Você concordou com a seleção da Fifa 2016?

fifapro2016

Com um pouco de atraso, mas vamos falar da seleção da FIFA.

Nessa segunda a Fifa divulgou sua seleção e o melhor do mundo. Sobre o melhor do mundo pouca coisa a comentar, Cristiano foi escolhido e não houve surpresa para ninguém, na verdade a única sensação que 2016 talvez tenha sido o ano que individualmente ficou mais fácil para alguém destronar a hegemonia Messi-CR7, porém ninguém se destacou a esse ponto, e foi Griezmann que disputou com eles.

Porém o atacante francês pecou e errou (pênaltis) nos momentos decisivos e jogaram contra ele, já o português que não teve um ano brilhante tecnicamente, ganhou tudo que era possível, inclusive uma surpreendente Eurocopa por sua seleção. Cristiano não sobrou em campo em 2016, mas ganhou tudo. Como um jogador é feito de suas atuações e títulos, prêmio muito bem dado.

E agora, vamos falar da seleção, os escolhidos foram: Neuer (Bayern Munique); Daniel Alves (Juventus), Piqué (Barcelona), Sergio Ramos (Real Madrid) e Marcelo (Real Madrid); Kroos (Real Madrid), Modric (Real Madrid) e Iniesta (Barcelona); Messi (Barcelona), Cristiano Ronaldo (Real Madrid) e Suárez (Barcelona).

Sinceramente, achei que algumas escolhas foram preguiçosas de quem não teve capacidade de olhar todos os campeonatos com carinho e resumiram o time ao duelo Barça-Real. Teve muita gente jogando muito bem em outras posições, o CMC10 vai escalar aqui, a seleção 2016 dele.

Donnarumma (Milan), Walker (Tottenham), Sergio Ramos (Real Madrid), Verthogen (Tottenham) e Marcelo (Real Madrid), Kante (Leicester / Chelsea), Pogba (Juventus / Man United), Coutinho (Liverpool), Messi (Barcelona), Cristiano Ronaldo (Real Madrid) e Suarez (Barcelona).

Fiquei fazendo esse exercício ontem e inicialmente Schmeichel (Leicester) e Kroos estavam escalados, mas depois fiz alterações e jogadores como Griezmann, Aubameyang, Neuer, Rafinha, Lewandowski, De Bruyne, Marquinhos, Godin, Varane, passarm pela minha cabeça porque também fizeram um bom 2016. 12 jogadores, mais do que um time, daria para montar um 3-4-3 muito bom.

Por fim, percebi que Neuer, Daniel Alves, Pique e Iniesta foram escalados por preguiça de boa parte de jogadores e jornalistas, muito na sensação de que ninguém vai dizer que eles estão errados em escalar esse trio, mas fica conveniente, não precisa olhar de verdade para ver quem se destacou em 2016 na posição.

Mesmo o meu time, eu acompanho muito mais o inglesão, espanholão e alemão, pode ser que perdi algum bom jogador em alguma posição que tenha atuado na Itália, na França ou em Portugal, por exemplo.

O que fica é o exercício de especular de cada um escalar a sua seleção de 2016.

E aí? Qual a sua seleção 2016?

Anúncios

4 times, 4 possibilidades e uma taça…

Galerinha, sobraram apenas 4 times.

10 títulos e 11 vice-campeonatos. E finais que poderemos desfrutar duelos interessantíssimos.

Holanda x Alemanha

Será a primeira vez na história que uma seleção européia triunfará fora do continente europeu. Além de ser o duelo entre os 4 finalistas que estão melhor tratando a redonda. Robben enfrentará uma legião de companheiros que jogam com ele no Bayern, correndo o risco até de receber uma bola bem enfiada por Kroos ou ele cruzar uma bola na cabeça de Müller.

Alemanha x Argentina

A Alemanha será Brasil na final mesmo que dias atrás tenha eliminado a seleção canarinha. Poderá ser a consagração de Messi no Olimpo dos grandes jogadores, porque terá ganhado uma Copa sendo decisivo para a sua seleção em todos os jogos.

