Rapidinhas do Camisa 10 – 12.10.2011

Já participou da enquete ao lado!! Tá esperando o quê?

Pechincha argentina. Corinthians volta a ir atrás de Tevez e descobre, que dessa vez, basta 20 milhões de euros para levá-lo. Em julho a proposta foi de 40 milhões. O futebol caiu pela metade ou a cortina de fumaça no meio do ano foi frustrada?

Dancing Days. Palmeiras terá uma danceteria no seu estádio, essa foi a primeira grande idéia da empresa que está construindo a nova arena. Sugestão de nome da balada: Família Buscapé esquerdo que saiba jogar bola!!

Peróla da Semana. O professor Adilson Batista descobriu como parar o Barcelona. Segundo ele, basta marcar Messi individualmente! Como que ninguém nunca tinha pensado nisso!

Minha vida mudou. Depois que eu descobri que a ex-namorada do Richarlyson (aquela que saiu na Playboy) passou três meses com ele e que nunca foram para cama, cheguei a conclusão de que Ricky é mesmo um bom moço. Moço pra casar!

Era tudo verdade. Quando nosso querido presidente da CBF disse que “cagava montão” para o que se dizia dele aqui no Brasil, ele estava sendo sincero pela primeira vez. Resultado, fico internado com uma diverticulite.

?????????? “Aqui ninguém vai tirar a calcinha para o Luxemburgo.” Alguém entendeu essa frase do Abel Braga no intervalo do jogo entre Fluminense e Flamengo?

Exílio futebolístico. Estamos criando uma nova modalidade aqui no Brasil, jogadores que estão sendo julgados estão se abrigando no Brasil. Brandão (Grêmio) foi o primeiro, agora Mancini (Atlético-MG), não duvidem nada se no ano que vem Helton (Porto), Hulk (Porto), Robinho (Milan) e alguns outros aterrissarem nesse paraíso criminal.

Herrar é umano! Madson foi dispensando do Atlético-PR por indisciplina. Eu achei que esse tinha sido o motivo da sua dispensa no Santos e no Vasco. Coincidência, não?

Projeto de DVD. Messi irá colocar um chip em suas chuteiras, visando melhorar sua performance (ainda mais?!). Já fiquei sabendo que Marlos (SP), Tinga (Pal), Moradei (Cor), e Ibson (San) também estão dispostos a mapear suas “grandes atuações”.

Falta ou sobra muita coisa? Adriano disse no final da sua estréia que ainda falta muita coisa, que a torcida precisa ter paciência. Eu acho que na verdade ainda sobra muita coisa no Imperador.

Ainda existe amor. Lembram do Kléber Pereira? Hoje, o goleador está jogando no Moto Club do Maranhão, seu do time do coração. Apenas um detalhe: sem receber nenhum centavo, apenas pelo prazer de jogar no time do coração.

Pranchetando o Santos

Galera do blog, resolvi mais uma vez me meter a besta e analisar algum time, dessa vez vamos falar um pouco do time sensação, o Santos. Veja ao meu ver como é a disposição tática do time da Vila:

Vendo a maneira como o time joga, já notamos algumas diferenças do que atualmente acontece, ao meu ver o time do Santos espalha mais seus jogadores em campo, mais ou menos como aquela história do piloto que aproveita a pista toda.

Uma das maiores vantagens para mim desse time, está no banco, Dorival Junior é um dos grandes responsáveis por esse encanto que o time tem provocado, e tudo isso por uma frase dita desde de que me entendo por gente no futebol, “A melhor defesa é o ataque!”.

Dorival é inteligente e percebeu que o time do Santos não possui em seu elenco jogadores de grande capacidade defensivamente, portanto aproveitou o impeto ofensivo da molecada e criou uma blitz na própria defesa adversária e é isso que faz o Santos funcionar, mesmo assim quando o time é atacado a recomposição defensiva é muito rápida, graças a leveza dos seus jogadores de meio.

