Rapidinhas do Camisa 10 – 06.06.2012

Enfim, a Galoucura. Parece que Kalil resolveu fazer valer o nome da principal torcida organizada do Atlético-MG, de uma leva só trouxe Jô e Ronaldinho Gaúcho, a dúvida é se Kalil sabe mesmo o que está fazendo com o seu querido ou clube, ou se ele resolveu investir na vida noturna de Belo Horizonte e trouxe potenciais usuários.

O problema do querer. Ainda falando sobre o Gaúcho, o jogador pode atuar centralizado no 4-2-3-1 ou aberto na esquerda como atacante em um 4-4-2 a moda inglesa com wingers. Pelo estilo de jogo do Galo e de Ronaldinho aposto que a segunda opção seria mais favorável. O problema é saber se ele vai querer jogar.

O famoso noves fora. O Corinthians está com um problema crônico com a camisa 09, além de ter que aceitar pagar uma multa para Adriano para se livrar de vez desse problema, agora é a vez do clube ficar indeciso sobre qual decisão tomar sobre Liédson. A dúvida é, age racionalmente e não renova o contrato com o atacante, ou age com emoção e faz uma proposta de renovação pelo atacante “sem cartilagem”.

Copa do Mundo sem o trio sulamericano. Vai começar a Eurocopa, entre Alemanha, Espanha e Holanda como favoritos, fiquem de olho na França. A seleção chega tinindo para a competição, enquanto alguns parecem ainda se encontrar, e em uma competição de tiro curto, chegar tinindo é fundamental.

Craques das crianças. Em mais uma dessas pesquisas, foi feito um levantamento dos craques dos grandes clubes dos últimos dez anos. Vejam os eleitos: Conca (Flu), Romário (Vasco), Petkovic (Fla), Loco Abreu (Bota), Marcos (Pal), Ceni (SP), Ronaldo (Cor), Neymar (San), Alex (Cru) e Fernandão (Inter). A pesquisa foi restrita a esses dez times.

O jeito é fingir que joga. O Flamengo parece que conseguirá economizar um “dinheirinho” daqui pra frente, a idéia é conseguir pagar a classificação para a Libertadores que está em atraso. Será que pode descontar o vexame da eliminação precoce?

Falando em pindaíba No co-irmão Vasco a situação é tão assustadora quanto no Flamengo. O time pode perder de uma vez só Renato Silva, Felipe Bastos e Edér Luís, todos em fim de contrato e o clube sem um centavo no bolso para ao menos negociar a renovação dos empréstimos.

Pouco futebol mesmo Mano falou, falou e não disse nada sobre a derrota para o México. Além da batata dele, Danilo, Juan, Sandro e Damião precisam também acordar, estão jogando fora suas chances de conquistarem um espaço na amarelinha sem sal.

Promessa é dívida Após eliminar o Barcelona, o volante Ramires havia prometido que caso o time fosse campeão, iria gravar uma versão de Para a nossa alegria com ele cantando. Ramires, só para eu lembrar, quem foi campeão da Champions mesmo? Cadê o vídeo?

Estão acabando as opções. Com Ronaldinho no Galo, Seedorf no Botafogo e Ganso assinando um novo contrato pelo Santos, resta para o Corinthians apenas Robinho, Pato, Kaká e Forlan. Pensando bem, resta só o Pato, ou melhor chegou o Romarinho, vai.

Só para não dizer que disse Enquanto o Galo decidiu comprar alguns medalhões para montar o time, o rival está contratando de atacado, sinceramente perdi as contas de quantos jogadores o Cruzeiro trouxe para este campeonato brasileiro, a minha dúvida qual estratégia dará mais errado, trazer um monte em cima da hora, ou trazer errado em cima da hora?

Dúvida da semana. Qual cidade está melhor preparada? Barueri, para sobreviver a Jóbson e Paraíba ou Belo Horizonte para superar Ronaldinho e Jô?

