Galo forte, vingador e exorcista!!

Galo

“Diziam que o Galo era azarado, que eu era azarado, pronto, acabou! Azar, p…a nenhuma!” foi assim que Cuca desabafou ontem após Gimenez errar o quinto pênalti do Olimpia garantindo a vitória por 4×3 para o time mineiro.

Na sequência, Ronaldinho completou, “falavam que eramos renegados, que o Ronaldinho acabou, que o Jô acabaou, que o Gilberto Silva acabou, que esse time não tinha vontade, tá aí, vão falar o que agora?”

Foi assim que começou a trajetória desse time mineiro que ganhou um capítulo extraordinário ontem, com a conqusita da Taça Libertadores da América. Um time que começou na fase de grupos atropelando todo mundo. Só perdeu para o São Paulo na última partida, derrota essa que fez com o que o Galo encontrasse novamente o time brasileiro nas oitavas e aí o fantasma da “zica” que assombrava Atlético e Cuca começava a ser exorcizado.

O São Paulo começou fulminante o primeiro jogo no Morumbi, abriu o marcador e sufocava o Galo na busca pelo segundo gol. Eis que os caras lá de cima, resolveram ajudar e fizeram Lúcio ter uma atitude totalmente destemperada e ser expulso ainda no primeiro tempo. A partir dali, o Galo fez valer a superioridade numérica, virou o jogo e depois venceu com sobras no Horto.

O próximo adversário seria o Tijuana, time sem tradição e que tinha como diferencial apenas o campo de grama sintética, ou seja uma presa fácil para o time de Kalil. Para melhorar a história, o Galo conseguiu segurar o empate no México por 1×1 e veio tranquilo para cumprir seu papel dentro do Horto. Mas , só foi começar o jogo para o fantasma voltar a assombrar. O time jogou muito mal (provavelmente a pior atuação do time dentro de casa) não criava nada e o Tijuana ainda arriscava contra ataques perigosos. E quando tudo caminhava para uma classificação por 0x0 de forma preocupante, um pênalti aos 47 do segundo tempo para o Tijuana mostrava que o fantasma precisava ser exorcizado mesmo. E mais uma parte dele foi exorcizada, pois Victor resolveu pegar com os pés a cobrança e manter o Atlético vivo na competição.

Chegava a vez de enfrentar, o time mais forte da competição, o Newells Old Boys. Para mim, o time argentino foi tão bem quanto o Galo na competição, mas alguém precisa seguir em frente. Aí foi a vez do Galo fazer uma péssima partida na Argentina, o time foi engolido pelo Newells e saiu com um 2×0 perigoso na conta. No jogo de volta, um gol logo no começo e só. Depois, o Newells começou a controlar a partida mesmo sem a bola, especialidade argentina. Parecia que o time poderia jogar dias e dias que nunca seria assustado pelo Galo. Apenas uma luz salvaria o Galo.

E a luz veio, mas veio indo embora. Um apagão no estádio da Independência paralisou o jogo por cerca de 15 minutos e foi o tempo suficiente para Cuca reorganizar o time mineiro para jogar uns 15 minutos finais em cima do time argentino. E a luz (ou falta dela) foi fundamental para o resultado, o time continuou abafando, mas agora de forma mais concreta e foi achar o gol com Guilherme. Sim, aquele que os atleticanos chamavam de “Maria” (referência ao histórico do jogador no maior rival) e que havia entrado no lugar de ninguém menos do que Tardelli.

Com o gol, a decisão foi para os pênaltis e o exorcismo continuava, o time conseguiu uma virada nas cobranças de pênaltis, aumentou ainda mais a idolatria dos torcedores por Victor e o time carimbava o passaporte para final contra o apenas tradicional Olimpia do Paraguai.

O primeiro jogo foi feio, com o Galo errando muito e o Olimpia mostrando que era apenas um time esforçado, porém achou dois gols, sendo um no final da partida que deram uma vantagem significativa para uma final. 2×0. E ontem o fantasma foi exorcizado de vez.

Exorcizado pelo volume de jogo criado, exorcizado, porque conseguiu devolver o placar e vencer nos pênaltis, exorcizado porque apesar de ter um jogador a mais, não pode aproveitar porque Bernard se lesionou, exorcizado porque quando Ferreyra correu em contra ataque e deixou Victor para trás, os deuses do futebol trataram de lhe darem uma rasteira que fez com que o atacante não silenciasse o Mineirão. Exorcizado porque Cuca montou o São Paulo campeão dessa competição em 2005 e no Cruzeiro montou times impecáveis que cairam pelo imponderável, portanto já era merecido a tempos.

