O que esperar do Neymar?

 

Neymar13112018.jpg

Como sempre esse é o texto perfeito para virar piada depois, uma tentativa de escrever sobre o que o presente nos mostra, porém completamente cheio de incertezas e que pode ser apenas um texto sem sentido lá na frente.

É engraçado como Neymar se acostumou a ser holofote no futebol, necessita estar nos “trending topics” do nosso cotidiano, mas faz tempo que quando o assunto remete a Neymar muito se fala em cifras, Marquezine, Barcelona ou qualquer outra transferência e pouco ou quase nada sobre futebol.

Sinceramente, vejo que Neymar entrou em uma etapa da carreira que ele precisa decidir realmente o que veio fazer no futebol, se é apenas mais um cheio de talento ou se realmente quer entrar para a história.

E aí, farei um paralelo onde sofrerei criticas de muita gente, Neymar caminha para se tornar mais um Robinho melhorado ou Ronaldinho Gaúcho piorado. Jogadores com um potencial de habilidade gigantesco, que chegaram a iniciar voos grandiosos, mas abortaram suas missões pelo caminho e não quiseram o protagonismo na história do futebol.

Antes da chuva de criticas mais pesadas, não estou botando os três no mesmo balaio de qualidade, apenas no mesmo balaio da minha frustação versus potencial desperdiçado. Robinho poderia ter sido um grande jogador, não para marcar a história, mas para marcar um periodo em algum clube, já Ronaldinho poderia ameaçar coroas no futebol, marcar de forma inquestionável sua passagem pelo futebol, mas ficou pelo caminho, foi um gigante na história do Barça, mas pelo que fez em pouco tempo, brincou de jogar e não jogar futebol.

Sendo assim, e preparado para uma possível chuva de reclamações, voltemos a Neymar, e dele o que esperar?

Acho que independente de clube, o que Neymar precisa colocar na cabeça é o que ele realmente quer do futebol, ser um grande jogador milionário e muito escalado no videogame ou ousar brigar por algo grandioso no Olimpo do futebol?

Essa é a principal resposta que ele precisa se dar, não precisa contar para mim, para alguém, nem para o paizinho dele, precisa contar para ele e daí em diante seguir sua decisão, se vai ser no PSG, Barça, Real ou algum outro time, tanto faz, a postura daquilo que ele quer é que fará a diferença para sua história.

Neymar tem números impressionantes, ganhou os principais titulos como clube, fez parte da seleção olimpica que conquistou o ouro inédito, tem tudo para individualmente ser o maior artilheiro da história da maior seleção de futebol do mundo, ou seja, tem tudo para estatisticamente marcar seu nome, precisa também mostrar com atitude.

A idade ainda é ótima, com quase 27 anos, ainda tem uma Copa do Mundo em alta performance (quiça duas), e vários anos para firmar de vez seu protagonismo no futebol.

Resta esperar, o que ele quer?

E vocês, o que acham?

Anúncios

Meu pedido ao Papai Noel

papainoel261216

Eu sei que o Papai Noel já passou, mas como ele é um bom velhinho queria deixar aqui um pequeno pensamento sobre como eu vejo que o futebol possa fazer para contribuir com o ideal natalino.

Eu acho que o esporte molda o caráter e também depois de certo tempo mostra como é o caráter e personalidade de cada um.

Tem jogador que troca de time tranquilamente, não tem compromisso com o time e tampouco em entender a paixão do esporte, provavelmente é alguém que combina algo com um grupo de amigos e desmarca depois por algo que ele considerou mais vantajoso sem nenhuma vergonha.

Tem jogador que apesar de tudo conspirando contra e um mundo caindo, não quer sair do clube, acha que possui uma dívida com ele, porque foi ele que abriu as portas para a carreira dele, pode ter certeza de que você não encontrará pessoa mais fiel ao seu lado.

Isso sem falar nas características dentro de campo.

Tem jogador que arrisca passe, arrisca chute, arrisca drible, arrisca tudo. Sabe aquela pessoa que se joga sem medo, sofre as consequências por se expor demais, falar demais, fazer demais, é ele.

Agora tem o outro, aquele que só ataca na boa, só chuta quando não tem como errar, passe lateral sem a menor possibilidade de erro, é praticamente aquele amigo que tem a rotina estabelecida da mesma forma nos últimos 10 anos, mudar qualquer coisa é um suplício para ele.

