantasma chamado Mata-mata.

Só espero que nessa luta ganhe o melhor e não o mais forte!!

Só espero que nessa luta ganhe o melhor e não o mais forte!!

Alguns seres acéfalos da Globo, mas precisamente senhor Marcelo Campos Pinto, homem forte da GloboEsporte cogita a hipótese do Brasileirão voltar a ter mata-mata, no mínimo estranho a sugestão deste executivo. Seu principal argumento é que o futebol é negócio e não entretenimento. Quanto a essa frase, concordo em partes, o futebol é as duas coisas e ao mesmo tempo, é impossível ele ser negócio se não for entretenimento e vice-versa.

Mas mesmo diante da premissa que o futebol é um negócio, Marcelo Campos Pinto impõe um negócio vantajoso apenas para ele, pois as cotas de tv e espaços publicitários que o mesmo gostaria de angarear, caso o mata-mata volte, serão para uso exclusivo da GloboEsporte e nunca para os clubes. Campos Pinto está criando a falsa ilusão de que os clubes arrecadarão maior bilheteria com a volta dos mata-matas, primeiro é que se trata de uma imensa estupidez da parte dele achar que algum dirigente acreditará nisso.

Nenhum dirigente deve acreditar nesse absurdo, pois é claro que esse “extra” de bilheteria ficaria restrito a oito clubes apenas, além do que, se qualquer dirigente fizer a conta de seu público médio nos pontos corridos ou fora deles, verá que a média não muda muito, portanto é um mito dizer que mata-mata arrecada-se mais bilheteria.

Outra grande farsa de Campos Pinto é alegar que nos Pontos Corridos perde-se esse aspecto da decisão, agora pergunto a todos vocês, alguém duvida da importância de cada jogo nos pontos corridos, cada vez mais aquele chavão começa a ser percebido de fato, “cada jogo é uma decisão”, darei como exemplo o meu time, para o São Paulo, o clássico com o Palmeiras foi decisão, com o Corinthians também, contra o Náutico nos Aflitos também, contra o Flamengo no Maraca também e daqui para frente todos serão, ou seja, ao que me parece só neste exemplo de curto prazo já citei mais decisões que o mata-mata me daria.

Podio 151009

Além disso tudo, existem os outros fatores que são de conhecimento de todos no qual também me escoro, os Pontos Corridos premia o time mais regular do campeonato e consequentemente o melhor, os Pontos Corridos permite um melhor planejamento do elenco e outro talvez menos importante mas que para mim também faz sentido, mata-mata é Copa do Brasil e Libertadores, Brasileirão é pontos corridos e ponto final.

O mais triste disso tudo e que já começou a pressão da Globo em cima dos clubes para cederem e aceitarem a volta do mata-mata, até agora os dirigentes tem se mostrado fortes e resistido a essa pressão, com exceção de um, Belluzzo aquele que considero ao lado de Alexandre Kalil do Galo um dos mais promissores dirigentes de futebol, na minha opinião, ambos estão na vanguarda das administrações de clubes, mas Belluzzo recuou, ficou com medo da mão pesada da Globo se fechar para ele e balançou pela pressão da Globo, espero de verdade que tenha sido apenas um destempero de Belluzzo que ele volte atrás e fique na turma daqueles que são contra a volta dos pontos corridos.

E para vocês Pontos Corridos ou Mata-mata?