E se o campeonato acabasse na 7° rodada?

image

O São Paulo seria heptacampeão. A derrota do Atlético PR para um Gremio em crescimento com Roger no comando daria o título ao time paulista que venceu a Chape dentro da Arena Condá.

Furacão em segundo e Sport em terceiro assegurariam vagas diretas na Libertadores, enquanto o Corinthians ficaria com mais uma pré Libertadores.

Aliás a turma de Tite vai muito bem, pois ainda em reformulação, juntando os cacos, o time sem jogar bem já ocupa o quarto lugar. Brigará pelo título.

Assim como Cruzeiro e Grêmio que também começam a subir na tabela.

Ponte e Sport ainda não perderam, assim como o Joinville ainda não venceu.

Falando da parte debaixo da tabela, Coritiba, Vasco e Joinville mesmo vencendo na oitava rodada continuarão na zona da confusão, se nos últimos anos o Cruzeiro disparou na frente, acredito que Joinville e Coritiba irão disparar ao contrário.

E assim seria o campeonato se acabasse na 7° rodada.

Anúncios

Displicência: um pecado que termina em 1×0.

Palmeiras 07032013

Galera do blog, ontem eu acompanhei os jogos de Palmeiras e Corinthians pela Libertadores. Os dois jogos terminaram 1×0 para o time adversário, mas os resultados poderiam ser bem diferentes.

Vamos começar pelo Palmeiras, o time alviverde foi para a Argentina preocupado demais com a violência do time adversário e com uma possível recepção hostil da torcida local e abdicou de jogar no primeiro tempo. Aliás quase não teve futebol no primeiro tempo, os times foram excessivamente burocráticos e com pouca movimentação.

Veio o segundo tempo e o jogo só melhorou com as entradas de Maikon Leite e Patrick Vieira, o time ganhou mais velocidade e Valdivia começou a aparecer no jogo, foi quando o Palmeiras começou a perder gol atrás de gol, culminando com Kleber que ao tentar dar um drible a mais jogou fora uma chance claríssima de gol para o alviverde.

Para piorar o castigo veio logo depois. Em cobrança de falta que encontrou Ferreira livre que jogou a bola para dentro da pequena área, Prass hesitou e Penalba só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

Resultado injusto pelo o que o Palmeiras criou, mas existem algumas considerações. Patrick Vieira tem que ser titular, a promessa está bem melhor que Wesley, o jovem me lembra o Julio Baptista que passou pelo São Paulo, jogador muito forte, mas com boa velocidade, para mim com ele o time fica mais intenso e Valdivia aparece mais para o jogo.

Na classificação, o Palmeiras tem uma boa tabela agora, faz duas partidas em casa e a única fora é contra o rival mais fraco, é possível fazer 7 pontos ou até mesmo 9 e terminar classificado para a próxima fase.

Indo para o jogo do Corinthians, lá tivemos mais futebol. Os dois times buscaram mais o jogo durante os noventa minutos e a partida teve mais alternativas.

O time do Tijuana é um time bem montado, tipicamente mexicano, marcação firme e jogo de muita profundidade pelas laterais, mesmo assim o Corinthians não fez um grande jogo, mas conseguiu criar mais oportunidades.

É fato que o alvinegro sofreu no início para se adaptar ao gramado sintético e para suportar a famosa “pressão inicial” dos times mandantes, mas com o passar do tempo, o time equilibrou a partida e chegou a ter dois gols com Paulinho impedido.

No segundo tempo, o Corinthians dominou ainda mais o jogo e controlou a posse de bola para evitar que os mexicanos assustassem e obteve sucesso nos primeiros quinze minutos. Na primeira tentativa de pressionar mexicana, eles conseguiram um gol. Em bola parada e falha de Cássio, os mexicanos chegaram ao gol com Gandolfi. Lance duvidoso, que inicialmente pareceu normal e depois a Globo tratou como impedido.

Dali em diante, foi o Corinthians tentando buscar o gol pressionando a defesa mexicana e os mexicanos buscando Riascos ou Martinez (o Neymar equatoriano) para puxar o contra ataque.

