O maior reforço de 2016?

ei230216

Entre um pouco de futebol que começa, incluindo a Champions que voltou, um tema tem aparecido muito no noticiário. A chegada do grupo Turner através do Esporte Interativo na concorrência pelo futebol brasileiro.

Aliás, falando em Champions, a primeira chegada e que de fato fez impacto foi a compra do maior torneio de futebol do mundo pelo grupo, mostrando que realmente a Turner veio para conquistar o seu espaço no cenário esportivo. Não sei como tem sido as transmissões fora do Brasil, mas por aqui, ainda falta um pouco de infra de apoio, mas algo que pelo tamanho do grupo em breve deve estar corrigido.

Mas a pergunta que fica é se realmente a Turner pode bater frente com nossa Venus Platinada.

Assim como a RedeTV tentou no passado, agora a Turner tenta entrar na disputa pelo Brasileirão. A diferença é que agora é a Turner, um gigante multinacional. E pelo visto ja tem conseguido algumas conquistas, já que a Globo já aceita remodelar seu sistema de distribuição e aceita melhorar os valores.

O valor da Turner é apenas para a TV fechada, a briga dela com o grupo Globo é apenas com a Sportv, e os valores muito maiores do que os da emissora carioca. Mais ou menos, R$ 550 milhões contra agora R$ 100 milhões.

Vários clubes balançaram, e talvez a única coisa que faz os clubes continuarem com a Plin plin são valores já adiantados e medos sobre a continuidade da Turner aqui no Brasil, em resumo, alguns se sentem com o rabo preso com a emissora.

Não sei quantos irão migrar para o EI, acredito que possa acontecer um cenário bem inusitado de metade com uma emissora e outra metade com outra, assim como nada pode mudar em um primeiro momento. Mas a Turner veio mostrar que nosso futebol poderia ter muito mais dinheiro para os clubes, o que significaria um campeonato mais forte, mais chance de segurar grandes jogadores e não ficarem se borrando de medo com Chineses, Arabes ou Europeus quando a janela de transferência abre.

Por enquanto, a chegada da Turner parece o maior reforço do futebol brasileiro em 2016.

Anúncios

O suce$$o dos pontos corridos.

bas_allstar_get62

Você gostaria de ver a volta do mata-mata?

Tenho escutado assustadamente a possibilidade da volta do mata-mata no Brasileirão, e a imprensa tem dado como o ponto principal a questão da audiência que o campeonato tem apresentado para a empresa que banca pelos direitos de transmissão.

Bom, vamos lá.

Sim, a audiência do campeonato brasileiro tem caído gradativamente a cada ano que se passa. Assim, como a audiência do campeonato paulista, da copa do Brasil, da Sulamericana e até da Libertadores. Todos, campeonatos com mata-mata.

O problema não é o formato, mas sim, o produto que se vende.

A própria emissora detentora dos direitos precisa rever alguns conceitos, e ela sim, tem força para tornar o campeonato mais atrativo e consequentemente aumentar suas receitas com o direito de transmissão.

Hoje a emissora, privilegia demais dois clubes com as maiores torcidas. Gera desconfortos dos demais clubes e desinteresse do restante da população. Acredito que a possibilidade de liberar para os demais canais qualquer jogo da grade e ainda criar mais horários alternativos, deixando apenas o seu jogo para as 22h, contribuiria para a transmissão.

Ainda pela emissora, a distribuição de verbas atualmente é desproporcional, leva-se em conta apenas o tamanho da torcida. A curto prazo, serve, já que maior torcida, maior número de telespectadores. A médio e longo prazo, você cria abismos colossais entre os demais clubes. Aí, se o campeonato era chato meu amigo, vai ficar bem pior.

Existem muitas outras soluções bacanas, por exemplo, na MLS uma parte da verba da TV tem que ser destinada a contratação de estrelas, são jogadores que ajudam a promover o campeonato. Marcelo Bechler em seu blog, fala sobre a importância de ajustar o calendário ao europeu, confira aqui.

