A China levando nossos craques e escancarando nossas motivações…

economias_01

E a China virou o reflexo do que nosso futebol se tornou…. um balcão de negócio.

Acabou o amor, acabou a motivação pela glória, os jogadores atuais parecem acreditar que apenas a questão financeira é motivação para suas escolhas. Seja por que eles acreditam nisso, seja porque seus empresários o induzem a isso.

E tudo isso é reflexo de tudo que acontece fora das quatro linhas dentro do nosso futebol.

Somos os primeiros a levantar bandeiras que a seleção é da CBF, como podemos esperar que nossos jogadores tenham comportamento diferente. Todo mundo sabe que ir para a China afasta da seleção, mas e daí? Quem disse que alguém realmente quer seleção?

Além disso, mostra como não conseguimos nos impor como um mercado forte, não precisamos brigar com Europa, mas temos potencial de não perder qualquer jogador para China e Oriente Médio. É muito dinheiro aqui, distribuído para poucas pessoas. Sim pessoas e não clubes.

Renato Augusto, Jadson, Ricardo Goulart e Everton Ribeiro, os craques dos últimos três campeonatos nacionais estão na China. Para ganhar fortuna e não títulos, aliás, o brasileiro aprendeu a falar disso.

Conforme já disse em post recente sobre a saída de Jadson (Jadson veio ao futebol pelo dinheiro), não consigo entrar no mérito de quantas cabeças esses caras precisam sustentar, mas os dois do Corinthians com toda a certeza já juntaram dinheiro suficiente para garantir boa vida para todos, a sensação é que eles querem garantir boa vida para sempre para todas as gerações.

Hoje discutimos quem fatura mais com Arena, quem fatura mais no final do ano, não que não seja importante saber sobre o momento financeiro do seu clube, mas comemorar como se fosse título é assinar embaixo que as decisões daqueles que foram para a China estão mais do que corretas.

Diante de todo a novela do 7×1, esse é o episódio que mostra como todo mundo tem culpa na goleada.

 

Abs,

Cadê Meu Camisa 10?

Twitter: @cademeucamisa10

Anúncios

Jadson veio ao futebol pelo dinheiro…

jadson211215

Tenho ficado um pouco sem escrever, primeiro pelo trabalho que tem me tomado bastante tempo nesse mês e segundo porque esse final de ano é sempre mais complicado achar algo interessante para escrever, pois 90% é especulação sobre quem vem, ou quem sai.

Porém, nesse vai e vem, uma saída me chamou a atenção, a saída de Jadson para a China.

Acredito que o atleta profissional de futebol busca ao longo da sua trajetória ter sucesso em duas frentes, financeira e nas glórias. A carreira é curta, você precisa juntar dinheiro em um tempo muito menor do que os demais profissionais, nem vou entrar no mérito dos valores pagos, estou apenas evidenciando um fato.

Muito dizem que a proposta de Jadson era irrecusável, será mesmo?

Jadson irá ganhar 40 milhões por duas temporadas, pouco mais de 1,5 milhão por mês. Provavelmente o maior contrato financeiro que o atleta já teve, mas com certeza um montante muito inferior ao que ele já acumulou ao longo da carreira.

O meia tem 4 anos de Paraná, 7 de Ucrânia e mais 4 anos em São Paulo. São 15 anos recebendo como um jogador de futebol, vamos desconsiderar os primeiros 4 anos no Atlético-Pr, onde era apenas uma promessa. Vamos aos demais 11 anos, suponhamos que ele recebeu em média 500 mil reais por mês. São cerca de 80 milhões recebidos ao longo da sua trajetória, dinheiro esse que deve ter sido gasto em um monte de coisas e investido em outras tantas.

Aposto que um patrimônio superior a 100 milhões ele tenha.

Para quem nunca ganhou nada dentro do Brasil e que fazia parte do time favorito a Libertadores e para depois da tal sonhada ‘estabilidade financeira” não era a hora de pensar nas glórias, em marcar seu nome por um grande clube no país de origem, ou simplesmente marcar o nome em um grande clube.

Sei o quanto é importante a independência financeira, mas não acho que Jadson não a tenha atingido, ele poderia agora gravar seu nome com um jogador vencedor pelo Corinthians, preferiu garantir ainda mais sua independência. Uma pena.

Como o próprio Osório disse que aprendeu com Fergunson, uns estão pela glória, outros pelo dinheiro. Jadson veio ao futebol pelo dinheiro.

Seleção do Brasileirão 2015

cb2015

No processo de escolha parecido com o Bola de Ouro, onde capitães, treinadores, jornalistas e atletas da seleção brasileira votaram nos melhores do campeonato nacional 2015, a seleção ficou da seguinte forma:

Goleiro: Cássio (COR)

Laterais: Marcos Rocha (ATMG) e Douglas Santos (ATMG)

Zagueiros: Jemerson (ATG) e Gil (COR)

Meias: Rafael Carioca (ATMG), Elias (COR), Renato Augusto (COR) e Jadson (COR)

Atacantes: Luan (GRE) e Ricardo Olivera (SAN)

Técnico ; Tite (COR)

Revelação: Gabriel Jesus (PAL)

Estrangeiro: Pratto (ATMG)

Eu faria três mudanças, sairiam Cassio, Marcos Rocha e Luan, entrariam Danilo Fernandes (Sport), Apodi (Chape) e Nenê (Vasco). Não que eu ache que os outros três também mereçam esse destaque, mais se eu tivesse direito a algum voto, assim seria minha seleção.

