Vai Magnata!!

image

E o Brasileirão começa esse fim de semana!

Entre a expectativa de ver o campeonato nacional mais disputado do mundo começar e aguardar como será a performance de cada time, um dado me chamou a questão.

Nesta edição do Brasileirão teremos o maior artilheiro de clubes em atividade, Magno Alves. O atacante que volta ao Fluminense tem atualmente 427 gols por clubes superando a dupla Messi (408) e Cristiano Ronaldo (423).

É bem possível que ao final da edição a dupla dinâmica passe o Magnata, mas ainda sim ver o que ele conseguiu de números na carreira é surpreendente. Ronaldo Fenômeno, por exemplo, tem “apenas” 318 gols, sim eu sei que Ronaldo atuou em bem menos partidas que Magno (518 x 864), mas ainda sim é falto que ele fez mais gols que o Fenômeno.

Quando olhamos a lista dos atacantes ativos vemos a seguintes relação (lembrando que são apenas gols por clubes):

1 – Magno Alves = 427
2 – Cristiano Ronaldo = 423
3 – Messi = 408
4 – Raul = 380
5 – Ibrahimovic = 340
6 – Luis Fabiano = 337

Nessa relação vemos Raul com longevidade similar ao baiano de Aporá e com número menor de gols.

Será interessante acompanhar de perto essa marca de Magno Alves que poderá que durante o ano de 2015 disputou com Ronaldo e Messi o título de maior artilheiro da atualidade.

Vai Magnata!!

Anúncios

Orgasmo mental…

Football - Chelsea v Paris St Germain - UEFA Champions League Se

E ontem o futebol mostrou porque ele é deslumbrante.

Paris Saint Germain e Chelsea deram um show de todas as variaveis embutidas em um jogo de futebol.

Teve um jogo de dois times excelentes. Com as duas principais propostas do futebol desde sempre, o Paris detinha a bola e buscava o espaço, o Chelsea apenas observava, calculando a hora de dar o bote final. Existem as variações táticas em cima disso, movimentações e outros subitens, mas quando você monta o seu time, você pode escolher esperar ou atacar. Cada qual com suas virtudes e defeitos.

Durante esse jogo, onde PSG quase achava uma boa trama e o Chelsea quase acertava um golpe fatal, veio a arbitragem para bagunçar o jogo. O juizão exagerou na dose e botou Ibrahimovic para fora do jogo com pouco mais de 30 minutos. A maioria das pessoas defendeu que foi falta passível de amarelo, eu apesar da força do lance, achei apenas uma dividida entre os dois.

Contudo, o jogo prometia tanto, que os times superaram a bobagem do homem de preto e continuaram suas propostas e aí veio a surpresa. O time de Mourinho não estava pronto para jogar com um a mais, não soube propor o jogo e viu o PSG jogar de igual para igual mesmo com um a menos.

O PSG ia tentando de todas as formas um gol, já que na partida de ida na França o jogo havia terminado 1×1. Contudo, foi o Chelsea que abriu o placar, no escanteio Fabregas jogou na área, a confusão tomou conta e o zagueirão Cahill fuzilou Sirigu. Após o gol sobraria pouco mais de dez minutos para o Paris achar o empate, levar para a prorrogação com um jogador a menos.

E o gol de empate veio com David Luiz, a implacável lei do Ex se fez valer mais uma vez. E logo ele que disse que não iria comemorar gol contra o ex-clube em respeito, mas o momento, a condição do gol e tudo mais, foram mais fortes. David correu enlouquecidamente, comemorando a esperança que voltava a surgir para o seu time. Ali, o futebol já nos mostrava porque não é um simples jogo.

Veio a prorrogação e a escolha de um personagem para viver intensamente o que o futebol pode propiciar. Thiago Silva foi o escolhido, logo nos primeiros minutos da etapa extra, o zagueiro cometeu um pênalti infantil, sem o menor cabimento e viu seu time sair atrás na prorrogação. Além disso, a parada para o início da prorrogação mostrava quanto a bobagem do juiz aos 30 do primeiro tempo cobrava o preço agora. O PSG estava cansado em campo, buscando fôlego de qualquer lugar, torcendo por uma falta, uma bola parada para ter alguma chance de buscar a classificação.

E ela veio com um escanteio, cobrança na área e Thiago Silva testa firme para baixo, Courtois voa e faz uma defesa espetacular, monstruosa e salva o Chelsea. Thiago teve a chance de rever o papel de vilão da partida, mas fracassou nesse lance.