Ou seja, de nada adianta mudar a fórmula do campeonato, se o campeonato não for mudado.

E a Globo pode ser de grande valia nesse momento, por toda força e competência que tem, se quiser ajudar aos organizadores, o campeonato brasileiro será sucesso do jeito que nós sempre esperamos e principalmente suce$$o do jeito que eles precisam.

Rapidinhas do Camisa 10 – 22.05.2013

tudo-nosso-no-parque-sao-jorge_qq

Esse mercado da bola. Agora começa todo o barulho a respeito das especulações de mercado da bola, entre as saídas e chegadas de destaque, fica a eminente saída de Neymar, a possibilidade de Luis Fabiano ser negociado e os retornos de Diego, Julio Baptista, sempre Robinho e Vagner Love e até o destemperado e Felipe Mello, além da possibilidade de Fernando Gago atuar no Brasil. No fim das contas é esperar para ver, até agora só André (ex-Santos) que acertou com o Vasco.

Nóis achando que é chique… A Premier League (01ª divisão do campeonato inglês) está pagando para o Queens Park Rangers (time de Júlio Cesar) como cota de televisão a quantia de £ 39,8 milhões , Corinthians e Flamengo irão receber pelo Brasileirão £ 38,8 milhões. Olhando de primeira, os números parecem razoáveis, já que a diferença é pequena. Contudo, vale lembrar que o QPR foi lanterna da competição e possui pouco histórico de atrair telespectadores, enquanto Corinthians e Flamengo possuem as maiores torcidas espalhadas pelo país e até fora dele.

Olho curto e estreito. Falando em cota de TV e a necessidade de melhorar a atratividade do futebol para nossos telespectadores, mais uma vez a Globo irá colocar um filme qualquer no horario do seu futebol. Já que nenhum paulista está na Libertadores e a Copa do Brasil parece não despertar todo esse interesse, colocaram um filme. Já disse, se o esporte fosse tratado como um evento, com algumas formas de interatividade e que prendessem a atenção seria fácil escolher qualquer jogo, será que colocar o Galo (sensação do ano) na TV com um bom grupo de atrações não ia encher o Ibope da Vênus prateada?

Problema sério! Muricy está precisando decidir o que ele quer para a sua vida. É nítido que desde que descobriu sua diverticulite o treinador não consegue dar a mesma atenção ao clube como antes. E não se trata da doença em si, mas do fantasma Telê que ele viveu de perto como poucos. Muricy tem medo do mesmo fim e por isso não consegue se focar. Ele precisa decidir qual decisão tomar, para o melhor do Santos e principalmente para o seu próprio bem.

Não é para chacota! Tem muita gente ironizando as contratações do Flamengo, entre elas zagueiro Roger Carvalho (ex-Bologna); volantes Diego Silva (ex-15 de Piracicaba) e Val (ex-Mogi); atacantes Marcelo Moreno (ex-Grêmio) e Paulinho (ex-15 de Piracicaba); e meia Bruninho (ex- Atlético Sorocaba). No papel, o time atual poder parecer fraco, mas algumas peças como Roger Carvalho, Val e Moreno podem dar uma liga interessante ao time, pode faltar elenco, mas o time principal é bem melhor do que os dos últimos anos.

Pojetu é crescer! E Luxemburgo novamente deu declarações emblemática e bonitas, falou que cresce nas derrotas e que o Grêmio é favorito no Brasileirão. Tudo muito bonito, além do “crescimento” exagerado nos últimos anos, se não fosse sua famosa multa estratosférica e a falta de alguém disponível no mercado (Mano quer voltar a atuar apenas no segundo semestre) foram os reais fatores pela manutenção do pojetu.

Agora tem até o aval… Bom, se faltava alguma coisa para Neymar ir para o Barça agora não falta mais! Até o melhor do mundo deu aval para jogar ao lado da jóia santista. Messi disse em recente entrevista que Neymar tem possibilidades individuais que são formidáveis e que seria maravilhoso jogar ao lado dele. Bom, agora é Santos e Barça se acertarem e esperar para ver o que vai dar.