Mas acima de tudo, o futebol pela coletividade que ele impõe, faz tudo mundo respeitar todo mundo, faz o mais falante lidar com o tímido, porque durante o jogo um precisa do outro para vencer, faz o rico dividir o almoço com o pobre sem distinção, porque o uniforme é igual, a refeição é igual, o banco onde sentam é o mesmo.

O futebol não permite preconceito (ou não deveria), porque dentro de campo, independente da sua orientação religiosa, sexual e seja lá qual mais, o time junto e com todos estarão lá em busca da vitória.

Portanto, bom velhinho, se tem algo que eu quero te pedir nessa cartinha atrasada, é que as pessoas entendam que o futebol é gregário, característica essencial para o ser humano sobreviver.

E em tempos onde é tão difícil entender que dividir não é subtrair, espero que o futebol e os demais esporte ajudem a melhorar cada vez mais a convivência coletiva.

Acho que fui um bom menino, tá?

Google ensinando a montar um grande time…

google180516

E ontem estava na ExpoRioRH e assisti a uma palestra da Diretora de Recursos Humanos do Google. Sim do Google, a empresa que todo mundo considera como uma referência no mundo.

E durante uma apresentação excelente durante 60 minutos, ela comentou sobre vários subsistemas que a empresa trabalha na área de RH e em determinado momento um slide sobre quais são os itens fundamentais para o sucesso de um time me chamou a atenção.

O slide apresentava os itens de forma hierarquizada, ou seja entre os cinco itens que eles consideram fundamentais, qual é também a ordem de importância de cada um deles. E os itens foram:

1º Segurança Psicológica
2º Confiança / Interdependência
3º Estrutura e Carreira
4º Significado
5º Impacto

Gente, olhei o slide e pensei no São Paulo, logo depois na formação de qualquer time de futebol e por fim, o Google ensina até a montar um time de futebol de sucesso..rs..

Sei que os conceitos de liderança e formação de times que aplicamos em RH, são os mesmos que um time de futebol precisa, logicamente que cada treinador vai buscar aquele que faz mais sentido. Mas olhar o da empresa como referência ainda mais a do Google é muito válido. E para mim, faz todo o sentido.

O primeiro item para a formação de um time de futebol começam na chegada do jogador, entender qual o impacto do time que ele está indo. Ninguém pode sair de um time pequeno para um grande sem absorver toda essa mudança. Precisa entender que ele passou a ser uma figura pública, que o fracasso dele mexe com milhões e o sucesso também.

Depois disso o significado, qual o propósito dele naquele time, para que ele foi contratado, qual a expectativa que o time tem com ele e qual ele tem com o time, o que ele também espera que o time ofereça a ele.

O terceiro item tem um conceito bem empresarial, pois fala de carreira, mas podemos fazer um paralelo ao futebol. Todo jogador tem sua carreira, começar na base, buscar profissionalizar, dentro disso, atingir um time grande e quem sabe no auge chegar a representar a seleção do país, para isso é importante que a estrutura seja oferecida, o atleta só terá alto desempenho se o entorno permitir isso.

Aí faço uma pausa, pois para mim, até aqui, pensando na importância, esses itens são os “básicos”, sem eles nem o esboço de um time é feito, eles são importantes, mas são apenas a sustentação dos próximos dois, esses sim, para mim o grande segredo para o sucesso, só que para os dois, os outros que passamos tem que existir.

O segundo item mais importante é a confiança e a interdependência, parece óbvio, mas consolidar esse item é tarefa árdua. Para se ter uma ideia é onde Guardiola gasta toda a sua expertise como treinador, para ele trata-se de uma obsessão que os jogadores se sintam seguros quanto a proposta de jogo e a expectativa do que eles precisam fazer. Além disso, o conhecimento que todos tem sobre o que os companheiros precisam executar.

Só assim, Pep entende que o jogador poderá fazer seu papel de maneira autônoma, mas sabendo que depende de todos para o resultado final.

Por fim, o item mais importante, a segurança psicológica, para mim esse item é impossível chegar, ele na verdade é um conceito que teve ser a busca constante de um time, é muito difícil garantir que o time terá total segurança psicológica que nunca irá hesitar, naquela partida que o gol não sai, ou que uma derrota acontece, mas a busca para que essa segurança esteja com o time na maior parte do tempo é aquilo que torna uma equipe quase imbatível ou que dê a ela a alcunha de bicho papão. Assim como o Google é no mundo.

Por fim, entre todas as buscas que já fiz no Google essa foi uma das que mais gostei.