Mas eis que o futebol mostra sua magia, no escanteio oriundo dessa defesa magistral de Courtois a bola é novamente lançada na área, novamente para Thiago Silva, só que dessa vez ao invés da testada firme, um toque sutil por cobertura sem chance para Courtois e levando Thiago Silva, David, PSG, Sheik dono do PSG, Blanc, fã do esporte e até os ranzinzas a loucura.

Fazia tempo que não me lembrava de um jogo tão emocionante, obrigado a todos os envolvidos.

Em tempos dessa moda estranha de vídeos que produzem orgasmos mentais. Esse jogo parece ter entrado na mesma onda. Que orgasmo mental no final.

Precisa de Copa?

Foto: Bao Tailaing / AP Photo

Foto: Bao Tailaing / AP Photo

Hoje saiu o prêmio World Press Photo 2014, na categoria esporte a vencedora foi a imagem acima.

Foto tirada por Bao Tailiang pela AP Photo.

A foto é realmente sensacional, mostra o maior jogador da atualidade contemplando a taça da Copa do Mundo. E aí me veio aquela velha pergunta, realmente para atingir o Olimpo do futebol, o lugar dos deuses, é necessário levar uma Copa?

Messi parece um predestinado a competir com Pelé, Di Stefano, Maradona e Garrincha. Contudo, com exceção de Stefano, todos tem como o maior diferencial, a conquista de uma Copa. Outros jogadores também tiveram atuações glamourosas em Copas, Zidane em 1998, Romário em 1994, essas aquelas que vi.

Assim como também existem os grandes jogadores que não tiveram uma Copa no currículo e ficaram um degrau abaixo dos monstros sagrados do futebol. Zico, Sócrates, Puskas, Platini, Eusébio e Cruyff.

Acho sinceramente que a Copa do Mundo é a cereja do bolo na carreira de um jogador. Contudo, é necessário que o jogador precise jogar em uma seleção de ponta para ter essa chance. Por exemplo, atualmente, Cristiano e Ibrahimovic nunca irão ter essa cereja, então deve ser relevado na hora de qualificar sua trajetória.

Já no caso de Messi, sua seleção é fortíssima. A Argentina sempre tem chance em Copa do Mundo. Portanto, essa obsessão de Lionel é plaúsivel. E ele tem total condição de ir buscar sua cereja do bolo.

Mas e aí, para Messi ser um dos gigantes, chegar ao Olimpo do futebol, ele precisa da cereja?

Só tem os dois mesmo?

1516870_full-lnd

Novamente a bola de ouro ficou para Cristiano Ronaldo.

Sua terceira, segunda consecutiva. As últimas 7 premiações foram para ele ou para Messi. O último a ganhar o prêmio sem ser os dois foi Kaká em 2007. Desde que o prêmio foi criado (1990) é a primeira vez que o prêmio fica tão polarizado.

Será que só existem os dois mesmo?

Será que ninguém faz frente a eles porque eles são gênios da bola, porque a safra é ruim ou porque os eleitores do prêmio são viciados em votar em um dos dois?

Eu acabo achando que é um pouco de tudo, principalmente do último item. É comodo para um jornalista, capitão ou técnico votar em Messi ou Cristiano, por mais que não tenha sido o melhor. Como discordar do voto dado a eles?

Sobre a safra ruim, acho que as opções são mais escassas sim. Nosso futebol passa por uma reformulação física. Os jogadores ainda estão se adaptando em conciliar talento com tanta dedicação física. Por isso, Messi e CR7 dominam o cenário, eles são essa inovação. Robben, Neymar e Muller também estão próximos desse patamar.

Contudo, acho que falta um pouco mais de ousadia nessas votações. Sair do senso comum, olhar quem foi o grande destaque do ano.

Por exemplo, por quê Messi ganhou o melhor da Copa? Robben foi melhor, James foi melhor, até na própria seleção argentina, Pulga ficou atrás de Mascherano e Di Maria. Porém, como um prêmio de consolação pelo vice, deram o título para ele ao invés de premiar, realmente, o melhor em um campeonato.

Sobre a eleição de Cristiano não acho errônea. Ele fez uma ótima temporada, mas ver Messi como vice me fez olhar que o comodismo em escolher os dois ainda existe.

Messi é o melhor jogador do mundo, mas não foi em 2014. Robben, Suarez, Muller, Neuer, Di Maria jogaram mais do que ele.

Acho que Iniesta e Ibrahimovic mereceram bolas de ouro em temporadas passadas mas, principalmente, que seja feita a votação com menos comodismo.

Ou vocês acham que só existem os dois mesmo?

E aí, cadê o seu camisa 09?

romarioronaldo

Damião, Luis Fabiano, Paolo Guerrero, Henrique, Alecsandro, Fred, Jô, Barcos, Rafael Moura, todos eles representam o famoso centroavante. Jogador de área, finalizador, que tem faro de gol.

