Clássico de verdade na Vila Belmiro

Galera do blog, ontem Neymarolândia e Corinthians se enfrentaram. Que jogão, principalmente porque o Santos voltou a ter aquele ímpeto ofensivo do primeiro semestre. O alvinegro praiano não se preocupou em defender, apenas buscou o gol.

O jogo começou em alta rotação, com os dois times lançados ao ataque, aos poucos o jeito de Adilson Batista vai tomando conta do time corintiano, o treinador que tem como característica por onde passa deixar seus times ofensivos está começando a por em prática essa filosofia no Corinthians. Pelo Corinthians, Elias, Jucilei e Bruno Cesar se movimentavam e criavam as melhores chances pelo time da capital. Já o Santos era Neymar, o pivo de toda a polêmica mostrou que é craque, apesar de tudo que aconteceu na semana, não fugiu da partida e mostrou seu bom futebol em campo.

O Santos abriu o marcador logo aos dois minutos em cobrança de escanteio, a bola sobrou para Durval que bateu como um atacante e abriu o marcador. Contudo, logo depois o Corinthians encontrou a igualdade, Jucilei fez ótima jogada e deixou Iarley com a obrigação de empatar, o atacante que desandou a fazer gols não perdeu a chance e empatou a partida. O Santos continuava marcando forte a saída de bola do Corinthians, entretanto, o meio campo do Corinthians dá orgulho, com calma e trocando passes com maestria, o time de Adilson tem sempre o domínio da partida, apenas em lances isolados que o time é assustado.

E foi em um lance isolado que o Santos voltou a ficar com vantagem no marcador, Marcel chutou uma bola fácil, mas Julio Cesar não foi feliz e soltou a bola nos pés de Neymar que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes. Explosão na Vila, e Dorival já virou coisa do passado. Com o gol, o panorama continuou inalterado, o Santos tentava marcar a saída de bola do Corinthians, mas a qualidade do meio de campo voltou a falar mais alto. Com calma, o Corinthians foi chegando perto do gol e quase no final do primeiro tempo, foi a vez dos outros dois personagens do meio de campo aparecerem, Bruno Cesar deu passe açucarado para Elias que só teve o trabalho de tirar de Rafael e empatar a partida. Assim, terminava o segundo tempo.

Veio o segundo tempo, e o Corinthians conseguiu levar o jogo em ritmo mais cadenciado. Contudo, um jogo que tinha todos os ingredientes de uma grande partida faltava o pior deles, a arbitragem, em dois lances, veredictos diferentes, e decidido o placar do jogo. No lance do Corinthians, o bandeirinha não viu o impedimento de Danilo, o lance seguiu e o cruzamento do meia corintiano encontrou Paulo André que desviou de cabeça e colocou o Corinthians na frente. No lance santista, o bandeirinha viu o impedimento de Marcel, que dessa forma anulou o que seria o gol de empate santista. No final, vitória do Corinthians por 3×2.

Em resumo, grande jogo. O Corinthians vive grande momento, hoje é o time a ser batido.

Anúncios

Clássico cheio de gols (e falhas defensivas)..

Galera, hoje foi um daqueles dias qeu foi impossível sentar a frente de um micro para postar, por isso peço desculpas pela ausência de post sobre um jogo tão eletrizante quanto foi o classico. Resolvi trazer o comentário que o grande jornalista Fernando Sampaio fez em seu blog. Apenas destaco que o clássico foi eletrizante, mas não bom, mais da metade dos gols sairam de falhas grotescas das defesas. De resto, concordo com tudo que Fernando menciona abaixo. Confiram:

Retirado do blog de Fernando Sampaio.
Os dois entraram preocupados em marcar forte e não dar o contra-ataque. A ideia era sair na frente, afinal eram as duas defesas menos vazadas do campeonato. Sair na frente seria uma bela vantagem. Ninguém imaginava um jogo com tantos gols.

Foi um jogo espetacular, decidido num gol contra, nos acréscimos.

