Rapidinhas do Camisa 10 – 14.03.2012

Kit Recepção. O Flamengo já apresentou um plano de carreira para Adriano. De segunda e sexta ele não precisa treinar. Nos demais dias, ele tem direito a ir em uma balada com o Ronaldinho, outra com o Love, umas com os dois e uma só pra ele. Seu salário será variável, uma combinação entre peso perdido e gol feito. Deivid disse que o seu variável podia ser o inverso, ele ficaria bem feli$$$.

Sem caixa, não tloca. Zizão, ou China dos manos, já mostra porque temos medo de produto chinês. Com menos de 30 dias, o produto adquirido em Parque São Jorge já apresentou defeito. E parece que perderam a caixa.

Tudo certo entre os mimados. Leão e Lucas já chegaram a um consenso, Lucas saberá a hora certa de tocar e driblar na mesma hora que Leão acerta a defesa do São Paulo.

2 B e 2 M. Essa Champions parece caminhar para a disputa entre Barcelona, Mourinho Madrid, Bayern de Munique e o chato do Milan, necessariamente nessa ordem de favoritismo.

Embarque Europa. Mano resolveu declarar que seria bom Neymar ir para Europa, assim como nossos treinadores deveriam fazer uma reciclagem por aquelas bandas. Mas, e ele quando vai aprender a ser treinador indo para lá?

Nada melhor que um anão A Inter de Milão parece ter virado a draga da temporada, e para esse futebolzinho tão pequeno, nada melhor que um anão para comandar. Dunga se aproxima, JC, Maicon e Lucio estão esperançosos pela volta do professor de 2010.

Sugestão simples e perfeita. O tetracampeão Raí disse que pelo menos uma atitude já é possível ser feita na CBF, limitar o número de reeleições assim como o tempo de mandato. Para mim, ele, Leonardo e Zico deveriam assumir o comando do circo.

De Emocionar. Quem assistiu a reportagem feita pelo Jornal Nacional sobre a renúncia de Ricardo Teixeira jura que faltou pouco para Bonner chorar. Foi comovente e ficou clarou que todos sentirão muito falta do nosso “herói nacional”

A vida como ela é. De atacante e mulherengo, Renato Gaúcho passou a zagueiro botinudo. Motivo: Sua belíssima filha Carol Portaluppi, a jovem tira o folego da rapaziada e principalmente do papito.

Cuidado com o cerol. No duelo entre Bangu e Botafogo, o jogo estava tão emocionante, que em determinado momento Eduardo Moreno e o ótimo Lédio Carmona começaram a debater sobre pipas e os perigos do cerol. Formidável.

Sem problemas com o idioma. “Agora que lembrei: você está na Fox, né? Vou até parar de te responder (risos). Poxa, quero ver a Libertadores mas vocês não me deixam. Não passa em lugar nenhum, como eu faço?” (frase disparada por Joel Santana ao perceber que estava sendo entrevistado por um repórter da Fox Sports.

Dúvida da semana. Ribery e Robben seriam os Messi’s da seleções da França e Holanda, pelo “equilíbrio” de suas atuações entre clube/seleção.

Anúncios

Um pouquinho de futebol gringo!

Galera do blog, vamos falar um pouco do mundo lá fora. Ontem depois de ver os resultados, resolvi assistir aos VT’s dos jogos da Champions. Resolvi falar um pouco dos jogos e comentar sobre a possível vinda de Seedorf para o Corinthians.

Bom, primeiro assisti a Schalke 04 5×2 Inter de Milão. Foi um jogo franco demais até para o meu gosto, Felipão então deve ter tido naúsea assistindo a partida. Leonardo fez da Inter um time altamente ofensivo que ataca o tempo inteiro. Mas, ontem o time foi infeliz nas duas vezes que saiu na frente. Primeiro, em um golaço de Stankovic que acertou um belo chute do meio da rua (para variar, né) antes de completar o primeiro minuto de jogo, mas o Schalke conseguiu buscar em um lance questionável de Julio Cesar.