Brasil x Holanda

Duelo frequente na história recente do futebol. Cruzamos os holandeses em 94, 98 e 2010. Sneijder e Robben irão reencontrar Julio Cesar, mas dessa vez De Jong e Felipe Melo assistirão pela TV. Faísca mesmo será do lado de fora, Van Gaal e Felipão precisarão ser separados por um cordão de isolamento. É declarado o ódio de Felipão por Van Gaal, da mesma forma que Van Gaal não gosta de brasileiros.

E por fim,

Brasil x Argentina…. Brasil x Argentina… Precisa alguma descrição sobre isso.

 

Crédiitos do vídeo: Ramon Ribeiro

Pitacos: Em jogo fantástico, Bayern elimina Real, com Neuer parando Ronaldo e Kaká.

Galera ontem eu acompanhei dois jogos completos.

Primeiro assisti a Real 2×1 Bayern de olho no computador (com aquelas imagens que travam que é uma beleza, mas deu para ver bem o jogo.) e com o fone ligado na Estadão/ESPN.

Depois assisti a Bolivar 2×1 Santos.

Os resultados foram iguais, mas o jogo quanta diferença.

O clássico europeu foi uma ótima partida de futebol, uma das melhores desse ano, o primeiro tempo deixou sem fôlego até quem assistia.

O Bayern repetiu o mesmo time que atuou na partida de ida em Munique, apesar da pressão popular em ter Muller no lugar de Kroos.

Heyncknes optou por uma maior proteção defensiva, já que Kroos marca mais do que Muller.

No Real o time veio a campo com apenas uma mudança, em relação a partida de ida, Marcelo veio no lugar de Coentrão. Acho que Mourinho queria mais poder ofensivo e certeza de que não corria risco de tomar gol no final. Aliás, no final quase Marcelo decidiu a partida.

Sobre a partida, a crônica do jogo foi o Bayern com o domínio das ações e o Real com um contra ataque quase letal. A rápida saída de Marcelo ou os passes precisos de Xabi Alonso sempre encontravam a defesa alemã desarrumada. Defesa que já é lenta por natureza, desarrumada então, era um deus nos acuda, a cada ataque do Real.

No Bayern, Schweinteiger reinava soberano no meio de campo, aquele setor que era para ser tão recheado de jogadores parecia ter apenas o alemão. Ele ditava o ritmo, aproveitando o espaço deixado entre o trio Ozil-DiMaria-Ronaldo e a dupla Khedira-Alonso, Schweinteiger passeava em campo e criava as melhores chances do Bayern ora com Robben durante o primeiro tempo, ora com Ribery já no segundo.

Todos os gols saíram no primeiro tempo, pelo Real os dois tentos foram marcados por Ronaldo, sendo um de pênalti que seria um ótimo motivo para provocar Messi, mas como a classificação não veio, fica no inconsciente apenas. Pelo Bayern, Robben também cobrando pênalti anotou.

No calor do jogo, eu teria dado os dois pênaltis, mas depois olhando com mais calma, acho que o juiz podia ter evitado os pênaltis e deixado o jogo seguir. De qualquer forma, não considero erro.

No fim vieram os pênaltis, Ronaldo, Kaká e Sergio Ramos desperdiçaram para o Real, Lahm e Kroos perderam pelo Bayern. Os dois pênaltis do Bayern, mais Ronaldo pareceram frutos do cansaço que já abatia os jogadores.
A perna parecia mais pesada nas cobranças. Sergio Ramos era de se esperar que isolasse a bola, toda vez que ele viu uma bola dentro da área ele teve que isolá-la, não seria diferente no pênalti. Quanto a Kaká, acho melhor ele preparar sua malinha para voltar para Milão. Não deu liga sua passagem pelo Real.

Veja também: Altitude atrapalha futebol, e o jogo do Santos foi bom para diminuir a adrenalina do jogo da tarde.

Zoropeando um pouquinho..