A primeira chance do Corinthians veio na bola aérea. Aos 15′, escanteio cobrado pelo Danilo e Paulo André mandou na trave. Na volta, outra trave. Aos 18′, Jean perdeu bola no meio-campo e deu primeiro contra-ataque do jogo. Em toques rápidos, Elias marcou um golaço, com participação de Danilo, Dentinho e Ronaldo.

Depois do primeiro gol, o São Paulo saiu para o jogo mas não conseguiu furar a retranca. Faltou espaço e criatividade. Aos 34′, Danilo ampliou de pé direito no ângulo. Ele cresce nos clássicos. Logo depois, Washington e Dentinho foram expulsos. Foi o único erro grave do Seneme. O são-paulino jamais poderia ter sido expulso. Não tem explicação. Semene fez media. Aos 43′, Jean diminuiu na única boa jogada de Dagoberto no clássico.

O Corinthians foi bem melhor no primeiro tempo.

No segundo tempo o jogo pegou fogo. Há anos, defendo o futebol com 10 jogadores. É muito mais aberto e ofensivo. Aos 7′, Roberto Carlos marcou de falta. A bola desviou, o gramado estava molhado, mas a bola era defensável. De qualquer forma, Rogério Ceni fez uma bela partida e evitou mais gols do Corinthians.

O Corinthians abriu 3×1 e parou. O São Paulo cresceu e empatou. Aos 29′, Hernanes bateu falta no meio do gol, Rafael Santos deu rebote e Souto marcou. Aos 37′, Souto empatou aproveitando mais uma cobrança de falta. Cicinho entrou bem na partida.

Nos últimos minutos, o jogo ficou aberto e qualquer um poderia ter levado. Mano colocou Iarley e o atacante foi feliz. Chutou errado. A bola estava indo em direção a lateral. Alex Silva colocou a cabeça e a bola foi no ângulo.

Foi justo. O Corinthians mereceu mais a vitória e acabou levando.

Jogos de quarta!!

Os protagonistas da Quarta!

Galera do blog mais querido, ontem vários jogos preencheram as telas da quarta-feira, vamos falar de alguns deles:

Corinthians 2 x 1 Bragantino: A estréia era da dupla de R’s do time, mas quem roubou a cena foi um JH e um I. Enquanto todos esperavam por Ronaldo e Roberto Carlos, que tiveram atuação discreta, o primeiro teve atuaçaõ horrível ao ponto de um cone ser melhor do que ele, o segundo mostrou que se não tem a mesma velocidade consegue correr o jogo inteiro tranquilamente. Destaque positivo para Iarley, o baixinho voltou a ser um dos melhores do time e conduziu muito bem o Corinthians a vitória, assim como Jorge Henrique sempre importante taticamente. Outro destaque negativo foi Tcheco, o meia já foi vaiado ontem pela torcida ao ser substituído.

Cruzeiro 6 x o Uberlândia: Na primeira partida da celeste, Kléber Gladiador foi o centro das atenções como sempre. Começou o jogo perdendo chances incríveis, inclusive um pênalti, mas terminou a partida com três gols na conta e com seu nome ovacionado pela torcida no Mineirão. Outro jogador que eu particularmente gosto muito é Diego Renan, o lateral esquerdo da Raposa tem muito talento e um futuro brilhante na minha opinião, tem tudo para chegar a vestir a número 06 da seleção brasileira. O campeonato mineiro começa mostrando a sua fraqueza e que será um passeio para os dois grandes que esperarão pela final para decidirem quem fica com a taça.

Santos 1 x 1 Ponte Preta: A molecada santista jogou bem novamente, mas encontrou um ferrolho do time de Campinas daqueles que beira o irritante. Dorival criou uma proposta muito boa para o time do litoral, aproveitando a pouca idade e a leveza do time, o treinador opta por um abafa inicial sufocante às vezes, porém o time não soube aproveitar as chances e terminou com um modesto empate com a macaca.

Fluminense 3 x 0 Bangu: Fred fez seus primeiros gols e comandou a vitória do time das Laranjeiras. O Fluminense segue sendo o grande carioca que vem vencendo com mais tranquilidade seus jogos, enquanto os outros suam para vencer suas partidas, o tricolor de maneira envolvente vai derrubando seus adversários de maneira convicente. Destaque para Everton que jogou muito bem ontem, além do Maicon gosto muito do futebol desse atacante, muito rápido e vertical.