Venceu o melhor, e venceu aquele que venceu 8 adversários. O Galo venceu Arsenal-ARG, São Paulo 2x, The Strongest, Tijuana, Newells, Olimpia e principalmente, ele mesmo!

Parabéns Clube Atlético Mineiro, Galo forte e vingador!!

Anúncios

Rapidinhas do Camisa 10 – 29.11.2012

Imagem

Preferia o Sr. Adenor… Felipão foi anunciado como o novo treinador da seleção. Confesso que ele não figurava entre meus cinco favoritos. Felipão conquistou poucos títulos nos últimos anos e o seu padrão tático é bem diferente de Mano Menezes. Sem falar que é bem possível que apareçam Luans e Marcios Araujos na seleção. Em contrapartida, Felipão tem estrela e é especialista no formato de mata-mata. Tite era minha melhor opção.

Os condenados… E o Palmeiras já mostrou uma lista das primeiras dispensas do elenco. Nesta lista estão: Artur, Roman, Daniel Carvalho, João Vitor, Obina, Leandro, Betinho, Thiago Heleno, Leandro Amaro , Maikon Leite e Patrik. Desses, apenas Thiago Heleno tem possibilidade de se transferir para um grande time. Os demais já tem o rótulo e o futebol de Série B.

É o que tem para hoje… E o Corinthians já sofreu uma baixa antes de iniciar o Mundial, devido as regras da FIFA sobre transferências, Tite perdeu Guilherme e terá que contentar com William Arão. O motivo é porque Guilherme foi contratado pelo Corinthians após a janela européia estar fechada. Logo para Fifa Guilherme não pode atuar em torneios internacionais.

Se é bem pelo geral da nação… Ontem foi o dia do Fico. Primeiro Alexandre Kalil anunciou que acertou a renovação de contrato do Ronaldinho Gaúcho e o melhor evitando que Assis começasse o leilão pelo irmão. Depois foi a vez de Barcos entender seu papel e a possibilidade de fazer história no Palmeiras e decidiu anunciar que ficará no Palmeiras em 2013. Os clubes brasileiros parecem começar a entender o que é planejamento sério.

Desculpa pronta… Rafa Benitez acabou de assumir o Chelsea e parece já preocupado com o fracasso. O treinador que perdeu a final de 2005 pelo Liverpool contra o São Paulo disse em entrevista que os europeus dão menos valor ao mundial do que os sulamericanos. O fato é que nunca vi um time europeu entrando de corpo mole nos mundiais. Isso parece mais uma desculpa pronta para quem acabou de assumir um time.

Time embalado para o Mundial… Ainda falando dos Blues, Tite “está certo” em ficar preocupado, o time londrino está a 06 partidas sem vencer e amarga um dos piores momentos desde que Abramovich chegou. Na teoria, Benitez precisa de tempo para passar sua filosofia, hoje o Chelsea só supera a família Adenor no talento individual.

Guerra Fria começou… O pedido de demissão de Sanchez é o começo da Guerra Fria na CBF. Sanchez irá se articular junto de Ronaldo para se tornar o próximo presidente da entidade, o problema é que essa movimentação irá atrapalhar o andamento da preparação para a Copa. Todo mundo sabe que bastidores turbulentos, influenciam diretamente na atuação de uma equipe dentro de campo. Felipão terá que blindar muito bem o time.

Será que a fila acaba? E o São Paulo conseguiu após 06 anos retornar a uma final. O time passou um sufoco desnecessário contra o time violento do Chile. Ganso ainda está a passeio pelo time, falta ritmo, enquanto Lucas parece disposto a sair com o título de qualquer jeito, o menino está voando. O tricolor é favorito ao soltar o grito de “É campeão!!”.

Oscar do futebol.. A Fifa divulgou os finalistas para a premiação dos melhores. Entre os homens, a final ficou entre Messi, Edgar e Iniesta, Neymar talvez na próxima. Pelo menino a jóia santista pode conquistar de novo o prêmio Puskas pelo gol mais bonito, seus concorrentes são Falcão Garcia e Miroslav Stoch. Entre os treinadores, Guardiola, Del Bosque e Mourinho disputam o caneco. Marta, para variar, disputa entre as mulheres o prêmio de melhor.

