As janelas da nossa casa.

Galera do blog, mais uma vez fomos criativos, ao invés de termos uma janela de transferência, criamos duas, uma de entrada e outra de saída.

Com a solicitação dos clubes para que a janela fosse antecipada, novamente nosso calendário ficou descolado do resto do mundo. Confesso que quando surgiu a idéia no final do mês de Maio fui favorável, mas agora vejo que criamos uma adaptação que piorou ainda mais nosso cenário.

Vou usar o exemplo de Carlitos Tevez, caso nossa janela de transferência fosse igual a européia, o Corinthians conseguiria barganhar melhor as propostas para conseguir trazer o argentino, como nossa janela acaba muito antes das especulações européias, o Manchester City prefere esperar outra proposta mais próxima do ideal para conseguir vendê-lo.

Ou seja, mais uma vez estamos adaptando nosso calendário ao invés de corrigi-lo. Bom, vamos falar um pouquinho das contratações até aqui, já que a janela de entrada encerra hoje e não acredito e muitas novidades.

Primeiramente, vou comentar das transferências realizadas no período da janela, portanto não adianta falar de contratações feitas antes do dia 20 de junho.

Palmeiras e Flamengo fizeram contratações cirúrgicas, trouxeram bons jogadores exatamente onde eram carentes, Henrique e Alex Silva são ótimos zagueiros, juntos fariam uma dupla formidável, Jael atacante que o Flamengo trouxe, possui talento, mas às vezes faltam neurônios, se entrar na linha é uma ótima aposta do Flamengo.

Santos, São Paulo e Botafogo contrataram no atacado. O primeiro procurou se reforçar sabendo que o assédio aos jogadores do time será grande, mas fiquei surpreso com a qualidade dos jogadores que o Santos trouxe, se der liga é o elenco mais forte do campeonato. Botafogo e São Paulo trouxeram boas peças para o meio de campo e deixaram seus elencos fortalecidos.

Vasco, Cruzeiro, Grêmio, Internacional, Atlético-MG e Fluminense trouxeram pouquíssimos jogadores destaque para Juninho Pernambucano e para o meia Lanzini, promessa do River Plate que o Flu sonha ser o novo Conca.

E o Corinthians? O Corinthians trouxe seus jogadores antes de abrir a janela, portanto analisando a janela em si, o time não precisou trazer ninguém até porque líder do campeonato com folga e jogando o melhor futebol atualmente tem que se preocupar mais em manter o time do que em reforçar.

Aliás, hoje é o dia do seu time trazer que quer que seja, até o Felipe Melo, depois é rezar para que os craques não saiam, mesmo que ele seja o Paulinho.

Anúncios

Pitacos 10.03.2011

Galera do blog, ontem acompanhei ao “clássico” entre Santos e Portuguesa, enfim Neymar estreiou pelo Santos em 2011, boa partida do atacante que foi fundamental para a vitória tranquila do alvinegro praiano.

O jogo começou com o Santos tomando a iniciativa das ações, enquanto a Portuguesa aguardava as chances de contra-atacar. Apesar do bom volume de jogo do time santista, foi a Portuguesa que assustou primeiro, Henrique em ótimo chute acertou a trave direita do goleiro Rafael, o lance assustou a torcida santista, mas logo na sequência Zé Love tratou de tranquilizar a torcida fazendo boa jogada pela esquerda e obrigando Weverton a fazer boa defesa.

Contudo, a noite era de Neymar, e em um lançamento primoroso de Elano o camisa 11 santista dominou, chamou os defensores lusos para dançar e com um chute colocado abriu o marcador para o Santos. E assim acabava o primeiro tempo.

O segundo tempo mal começou e Neymar pareceu nem ter esfriado, voltou com tudo e logo aos quatro minutos mandou um “rolinho” em Mauricio e aumentou a vantagem santista. A folia do Carnaval parece ter trazido efeitos excelentes para o jovem, pois Neymar ainda teve tempo de dar ótima assistência para Léo fechar o placar.

No final, boa vitória do Santos, apesar da sensação de que poderia ter sido mais. Do lado luso, fiquei com boa impressão dos homens de frente, Jael, Henrique e principalmente Fabricio.