Alguns podem até sair mais da área, fazer pivô, mas sua principal função é ser o homem gol do time.

Quando olhamos a relação, vemos Fred e Luis Fabiano como ainda bons nomes e Guerrero e Barcos como outros bons nomes. Agora, se fosse não tivesse um centroavante e precisar contratar, quem além desses quatro, você investiria sem medo?

Os demais da lista estão em grandes clubes, mas não necessariamente são grandes jogadores. Damião é o nosso Fernando Torres, seu futebol sumiu, voltou para várzea ou algo do tipo. O restante, não inspiram confiança.

Tanto é que Galo e Mengo estão atrás de atacantes gringos. O mineiro já fechou com o bom Lucas Pratto, enquanto o Mengo sonda Lucas Barrios.

A pergunta que fica é: acabou o camisa 09?

Eu acho que não, eu acho que ele se reinventou. Guerrero é o exemplo mais próximo do que é o atual 09 no mundo. Lewandowski, Ibrahimovic, Benzema, são os craques dessa função.

Logo, não consigo pensar em nenhum brasileiro. Nem bom, nem apenas atual. O único que me vem em mente é Diego Costa e que simplesmente se naturalizou espanhol e aprendeu a jogar assim lá, não aqui.

O que fica evidente é que a função mudou, mas nós não arrumamos ela na base, nem no profissional, nem em lugar nenhum, apenas vemos e decidimos agora importar centroavante.

Acho um pouco absurdo, o país que se entitula do futebol, importar a principal peça, quem faz gol.

Nada contra Guerreros, Barrios, Barcos e Prattos, mas o Brasil pode abrir as portas para eles jogarem em nossas novas arenas, mas principalmente devemos fabricar esses caras por aqui.

E aí, cadê o seu camisa 09?

Rumo a Berlim em 2015.

ChampionsLeague28082014

Ontem foram definidos os grupos da Champions League.

Particularmente, acho a fase de grupos tão chata quanto a nossa Libertadores, mas esse ano em especial, ela parece que vai ser um pouquinho mais. A quantidade de times inexpressivos é gigantesca.

O bacana dessa vez é que não teremos nenhum grupo da morte, o que permitirá uma oitavas sem nenhuma zebra, basta todo mundo fazer a sua parte.

No Grupo A: Atlético de Madrid e Juventus devem passar sem grandes sustos. Pode até ser que role um tropecinho contra o Olympiacos quando forem a Grécia, mas o Malmo será saco de pancada. Acho que Simeone fica com o primeiro lugar no grupo.

No Grupo B: Assim como no A, podia apenas ter dois confrontos, Real e Liverpool para decidir quem fica em primeiro e Ludogorets e Basel para decidir quem fica com a Liga Europa. Se quiser também, pode me ouvir e colocar Real, Liverpool, Basel e Ludogorets nessa ordem que está tudo certo.

No Grupo C: O grupo mais esquilibrado. Benfica, Zenit, Monaco e Leverkusen irão brigar bem pelas vagas. Como o Monaco está com as torneiras russas fechadas, acho que terá mais dificuldades para avançar. Aposto em Benfica e Zenit na próxima fase.

No Grupo D: Dortmund e Arsenal devem avançar. Poderão passar um sufoco na Turquia, inclusive tomando uma voadora de Felipe Mello, mas nada que atrapalhe a campanha rumo as oitavas. O Anderlecht, deixa pra lá.

No Grupo E: Coitada da Roma. Poderia cair no Grupo C para ter mais chances, mas foi cair no mesmo grupo do campeão alemão e do campeão inglês. Logo, para o time italiano restará a Liga Europa, enquanto o CSKA Moscou tentará fazer graça nos jogo em casa.

No Grupo F: Ibra enfrentará novamente o Barcelona e decidirão quem fica em primeiro. Ajax deve apenas ficar em terceiro, enquanto o carismático Apoel será apenas carismático.

No Grupo G: Mourinho ri, sorri, gargalha. Pegou um grupo muito tranquilo e poderá aproveitar para conquistar boas vitórias e ir embalado para as oitavas. Schalke e Sporting disputam a outra vaga. Puro palpite, acho que passa Sporting.

No Grupo H: Outro grupinho equilibrado e com o BATE Borisov como saco de pancada. Porto, Shaktar e Bilbao farão bons jogos para decidir quem avança. Acho que portugueses e ucranianos avançam, mas fica aqui minha torcida pelo Bilbao no grupo.

E que comecem os jogos, rumo ao estádio olímpico de Berlim na grande final no dia 06/06/2015