No fim, o resultado não foi anormal, mas o Corinthians poderia ter ao menos saído com o empate da partida. De qualquer forma, nada que vá atrapalhar a classificação do time para a próxima fase.

Em tempo, sobre o lance do impedimento, abomino qualquer imagem de TV com o lance parado, é impossível determinar se aquele “freeze” da imagem é no exato momento que a bola saí. Olhei algumas vezes o VT do lance com a bola em andamento, sem ficar parando a imagem, e para mim não há o impedimento.

Rapidinhas do Camisa 10 – 10.10.2012

Camisa 10 Coxa Branca… Bom, agora começam as manifestações sobre Alex. Cruzeiro, Palmeiras, Coritiba, Santos e Grêmio são os primeiros times a manifestarem interesse no camisa 10. Contudo, tenho a sensação de que Alex ficará muito dividido, mas acredito que a idade pesará e a decisão em ficar perto da família depois de tanto tempo na Turquia irá pesar. O Couto Pereira pode preparar a festa.

A redenção do outro 10 ou 8… Kaká sempre preferiu a camisa 08, mesmo sendo reconhecido como 10. E o amistoso de amanhã contra a tradicional seleção iraquiana servirá para a redenção dele, diante da escassez no setor e a incógnita chamada Ganso, Kaká é um dos poucos remanescentes de 2010 que poderá ser protagonista em 2014.

Nossa amarelinha desbotada… Além da atração de ter o Zico no banco adversário, o amistoso contra a fortíssima seleção iraquiana traz uma formação no meio de campo interessante, Ramires, Paulinho, Kaká e Oscar formam um meio de campo onde todos sabem jogar e todos possuem rápida transição da defesa para o ataque se todos renderem como a enxergar um Brasil forte, surpreendentemente.

Só para não passar em branco. Mencionei um pouco no post de segunda, mas é necessário reforçar. Todo mundo deveria ver o VT do primeiro tempo de Atlético-MG e Figueirense pela 28ª rodada. A atuação de Ronaldinho Gaúcho é de encher os olhos de qualquer pessoa, mesmo daqueles que sempre o criticaram durante toda sua carreira, eu por exemplo.

Advogados com o apito. Entendo a atuação do STJD dentro do futebol, mas algumas coisas deveriam ter limites. Acho um pouco absurdo, decidirem suspender um jogador que nem cartão recebeu durante a partida. Novamente, tentar remendar a atuação dos árbitros só piora a situação. Prefiro que o STJD mande o árbitro para um curso de reciclagem do que decidir após o jogo por ele.

Os bastidores do melhor time. Recentemente foi lançado um livro com histórias do Barcelona, onde em uma delas Ronaldo foi flagrado dentro do Camp Nou em um ménage. Agora foi a fez de um ex-segurança dizer que Messi era proibido de sair com mulheres, mas que ao mesmo tempo tinha que ir buscar jogadores que faziam sexo dentro das baladas. Acredito que algumas coisas se explicam para a performance do time.

A culpa é do joelho de porco. Calma, não se trata do prato alemão. É que em 2012 o Palmeiras já teve seu sexto jogador afastado dos campos por lesão no joelho. Fernandinho, Maikon Leite, Vinicius, Wesley, Marcos Assunção e agora Valdivia foram os premiados. Acredito que o problema todo seja o peso da responsabilidade sobre as costas que atingem os joelhos.

O técnico sempre paga o pato… As eleições começaram no Internacional e independente de oposição ou situação vencerem uma coisa é certo, Fernandão é muito melhor como diretor de futebol. É consenso que a aposta no vitorioso atleta colorado foi furada e que é preciso alguém de nome para fazer o elenco recheado e talentoso sair do papel. Acho que Felipão mesmo com o sangue azul, vem aí…

Haja espaço no armário. Uma pesquisa divulgada pelo site Sportingintelligence mostra que Manchester United e Real Madrid são os times que mais vendem camisas oficiais no mundo, cerca de 1,4 milhões por temporada. Na sequência, Barcelona com 1,15 milhões, Chelsea (910 mil), Bayern (880 mil), Liverpool (810 mil), Arsenal (800 mil), Juventus-ITA (480 mil), Inter de Milão (425 mil) e Milan (350 mil).