De qualquer forma, pela seleção, fica claro como Corinthians e Atlético-MG sobraram, entre as 14 posições disponíveis, eles levaram 11. Curioso que todos os “intrusos” são atacantes. Incluindo o que seria a dupla de ataque titular dessa seleção.

Para mim, o craque do campeonato deveria ser dado para Renato Augusto.

5×0 ou 3×2?

Ganso 10032014

Galera do blog, ontem teve clássico aqui em São Paulo. No Pacaembu, Corinthians e São Paulo se enfrentaram em um jogo movimentado que acabou com a vitória do São Paulo por 3×2, encerrando um jejum de 12 clássicos sem vitória.

O curioso é que todos os gols foram marcados por atletas do São Paulo. Ganso, Fabiano e Rodrigo Caio marcaram a favor, enquanto o zagueiro artilheiro Antonio Carlos marcou os dois gols do rival.

O São Paulo terminou a partida com 63% de posse de bola. O time do Muricy pode não ser um Audax, mas também gosta de ficar com a bola no pé.

Foi a primeira partida do Corinthians sem Jadson desde a sua chegada, não achei que sua ausência foi sentida, já que Luciano e Romarinho se movimentaram bastante no ataque. Contudo, o Corinthians agrediu pouco o São Paulo, o time alvinegro não fez nenhuma finalização ao gol.

Já o São Paulo mostrou que Ganso só precisa de mais consistência, talento tem de sobra. Osvaldo está longe de ser aquele atacante do primeiro semestre de 2013, mas está muito melhor do que o Osvaldo do segundo semestre, o que de certa forma já é otimo.

Outro que pode sonhar com seleção é Luis Fabiano, o centroavante está diferente em 2014, resolveu se acalmar e tratar apenas de fazer o que sabe, gols. É artilheiro do Paulista e caso Jô e Fred deixem Felipão na mão. O treinador poderá chamar o centroavante da copa passada.

Voltando ao jogo, acho que Mano errou ao trocar no intervalo Renato Augusto por Guerrero. Sei que o meia precisava sair, pois ainda não aguenta 90 minutos, mas a opção pelo peruano travou ainda mais o time alvinegro, interrompeu a dinâmica que havia entre Renato, Luciano e Romarinho revezando que fazia o falso nove.

De qualquer forma, o São Paulo fez por merecer a vitória, já o Corinthians precisa de um tropeço do Ituano para seguir no campeonato.

Entre Pato e Jádson, quem mais ganhou foi o futebol paulista…

ss (2014-02-05 at 05.56.48)

Enfim uma movimentação no futebol que deu um certo barulho. No fim do dia, Pato foi para o São Paulo e Jádson para o Corinthians.

Sim, as aquisições mais caras dos respectivos clubes poderão desfilar seu talento (ou tá lento) no rival.

Achei um tremendo negócio para todo mundo.

Para Pato, porque chegará como titular absoluto ao lado de Fabiano. A concorrência com Osvaldo e Ademilson é bem mais tranquila do que com Sheik e Romarinho. Pato não será cobrado como um craque, apenas como um bom jogador, ou como costumo dizer como um Dagoberto que teve sorte no início da carreira. O único problema é que em um São Paulo com ele, Ganso e Fabiano, alguém terá que correr mais do que o normal para ajudar a defesa.

Para o São Paulo, porque conseguiu trazer um atacante de ótima qualidade. Pode atuar pelos lados e também fazer a função de centroavante quando “raramente” Fabiano estiver suspenso. O clima no São Paulo é mais acolhedor nesse momento, o time está em baixa e qualquer melhoria será bem vista pela torcida, diferente de sua chegada no Corinthians que era após o time conquistar tudo no ano anterior. A torcida terá mais paciência já que não tem outra opção no momento.

Para o Corinthians, porque conseguiu manobrar de forma inteligentíssima. A culpa não será mais do clube, apenas dos outros. Se Pato der certo, algo no Corinthians (torcida, treinador, etc) atrapalhou sua performance, mas ainda sim o jogador continua sendo do clube. Se Pato der errado, era esperado e o que resta é vender ou empurrá-lo para o rival. E ainda por cima ganha um meia de destaque para o elenco, Jádson tem tudo para ser titular e fazer diferença no alvinegro.

Para Jádson, porque chegará com status de titular e poderá atuar nas três posições da linha do meio de campo do Corinthians. Aliás, se Mano entender essa funcionalidade de Jádson já será um ganho enorme. Jádson nunca foi esse meia centralizado, seja quando surgiu no Atlético-PR ou mesmo no Shaktar, a zona de conforto dele sempre foi a faixa da esquerda. Jádson seria titular em qualquer clube do Brasil, no São Paulo cismaram que ele era reserva de Ganso.