Mirassol 1 x 1 São Paulo: O meu querido tricolor simplesmente não jogou nada ontem, o time estava apático, muito pelas opções de Ricardo Gomes ao iniciar a partida, não pela escolha do reservas até aí tudo bem, mas pela falta de ter um meio campo organizador, Marlos é atacante e Carlinhos volante, não tinha quem armasse a partida, tanto que o time melhorou com a entrada de Sérgio Motta, não pela qualidade do jogador, mas sim pela função. Ricardo Gomes precisa aprender rápido a função de cada jogador.

Especulações do Mercado da Bola, de novo!!

Abaixo, seguem como anda alguns clubes e suas especulações:

Após a chegade de Luxa, a primeira contratação foi Leandro, lateral esquerdo que trabalhou com Luxa no Palmeiras, para a Massa Atleticana só de não ver mais Thiago Feltri naquele setor já é um alívio. Kalil quer trazer mais três reforços, sendo que o principal é alguém para fazer dupla com Tardelli, já que Éder Luis deve ser negociado.

Pelo alvinegro, o time ainda comemora a permanência na elite do futebol, mas viu seu zagueiro-artilheiro-capitã0 dar adeus, o time corre atrás de Antonio Carlos do Furacão, além de Dodô que pode reaparecer no time, após cumprir suspensão.

Pelo Corinthians a velha guarda já está fechada, Tcheco, Iarley, Roberto Carlos, Ralf, e Danilo chegam para dar experiência ao grupo. O time também está prestes a fechar com o polivalente Moacir e ainda quer um zagueiro e mais um lateral direito.

A grande contratação do Cruzeiro, está esperando a contra-prova para ser confirmado, além disso Alex Silva também está nos sonhos da Raposa.

O campeão brasileiro já começa a pensar em substitutos para o Imperador, amigos próximos já disseram que Adriano já marcou a festa de despedida da Vila Cruzeiro. Os nomes pretendidos são de Kléber Gladiador ou Vagner Love. A única certeza do time é saída de Airton para o Benfica, o jogador já viajou para realizar os exames médicos e assinar o contrato.

O maior desafio é manter o time que terminou o ano, por enquanto o time deseja apenas o lateral esquerdo Julio Cesar do Goiás.

Após todas aquelas especulações sobre trazer os jogadores do São Paulo, o ritmo no Olímpico esfriou, agora Silas indicou Marquinhos, com quem trabalho no Avaí.

Do lado Colorado, Fossati foi anunciado como treinador, acho que terá tudo para dar certo, uma vantagem é o fato dele falar o nosso idioma tranquilamente. Além disso, o Inter trouxe na minha opinião, o melhor jogador do Barueri, Thiago Humberto. Falta apenas um camisa 09 do tamanho da história do Inter.

Muricy sonha com Conca e Kléber Gladiador, mas será só sonho mesmo. Para a realidade de Muriçoca, surgem, Manoel, zagueiro do Atlético Paranaense, Muriqui, atacante do Avaí, e Valdívia, que está na Arábia, além de Rodrigo, o zagueiro não fará mais parte do elenco tricolor e ficará entre Corinthians e Palmeiras.

Dorival já chegou dando as cartas é a primeira novidade deve ser Macnelly Torres, o bom meia do Colo-colo. Dorival quer trazer Eltinho, lateral esquerdo do Avaí que fez um ótimo campeonato e me causava estranheza ninguém ter ido atrás do menino, Durval do Sport e Rafael Coelho do Figueirense.

Em 2010, Léo Lima, Xandão, André Luiz e Fernandinho já estão certos. Os Paraíbas ainda precisam assinar o contrato, além da batalha nos bastidores com o time do Goiás para ter Fernandão e Vitor. No setor de repatriação, Breno e Cicinho parecem estar mais próximos do que se imagina.