Morrendo afogado.. Zinho resolveu declarar que todo mundo pode ser campeão, menos o Galo. O culpado não é o dentuço e sim o presidente atleticano Alexandre Kalil. Segundo o diretor zinho, Kalil cria rivalidades desnecessárias. Kalil respondeu que pato novo, precisa aprender a falar pouco para não morrer afogado. Só não entendi qual o problema de criar rivalidades, pode isso Arnaldo?

Dúvida da semana. Tite deveria escalar Zizao contra o Flamengo para dar graça para o confronto?

Pitacos: Quando vamos ter Eurocopa de novo?

Galera do Blog, esse fim de semana, acompanhei ao jogo do meu tricolor, a final da Eurocopa e ao jogo do Palmeiras.

No jogo do meu tricolor, sobrou vontade para o time, nitidamente “aliviados” de não verem a figura de Leão no banco, os jogadores correram mais e conseguiram vencer o até então líder Cruzeiro.

Pelo São Paulo, Luis Fabiano, Jadson e Lucas marcaram, enquanto o estreante zagueiro Rafael Donato marcou os dois do time do Cruzeiro. O jogo foi movimentado, mas cheio de gols apenas pelo excesso de falhas defensivas das duas equipes.

Vitória que não esconde as falhas do time, o time ainda precisa de ao menos um zagueiro de qualidade e urgentemente de “qualquer” primeiro volante. Jádson está se soltando a cada jogo e agora suas partidas oscilam mais para as boas do que para as más.

Vou pular para o jogo do Palmeiras e deixar o da Euro para o final. No jogo na vazia Arena Barueri, o Palmeiras veio a campo com um mistão. E o ritmo do jogo foi lento, o Palmeiras parecia querer estar em casa descansando para a final, o time se arrastava no jogo.

Até que um gol do Figueirense, resolveu despertar um time alviverde, que conseguiu empatar ainda no primeiro tempo, e voltou para o segundo tempo um pouco mais ligado e com Maikon Leite em ótima tarde. O atacante deu duas assistências e fechou o caixão ao marcar o gol final.

Vitória que dá moral para o Palmeiras, mesmo o time não realizando uma boa apresentação.

Vamos agora para a Eurocopa, a Espanha resolveu guardar sua melhor apresentação para a partida final. O time que havia empatado com Itália na estréia e sofrido com a marcação portuguesa na semifinal, mostrou porque é a melhor seleção do mundo.

A Itália foi valente e durante os primeiros 30 minutos não criava muitas chances, mas jogava de igual para igual com a Espanha, posse de bola similar e até os números de passes completos. Mesmo o gol feito por David Silva aos 13 não tinha assustado a Azzurra.

Mas o gol de Jordi Alba aos 40 do primeiro tempo, fui uma ducha de água fria nas pretensões italianas. O que aconteceu no segundo tempo, principalmente nos 15 minutos finais foram consequência do cansaço físico e mental do time italiano. O placar de 4×0 reflete apenas uma seleção que possui um futebol fabuloso.

A Itália foi valente, mas a Espanha é uma seleção de verdade, que está fazendo história e aumenta o status de favorita para a Copa do Brasil.

Pitacos: 11ª rodada do BR-2011

Galera do blog, esse fim de semana acompanhei os jogos de São Paulo e Palmeiras.

No sábado, o tricolor paulista encarou o Atlético-GO e jogou dois pontos no lixo ao empatar poe 2×2. O time dominou o jogo, criou inúmeras oportunidades, fez dois gols, com Rhodolfo e Rivaldo, mas tomou dois gols do Atlético-GO e falhas grotescas da defesa, na primeira culpa exclusiva de Xandão, na segunda os “méritos” da falha podem ser divididos entre Xandão e Jean.

O São Paulo não fez uma grande partida, mas soube se impor diante do fraco rival, o time ainda precisa ganhar entrosamento, o time errou muitos passes inclusive Rivaldo, o camisa 10 fez outra boa atuação, mas errou vários passes e perdeu um gol feito. Lucas teve atuação apagadíssima. Dagoberto foi importante, como principal assistente. Denilson fez boa estréia.

