Copa América e suas coisas boas e ruins…

leomar030616

E hoje vai começar a Copa América!

Confesso que não estou naquela euforia toda, minha implicância com Dunga continua, mas algumas coisas vão merecer minha atenção.

Quero muito acompanhar o maior número possível de jogos do México, ver o que Osório fez, apesar dos duelos menores, já são 08 jogos no comando da seleção, com 100% de aproveitamento, 15 gols marcados e nenhum sofrido.

Ver como Messi irá se comportar mais uma vez diante da seleção, a cobrança recai sobre ele, já que chega um momento que só culpar os treinadores não adianta mais pela sua performance na seleção.

Pelo Brasil, acompanhar a atuação de alguns jogadores especificamente, Casemiro, Coutinho, Lucas, Ganso e Jonas. Espero de verdade que todos se saiam bem.

Falando em Brasil e mudando só um pouquinho a conversa, tem muita gente reclamando e torcendo para a seleção ser eliminada logo para que os atletas voltem aos seus clubes. Lógico que o melhor mundo era que o campeonato parasse, mas aí, entraremos naquela nossa querida discussão do calendário, para quem quiser, veja o que eu penso de forma resumida no texto, “Porque quem cuida, não tem uma solução para o calendário?“.

Mas, minha ideia é fazer uma pergunta mais imediatista, o que você prefere em um ano como esse, ter um atleta com chance de seleção e podendo te desfalcar por 10 jogos, ou prefiro um jogador bom, mas que nunca terá o potencial de ser jogador de seleção?

Mais ou menos assim, mas só como exemplo tá, você prefere ter Lucas Lima e Ganso ou Cleiton Xavier e Giovani Augusto?

Se o campeonato acabasse na 7ª rodada…. (Pitacos)

Nota

Imagem

Se o campeonato acabasse hoje, acabaria com uma rodadinha bem sem graça. Foram apenas 18 gols em 10 jogos, sendo que o Corinthians fez 4, ou seja, mais de 20% dos gols sozinho, rodada bem estranha.

O Cruzeiro conseguiu uma excelente vitória. Venceu um rival ao título e na casa deles. O 3×1 sobre o Inter foi um bom jogo, mas nada demais. O time mineiro foi o que mais rápido assimilou a eliminação na Libertadores, vem forte para a disputa, seu elenco recheado está engrenando e tem tudo para levar o bicampeonato. 

Na parte de cima da tabela, o Goiás surpreende com seu 3º lugar. Contudo, vale olhar a tabela e ver que não existe nenhum feito surpreendente a não ser a vitória por 1×0 sobre o Galo em Minas. E mesmo assim, com o time ainda entendendo Levir Culpi. Portanto, será incrível se ao final do primeiro turno, o esmeraldino continuar entre os cinco primeiros. Por enquanto, apenas um time que está aproveitando o começo para ganhar gordura contra o rebaixamento.

Curioso também a sincronia do trio de ferro que agora andam coladinhos. 7º, 8º e 9º. E aqui, o sucesso ou fracasso é questão do treinador. Com o elenco que tem, Gareca deve tentar manter o Palmeiras nessa posição, aceitando até um 10º. Mano, precisa parar de blábláblá e fazer esse Corinthians jogar bola. O time forte e tem que brigar lá em cima. Muricy vem cantando que precisa de zagueiros, se Aidar cumprir a promessa e trouxe 2 boas peças, é obrigação do treinador brigar pelo título também.

Já na parte debaixo, Coritiba e Figueirense parecem dispostos a nem atrapalhar os demais, vão ficar por lá e prometem fazer campanha similar a do Naútico no campeonato passado. Os times são fraquíssimos, não a Alex, nem Giovanni Augusto que resolvam. 

Além disso, vi a estréia de Paulo Cesar Oliveira nos comentários e Alex Escobar na narração. Não gostei de nenhum. Quanto ao Paulo Cesar, achei fraco mesmo, nem é a questão de costume, é a questão técnica mesmo, ou então ele ficou muito emocionado com uma estréia, onde o juiz expulsa dois do adversário do Corinthians e ainda marcar um penalti a favor, é de cair lágrima. 

Sobre o Escobar, é o estilo. Ele manda um bate-papo na transmissão, eu não gosto. Gosto das Galvanices, Milton Leite, Luciano do Valle e Silvio Luiz, desejo sucesso a Escobar, mas eu vou sempre procurar outro para escutar!

Bom, se o campeonato acabasse na sétima rodada, o título estava bem dado, o resto, ahhh…