Para mim, o Vasco é o time que melhor contratou até agora, trouxe um técnico capaz de dar sequência ao trabalho de Dorival e já fechou com as seguintes peças: Elder Granja, Leo Gago, Jumar, Caíque, Geovani, Gustavo, e Marcio Careca. O time precisa ainda de um zagueiro e dois atacantes para fechar o elenco. Boto muita fé nesse time do Vasco.

Melhores do Brasileirão 2009

Os melhores de 2008.

Galera do Blog mais querido, já que o assunto do Ricardo Gomes rendeu, resolvi trazer a lista completa dos indicados ao prêmio de Melhores do Brasileirão 2009, destaquei em vermelho aqueles que na minha opinião são os favoritos ao título:

Goleiro
Bruno (Flamengo)
Marcos (Palmeiras)
Victor (Grêmio)

Lateral-direito
Jonathan (Cruzeiro)
Léo Moura (Flamengo)
Vitor (Goiás)

Zagueiro pelo lado direito
André Dias (São Paulo)
Chicão (Corinthians)
Danilo (Palmeiras)

Zagueiro pelo lado esquerdo
Miranda (São Paulo)
Rever (Grêmio)
Ronaldo Angelim (Flamengo)

Lateral-esquerdo
Armero (Palmeiras)
Júlio César (Goiás)
Kleber (Internacional)

Volante pelo lado direito
Hernanes (São Paulo)
Pierre (Palmeiras)
Willians (Flamengo)

Volante pelo lado esquerdo
Guiñazu (Internacional)
Maldonado (Flamengo) – Apesar de gostar muito de Guinazu, para mim ele foi fundamental para a ascensão do Flamengo.
Sandro (Internacional)

Meia direita
Cleiton Xavier (Palmeiras) – Se os dois jogam juntos, como podem disputar a mesma posição?
Diego Souza (Palmeiras)
Souza (Grêmio)

Meia esquerda
Conca (Fluminense)
Marcelinho Paraíba (Coritiba)
Petkovic (Flamengo)

Atacantes pela direita
Diego Tardelli (Atlético-MG)
Fernandinho (Barueri)
Fred (Fluminense) – Como foi difícil escolher nessa posição, os três para mim fizeram um campeonato formidável.

Atacantes pela esquerda
Adriano (Flamengo)
Iarley (Goiás)
Ronaldo (Corinthians)

Técnico
Andrade (Flamengo)
Celso Roth (Atlético-MG)
Silas (Avaí)

Revelação
Fernandinho (Barueri)
Giuliano (Internacional)
Paulo Henrique Ganso (Santos)

Juiz – Me recuso a votar nesse quesito, um campeonato que tem Sandro Ricci e Vuaden ensinando todo mundo a apitar, eles escolhem politicamente esses três árbitros, o pior de tudo é saber que o “engavetado” Héber pode ganhar.
Héber Roberto Lopes
Leonardo Gaciba
Paulo César Oliveira

Craques da galera
Conca (Fluminense)
Hernanes (São Paulo) – Como é o craque da galera, dei meu voto de torcedor, pois o sérvio é mais digno desse prêmio.
Petkovic (Flamengo)

E vocês, dentro da relação disponível, quem vocês elegeriam?

Pitacos da 36ª Rodada!!

O que dizer desse campeonato, hein? O meu tricolor perdeu em uma grande partida, tudo perfeito para o Flamengo assumir a liderança e levar a Magnética a loucura, mas não é que o Robin Hood surge e rouba pontos do rubro-negro, e o mais incrível o então enterrado Colorado ressurge do escuro vence o Galo dentro do Mineirão e chega com muita força para a disputa do título, esse campeonato continua sem ninguém poder fazer previsão de nada. Como diriam os sábios, o jogo só acaba quando o juiz apita. Pelo jeito, é melhor esperar a última rodada.

É Washington, tem que comemorar muito, a rodada que começou desastrosa terminou razoável.