Ficou nítido que o São Paulo precisa contratar um zagueiro e agora apenas no mercado nacional será encontrado essa peça, além disso, Adilson deve definir logo como será o esquema de jogo do São Paulo para que os jogadores do meio de campo se entendam.

No jogo de ontem, o Palmeiras perdeu para o Fluminense por 1×0 em um jogo de péssima arbitragem, Heber e sua equipe protagonizaram lances absurdos durante o jogo inclusive anulando um gol legal do tricolor carioca.

Na partida, o jogo foi muito truncado, mas o Palmeiras teve atuação apagada de seus principais homens, Valdivia que retornava a equipe pouco fez, Luan e Kleber foram muito bem marcados e Maikon Leite fez sua pior apresentação pelo Palmeiras. Apenas Assunção fez partida razoável.

Pelo Fluminense, Fred voltou motivado da seleção, o jogador fez ótima partida e infernizou a defesa adversaria, inclusive Mauricio Ramos merecia ser expulso de tanto que bateu em Fred. Outro jogador de destaque foi Mariano, o lateral direito voltou a fazer ótima partida que o levou a condição de melhor lateral do Brasileirão do ano passado.

De qualquer forma, a partida foi bem sofrível, muito em culpa do gramado e da arbitragem. O Palmeiras é isso, um time competitivo que será sempre uma pedra no sapato dos adversários e o Fluminense mostrou sinais de recuperação, possui um bom elenco, mas que precisa de tempo para se entrosar, ou seja oscilará muito no campeonato.

Pitacos: Santos 1×0 Cerro Porteño

Galera do blog, ontem acompanhei ao jogo do Santos contra o Cerro Porteño, vitória por 1×0, mas a sensação de que podia ser melhor ficou no jogo.

O Santos veio a campo com 5 volantes, um adaptado na lateral direira (Pará) e um fazendo função de articulador (Elano), o Cerro também mostrou porque tomou apenas 1 gol nessa fase de mata-mata, o time joga bem fechado e adota a filosofia do anti-jogo, se dependesse do time paraguaio, todos os jogos terminariam 0x0.

Diante disso, o que se viu durante o jogo foi muita briga no meio de campo, algumas jogadas mais ríspidas por parte do time paraguaio e sempre Neymar criando os lances mais perigosos no jogo.

E foi em um lance com ele, que o Santos chegou ao gol, Neymar foi para cima de seus marcadores, deixou todos eles para trás e cruzou na medida para Edu Dracena testar para o fundo da redes. Antes de acabar o primeiro tempo, ainda houve espaço para Rafael fazer uma defesa milagrosa e evitar o empate paraguaio. Assim acabava o primeiro tempo.

Veio o segundo e pouca coisa mudou no cenário da partida, o Santos continuava a dominar a partida e criar algumas chances com Neymar e o Cerro assustava apenas com os cruzamentos. O Santos podia ter aumentado a faturar e carimbar o passaporte para a final, mas Zé Eduardo segue em péssima fase e Alan Patrick entrou no final do jogo e ainda teve um lance incrível onde desperdiçou um gol praticamente feito.

No jogo gostei das atuações de Rafael (apareceu em um único lance e foi decisivo, diferente de outros…), Danilo e Léo, além é óbvio de Neymar, cada jogo que passa fica a certeza que o Santos está lançando para o futebol dois dos maiores jogadores da história, Ganso e Neymar vão ao final da carreira chegar entre os melhores.

Apesar das chances perdidas, o futebol apresentado pelo Cerro não mudará quase nada no Paraguai, O Cerro não tem um jogador decisivo, tem em Fabbro seu melhor jogador, mas que não requer nenhuma marcação especial, o Santos tem Neymar e ao meu ver o time deveria jogar com Maikon Leite e Alan Patrick no jogo de volta, com eles o time ficará leve para os contra ataques e terá tudo para vencer os paraguaios novamente fora de casa.