E é no meio que está uma das principais peças dessa engrenagem santista, trata-se do menino Wesley, o garoto que joga com a camisa 05, tem papel fundamental no time, quando ele ataca, ele vira um ponta na direita, principalmente para ocupar o espaço que normalmente as defesas adversárias deixam daquele lado. Esse espaço é deixado, porque quando o time joga com Neymar e Robinho abertos nas pontas, quase sempre aquele que estiver no lado direito carrega a marcação dupla do lateral e do zagueiro, criando uma avenida para Wesley subir.

O menino tem liberdade para atacar, pois o lateral direito foi sabiamente improvisado por Dorival, é Roberto Brum que não sobe e sabe cobrir bem o espaço deixado por Wesley já que Brum é volante de origem. Quando precisa defender, Wesley volta rapidamente para cobrir o avanço do armador adversário, enquanto Arouca já faz a proteção junto com Brum.

Além disso na frente, mesmo quando Robinho ou Neymar estão ausentes, Marquinhos ou Madson podem entrar, junta-se a isso a inteligência de Ganso que sabe quando está bem marcado e leva seu marcador para longe deixando um buraco para Marquinhos jogar.

O maior problema do Santos ainda está na defesa, devido ao impeto ofensivo, quando um adversário consegue acertar um bom contra ataque, principalmente pelo lado esquerdo, encontra a defesa santista no homem a homem, e mesmo sendo uma dupla experiente, dá sinais que só a experiência não basta.

De qualquer forma, no último jogo do Santos, Dorival mostrou o quanto ele escolta seu time no poder ofensivo que ele tem, o jogo estava 4×1 para o Santos quando ele resolveu tirar um volante para colocar um atacante, quando o Santos ampliou para 5×1, ele tirou um lateral-esquerdo e colocou um meia-atacante e para terminar quando o time vencia por 6×1 ele fez a última substituição, tirando um zagueiro para colocar um volante.

Ou seja, o Santo terminou a partida, com 01 goleiro, 01 zagueiro, 03 volantes, 03 meias e 03 atacantes. Resultado para quem não lembra, 09 x 01. Apenas para evitar os comentários de sempre, pode ser que não era um grande time, mas que eu me lembre nenhum time esse ano chegou perto de tal marca. São 19 jogos e 61 gols, mas de três por partida.

Pelo jeito a velha máxima tem funcionado, “A melhor defesa é o ataque!!”

Pitacos do fim de semana..

Meus caros, ontem foi encerrada a 15ª rodada do Paulistinha. Fica a certeza de que Santos, Santo André e São Paulo já garantiram vaga para as semifinais, resta uma última já que o Corinthians tropeçou nessa rodada e deixou tudo embolado na disputa por essa última vaga, mesmo assim acho que o alvinegro belisca essa última vaga.

Vamos agora, a análise dos jogos que acompanhei:

São Paulo 3 x 0 Mogi Mirim: O São Paulo jogou tranquilo, para o gasto. Novamente, o gol fez o time melhorar um pouco, mas isso durou apenas o primeiro tempo, no segundo tempo o time continuou sonolento. Novamente a deficiência técnica dos adversários tem facilitado a vida do tricolor.

No começo do jogo, a partida estava trancada, e o São Paulo tentava desafogar pelas laterais, mas ambos estavam contidos no começo do jogo. Até que em um lance bobo, o zagueiro do Mogi atropelou Washington na área, pênalti bem marcado pelo juíz e bem batido pelo capitão Ceni. Era o 1×0.

Era de se esperar uma melhora na reação do time, mas continuou na mesma, o São Paulo sucumbia pela própria vagarosidade e o time do interior nada criava. Como sempre o tricolor recorreu a lances individuais para chegar ao gol, Cléber Santana fez boa jogada pela esquerda e concluiu para o gol marcando o segundo da partida. Poucos minutos depois terminava o primeiro tempo.

