Rapidinhas do Camisa 10 – 04.07.2012

Caso resolvido. Após o testemunho de Breno e o seu psiquiatra ficou claro o que aconteceu. Breno bebia todo dia uma garrafa de whisky, no dia do incêndio, ele havia tomado uma de whisky, uma de vinho e uma de cerveja. Será que as garrafas são tão parecidas assim na Alemanha?

E agora “Sidão?”. Após quase um ano de novela, o Botafogo anunciou Seedorf como reforço. O jogador chega com pompa de astro. Talento ele tem, mas alguém precisa avisar que na última temporada, ele disputou apenas 18 jogos. Agora é esperar para ver se jogará apenas 18 partidas ou se seu preparo físico permite mais alguns joguinhos.

A história de um mito. Você pode até achar que Balotelli não é craque, mas é inevitável dizer que ele foi o personagem dessa Euro. A Europa tem tudo para fazer dele, o ícone para eliminar de vez, o que resta de racismo velado pelo velho continente. A cena de Mario Balotelli sem camisa eliminando alemães dentro de um estádio polonês e fazendo os italianos o louvarem, é digno de um documentário.

A história de uma máquina. Na mesma linha, você pode até achar em alguns momentos chato o estilo de jogo da Fúria. Mas uma seleção, que ganhou as últimas três competições importantes que disputou, sem ter tomado nenhum gol na fase de mata-mata e ainda encantando a todos quando possível, está escrevendo sua história e entrando no hall das maiores.

Quem tem boca vai a (ou vaia) Roma. Tem coisas que acontecem que parece alguém disposto a arrumar desculpa ou para atrapalhar mesmo o clube no momento importante. A negociação entre Corinthians e Roma por Castán está fechada a mais de duas semanas e tudo certo, mas algum “espírito de porco” resolveu revelar para tumultuar o ambiente na véspera da decisão.

O grande paulista, ora pois… A Portuguesa já enfrentou os três dos quatro grandes paulista e ainda não perdeu, foram dois empates e uma vitória. Dida parece ter sido uma ótima aposta, assim como o experiente Geninho. Corinthians pode esperar a sua hora vai chegar.

Mais um querendo casar com a Suelen. segundo Luis Augusto Simon, o Menon, Juvenal Juvêncio adoraria “se casar com Gisele Bundchen, mas sem dinheiro para comprar um bom terno, vai acabar se casando com uma periguete. E, depois, ficará falando que é a mais linda do mundo”.

A pena não deu certo. Luis Fabiano fez de tudo para ficar de fora de mais um clássico, mas o tribunal resolveu dar o perdão para o atacante e ele ficará suspenso por apenas dois jogos, voltará exatamente contra o Palmeiras pela 9ª rodada. No próximo clássico, ele consegue.

Galo forte e vingador. Sei que parece chover no molhado, todo ano repito isso. Mas vejo o Galo desse ano muito forte. A contratação de Victor torna o elenco muito forte e competitivo, talvez exista carência nas laterais, mas aposto que esse ano vai. Mesmo com Ronaldinho (aliás, que tem feitos boas atuações).

Empresta-se Goleiro. Considerei forcação de barra, o depoimento de Fábio Costa no Arena Sportv. Concordo que deve ser horrível para ele, ficar sem jogar, mas deve se entrar em um acordo com o Santos, inclusive pedindo o passe livre para poder jogar onde bem quiser. Existem outras formas, para se resolver isso.

Romarinho facts. José Simão cravou: “Quando Deus fez o Romário, ele disse você é o cara! Quando foi fazer Romarinho, ele disse, você sou eu.”

Dúvida da semana. Quem tem mais apoio do país? O Corinthians é a Argentina na Libertadores? Ou o Boca é o Brasil na Libertadores?

Pitacos: Nos primeiros noventa minutos, o coletivo venceu a invidualidade.