E o mais impressionante dessa transação, a conversa entre Corinthians e São Paulo. Para mim, essa oportunidade dos clubes voltarem ao bate papo, principalmente visando reforçar ambos, foi o maior ganho dessa transação. Seja pelo desespero da situação, o importante é que as portas se abriram novamente para a conversa.

Rapidinhas do Camisa 10 – 27.11.2013

Empatite 27112013

Como atrapalhar o amigo em menos de 140 caracteres… Virou moda no meio esportivo, alguns atletas, reporteres, treinadores e afins usarem o Twitter como uma forma de se aproximar de seus fãs. O problema é que nem sempre os amigos colaboram. Depois da esposa de Denis, agora foi a vez da irmã de Jadson falar que não vê a hora do irmão ir para o Corinthians. Resultado final, a não ser por uma boa quantia, Jadson vai continuar dentro do tricolor.

Melhor que Fernandinho! Se a torcida do Galo e Cuca estão apreensivos com a possibilidade de não conseguirem levar Fernandinho para o Mundial, podem comemorar porque algo melhor aconteceu. Ronaldinho Gaúcho voltou aos treinos e se mostrou pronto para o Mundial. Distribuiu jogadas de efeito, fez dois gols e o mais importante, não tirou o sorriso do rosto em nenhum momento. Dando sinais de que vem pronto para tentar o Mundial.

Animal, um fenômeno! “Sem pretensão nenhuma, eu joguei mais que o Ronaldo em um modo geral, não na seleção. Ele foi fantástico. Eu joguei mais tempo, 18 anos no profissional e com regularidade. Tanto que os números não vão mentir, eu fiz o dobro de gols dele. Mas eu não joguei na seleção como ele jogou. Ele é carismático, ganhou o rótulo positivo, é uma pessoa fantástica. Mas isso não é demagogia” Frase dita pelo animal Edmundo! Uma coisa é fato, ninguém valoriza o quanto esse cara jogou! Fora de série!

Enfim, livre… Depois de um vínculo que parecia eterno com o Santos, enfim Fabio Costa poderá atuar pelo clube que quiser. A partir de 2014, Fabio terá passe livre. Assim, poderá buscar um clube onde consiga jogar, vencer as desconfianças e ter um final de carreira digno de um campeão brasileiro.

Atitude de campeão! E o Cruzeiro foi esperto nos bastidores, passou Santos e Corinthians e abocanhou o meia Marlone do Vasco. Pelo menos é isso que andam dizendo pelos bastidores. Se for, a máxima verdade, ótimo reforço para a Raposa. O meia do Vasco e o atacante Marcelo do Furacão foram as principais boas surpresas desse campeonato, já que Vitinho saiu cedo do Botafogo.

Se é para a infelicidade de todos, digo que fico! E Gilson Kleina fica! Após toda o barulho que diretoria fez sobre a renovação, chegando a propor baixar o salário pela metade dele. O treinador bateu o pé, contou com o apoio dos jogadores e ainda teve o apoio de Mustafá nos bastidores que o defendeu para o Comitê. Kleina será o treinador do centenário, mas já começa o ano com torcida olhando sem muita confiança, diretoria na expectativa de um técnico melhor vagar e a falta de um elenco qualificado. Ou seja, o Palmeiras continua Palmeiras.

Falem bem ou falem mal… Pelo jeito, esse será o lema de Neymar até o fim da sua carreira. Seja por perseguição dos rivais, seja pelos seus gols, ou pelas faltas cavadas, ou pela imprensa. Fato é que Neymar é polêmica! A partida de ontem pela Champions, o jogador conseguiu sofrer um pênalti, arrumar confusão após tentar uma bicicleta, ter seu pedido para cobrar o penalti ignorado por Xavi e ainda ser alvo de criticas em um jornal espanhol, isso tudo em uma partida onde ele foi discreto. Neymar é pop!

Quase que o raio caiu novamente… O Manchester United passou apuros na manhã de hoje e quase viu uma trágica história se repetir. O vôo que levava o time para a Alemanha estava pousando em Colonia quando o piloto avistou uma aeronave parada no meio da pista, rapidamente ele conseguiu arremeter a aeronave e após dez minutos conseguiu fazer o pouso de forma tranquila e sem sustos. Para quem não era nascido ou não lembra, em 1958, oito jogadores dos Diabos Vermelhos morreram em um desastre aéreo em Munique (Alemanha).

Você sabia que… O técnico Vagner Mancini (Furacão) pode ser bicampeão da Copa do Brasil? E o mais curioso, novamente em cima de um clube carioca, em 2005 quando dirigia o Paulista de Jundiaí bateu o Fluminense para se sagrar campeão, cuidado Mengão.

Notícia de última hora… Acaba de acontecer um desabamento na Arena Corinthians e inicialmente o resultado foram três vítimas fatais. Toda a força para a família das vítimas. Clique aqui.