Se o primeiro foi complicado, o segundo conseguiu superar, foi difícil de assistir, o terceiro gol veio em jogada de Hernanes já nos acréscimos dando números finais a partida. Apesar de tudo, gostei das atuações de Cleber Santana e Junior Cesar, mas principalmente da entrada de Marlos. Em compensação, Fernandinho e Cicinho foram horríveis na minha opinião.

Prudente 2 x 0 Corinthians: O bom de ver o jogo em locais públicos é que conseguimos ver dois jogos ao mesmo tempo. O Corinthians criou diversas chances, merecia sorte maior no jogo, mas como de costume em 2010, a defesa não foi bem e tomou dois gols decretando a derrota do time.

No primeiro tempo, poucas chances, o Prudente até tentou pressionar no início da partida, mas sem resultado, com o passar do tempo, o Corinthians foi acordando e tentando ficar com o maior domínio da bola, aí começou a “zica” que acompanhou o Corinthians, Danilo mandou uma bola na trave. Assim terminou o primeiro tempo.

Veio a segunda etapa e o cenário não mudou, o Corinthians criava as melhores chances, mas esbarra na trave, na zaga ou no inspirado goleiro Márcio. E como não era dia do time do Mano, o Prudente achou um gol com o atacante Róbson. E ainda para piorar no final do jogo, o mesmo Robson deu números finais a partida.

Santos 9 x 1 Ituano: O que dizer sobre o jogo, nove gols, o time jogando para cima o tempo todo. Parece que a bronca que o time tomou pelo segundo tempo contra o Corinthians deu resultado, o time tem jogado para cima sem desrespeitar o adversário.

O jogo começou com o Ituano assustando, logo no primeiro minuto, o time do interior abriu o marcador surpreendendo o time do litoral paulista. Mas foi só um susto, o time santista impôs o seu volume de jogo e foi fazendo gol, gol, gol e gol. Assim acabou a primeira etapa 4×1. Com dois gols de André, um de Ganso e um do Madson.

Veio o segundo tempo e o Santos continuou pisando no acelerador como antecipou Ganso, no intervalo do jogo, o meia disse: “Não vamos tirar o pé não!”. Foram mais cinco gols na segunda etapa. Nem adianta fazer muitas análises sobre o time do Santos, o resultado fala por si só. Dá gosto ver o time da Vila jogar.

Domingão de futebol…

Galera do blog, ontem acompanhei dois jogos pela TV, e dois ótimos jogos, primeiro Santos x Palmeiras na Vila Belmiro e depois Flamengo x Vasco no Maracanã. Segue o que eu vi em cada jogo:

Santos 3 x 4 Palmeiras: Admito que fui surpreendido, não pela derrota em si, mas pela recuperação do time palmeirense e pelo grande segundo tempo que foi a partida. O Santos teve tudo para liquidar a partida ainda no primeiro tempo, mas cometeu duas bobeiras no final dele e deixou o Palmeiras empatar, isso foi fundamental para o resultado final.

O jogo começou como era esperado, com a molecada do Santos indo para cima do Palmeiras com tudo, Neymar e Robinho pelos flancos do campo e André no centro do ataque. Apesar de toda a pressão, não estava fácil para o time do Santos criar uma chance real, porém logo aos dez minutos Pará fez sem querer o primeiro gol da partida. O jogador foi lançado na esquerda e ao tentar cruzar para André errou o cruzamento e mandou no ângulo de Marcos. 1×0 Santos.

O Santos continuou jogando em cima do Palmeiras e foi premiado aos 30, Ganso fez ótimo lançamento para Neymar que bateu errado na bola, mas mesmo assim a bola foi para o fundo da rede caprichosamente. Parecia que o Santos iria ganhar com tranquilidade, porém no final do primeiro tempo, o Santos relaxou e o Palmeiras aproveitou dois lances isolados para empatar a partida, dois gols de Robert. Desse jeito, terminava o primeiro tempo.