Anúncios

Rapidinhas do Camisa 10 – 30.05.2012

Encontro de gerações. O Grêmio Barueri resolveu promover o encontro de gerações em seu time, depois de Marcelinho Paraíba, o time anunciou Jóbson. A partir de agora, a cidade terá toque de recolher para as crianças depois das 22h.

Problema resolvido. Falando em “boas praças”, Dana White podia pensar em Felipe Mello para substituir Vitor Belfort no duelo com Vanderlei Silva. All in no Felipe!!

Triste história repetida. Mais uma vez, o campeonato italiano em todas as suas divisões passa por uma investigação minuciosa sobre manipulação de resultados. O capitão da Lazio, Stefano Mauri, está preso e Criscito foi cortado da seleção, além deles a credibilidade do campeonato também foi cortado nessa história.

Quem avisa amigo é. Vagner Love mostrou como Joel ganha cada vez mais aconfiança do grupo. Ao ser questionado pelo treinador sobre suas reclamações sobre o treino, Love rebateu: “Vai me desculpar, Joel. Mas você passou 10 dias sem aparecer no campo para comandar o treino. Você não tem moral para falar de ninguém aqui.” Gaúcho sorri.

Hermano genérico. O bando de loucos vive a expectativa de ter Tevez no grupo, mas podem acabar se contentando com Maxi Lopez. O argentino que atuava pelo Milan foi oferecido ao Corinthians segundo informação do blog do Neto. Em tempo, não se trata de um cracaço, mas daria conta do recado.

Trauma que vem para o bem. Depois da goleada que o Santos sofreu para o Barcelona, Muricy decidiu que o time iria valorizar a posse de bola e tem cumprido religiosamente essa determinação. Mesmo com a versão genérica nessas duas primeiras rodadas, o time é o líder em aproveitamento de passes, além de ter sido o time que mais trocou passes.

Ele deve ser muito chato. Adilson Baptista já foi demitido do Atlético-GO, após 10 jogos (5v 4e 1d), mais uma vez na sua carreira, Adilson sai de um clube com um bom aproveitamento. É inegável que os dirigentes não tem paciência com o “professor” quando ele oscila. Alguma coisa acontece.

Gênio ou Rebelde? Mario Balotelli disse que se considera um gênio e não um rebelde. Segundo ele, quando ele quer fazer um gol, ele faz. Acho que se ele tem todo esse dom mesmo, ele poderia começar a querer fazer gols mais vezes.

DNA garantido? O irmão de Leandro Damião está tendo sua chance como atleta profissional. Edimar que sempre foi considerado o melhor da família, conseguiu uma chance em uma equipe modesta de Mato Grosso, resta saber se todo esse talento irá despontar.

O maldito duplo sentido. A Brahma quer usar Ronaldo para ensinar os clubes paulistas a melhorarem sua gestão. Ainda bem que não é digestão, além disso a Brahma terá vantagem em pagar o craque fofo em engradados.

A verdadeira nação. Segundo pesquisa feita, o Manchester United tem uma torcida que corresponderia ao 3º país mais populoso do mundo. Perdendo apenas para China e Índia. Segundo cálculos o Manchester possui 595 milhões de torcedores e pensar que times brasileiros que não chegam a 30 milhões ousam chamar sua torcida de nação.

Dúvida da semana. Santos menos Neymar é igual a Ponte Preta? Corinthians menos Tite é igual a Barcelona? Palmeiras sem Felipão é igual ao Guarani? E São Paulo sem Leão é igual a um time?

Dois gols no fim definem as partidas..

Ontem, tive a disposição duas Tv’s e consegui assistir tanto a Goiás x São Paulo quanto Palmeiras x Flamengo. Acompanhei mais atentamente a Goiás x São Paulo. Vamos aos comentários:

Goiás 2 x 1 São Paulo: O jogo não foi bom, apenas Bernardo pelo Goiás e Marcelinho pelo São Paulo procuravam criar alguma coisa. O São Paulo saiu na frente e tinha tudo para levar o jogo, mas Richarlyson para variar estava em campo. E a bomba-relógio tricolor resolveu explodir nessa partida, em uma lambança absurda se atrapalhou todo para rifar uma bola da defesa e permitiu a interpretação duvidosa do árbitro.