Galera, ontem aconteceu a primeira partida das semifinais da Libertadores. E foi a vitória do futebol coletivo.

Os dois times vieram a campo com suas formações tradicionais, o Corinthians no seu 4-2-3-1 com a mesma escalação que enfrentou o Vasco e o Santos no seu 4-4-2 com Ganso retornando ao time.

E o começo do jogo mostrou o Corinthians exercendo sua tradicional pressão na marcação e o Santos sucumbindo a essa marcação, ora pela péssima atuação de Arouca, ora pela nula movimentação de Elano e Ganso, portanto, era fácil para o Corinthians recuperar a bola, o Santos dependia de chutões que Neymar conseguisse dominar.

Após os 15 minutos iniciais, o Corinthians diminuiu a pressão e começou a deixar o Santos jogar um pouco mais, mesmo assim o time da baixada parecia não conseguir fazer seus jogadores jogarem. A saída de bola era concentrada em Adriano, Juan e Neymar.

E foi por concentrar as ações na esquerda que o Santos sofreu o gol. Ao perceber essa “esquerdadependência” do time, Tite foi preparando uma blitz para uma boa roubada de bola, Jorge Henrique que caiu pela direita, Paulinho e Alessandro apertaram o cerco e em roubada de bola, Paulinho saiu em disparada e entregou para Sheik que dominou a bola e acertou um lindo chute no ângulo. Golaço e 1×0 para o Corinthians.

O primeiro tempo seguiu com o Corinthians mandando no meio de campo e o Santos contando com o talento de Neymar. Contudo, devido a falta de atuação do meio de campo do alvinegro praiano, a jóia tinha que buscar o jogo muito atrás, o que tornava a tarefa mais complicada para o craque.

No intervalo, Muricy colocou Borges no lugar do inútil Elano, assim Muricy passou do 4-4-2 para o 4-3-3 com Kardec aberto na direita, Neymar na esquerda e Borges centralizado.

Porém, o problema continuava no meio de campo, Arouca parecia um simples volante, nem de longe foi aquele volante que todo mundo pede na seleção, em compensação o Corinthians atuava de maneira sólida.

A segunda etapa foi seguindo sem grandes chances e com o Santos ficando cada vez mais nervoso, até que em dividida mais forte, Neymar foi advertido com amarelo e no lance seguinte Sheik resolveu revidar e como já tinha amarelo foi para o chuveiro mais cedo. O Santos até esboçou uma reação, mas parou em Cássio e na defesa corintiana.

No Corinthians, destaque para Castan e Fabio Santos que fizeram uma partida impecável, o mais curioso é que são exatamente os dois jogadores que mais questiono nesse time. Em compensação, Alex foi o ponto baixo no time que atuou muito abaixo do time.

Pelo Santos, reclamar de Ganso é exagero sabendo que ele estava voltando de lesão e que não Ganso bichado é muito melhor do Felipe Anderson “voando”. Agora Henrique, Elano e Arouca foram muito mal, principalmente os dois primeiros, Henrique mostra que não consegue atuar na lateral e pouco ajuda o time no apoio ao ataque. Elano parecia recém acordado de sono profundo, pois estava estático, tentando em entender aonde estava e Arouca pareceu jogar machucado, pois não tinha a mesma explosão de sempre.

No fim, vitória corintiana que credencia o time a chegar a uma inédita final. No papel, o resultado deixa tudo em aberto, mas para o Santos almejar o 4º título, o time precisa jogar futebol, algo que não ocorreu ontem.

Rapidinhas do Camisa 10 – 07.03.2012

Dúvida cruel. Eu não sei o que é pior, escutar o Mano pedir mais tempo, ou escutar ele insinuar que Kaká não tem mais chance nenhuma na seleção.

Libertadores é para poucos mesmo. Eu não estou falando da quantidade de times que possuem o título mais cobiçado e sim de quantos poderão assistir hoje a Santos e Internacional. Apenas 16% da população que possui TV paga terá acesso a esse jogão.