O segundo tempo veio em grande estilo, o Palmeiras melhorou muito na segunda etapa, e o jogo virou um partidaço. Até que Diego Souza que voltou a fazer boa partida pelo Palmeiras foi premiado com um gol, a partir daí o jogo ficou aberto, era o Santos indo para o ataque com tudo e o Palmeiras contra atacando perigosamente. E o alvinegro praiano achou o empate com o baixinho Madson que apareceu livre dentro da área e bateu no canto de Marcos.

Com o empate, o Santos se empolgou e foi com tudo para cima do Palmeiras, mas Neymar exagerou na empolgação e entrou muito forte em Pierre, expulsão correta. Com um a mais o Palmeiras soube aproveitar os espaços e Robert acertou uma bomba para dar números finais a partida. Grande jogo, grande vitória palmeirense!

Flamengo 1 x 0 Vasco: No clássico carioca, a partida merecia mais gols, aliás oportunidades não faltaram para também acontecer um 4×3 no Maracanã, porém Fernando Prass e Bruno tiveram atuação de gala ontem, o goleiro flamenguista inclusive pegou dois pênaltis, ambos desperdiçados por Dodô.

Logo no começo do jogo, uma chance para cada lado. Na primeira, Vinicius Pacheco dominou a bola sozinho na grande área e bateu para o gol, mas Fernando Prass fez grande defesa. No troco, Dodô deu lindo drible em Alvaro e chutou, a bola tinha endereço, porém desviou em um defensor rubro negro e saiu.

E esse seria o desenho da partida inteira. Chances claras para os dois lados, porém parava nos goleiros, nos zagueiros, nas traves e tudo que pudesse dificultar aquilo que Parreira chama de detalhe, o gol, parecia que precisava ser de bola parada, para os atacantes terem mais tranquilidade na hora da conclusão.

E aos 35, o Vasco teve um pênalti a seu favou. Coutinho foi derrubado na área, na cobrança Dodô foi tranquilo demais para a bola, beirando o sonolento, bateu fraco no canto direito de Bruno que caiu e agarrou a bola. O primeiro tempo acabava sem gols.

Começou o segundo tempo e logo veio a presapada do juíz,ele marcou um pênalti inexistente a favor do Flamengo. Na cobrança, Imperador não perdoou e abriu o marcador. Fora isso, o segundo tempo continuou da mesma forma que o primeiro, chances claras para os dois lados, mas o gol tava difícil. Para manter a semelhança com o primeiro tempo, o Vasco teve outro pênalti a seu favor. Seguindo todo o ritual, para ficar igualzinho os dois tempo, Dodô se preparou para bater do mesmo jeito, bateu no mesmo canto e o resultado foi o mesmo, defesa de Bruno.

Em resumo, foi um grande jogo, onde qualquer time poderia ter saído vencedor, só fico triste porque o único gol da partida, saiu em jogada irregular.

Pitacos da 36ª Rodada!!

O que dizer desse campeonato, hein? O meu tricolor perdeu em uma grande partida, tudo perfeito para o Flamengo assumir a liderança e levar a Magnética a loucura, mas não é que o Robin Hood surge e rouba pontos do rubro-negro, e o mais incrível o então enterrado Colorado ressurge do escuro vence o Galo dentro do Mineirão e chega com muita força para a disputa do título, esse campeonato continua sem ninguém poder fazer previsão de nada. Como diriam os sábios, o jogo só acaba quando o juiz apita. Pelo jeito, é melhor esperar a última rodada.

É Washington, tem que comemorar muito, a rodada que começou desastrosa terminou razoável.