Você sabia que… a Alemanha teve 10 técnicos nos últimos 86 anos, no mesmo período nossa querida escrete canarinha já teve 55 técnicos. O problema cultural é mais antigo do que eu esperava.

Dúvida da semana. Com Felipão na seleção, Marcos tem chance de retornar aos gramados?

: Pitacos: Bahia surpreende na 23ª rodada e São Paulo e Santos só jogam quando suas jóias estão em campo…

Imagem

Galera do blog, a 23ª rodada terminou e já podemos dizer que Vasco e Flamengo começaram a descer ladeira, Cruzeiro e São Paulo vão ficar sempre tentando e só. Se o Corinthians quiser vai atrapalhar a vida dos demais e se o Palmeiras quiser vai se atrapalhar sozinho. Foram 28 gols, com 5 vitórias dos mandantes, 3 empates e duas vitórias dos visitantes.

A rodada começou com um empate entre Ponte e Figueirense. Um empate que serviu para evidenciar sinais de melhora no time de Santa Catarina e a força da Ponte para este campeonato, o time conseguiu buscar o resultado adverso e mostra um time com elenco que consegue manter o time no mesmo patamar.

Na sequência, o Coritiba atropelou o Flamengo por 3×0. O resultado foi ótimo para o time paranaense se animar e fugir de vez do rebaixamento, em compensação acendeu o sinal de alerta no time carioca. O Flamengo tem se especializado em tomar goleadas esse ano, além disso o time se mostra excessivamente apático. A chance de rebaixamento é clara e começa a se aproximar.

Para fechar o sábado, o Corinthians resolveu jogar como Corinthians e atropelou o Grêmio no primeiro tempo. Guilherme, Edenílson e Ralf mostraram que volante no Corinthians é sinônimo de talento, Paulinho não fez falta nenhuma. Como disse, sempre que o Corinthians jogar dessa forma, irá roubar pontos preciosos dos adversários.

O domingo começou com o Botafogo jogando firme e impondo seu ritmo para cima do Naútico e vencendo com facilidade por 3×1 o rival. Seedorf vai cada vez mais entrosando e fazendo o time jogar, Elkeson e Andrezinho foram os destaques dessa vez. Repito, o time é o mais talentoso do Brasil.

E o Fluminense foi ao Beira Rio para vencer os colorados e monopolizar a disputa com o Galo pelo título. Fred novamente foi decisivo. O Internacional está no mesmo balaio do São Paulo, irá tentar G4 e sempre parecerá perto, mas no final ficarão apenas com Sulamericana.

Falando em São Paulo, o tricolor fez um clássico deplorável contra o Santos. O time de Ney Franco até merecia a vitória, pois buscou mais o gol, mas faltou talento e qualidade para os dois times. Os dois times são dependentes de suas jóias, quando Neymar e Lucas jogam, os dois vão bem, se eles não estão em campo, não “dá jogo”.

Outro que não “deu jogo” foi o Vasco. O time carioca viu o Bahia entrar ligado em pleno São Januário e atropelou os donos da casa, a goleada de 4×0 foi apenas um dos sinais de um time que começa a se perder e que tem tudo para descer a ladeira na classificação.

O Palmeiras é outro que os sinais começam a assustar os torcedores. O time não consegue mais encontrar o futebol do primeiro semestre e precisa de uma boa sequência de resultados para se afastar do rebaixamento. O time está longe de ser excelente, mas parece que o relaxamento após título foi prejudicial, o time poderia estar em posição melhor.

O Cruzeiro que está na mesma turma de São Paulo e Internacional, quando parece que o time vai embalar surge um novo tropeço que freia esse embalo. O Cruzeiro vinha de bons resultados, mas resolveu “embalar” duas derrotas, a última contra o Sport por 2×1. O time mineiro até fez uma partida equilibrada, mas faltou capricho na conclusão.

Para fechar Atlético-GO e Portuguesa empataram por 1×1 em Goiás. A Lusinha segue somando pontos importante para a reta final e tem time para beliscar uma vaguinha na Sulamericana, já o Dragão parece o único que já desistiu do campeonato, o time não consegue reagir e dificilmente escapará da degola.

Rapidinhas do Camisa 10 – 15.08.2012

Ressaca dobrada. E os palmeirenses amanheceram hoje com duas dores de cabeça, primeiro Guilherme resolveu não mudar de opinião e foi mesmo para o Corinthians, na sequência o gerente Cesar Sampaio confirmou que um jogador chegou embriagado ao treino de segunda, na lista de relacionados João Vitor ficou de fora, ao que tudo indica foi ele que pediu mais uma dose.