O que eu posso dizer? De Jorge Nicola, no ‘Diário de S. Paulo’: “Vários jogadores da Portuguesa receberam um valor maior do que o salário neste mês. O problema é que o dinheiro em excesso foi depositado por engano pela diretoria. Diante do erro, os dirigentes da Lusa tiveram de implorar para os atletas devolverem a grana, destinada aos funcionários do clube.”

A nova peste do mundo!! E até na Europa começou a dança das cadeiras dos treinadores, fazia tempo que não via tanta mudança e tantas possibilidades. Basta dizer que Bayern inicia com Guardiola, Real sem treinador, Mourinho disponível e Fergunson aposentado. Sem falar que a mudança está concentrada nos grandes, PSG, Dortmund, Chelsea, City também são alvos desta dança, seja para contratarem, seja para perderem seus técnicos. A praga se tornou mundial!

Vai começar!! E o Brasileirão vai começar, para mim um dos campeonatos mais legais do futebol atual. Pelo menos dez grandes times, seis com chance de título, além de todas as surpresas que esse campeonato proporciona. Vou cravar aqui uma possível ordem do Brasileirão, 01º Fluminense, 02º Galo, 03º SP, 04º Corinthians, 05º Inter, 06º Botafogo, 07º Grêmio, 08º Flamengo, 09º Cruzeiro, 10º Santos, 11º Flamengo, 12º Ponte Preta, 13º Criciúma, 14ºNaútico, 15º Goiás, 16º Vitória, 17º Atlético-PR, 18º Vasco, 19º Bahia, 20º Portuguesa

Dúvida da semana… Santos sem Neymar, é o Bragantino?

Rapidinhas do Camisa 10 – 21.03.2012

Com Pelé, não vale…. Com apenas 24 anos, Messi já é o maior artilheiro do Barcelona com “míseros” 234 gols em 313 jogos (0,75). Dificilmente, você encontrará no seu clube do coração algum com média semelhantes. Com exceção, dos santistas. Com Pelé, não vale…por enquanto..

Nem tanto, nem tão pouco. LAOR, disse que Neymar é muito melhor que Messi. Que a jóia santista sim produz um futebol bonito, enquanto o “rival” é apenas objetivo e eficiente. Depois dizem que maresia só afeta o ferro.

Manda quem pode, obedece… Os pedidos feitos pelo governo brasileiro para a Fifa, parecem ter sido muito bem entendidos. A Lei Geral da Copa será aprovada sem contestação e Jerome Valcke será membro contínuo nesse processo. Um belo chute!!

Só falta assinar contrato Adriano já começou seu treinamento intensivo para retornar ao Flamengo. Foi para Búzios e se acabou entre balada, cerveja, ex-mulher, sinuca e sanduíche. Ronaldinho e Love já não se aguentam de tanta ansiedade pelo retorno do Imperador.

Cidade Maravilhosa. e boazinha demais.. Entre os 6 clubes brasileiros que disputam a Libertadores, Flamengo e Vasco são os que correm os maiores riscos. Um por descontração demais e o outro por descontração de menos.

Comemoração digna Luizão disse que em 2002 na volta para o Brasil, com menos de três horas de viagens já havia acabado a cerveja. Segundo ele, faltou bebida na viagem. Eu penso que além da bebida, ainda bem que faltou o Adriano também, um avião seria pouco.

Decisão global. A grade de TV para o primeiro turno do Brasileirão já mostra como estão as relações globais/cbfezes, Corinthians e Flamengo continuam os preferidos, São Paulo começa a ganhar audiência, enquanto Vasco e Palmeiras fizeram alguma malcriação porque foram para o fundo da lista.

Edson é Edson e Pelé é Pelé. Ronaldo agora quer a CBF, se essa decisão fosse tomada a 3 anos atrás teria todo apoio do mundo, agora que a máscara começa a cair, ou pior que seus “amigos” começam aparecer, considero lamentável. Ronaldo é o novo Edson Arantes. Ronaldo é uma pessoa, Fenômeno outra. Ronaldo é apenas um político qualquer como a grande maioria deles.