Botafogo 3 x 2 São Paulo: Que jogaço!! Lógico que é péssimo escrever após a derrota, mas deve-se reconhecer a grande partida que aconteceu no Engenhão. A partida foi eletrizante, talvez deixou a desejar na beleza, mas a vontade dos dois times foi fantástica. Pelo lado do alvinegro, Jobson foi o nome da partida desmontou a defesa são paulina e participou ativamente dos três gols anotando dois gols e dando o toque para o terceiro. Pelo tricolor, destaque para Jorge Wagner, jogou muita bola, correu muito, na minha opinião Ricardo Gomes errou no segundo tempo, no lugar de Marlos cansado, colocaria o menino Mazzola que é veloz ao invés do bom centroavante Henrique. Em um campeonato que reclamamos tanto da arbitragem, eu tiro o chapéu para Sandro Ricci.

Sport 0 x 3 Fluminense: O Fluminense segue avassalador e contagiando todo mundo com sua luta pela fuga do rebaixamento, ainda não foi dessa vez, mas agora tem a certeza que depende somente de si mesmo, Conca, Fred e o coração vão tornando esse momento do Fluminense quase histórico. Pelo time pernambucano, resta apenas entrosar o time para 2010, identificar os problemas, repor o time com inteligência traçar um planejamento adequado.

Santos 4 x 0 Coritiba: E o Santos desencantou, adivinha porque? Isso mesmo, Madson voltou a jogar bola, ja que Ganso voltou a jogar bem. Para o alvinegro praiano, a certeza que o rebaixamento não passou de um pesadelo, mas resta apenas para o time garantir a vaga na Sulamericana. Pelo Coxa, o sinal acendeu de vez e começa a preocupar a proximidade do rebaixamento, aliás hoje pelo atual momento, os dois times paranaenses são os favoritos para jogar a Série B e fazer o clássico com o Paraná. Ainda não me conformo com o time do Alto da Glória, na minha opinião pelo time que tem não era para estar passando sufoco.

Santo André 4 x 2 Avaí: Mais um daqueles jogos onde o Santo André despertou e resolveu jogar bola, fez uma partida aberta contra o Avaí e venceu com um sonoro 4×2, mas de qualquer forma a chance de esse ter sido o último bom jogo do Ramalhão é forte, já que para cada um bom jogo, o time de Marcelinho joga outros quatro péssimos. Do lado da surpresa do campeonato, não há muito o que dizer, pois a partir de agora qualquer resultado que o time conseguir não modificará a certeza da excelente campanha realizada pelo time de Silas, que na minha opinião merece ser eleito o melhor técnico do Brasileirão.

O Mosaico dizia: "A Maior torcida do mundo faz a diferença.", era para ter feito, mas não fez... Ficou maravilhoso o mosaico, mas o Goiás calou o Maracanã.

Flamengo 0 x 0 Goiás: O time carioca sentiu a responsabilidade de vencer para se tornar líder, pressionou mas faltou apenas um detalhe, o gol. O meio campo rubro-negro estava perdido, Toró marcava Aírton e Zé Roberto não conseguiu infernizar a zaga como nos últimos jogos. O Goiás mostrou que vai complicar a vida dos adversários, o que me deixa incomodado já que o próximo adversário deles é o meu tricolor. Como esse Iarley é chato, agora se o Léo Lima, fosse meio Hernanes o esmeraldino teria vencido a partida.

Atlético-MG 0 x 1 Internacional: O Colorado não só chegou de vez no G4, praticamente garantiu a vaga na Libertadores e surpreendentemente volta a disputa do título. Esse campeonato é para matar qualquer um do coração. Do lado do time gaúcho, pode ser que seja tarde a recuperação, mas de qualquer jeito a tempo de chegar na Libertadores, o time voltou a mostrar aquele futebol vistoso do primeiro semestre. O meu Galo querido voltou a decepcionar sua incrível massa dentro do Mineirão, em um vacilo da zaga Giuliano marcou o único tento da partida. O Galo terá outro confronto decisivo para as suas aspirações enfrenta o Palmeiras dentro do Parque Antártica.