O jogo começou com o visitante pressionando o adversário, logo no início o tricolor quase abriu o placar em boa jogada de Cicinho. E aos 15 em bola parada, Marcelinho cobrou bem a falta e ainda contou com a demora na reação do goleiro, resultado, bola no fundo da rede e 1×0 para o São Paulo.

Nessas horas, eu realmente não entendo futebol, o São Paulo estava pressionando o time esmeraldino e decidiu com a vantagem recuar, a partir daí, o jogo ficou chato, nenhuma criatividade, apenas lances isolados do Marcelinho Paraíba, e do Bernardo do Goiás.

Aí resolveu aparecer Richarlyson aos 37 para mudar o panorama da partida e dar sobrevida ao time goiano, em um lance bizonho já comentado, o “polivalente” jogador abriu o lance para interpretação do árbitro, e eu também daria ainda mais vendo que o Richarlyson no lance. O próprio Bernardo cobrou e empatou a partida. Até o final do primeiro tempo, nada de novo aconteceu.

No segundo tempo, Gomes trocou Fernandinho por Dagoberto, logo no começo parecia que a substituição daria certo, Fernandinho fez boa jogada pela ponta esquerda, mas Jean não soube aproveitar. Dessa forma, o São Paulo voltou com Fernandinho e Marcelinho abertos pelas pontas e Hernanes no meio, mas a ineficiência que às vezes assombra o camisa 10 tricolor não permitia nada de criação, assim como o Goiás que não produzia nada.

Mas já aos 44, Jonílson, em um chute despretensioso deu a vitória para o Goiás.

Palmeiras 0 x 1 Flamengo: Como disse anteriormente, acompanhei meio que de canto de olho o jogo no Pacaembu, e pelo que vi foi um jogo tão ruim quanto o do Serra Dourada, pouca criatividade do meio de campo, poucas chances e a vitória no final em um lance individual.

Não poderia e nem seria justo analisar a partida pelos tempos de jogo, mas do que pude observar, o time palmeirense, encontrou uma formação tática que não desguarnece tanto sua defesa, Edinho, Pierre e Marcio Araújo na frente da zaga tão proteção suficiente para a mediana defesa palmeirense, mas o preço pago por isso e as restritas opções ofensivas. Cleiton Xavier, é um ótimo armador, mas não é muito de fazer gols, Lincoln parece ainda perdido no time, apenas alguns momentos de clareza, e Ewerthon nunca foi um centroavante, o famoso 09, sempre foi atacante de jogar pelas pontas. Dessa forma, o Palmeiras quase não agride, se efetivar a chegada de Kléber Gladiador e a reintegração de Diego Souza, o Palmeiras volta a ser um time forte.

Do lado flamenguista, o time também soube nessa partida criar um sistema defensivo cauteloso demais até diante de um ataque de pouco volume, Rogério Lourenço escalou o Flamengo com três zagueiro e dois volantes para se proteger, e praticamente anulou qualquer ataque alviverde, porém sua diferença maior foram nas laterais, o Falmengo possui laterais que sabem jogar e saem para o jogo e recompõe a defesa com mesma eficiência, isso permitiu maior liberdade para os meias.

Contudo, o gol saiu só aos 42, em jogada individual de Love, o ex-atacante palmeirense foi decisivo para o Flamengo.

Recorde, Invencibilidade e uma tentativa de futebol em São Januário.

Ontem assiti a dois jogos, um da Copa Do Brasil e outro da Libertadores.