Fazia muito tempo que não falava nada sobre o futebol no velho continente. Bom resolvi fazer uma apanhado geral sobre os campeonatos que eu considero os principais. Vamos lá:

Campeonato Alemão: Como sempre na Bundesliga, o campeonato está acirradíssimo dessa vez com menos clubes disputando a ponta, mas acirrado. Leverkusen, Bayern de Munique e Schalke 04 seguem na disputa do caneco.
O Leverkusen que conta com o brasileiro Renato Augusto (ex-Flamengo) vem fazendo uma campanha surpreendente, primeiro porque nos últimos anos brigou contra o rebaixamento e segundo que até o final da 22ª rodada o time segue invicto. Destaque para Kiessling, artilheiro do campeonato e o meia Kroos.
No Bayern Munchen, seu principal jogador na minha opinião é Arjen Robben, o jovem atacante Muller também merece atenção, assim como o zagueiro artilheiro-grosso Van Buyten. Minha torcida é contra o título do time bávaro, porque Van Gaal é o treinador.
O Schalke dos postulantes ao título é o que possui o maior número de brasileiros, 5 (Rafinha, Bordon, Mineiro, Zé Roberto e um desconhecido Edu), além do brasileiro naturalizado alemão Kevin Kuranyi. Kuranyi e Farfan estão em sintonia, juntos foram responsáveis por mais da metade dos gols feitos do time. Minha torcida fica levemente para o Schalke devido ao elenco recheado de brasileiros.

Campeonato Espanhol: Na Espanha, um abismo profundo separam Real e Barça dos demais, na verdade, na pirâmide, o Barça segue intocável no topo, o Real se tornou uma boa sombra, mas como toda sombra não assusta, e Sevilla e Valencia seguem sua vida de disputar terceiro e quarto. Por um longo tempo, nada disso irá mudar na terra das touradas.
Do lado da Catalunha, vale destacar que na vitória de ontem o jovem brasileiro Thiago (filho do ex-jogador Mazinho) fez seu primeiro gol como profissional. De resto, o time do Barcelona por si só, já é um destaque.
Do lado Madrilenho, a equipe ainda não está com o ajuste fino, o time continua vencendo pela qualidade individual de suas estrelas do que pelo trabalho em equipe de grandes craques. Kaká segue questionado no clube merengue, aliás no atual momento, só o argentino Higuáin escapa, sua regularidade impressiona.

Campeonato Inglês: O Chelsea abriu uma vantagem razoável ao final da 27ª rodada, mas Manchester e Arsenal ainda tem chances. O impressionante é que neste momento os três times possuem a mesma quantidade de gols feitos, 63. A sutil diferença na posição do time está no centro avante de cada um.
No Chelsea, Drogba nessa reta final tem literalemente decidido todos os jogos, o marfinense está no auge da sua forma física e o Brasil que fique atento. Está encostando rapidamente em Rooney na disputa pela artilharia do campeonato.
No Manchester, o Shrek (Rooney) também está decidindo tudo para os Diabos Vermelhos, porém na rodada passada faltou perna para ele e o Manchester tropeçou. A tabela ajuda um pouco o time de Sir Fergunson, mas o clássico servirá para dizer quem leva o caneco.
Correndo por fora segue o Arsenal, o time que possui o futebol mais bonita da terra da rainha, sente a falta de um camisa 09 decisivo, essa foi a diferença que fez o time não vingar nos clássicos, Adebayor está fazendo falta ao time.

Campeonato Italiano: Na velha bota, a velha hegemonia impera. Inter de Milão segue firme para levantar mais um caneco. Roma faz uma campanha surpreendente, Milan e Juventus tentam virar um time e nessa alguns times de menor expressão podem surpreender e roubar uma vaga na Champions.
O time de Mourinho segue sobrando no campeonato, o time só perde pontos quando ele mesmo se complica, fora isso segue soberano no Calcio. Milito mostra que é um artilheiro nato, o cara faz muitos gols, gosto muito do Sneijder jogador fora de série.
Na Velha Senhora, falta embalar de vez, por muitas vezes, o time parece que vai e de repente tropeça. Amauri está voltando a jogar bem e pararam de atormentar o Diego, pelo jeito dessa vez, parece que vai. Será?
Os rossoneros seguem como uma incógnita, na minha opinião Leonardo deveria conciliar a agenda de treinamentos com a agenda das baladas do Gaúcho, assim o time teria mais sucesso. O Milan precisa de uma reformulada no elenco, mais precisamente de uma rejuvenescida.

Em resumo, do que tenho acompanhado, Barcelona, Chelsea, Inter de Milão e Manchester United, nessa ordem, estão acima dos demais times. E vocês, o que destacariam do Velho Continente?