Vitória 2 x 1 Barueri: O time baiano voltou a vencer e assim espantou de vez a sombra do rebaixamento, vi apenas os gols, pelo lado do Vitória bom ver Leandro Domingues voltar a marcar e Roger sempre ele, amado e odiado, o atacante sempre deixa um golzinho, assim como Val Baiano pelo lado do Abelhão que marcou mais um.

Pitacos da 27ª Rodada!!

Palmeiras 051009

Vamos aos pitacos da 27ª rodada.

Essa rodada foi excelente para São Paulo e Atlético-MG, mas principalmente para o Palmeiras. O alviverde se consolida na ponta e mostra que o “jeitinho” Muricy aliado a excelente fase de Diego Souza estão deixando o caneco cada vez mais próximo.

Goiás(4º) 1 x 3 Botafogo(17º): Nem tem muito o que falar, como sempre o time mais Robin Hood de todos aprontou mais uma. Jogando em casa, o Goiás abusou do direito de perder gols, além de encontrar do outro lado, um Jefferson inspiradíssimo, resultado, vitória do Botafogo por 3 x 1. Mérito nessa vitória para o técnico Estevam Soares que ousou com três atacantes e foi recompensado por isso.

Grêmio(7º) 3 x 3 Sport(19º): No duelo do melhor mandante contra o pior visitante, a surpresa aconteceu e da maneira mais incrível, o Sport jogou muito bem e engrossou a vida dos gaúchos, tanto que o time pernambucano foi buscar o empate três vezes. O Grêmio joga a fora a chance de título e ainda sonha com uma vaga na Libertadores. Para o Sport acende uma luz no fim do túnel, ainda há esperança para a sobrevivência.

Santos(13º) 1 x 3 Palmeiras(1º): Coitado do Santos, no dia que o time corre um pouquinho mais e faz até uma boa partida, eles encontram pela frente Diego Souza. O camisa 07 alviverde está em ótima fase e comandou a virada palmeirense, sendo que o terceiro gol foi um golaço pelo conjunto da obra. O Palmeiras segue tranquilo na liderança, e dá risada da turma de baixo que briga pela Libertadores. Pelo Santos, eu tinha dito no começo da partida que se Mádson e Kleber Pereira resolvessem jogar o Santos teria grandes chances de vencer o clássico, mas Kleber não jogou, ao meu ver nem em campo ele entrou.

Coritiba(15º) 2 x 0 Internacional(5º): Se pensar que Fla x Flu é clássico, apenas o Coritiba venceu como mandante no domingo. E venceu pela incapacidade do Inter em criar oportunidades de gol, percebendo isso Ney Franco resolveu ousar e colocou mais dois atacantes em campo, deixando seu time com quatro atacantes e foi recompensado, com dois gols de atacantes, o Coxa venceu respira um pouco mais enquanto o Inter vai dizendo adeus ao título, resta a disputa por uma vaga na Libertadores.

Flamengo(6º) 2 x 0 Fluminense(20º): A culpa dessa vitória é do Jonas e do Diego Tardelli. Tenho certeza que no intervalo alguém chegou na orelha do Adriano e falou: “Impera, o Jonas e o Tardelli marcaram, você ficou pra trás na artilharia..”. Pronto, o Imperador voltou possuído no segundo tempo, marcou dois gols, se isolou na artilharia do campeonato com 15 gols e afundou ainda mais o Fluminense.

Avaí(9º) 2 x 2 Cruzeiro(11º): Não vi nada sobre esse jogo, mas o placar mostra que o Cruzeiro está se recuperando mesmo que tarde e ao mesmo tempo mostra que o Avaí não foi fogo de palha, vai lutar para se manter na Sulamericana, foi buscar o empate por duas vezes ontem.

CAMPANHA DO CMC10: Galera, descobri um twitter fantástico para vocês seguirem, com dicas muito boas sobre tudo, quem quiser aí vai a sugestão: http://twitter.com/140toques