Vasco 0 x 0 Souza-PB: O jogo foi ridículo, a torcida como protesto não compareceu após a derrota para o Botafogo na Taça Guanabara e consequentemente parece que o time também não estava com vontade. O time conseguiu se classificar por causa de uma vitória magra no jogo de ida na Paraíba. O momento do Vasco é de apoio, a torcida precisa ajudar, o time estava sendo montado e possui muito potencial, não adianta jogar pedras nesse momento.

Sobre o jogo não tem muito o que comentar, o Vasco não conseguia trocar passes, parecia completamente fora de sintonia. A torcida hostilizou Dodô e Mancini, não concordo, acho ainda prematuro começarem as críticas ao time. Contudo o Vasco precisa reencontrar seu eixo e manter seu planejamento estipulado, fator de sucesso no ano passado.

Once Caldas (COL) 2 x 1 São Paulo: Um tempo para cada time, e a certeza de que o Once Caldas não é nada disso, aliás como bem dito por muitos, a primeira fase da Libertadores é para fazer turismo. Porém os São Paulo em duas falhas individuais tomou os gols que decretaram a derrota. O time mostrou evolução coletiva, mas algumas peças individuais mostram que precisam melhorar muito para jogar no São Paulo. Ceni se tornou o maior artilheiro do São Paulo em Libertadores e Rodrigo Souto estreiou. E o time colombiano mantém uma invencibilidade em seu estádio de 18 jogos na Libertadores, o time nunca perdeu em Manizales.

Durante o jogo, o São Paulo mostrou melhoras a respeito do padrão tático, ainda não concordo com Jorge Wagner de lateral esquerdo e Marcelinho de atacante. Tanto é verdade que Marcelinho jogou bem apenas contra a Portuguesa quando jogou na meia de lá pra cá jogando no ataque não está rendendo nada. O São Paulo contou com a estrela do seu maior ídolo para abrir o marcador, em cobrança de falta de Ceni a bola desviou na barreira e matou o goleiro do time colombiano. O São Paulo continuou superior no primeiro tempo e merecia ter ampliado o marcador, porém não soube aproveitar as chances que teve. No segundo tempo, o tim colombiano cresceu de produção e começou a dominar as açoes do jogo, até que em um lance bizonho na cobrança de lateral Marcelinho Paraíba dominou completamente errado a bola e entregou de bandeja a bola para Santoya cruzar e encontrar Uribe livre na área. O São Paulo demorou para se reorganizar, enquanto isso o Once Caldas pressionava muito o São Paulo, porém aos 24 minutos do segundo tempo, Washington teve a bola da partida em seus pés, o atacante não quis nem colocar no canto, simplesmente mandou uma “bicuda” no meio do gol que explodiu em cima do goleiro. São esses lances que a Libertadores pune rigorosamente aqueles que desperdiçam, dois minutos depois Santoya aproveitou bobeira de Jorge Wagner arrancou do meio de campo e marcou um golaço com direito a caneta no Miranda.

Jogos do Domingão!!

Galera do blog, vamos falar sobre alguns jogos que aconteceram no fim de semana.

Palmeiras 2 x 0 São Paulo: Ficou claro que os jogadores do Palmeiras não queriam mais Muricy no comando, o que os jogadores correram hoje foi impressionante, em compensação parece que os tricolores estão querendo derrubar Ricardo Gomes.

O placar foi construído após a expulsão discutível de Xandão, de qualquer forma isso não serve como justificativa para a derrota, mostra apenas que o time palmeirense é realmente limitado, porém quando se esforça muito pode dar trabalho para os adversários. Do lado são paulino, a sensação que fica é que parece que o Ricardo precisa de uma pré-temporada de pelo menos uns dois anos para ele conseguir colocar em campo o que ele pensa. O time mostra-se totalmente desorganizado, Cicinho foi resgatado da Roma porque precisavamos de um lateral direito, porque ele foi parar no meio de campo. Jorge Wagner é um excelente meia, porque está de lateral-esquerdo e Paraíba já disse que é um meia, porque ele estava no ataque.