Criança Esperança Carioca. E o Vasco teve seu alojamento que serve de moradia para 60 jovens interditado. Um absurdo, se pensar que o cruz-maltino dava uma garrafa de 2 litros para os meninos tomarem banho, uma cama sem colchão, comida misturada com o lixo e os banheiros sem vasos, porque eles precisavam adubar a grama.

Decisão arbitrária. Bida (jogador do Atlético-GO) foi suspenso por um ano por doping. O problema é que o jogador ingeriu uma substância recomendada pela nutricionista do clube, a mesma assumiu a culpa e disse que não sabia o que estava fazendo, ela inclusive chegou a pedir demissão do clube pelo erro cometido. Se Bida chamasse Cielo, aposto que estaria jogando essa semana mesmo.

Apenas um susto ou o início de sempre? Ronaldinho quase teve seu contrato rescindido com o Galo após um atraso cometido as vésperas do jogo contra o Vasco. Contudo, após uma dura de verdade (dura para um profissional, não para uma criança) de Kalil, as coisas parecem acertadas, até porque o camisa 49 fez ótima partida contra o Vasco. Resta saber, se não teremos reincidência…

Desejos desencontrados. O Vice-presidente do Flamengo Paulo Cesar Coutinho afirmou que Adriano é “o sonho de consumo” do clube. O problema é que o sonho de Adriano não parece ser recíproco, pelas faltas na fisioterapia e a vontade de jogar bola, desconfio que os sonhos de consumo de Adriano são outros.

Direto e reto. Tudo mundo sabe o talento de Ibrahimovic com os pés e com a boca. E as vésperas do confronto contra a seleção brasileira, perguntaram para o craque sueco sobre Lucas e ele disse: “Não posso falar muito sobre ele, pois confesso que pouco sei, mas pelo que pagaram por ele, terá que jogar muito”.

O reino animal e suas coincidências. Após Ganso passar a Olimpíada toda dividindo o banco de reserva com Pato, eis que o meia santista parece ver até sua titularidade questionada no time e adivinha por quem? Pato. Só que agora o argentino, a nova contratação santista estreiou com uma grande atuação e mostra totais condições de aproveitar o mau momento de Ganso.

Um pouco de números… às vezes parecem não dizer nada, mas o Galo atinge o aproveitamento de 84% após 15 jogos, o índice é equivalente a campanha do Inter de 76, marca que é a melhor da história do Brasileirão. Resta esperar para ver como Cuca passará pelos próximos 23 jogos.

A força de uma figura. Lula é realmente poderoso, graças a sua forte influência e paixão pelo futebol, Mano Menezes ganhou sobrevida, contudo a permanência do treinador criou um desconforto no “alto clero” da CBF, Del Nero queria Scolari a fórceps, enquanto o churrasqueiro Sanchez sorri com a amizade feita com nosso ex-presidente

Menção honrosa… Após o fim das olimpíadas, eu fiquei orgulhoso das seleções de handebol feminino, basquete masculino e as equipes de vôlei pela bravura e respeito com nossa pátria.

Dúvida da semana. Carnavalesca, Bossa Nova e Brazuca? Alguém avisou a Adidas que Amazônia, Gorduchinha e Ronaldo Fenômeno seriam ótimos nomes para a bola da Copa?

Pitacos: A festa do seu boneco!!

Galera do blog, ontem foi dia de futebol na TV e apesar de ainda estarmos na 10 rodada, já dá para cravar quem com certeza estará na briga pelo título. Galo, Flu, Vasco e Corinthians, um deles leva o caneco no final do ano.

Hoje apenas o Corinthians não está no topo, mas é questão de tempo. Ontem o time teve atuação destacada na vitória sobre 3×0 sobre o Flamengo. Sei que muitos falarão que o Flamengo é uma baba e coisa e tal, mas ninguém tinha vencido de forma tão convincente a prancheta de Joel.

O alvinegro venceu por 3, mas poderia ter ganhado por 6. Foi um verdadeiro baile tático e técnico em cima do Flamengo.

Após a ressaca da Libertadores, o Corinthians enfim voltou a apresentar o futebol que levou ao título, mas com um toque de qualidade. Douglas “Seu Boneco” voltou a mostrar o futebol que o consagrou no Corinthians, com dois belos gols, o camisa 15 comandou a vitória sobre os rubro-negros.

Danilo foi outro presenteado pelo seu eterno trabalho de operário. O camisa 20 já soma três gols nas últimas duas partidas do time.