Agora sim, está tudo bem. Pronto Kassab fez a licitação para autorizar a isenção de impostos para o Itaquerão. No pedido faltou apenas mencionar que somente o Corinthians podia entregar essa licitação.

Vaquinha generosa. O Palmeiras já conseguiu arrecadar o dinheiro para comprar um bom apartamento para Wesley perto do Parque Antartica , agora só falta arrecadar o valor do passe.

Candidato a Fair Play. “Na Libertadores o bicho pega. É legal para zagueiro, o problema é para os atacantes, que saem com o tornozelo inchado” (do corintiano Leandro Castán,)

Nau turbulenta. Vasco ganha a primeira na Liberta, mas Felipe solta o verbo e deixa cada vez mais claro que o time sente a falta de um comandante.

Caldeirão argentino. Hoje o Fluminense enfrentará o Boca dentro da Bombonera tentando acabar com uma invencibilidade de 36 jogos dos hermanos. Acho que fica pra próxima.

Paz e Amor. Depois de chute na bunda, carinhos no bolso e tudo mais, parece que o amor está no ar entre governo e Fifa. Cerveja liberada e o bolso (de alguns) pronto para receber toda a “fortuna” gerada pela Copa são os maiores indícios.

Baixinho craque mesmo. “Se eles realmente comem dinheiro, vão fazer feijoada, rabada, macarronada e farofa do nosso. Porque só nos bolsos não vai dar para guardar” (do deputado pitbull Romário, sobre a grana da Copa – que beleza!).

Joelho de Pato. Lá pelos lados de Milão, já começam a perguntar se Pato tem alergia a grama ou a anda muito cansado. O que eles sabem é que algo acontece com o atacante que fica mais tempo em tratamento do que jogando bola.

Perpétua no mínimo. Para Fabinho Fontes. O ex-jogador do Corinthians de 37 anos foi preso, acusado de abusar sexualmente de uma menina de 5 anos, filha de um casal amigo, na zona sul de São Paulo.

Dúvida da semana. O Brasil subiu duas posições no Ranking porque Valcke pediu desculpas ou porque vencemos a tradicionalíssima Bósnia?

Corinthians 0x0 Santos

Galera do blog, ontem acompanhei o jogo do Corinthians contra o santos que terminou 0x0. Eu acho que o resultado foi construído por causa do nervosismo inicial dos dois times, pelo azar santista e pela falta de inteligência do treinador corintiano.

Nervosismo inicial que tomou conta do jogo no início da partida, os dois times pareciam que duelavam pelo território chamado meio de campo, criar jogadas de gol era um detalhe, o importante era ganhar na força física o meio de campo. Dessa forma, o início do jogo foi truncado, com muita briga no meio de campo e pouco futebol. Pelo Corinthians nada de diferente, apenas a sensação de que Dentinho e Jorge Henrique ficaram pelo caminho, ambos ainda não “atuaram” em 2011. Já pelo Santos, um pouquinho do “Muricysmo” já começa a aparecer, o time santista já joga de forma mais compacta na defesa, o time não toma tanto susto e conta com o talento de Neymar e Ganso para resolver.

E aí começou o azar santista, as duas joiás não foram bem no primeiro tempo, e para piorar Ganso saiu no intervalo com uma distensão muscular que o afasta dos gramados por cerca de 30 dias. Neymar, que não foi bem na primeira etapa, resolveu ser o cara no segundo. Toda vez que ele pegava na bola era um inferno para a defesa corintiana, mas como o dia era de “azar” em dois grandes lances do menino, a bola resolveu caprichosamente bater na trave. Pelo corinthians, ainda no primeiro era Bruno César que voltava a jogar bem e o responsável pelas principais jogadas ofensivas do alvinegro da capital. Além disso, apesar de todo o inferno que Neymar causava, a defesa corintiana voltava a jogar bem, Chicão fez boa partida e Castán fez uma partida admirável, um dos melhores em campo pelo Corinthians.