No jogo, destaque positivo pelo lado palmeirense para Pierre e Lenny, do lado tricolor para apesar da posição errada Jorge Wagner e Ceni mesmo tendo tomado um susto no segundo gol fez boas defesas. Destaque negativo, para Diego Souza que quando bem marcado fala mais do que joga, Marcelinho Paraíba que não pode jogar no ataque, Cicinho que não foi para o estádio ontem, Cléber Santana que fiquei na dúvida se ele acertou algum passe e o Sr. Ricardo Gomes que na minha opinião não passa a confiança necessária para ser técnico do São Paulo.

Botafogo 2 x 0 Vasco: Falando em zebra, olha ela ai de novo. Vi apenas alguns lances, mas parece que apesar do Vasco ter comandado o jogo, o Botafogo foi mortal assim como contra o Flamengo.

Na verdade esse controle vascaíno, se trata de um falso controle, onde um time tem a maior posse de bola, porém sem efetividade nenhuma, já que o outro está só aguardando o momento certo para dar o bote e marcar o gol.

Pelo lado alvinegro, a estrela de Joel Santana e Loco Abreu foram fundamentais para essa conquista. Pelo lado vascaíno, faltou mais maturidade e vontade de suas peças fundamentais, enquanto Carlos Alberto tentou o que pode voltando de lesão, Philippe Coutinho sentiu a pressão de sua primeira decisão e Dodô estava na sua costumeira sonolência.

Jogos de Quinta e Muricy fora.

Galera do blog mais querido, vamos falar dos jogos de ontem e da demissão de Muricy.

Santos 6 x 3 Bragantino: Placar de jogo do tempo de Pelé, e a semelhança não para por ai, o time do litoral paulista segue encantando a todos, ontem o time massacrou o Braga, chegou a abrir quatro de vantagem, depois deu uma cochilada, mas deu números finais e venceu a partida com Robinho (2), André (2), Wesley e Zé Eduardo.

O primeiro tempo do Santos foi em um ritmo alucinante, os zagueiros do Bragantino não sabiam o que fazer para parar o adversário. É impressionante o volume ofensivo do time da baixada, a velocidade dos toques sempre buscando o gol é fantástica. Os cinco jogadores de frente são muito bons e se entendem por música.

São Paulo 3 x 1 Barueri: O São Paulo embalou a terceira vitória consecutiva, ganhou moral para os próximos importantes jogos que terão pela frente. O time mostrou muita força dessa vez e soube pressionar o time do Barueri, apesar do gol bobo tomado por Ceni, o time nem sentiu o golpe e logo virou e venceu a partida com gols de Washington, Marcelinho Paraíba e Henrique.

O São Paulo poupou alguns jogadores, mas mesmo assim veio com um bom time em campo, tudo bem que o Cicinho veio para ocupar o buraco na ala direita do time, mas ontem jogando no meio campo ele teve muita liberdade para atacar e deu mais velocidade para o meio campo tricolor. Agora, o time do Barueri me assusta, como o time não soube repor as peças que perdeu, hoje o time é ridículo, muito frágil. Destaque positivo para o menino Henrique, ótimo atacante e que vem aproveitando muito bem as chances. Que sirva de lição para os nossos treinadores, nossa base é excelente, vamos utilizá-la mais vezes.

Muricy 0 x -10 Belluzzo: A cada dia que passa, vejo que me enganei por completo em relação ao Sr. Belluzzo, ele ainda não entendeu que ele é um presidente de um clube e não um torcedor com direito a fazer o que quiser. De nada adianta, mandar embora o treinador se não conseguir peças adequadas para o time, jogar um planejamento pelo ralo pode custar muito caro no final da história.

Em resumo, o Palmeiras está infestado de comandantes incompetentes no seu conselho, porque ou são da turma do Mustafá ou da turma do Belluzzo, ou seja tudo farinha do mesmo saco. Uma pena, um time de tradição como o Palestra merece rumo melhor. Que o último apague a luz.