O Corinthians mostrou que é o time mais forte do campeonato e que em breve chegará ao topo da tabela, resta aos outros candidatos ao título, aproveitarem a gordura adquirida nas primeiras rodadas para conquistar o caneco.

Trabalho que vem sendo muito bem executado pelo Galo, acompanhei a partida contra o Internacional e o time mostra sinais de uma postura diferente dos últimos anos. O time tinha chegado com condições nos últimos anos, mas faltava brio ao elenco. Hoje, não.

No jogo de ontem, Guilherme, Leonardo Silva e Bernard mostraram que o Galo não está mais complexado que o time está firme na busca pelo segundo título nacional.

Ontem, o time aproveitou o mal súbito que acomete D’Alessandro algumas vezes e se impôs. Após a expulsão do argentino ainda no primeiro tempo, Cuca botou seu time para cima, para fazer valer sua vantagem numérica e construir o placar da partida.

A vitória de 3×1 sobre o Inter foi contundente não pelo resultado, mas pela postura do time atleticano.

Galo, Flu e Vasco irão seguir firme na busca do título, mas o Corinthians vai chegar.

Pitacos: Muito trabalho para os paulistas, e um Galo forte de vez..

Galera do blog, esse fim de semana acompanhei dois jogos. No sábado, assisti a Figueirense 3×4 Atlético-MG e no domingo a Palmeiras 1×1 São Paulo.

O jogo de sábado foi uma grata surpresa, o jogo foi muito movimentado e contou com a pouca inspiração dos sistemas defensivos o que permitiu esse alto número de gols.

Pelo Atlético-MG, Ronaldinho, Marcos Rocha, Guilherme no segundo tempo e principalmente Bernard foram os destaques do time. Ronaldinho parece um pouco mais concentrado em jogar futebol, lógico que alguns querem aquele Ronaldinho de 2004/2005, mas esse foi o estranho, o certo é ver ele atuando bem como está acontecendo pelo Galo.

Além disso o “pequenino” Bernard vem se firmando cada vez mais no time atleticano. De futebol ágil e de muita verticalidade, o meia é a principal arma para destruir as defesas adversárias.

Guilherme se voltar bem será outra ótima peça e Marcos Rocha vive seu melhor momento na lateral direita.

Em resumo, o Galo continua com um bom time, como nos últimos anos, mas dessa vez mais experiente, mais cascudo, ainda tenho um pé atrás com o emocional do comandante do time, mas se Kalil conseguir segurar isso, o Galo irá chegar.

Vamos ao clássico paulista, antes de iniciar o jogo, o cenário era todo favorável ao São Paulo. O time ia enfrentar o rival de ressaca do título e cheio de desfalques, enquanto o tricolor iria estrear seu técnico novo, seu zagueiro novo e seu esquema novo.

E a partida começou com o domínio tricolor, principalmente pela boa trama pelas laterais, ora com Cortez, ora com Douglas, mas apenas na bola parada o São Paulo chegou ao gol. Mais uma vez Jádson encontrou Luis Fabiano livre para empurrar a bola para o fundo das redes.

O gol despertou o Palmeiras para o jogo, que passou a jogar da forma que chegou ao título, de maneira guerreira e principalmente com muita aplicação tática. No primeiro tempo, o jogo seguiu equilibrado, mas uma mudança ainda na primeira etapa foi fundamental para a segunda etapa. Mauricio Ramos sentiu uma lesão, Felipão aproveitou e colocou Maikon Leite no lugar, passando o time para um 4-3-3.

Essa mudança travou os laterais tricolores que passaram a depender de Casemiro e Cícero para saírem com a bola e ambos foram desastrosos na partida.

O segundo tempo foi de domínio total do time palmeirense, mesmo com Henrique expulso, o time de Felipão acuou o São Paulo e foi atrás do empate de qualquer forma. E aí apareceu Dênis, o goleiro são paulino foi muito bem na partida evitando o empate palmeirense até os 36 da segunda etapa.

Nos minutos restantes, o São Paulo quase encontrou o gol da vitória com Rodrigo Caio, o que seria uma tremenda injustiça. O Palmeiras merecia a vitória, foi superior na partida, mas encontrou Dênis em tarde inspirada para segurar o empate no clássico.

Para o Palmeiras, muito trabalho a fazer em virtude das rodadas deixadas para trás por causa do título. Pelo São Paulo, muito trabalho a fazer devido ao limitado elenco que possui.