A intenção de perder 3 pontos…

flu31

E antes de falar sobre a Copa do Mundo que começa amanhã!! Sim, começa amanhã!! O Brasileirão resolveu fazer um jogo fora de campo para reaparecer na telinha!!

Eis que mais um caso de perda de pontos pela escalação do jogador irregular acontece.

O Criciúma perdeu 3 pontos pela escalação de atacante Cristiano. Cristiano foi expulso em duelo contra o Paysandu quando ainda defendia o Naviraiense. Pegou um gancho de cinco jogos e deveria cumprir suspensão ainda.

Sei que é chover no molhado, mas para mim, no mínimo é uma estupidez gigantesca por parte do clube. Como alguém contrata um jogador e não existe o mínimo de conversa entre os envolvidos, quando a transferência ocorre, será que ninguém comenta nada.

Quando eu compro um carro ou uma casa, a primeira coisa que vejo é a situação do bem. Se tem multas pendentes ou quaisquer outras irregularidades. Para mim, parece que a atitude é premeditada.

Não me perguntem o porque, porque eu não tenho a menor idéia.

Mas, prefiro acreditar que alguma coisa maior faz o clube tomar essa decisão do que simplesmente acreditar na estupidez plena de nossos dirigentes.

O jogador irregular!!

SandroHiroshi27032014

O jogador irregular é o novo craque futebol brasileiro.

Ele não joga no gol, nem na defesa, não participa do meio e tampouco resolve no ataque. O negócio dele é jogar nos bastidores, é ser a muleta da incompetência e o gênio que merece destaque na imprensa.

O último caso foi o de Matheus Índio no Penapolense. O jogador que havia conseguido através da justiça se desvincular do Vasco para atuar no Atlético-PR, onde o clube paranaense havia emprestado para o clube paulista.

Contudo, na véspera do jogo contra o Corinthians o jogador perdeu a batalha dentro da área judicial e foi imediatamente vinculado novamente ao time do Rio de Janeiro. O prolema é que a FPF não avisou ao clube do interior, apesar da publicação dentro da CBF.

Se fossem adotados os mesmos critérios utilizados diante da Portuguesa no caso Hevérton, o adversário ontem do São Paulo seria o Linense e não o o time da Sabrina Sato.

Porém, esse craque do futebol também sofre de dois pesos e duas medidas, quando convém ele está errado, quando precisa, a responsabilidade foi da federação e o clube não pode pagar por isso.

Enfim, criamos um craque que não dribla, não marca gol, nenhuma jogada mirabolante, não tem proposta da Europa e não possui chance nenhuma na seleção de Felipão, mas tem sido decisivo demais ultimamente.