A vida como ela é. Não se surpreenda se na discussão entre Beira Rio e Olímpico, a decisão ficar pela Arena Palestra com ajuda de Felipão, no fim ficaria tudo entre gaúchos.

Força guerreiros. Cabañas inicia sua recuperação e até brinca dizendo que “ainda não consegue cabecear forte”. Acima de tudo, que Cabañas se recupere de todas as sequelas. Outro destaque fica para o ex-piloto Alex Zanardi que depois de ter perdido as duas pernas em um grave acidente de F-Indy se classificou para disputar as paraolimpíadas em 2012. Parabéns para os dois.

Qual a dificuldade de entender? Do pequeno grande Tostão, na ‘Folha’: “Temos o hábito de comparar qualidades e estilos de times e de jogadores, mesmo de épocas diferentes. Apenas os comuns se repetem. Grandes times e grandes craques nunca são idênticos. Cada um faz de seu jeito. Ainda bem.”

Você sabia… Que o pessoal do Parque Antartica conseguiu reunir a quantia total de 700 mil reais na vaquinha por Wesley. Lembrando que o montante deveria ser de 21 milhões. Campanha perfeita.

Rapidinhas do Camisa 10 – 02.11.2011

Brincadeira de criança. “Eu amo jogar futebol. Dentro de campo me sinto uma criança brincando com uma bola” (do genial Neymar, após destruir o Furacão). E nós, nos sentimos criança assistindo ele jogar.

Vibrações positivas. O atacante Cassano do Milan passou mal no desembarque da equipe e foi internado com suspeita de AVC, que seja apenas um susto e que Cassano retorne logo ao clube.

Fullhouse. Falando em liderança, Chicão conseguiu uma nova chance como titular. O ex-capitão afirmou que ele “ainda exerce liderança no grupo”. Internamente, algumas pessoas confirmaram dizendo que desde a saída de Ronaldo e Roberto Carlos, Chicão é o líder do campeonato interno de Poquêr.

Medo de monstro. O Vasco já sabe como fazer para conseguir três pontos na próxima rodada, o time de São Januário está fazendo lobby para que o Santos já comece a poupar Neymar. Decisão inteligente, né!

Pouca gente no estádio e na TV também. A Globo vem registrando números medíocres de IBOPE se comparado aos últimos anos. Tem cravado em média 20 pontos, lembrando que a “Plim-Plim” já teve médias de 35 pontos.

Tiro curto. Cañete jogou 19 minutos contra o Fluminense antes de se machucar. Contra o Vasco foram 14. Alguém explicou para ele que jogar 90 minutos no Brasil, é para jogar todos os jogos e não para somar os minutos?

Vale a pena ver de novo. Chega janela e vai janela, e o Corinthians reabre a sua querendo trocar o goleiro. O nome da vez é Fábio do Cruzeiro.

Renascer. Falando em novela, agora o Mancini (técnico do City) disse que é possível reintegrar Tevez ao time, que basta uma boa conversa para se entenderem. Basta saber se alguém vai entender Tevez.

Continuo na dúvida. Marco Polo Del Nero disse que quer o Morumbi como estádio da Copa das Confederações. Juro que não entendi nada, se o Morumbi pode receber esta Copa, o que faltava para receber a Copa do Mundo? Amizade certa, presidente torcedor ou necessidade menor de lavar dinheiro público?

Dúvida cruel. Lucas seria o Lulinha são paulino?

Despedida para todos!!