Mesmo assim, a Inter continua atacando impiedosamente e conseguiu ter novamente a vantagem aos 33 com Milito, novamente o time não teve tempo de comemorar direito a vantagem e o brasileiro Edu empatou a partida. O gol esfriou o primeiro tempo. Veio o segundo tempo, e o Schalke conseguiu o que todo mundo sonha contra o Inter sair na frente no marcador, Raúl (lembram dele?) colocou o time alemão na frente, a partir daí os comandados de Rangnick só jogaram no contra golpe e foram aumentando a vantagem para cima dos nezazurri.

Não acho que tudo esteja perdido para a Inter, o time consegue um 4×0 na Alemanha, ou até mesmo um 5×1, mas a tarefa ficou complicadíssima.

Na Espanha, o Real atropelou o candidato a “azarão” Tottenham, por 4×0, o jogo ficou fácil logo no começo do jogo, quando o Real abriu o marcador com Adebayor e viu Crouch ser expulso com 15 do primeiro tempo. Depois disso, o Real só impôs o seu jogo e foi ampliando a contagem que encerrou com Cristiano Ronaldo após bom passe de Kaká que teve boa atuação no segundo tempo.

Para o time de Mourinho, a conta ficou bem tranquila também, até porque se os merengues marcarem apenas um gol na Inglaterra obrigará o Tottenham a marcarem 06 gols. Feito possível apenas para o Barcelona.

E para fechar, a notícia que tomou os tabloídes brasileiros foi a possível vinda de Seedorf para o Corinthians articulada pelo Ronaldo, sinceramente, eu acho mais fácil o Seedorf vir do que acreditava na vinda do Ronaldo. Seedorf é um cara tranquilo, que ama o Brasil, além de sua esposa ser brasileira, o que facilitaria muito a adaptação dele. Acima de tudo, um ótimo jogador. Seria ótimo para o Brasileirão, a vinda de um jogador de renome internacional.

Quem será o próximo anão?

Galera do blog mais querido, a seleção desembarcou, todo mundo se culpou e a única certeza é que Dunga não comanda mais a nossa escrete canarinha.

A pergunta que fica é, Quem irá assumir?

As especulações e começaram e ao que tudo indica quatro nomes são os mais cotados para ficar com a batuta de comandar a seleção mais respeitada da Terra.

Luiz Felipe Scolari (Felipão): O treinador tem o apelo popular pela campanha de 2002, é um treinador de muita fibra que consegue motivar um grupo, teve muito sucesso na seleção portuguesa e fracassou no Chelsea. Ganhou dinheiro para se fingir de treinador no Uzbequistão e voltou para o Palmeiras com vontade de retomar o caminho dos títulos. Pesa contra ele, o fato dele não aceitar a influência de Ricardo Teixeira.

Mano Menezes: O treinador corintiano tem conquistados bons resultados nos últimos anos e é visto como um treinador moderno. Outro fator positivo é a sua postura fora de campo, sempre bem articulado, não foge das perguntas, sua experiência com Ronaldo no time, mostrou que consegue lidar com o apelo popular e mesmo assim montar um bom time. Pesa contra ele, o total desconhecimento de Ricardo Teixeira sobre ele.

Ricardo Gomes: Surpreendentemente, o treinador são paulino está na mira de Ricardo Teixeira, o treinador é bem quisto entre os membros de alto escalão da CBF, nesse quesito sua passagem foi o que de melhor Ricardo Teixeira espera de um técnico. Pesa contra ele, o fato de nessa única passagem ter sido no sentido de resultado um fracasso tremendo, Gomes não conseguiu classificar a seleção olímpica, em um time que possuia, Kaká, Robinho, Diego e cia.

Leonardo: Por último e não menos importante, o ex-jogador da seleção, São Paulo, Flamengo e Milan surge com muita força nos bastidores por possuir requisitos básicos para que Ricardo Teixeira volte a comandar por de trás do pano, Leo conviveu com isso dentro do Milan, onde Berlusconi aparecia com “sugestões” sobre o time, além disso Teixeira quer um time renovado, esse foi o mesmo processo que Leo sofreu no Milan, reconstruir um time. Pesa contra ele a inexperiência, a mesma que Dunga possuia ao assumir a seleção.