Botafogo 3 x 2 São Paulo: Que jogaço!! Lógico que é péssimo escrever após a derrota, mas deve-se reconhecer a grande partida que aconteceu no Engenhão. A partida foi eletrizante, talvez deixou a desejar na beleza, mas a vontade dos dois times foi fantástica. Pelo lado do alvinegro, Jobson foi o nome da partida desmontou a defesa são paulina e participou ativamente dos três gols anotando dois gols e dando o toque para o terceiro. Pelo tricolor, destaque para Jorge Wagner, jogou muita bola, correu muito, na minha opinião Ricardo Gomes errou no segundo tempo, no lugar de Marlos cansado, colocaria o menino Mazzola que é veloz ao invés do bom centroavante Henrique. Em um campeonato que reclamamos tanto da arbitragem, eu tiro o chapéu para Sandro Ricci.

Sport 0 x 3 Fluminense: O Fluminense segue avassalador e contagiando todo mundo com sua luta pela fuga do rebaixamento, ainda não foi dessa vez, mas agora tem a certeza que depende somente de si mesmo, Conca, Fred e o coração vão tornando esse momento do Fluminense quase histórico. Pelo time pernambucano, resta apenas entrosar o time para 2010, identificar os problemas, repor o time com inteligência traçar um planejamento adequado.

Santos 4 x 0 Coritiba: E o Santos desencantou, adivinha porque? Isso mesmo, Madson voltou a jogar bola, ja que Ganso voltou a jogar bem. Para o alvinegro praiano, a certeza que o rebaixamento não passou de um pesadelo, mas resta apenas para o time garantir a vaga na Sulamericana. Pelo Coxa, o sinal acendeu de vez e começa a preocupar a proximidade do rebaixamento, aliás hoje pelo atual momento, os dois times paranaenses são os favoritos para jogar a Série B e fazer o clássico com o Paraná. Ainda não me conformo com o time do Alto da Glória, na minha opinião pelo time que tem não era para estar passando sufoco.

Santo André 4 x 2 Avaí: Mais um daqueles jogos onde o Santo André despertou e resolveu jogar bola, fez uma partida aberta contra o Avaí e venceu com um sonoro 4×2, mas de qualquer forma a chance de esse ter sido o último bom jogo do Ramalhão é forte, já que para cada um bom jogo, o time de Marcelinho joga outros quatro péssimos. Do lado da surpresa do campeonato, não há muito o que dizer, pois a partir de agora qualquer resultado que o time conseguir não modificará a certeza da excelente campanha realizada pelo time de Silas, que na minha opinião merece ser eleito o melhor técnico do Brasileirão.

O Mosaico dizia: "A Maior torcida do mundo faz a diferença.", era para ter feito, mas não fez... Ficou maravilhoso o mosaico, mas o Goiás calou o Maracanã.

Flamengo 0 x 0 Goiás: O time carioca sentiu a responsabilidade de vencer para se tornar líder, pressionou mas faltou apenas um detalhe, o gol. O meio campo rubro-negro estava perdido, Toró marcava Aírton e Zé Roberto não conseguiu infernizar a zaga como nos últimos jogos. O Goiás mostrou que vai complicar a vida dos adversários, o que me deixa incomodado já que o próximo adversário deles é o meu tricolor. Como esse Iarley é chato, agora se o Léo Lima, fosse meio Hernanes o esmeraldino teria vencido a partida.

Atlético-MG 0 x 1 Internacional: O Colorado não só chegou de vez no G4, praticamente garantiu a vaga na Libertadores e surpreendentemente volta a disputa do título. Esse campeonato é para matar qualquer um do coração. Do lado do time gaúcho, pode ser que seja tarde a recuperação, mas de qualquer jeito a tempo de chegar na Libertadores, o time voltou a mostrar aquele futebol vistoso do primeiro semestre. O meu Galo querido voltou a decepcionar sua incrível massa dentro do Mineirão, em um vacilo da zaga Giuliano marcou o único tento da partida. O Galo terá outro confronto decisivo para as suas aspirações enfrenta o Palmeiras dentro do Parque Antártica.

Vitória 2 x 1 Barueri: O time baiano voltou a vencer e assim espantou de vez a sombra do rebaixamento, vi apenas os gols, pelo lado do Vitória bom ver Leandro Domingues voltar a marcar e Roger sempre ele, amado e odiado, o atacante sempre deixa um golzinho, assim como Val Baiano pelo lado do Abelhão que marcou mais um.