Mas, eis que surge o treinador do Corinthians para atrapalhar um pouco o time corintiano. Ao mesmo tempo que ele acertou ao colocar o “talismã” William, ele acabou com a criatividade corintiana ao tirar Bruno César e colocar Morais. Morais é um bom meia, rápido de dribles curtos e algumas jogadas verticais, mas já está claro para todos que nunca ele conseguiu carregar a responsabilidade de um meio de campo sozinho, ele é uma espécie de Ricardinho, bom meia, mas precisa jogar com outro meia ao seu lado, caso contrário seu futebol fica limitado. E foi assim que Tite acabou com as chances de vitória do Corinthians, o time fez um jogo igual com o Santos e coletivamente melhor, tinha reais chances de sair vitorioso, mas preferiu a opção menos ousada.

Bom, nada decidido, apesar da vantagem técnica e do mando de campo pertecentes ao Santos para a próxima partida, o desgaste da viagem para a Colômbia e a ausência de Ganso podem equilibrar as coisas para o Corinthians. Para o alvinegro da capital, resta torcer para o seu Adenor não atrapalhar tanto

Parece que engrenaram…

Galera, ontem assisti a dois jogos dos paulistas, vamos aos pitacos:

São Caetano 0 x 1 Corinthians: O Corinthians mostrou um time mais organizado, bem disposto taticamente. Provavelmente, Mano criou duvidas na sua cabeça, pois o time sem varios titulares teve maior disciplina tática do que o time considerado titular. Contudo, foi a entrada de alguns titulares que proporcionou a vitória alvinegra. Bom quebra-cabeça para Mano Menezes.

Durante o jogo, o Corinthians dominou as ações da partida, teve dificuldades em criar oportunidades efetivas, porém não via o Azulão assustar. O time mostrou maior segurança com L. Castan, Paulo Andre e Ralf na parte defensiva do time, mas ainda mostra fragilidade nas laterais, Alessandro e Roberto Carlos foram presas fáceis para as subidas do São Caetano.

Em compensação, na parte ofensiva, Danilo mostrou que tem lugar cativo no time titular, assim como Dentinho que mostra a cada partida que entra, que o atacante voltou a apresentar o bom futebol do primeiro semestre de 2009. Agora, resta a Mano montar o melhor time para a Libertadores.

Ponte Preta 0 x 2 São Paulo: Boa partida, o São Paulo mostra que mudou totalmente a sua maneira de jogar, se na era Muricy o time era prevísivel, porém quase intransponível, agora o time joga para frente, mas por muitas vezes desorganizado na defesa. Dessa vez, o ímpeto ofensivo funcionou, principalmente porque o time teve maior velocidade ao atacar.

O jogo começou de forma aberta, o São Paulo possuia maior volume de jogo, porém a Macaca ameaçava constantemente. E ironicamente, quando a Ponte Preta conseguiu assustar o tricolor por duas vezes, em um lance despretensioso, Washington foi lançado e fez o que melhor sabe fazer e não fazer ao mesmo tempo, gol.

Diante disso, a Macaca se lançou ao ataque e teve grande chance quando o árbitro marcou um pênalti “Mandrake” a favor da Ponte. Porém, Otacilio Neto parou em Rogerio Ceni que fez grande defesa na cobrança de pênalti. A defesa fez o time do Morumbi melhorar e ao final do primeiro tempo, Washington de novo ampliou ao marcador.

Assim acabou o primeiro tempo e praticamente o jogo, já que o segundo tempo serviu apenas para complementar a partida. Ricardo Gomes parece ter entendido o que a torcida queria, pois começou a partida com jogadores de origem nas posições. Para o torcedor são-paulino pode não ter sido um grande jogo, porém ficou a certeza de que o time parece ter dado liga dessa vez. Resta ao treinador não inventar mais.