Apesar de achar os dois primeiros, treinadores mais preparados para assumir uma seleção, aposto minhas fichas pelo discurso do mandatário da CBF que a vaga fica entre os dois últimos. Com uma leve vantagem para o treinador são paulino.

E para vocês, quem vocês acham que irá assumir a seleção? E quem vocês queriam ver no comando da seleção?

Rapidinhas da Zoropa…

Galera, ontem acompanhei por cima alguns campeonatos do velho continente e acabei de assistir ao jogo entre Milan e Catania.

Milan 2 x 2 Catania: O Milan desperdiçou ótima oportunidade de encostar de vez na disputa pelo título, o time de Leonardo fez um péssimo primeiro tempo aliado a uma arbitragem horrível decretaram “a derrota” rossonera. Pelo Milan, Borrielo fez os dois gols, pelo Catania Maxi Lopez e Ricchiuti.

O time de Milão precisa urgentemente contratar jogadores a altura de Thiago Silva na zaga, faltam jogadores defensivos ao time, o que até soa como ironia, um time como o Milan não possuir jogadores de defesa. Gostei muito do lateral Abate, fez boa partida, gostei de Gaúcho, apesar de atuação discreta, buscou o jogo e tentou criar algo, foi derrubado duas vezes na área, mas o juiz que teve ter sido treinado no Brasil não marcou em nenhuma das vezes. Aos rossoneros resta saber duas coisas: Será que o título ficou longe? Será que Leonardo dirige a próxima partida?

Zoropeando um pouquinho..

Fazia muito tempo que não falava nada sobre o futebol no velho continente. Bom resolvi fazer uma apanhado geral sobre os campeonatos que eu considero os principais. Vamos lá:

Campeonato Alemão: Como sempre na Bundesliga, o campeonato está acirradíssimo dessa vez com menos clubes disputando a ponta, mas acirrado. Leverkusen, Bayern de Munique e Schalke 04 seguem na disputa do caneco.
O Leverkusen que conta com o brasileiro Renato Augusto (ex-Flamengo) vem fazendo uma campanha surpreendente, primeiro porque nos últimos anos brigou contra o rebaixamento e segundo que até o final da 22ª rodada o time segue invicto. Destaque para Kiessling, artilheiro do campeonato e o meia Kroos.
No Bayern Munchen, seu principal jogador na minha opinião é Arjen Robben, o jovem atacante Muller também merece atenção, assim como o zagueiro artilheiro-grosso Van Buyten. Minha torcida é contra o título do time bávaro, porque Van Gaal é o treinador.
O Schalke dos postulantes ao título é o que possui o maior número de brasileiros, 5 (Rafinha, Bordon, Mineiro, Zé Roberto e um desconhecido Edu), além do brasileiro naturalizado alemão Kevin Kuranyi. Kuranyi e Farfan estão em sintonia, juntos foram responsáveis por mais da metade dos gols feitos do time. Minha torcida fica levemente para o Schalke devido ao elenco recheado de brasileiros.

Campeonato Espanhol: Na Espanha, um abismo profundo separam Real e Barça dos demais, na verdade, na pirâmide, o Barça segue intocável no topo, o Real se tornou uma boa sombra, mas como toda sombra não assusta, e Sevilla e Valencia seguem sua vida de disputar terceiro e quarto. Por um longo tempo, nada disso irá mudar na terra das touradas.
Do lado da Catalunha, vale destacar que na vitória de ontem o jovem brasileiro Thiago (filho do ex-jogador Mazinho) fez seu primeiro gol como profissional. De resto, o time do Barcelona por si só, já é um destaque.
Do lado Madrilenho, a equipe ainda não está com o ajuste fino, o time continua vencendo pela qualidade individual de suas estrelas do que pelo trabalho em equipe de grandes craques. Kaká segue questionado no clube merengue, aliás no atual momento, só o argentino Higuáin escapa, sua regularidade impressiona.