Galera, mais uma vez trago um texto de Cosme Rímoli, acredito sim na influência dos principais personagens do texto abaixo (CBF e Globo), mas acho que fundamentalmente a influência do dinheiro e dos descaso do brasileiro com seus ídolos ajudam a este cenário. Longe de mim, de achar que os culpados são os dois personagens principais, acredito que na verdade esse texto sirva para que a população acorde para sempre enaltecer seus ídolos. Confiram o texto abaixo:

“Lógico que eu adoraria fazer uma partida de despedida da Seleção Brasileira.Mas sei que não há a menor chance de a CBF fazer um jogo só para mim.”
Cafu…

“Gostaria de fazer um último jogo com a camisa do Brasil. Mas nunca tive a menor esperança para não me decepcionar.”
Rivaldo…

“Não sei o motivo, mas nunca foi cogitado. Lógico que eu gostaria de ter uma despedida da Seleção.”
Rivellino…

“O Brasil não reverencia seus ídolos. Quem passou, passou…”
Carlos Alberto Torres…

“Você é mais valorizado no Exterior do que na sua própria terra. Nunca esperei jogo de despedida da Seleção porque sabia que não viria.”
Jairzinho…

Esse sentimento de desprezo, de desvalorização é marca registrada da enorme maioria dos grandes jogadores brasileiros. Estes foram alguns a quem perguntei pessoalmente sobre não ter uma despedida da Seleção. A sensação de tristeza foi exatamente a mesma. A decisão de fazer uma partida de reconhecimento, agradecimento ao jogador sempre coube a duas entidades.

A primeira, a CBF. A segunda, a TV Globo. Uma é dona da Seleção Brasileira por direito. A outra, por contratos de exclusividade que remontam à pré-história. A CBF sempre manteve uma postura ingrata, preguiçosa em relação aos jogadores que fizeram história com a camisa verde e amarela.

Enroscada no péssimo calendário que domina o futebol brasileiro, abrir datas para despedidas de jogadores exigiria trabalho. Competência para estabelecer datas. Arrumar estádio, chamar atletas importantes que convencessem a TV Globo que valeria a pena mostrar o amistoso.

Melhor, não. Afinal, há tanto o que fazer na CBF…

Então, a melhor atitude para os dirigentes é fazer cara de paisagem… Deixar os jogadores que deram prestígio, títulos e dinheiro à entidade ir parando aos poucos… Tem a morte como atleta silenciosa. Sem qualquer comemoração, agradecimento.

Cafu, o capitão do pentacampeonato mundial, foi o jogador que mais vestiu na história a camisa da Seleção. Ele costuma brincar com amigos que não recebeu nem um aperto de mão pelo que fez pelo Brasil.

Isso tudo não vale para quem junta mídia internacional, patrocinadores e bom relacionamento com Ricardo Teixeira. O presidente da CBF resolveu anunciar hoje que Ronaldo terá seu jogo de despedida da Seleção. Será contra a Romênia, em junho.

Não que Ronaldo não mereça, é lógico que merece. Mas tantos e tantos outros mereceriam, como Tostão, por exemplo. O que irrita é a postura oportunista no pior sentido da palavra. Com Ronaldo há a certeza de lucro na despedida.

Há a necessidade de ganhar dinheiro até nesta hora.

A de Pelé era impossível não acontecer…

E como me lembra um leitor, a do Garrincha aconteceu sem o aval da CBD, CBF da época… A do Garrincha… Será que um jogo de adeus a Dunga, a Aldair, a Bebeto, a Mauro Silva teria lucro? Eles e tantos outros não mereceriam? Nem que fosse uma despedida em grupo?

Afinal, foram ‘só’ campeões do mundo pelo Brasil. Se Ronaldo não tivesse feito as pazes com Teixeira, o jogo também não sairia. Ou ele não passou a ser nome vetado na Seleção depois das farras que aprontou em pela Copa de 2006?

O adeus a Romário só saiu porque a TV Globo quis. O Brasil continua sendo um país injusto demais com seus grandes jogadores.
Basta analisar com calma o que os europeus fazem com os atletas que defenderam suas seleções. “Perdi a conta de despedidas de atletas que já fui jogar. Eu não tenho a menor esperança que aconteça uma partida de despedida da Seleção para mim. Conheço bem o país que nasci. E aqui não se valoriza ninguém, não tem memória”, me disse Roberto Carlos.

Então vamos aproveitar e bater palmas merecidas para Ronaldo. Que as palmas valham para ele e para tantos outros que mereceriam… Mas não tiveram a sorte de terem patrocinadores fortes e vitalícios na carreira…