Campeonato Inglês: O Chelsea abriu uma vantagem razoável ao final da 27ª rodada, mas Manchester e Arsenal ainda tem chances. O impressionante é que neste momento os três times possuem a mesma quantidade de gols feitos, 63. A sutil diferença na posição do time está no centro avante de cada um.
No Chelsea, Drogba nessa reta final tem literalemente decidido todos os jogos, o marfinense está no auge da sua forma física e o Brasil que fique atento. Está encostando rapidamente em Rooney na disputa pela artilharia do campeonato.
No Manchester, o Shrek (Rooney) também está decidindo tudo para os Diabos Vermelhos, porém na rodada passada faltou perna para ele e o Manchester tropeçou. A tabela ajuda um pouco o time de Sir Fergunson, mas o clássico servirá para dizer quem leva o caneco.
Correndo por fora segue o Arsenal, o time que possui o futebol mais bonita da terra da rainha, sente a falta de um camisa 09 decisivo, essa foi a diferença que fez o time não vingar nos clássicos, Adebayor está fazendo falta ao time.

Campeonato Italiano: Na velha bota, a velha hegemonia impera. Inter de Milão segue firme para levantar mais um caneco. Roma faz uma campanha surpreendente, Milan e Juventus tentam virar um time e nessa alguns times de menor expressão podem surpreender e roubar uma vaga na Champions.
O time de Mourinho segue sobrando no campeonato, o time só perde pontos quando ele mesmo se complica, fora isso segue soberano no Calcio. Milito mostra que é um artilheiro nato, o cara faz muitos gols, gosto muito do Sneijder jogador fora de série.
Na Velha Senhora, falta embalar de vez, por muitas vezes, o time parece que vai e de repente tropeça. Amauri está voltando a jogar bem e pararam de atormentar o Diego, pelo jeito dessa vez, parece que vai. Será?
Os rossoneros seguem como uma incógnita, na minha opinião Leonardo deveria conciliar a agenda de treinamentos com a agenda das baladas do Gaúcho, assim o time teria mais sucesso. O Milan precisa de uma reformulada no elenco, mais precisamente de uma rejuvenescida.

Em resumo, do que tenho acompanhado, Barcelona, Chelsea, Inter de Milão e Manchester United, nessa ordem, estão acima dos demais times. E vocês, o que destacariam do Velho Continente?

Ele merece?

Galera do blog mais querido, não tem como não falar dele. O cara consegue ser mais notícia do que a volta do futebol em solo brasileiro. Isso mesmo, estou falando de Ronaldinho Gaúcho. O camisa 80 do Milan parece ter voltado a jogar bola e tem feito a diferença pelos rossoneros.

Para aqueles que me conhecem, sabem o quanto sou avesso ao futebol do gaúcho. Sinceramente, não vejo fundamento algum em preferir um lance bonito ao invés do gol, fato corriqueiro no futebol de Ronaldinho.

Mas, devo admitir que me surpreendeu a volta meteórica dele as capas dos jornais, além do que, outro fato mais inesperado me pegou desprevenido, fui atrás de VT’s de alguns desses últimos jogos do Gaúcho e fiquei desarmado ao ver como ele está muito mais objetivo em seus lances.

Não sei se o amadurecimento fez isso com ele, se foi Leonardo que simplesmente o fez acordar para a vida, ou se são apenas águas passageiras. O fato é que jogando dessa forma, Ronaldinho começa a criar o apelo popular para a sua ida para a seleção. Enquanto isso, Love, Tardelli, Fred e Pato ainda sonham com essa vaga e o mais desesperado, Robinho que não consegue jogar nada na Inglaterra, vê Tevez fazer chover pelo Manchester City começa a sentir sua própria vaga ameaçada.

E outro e não menos importante, com a volta de Gaúcho aos holofotes, Fenômeno precisa decidir se quer apenas disputar alguns jogos para ajudar ao Corinthians ou se quer mesmo ir para a seleção.

Por enquanto, como um azarão que surge no fim do túnel, Gaúcho parece atropelar a todos e chega de vez para brigar com a teimosia de Dunga em insistir em Robinho.

Na minha opinião, respeito o momento de Gaúcho, mas nem ele nem Robinho merecem a vaga no ataque da seleção. E para vocês, Gaúcho merece estar no grupo da seleção na Copa da África?