Pitacos: Alguns pênaltis, algumas expulsões e a certeza de que nossa arbitragem é non-sense.

Galera do blog, a 27ª rodada terminou e o Fluminense é o time a ser batido, já abriu 06 pontos de vantagem, na parte debaixo a tarefa do Palmeiras vai ficando mais possível. A rodada teve 21 gols, 5 vitórias dos mandantes, 4 empates e apenas 1 vitória dos visitantes, que foi no clássico carioca.

O sábado começou com uma atuação de gala de Juninho Pernambucano. O Reizinho da Colina deu duas assistências e marcou um gol na vitória por 3×1 sobre o Figueirense. A chegada de Marcelo Oliveira parece ter dado novo ânimo para o time, pouca coisa mudou, apenas a atitude é outra.

Cruzeiro e Inter empataram em 0x0 e ficaram um pouquinho mais longe do G4. Apesar do resultado, foi um bom jogo. Montillo pela Raposa e Damião pelo Colorado levaram perigo aos gols de Fabio e Muriel, mas não conseguiram balançar as redes. Borges chegou a ter um pênalti a seu favor, mas desperdiçou após o juiz mandar voltar a cobrança.

O Naútico segue usando a força do Aflitos. O time fez 29 pontos dos seus 34 dentro dos seus domínios. No sábado, o time venceu o Atlético-GO por 2×0, com dois gols de Kieza. O time pernambucano precisa roubar alguns pontos fora para ficar tranqüilo, caso contrário o rebaixamento pode ficar perto. Para o time goiano, resta apenas esperar o ano acabar,

Portuguesa e Atlético-Mg empataram em 1×1. Foi um bom jogo, como já disse algumas vezes, a Lusa mostra ter um bom time, falta camisa (confiança) para o time estar em uma posição melhor. Já o Galo precisa ligar o sinal de alerta, o time faz um péssimo segundo turno e já vê o Fluminense abrir 06 pontos de vantagem. Está na hora do Cuca acordar.

Para fechar o sábado, o Palmeiras atropelou a Ponte Preta por 3×0. O alviverde tem adotado a prática de fazer uma blitz inicial para resolver o jogo, contra a Macaca e o Figueira resolveu. Contra a Macaca, Barcos marcou dois e Assunção fechou a conta. O rebaixamento que parecia certo, hoje já é bem duvidoso.

O domingo começou com o clássico carioca que terminou com a vitória do tricolor por 1×0 em um golaço de Fred. O time do Fluminense tem grandes jogadores, mas se o título vier, Fred e Cavalieri são os principais responsáveis. Fred tem marcado gols em jogos importantes, onde o capitão e artilheiro precisa aparecer e ele tem comparecido. Já Cavalieri está em ótima fase, ontem ele pegou um pênalti já no final do jogo e tem pegado até pensamento nesse campeonato.

O Corinthians passeou no Pacaembu e venceu sem grandes esforços o fraco Sport por 3×0. Os comandados de Tite mostram que estão azeitados para o Mundial. Paulinho está voando, acho que dificilmente continuará no Corinthians em 2013 e Romarinho teve tarde do seu homônimo craque, dois gols de artilheiro.

Coritiba e São Paulo empataram em 1×1. O resultado foi péssimo para os dois. Para o Coxa a perigosa zona do rebaixamento começa a ficar próxima demais. Para o tricolor paulista, novamente o time não embala e fica eternamente em quinto lugar. Além disso, o jogo teve mais uma vez a arbitragem como personagem. Pericles Bassols já deu vários indícios de que é muito fraco.

O Bahia venceu o Botafogo por 2×0. O mais curioso é a sina do Botafogo em tomar gols do Fahel (seu ex-jogador). O Bahia está ainda em uma situação preocupante, enquanto o Botafogo patina mais uma vez na busca pelo G4. Aliás, tanto o Glorioso, como Inter e São Paulo insistem em não alcançar o grupo do G4.

Para terminar o Grêmio ficou apenas no empate com o Santos por 1×1. O jogo não foi dos melhores, então o árbitro resolveu aparecer. Como sempre Neymar apanhou o suficiente durante o jogo todo e a arbitragem acreditava que ele agüentaria o suficiente, na primeira reclamação do menino, ele foi amarelado e depois se enroscou com Para e fui expulso. Falta bom senso a arbitragem, sem protecionismo, mas de maneira igual.

Pitacos: 07ª rodada do BR-2011

Galera, ontem acompanhei os dois jogos dos últimos invictos do Brasileirão 2011, primeiro assisti a vitória do Flamengo por 3×2 sobre o América-MG e depois acompanhei a vitória corintiana sobre o Bahia por 1×0.

No jogo do Flamengo, comecei a olhar a escalação e me assustei como no papel o time é ofensivo, o rubro negro do meio pra frente começa com Willians, Renato Abreu, Thiago Neves, Ronaldinho, Negueba e Deivid, contudo na prática a proposta é um pouco diferente, basicamente é “tudo mundo se mata, menos o Ronaldinho”, brincadeiras a parte, é impressionante a doação dos demais jogadores para que o camisa 10 possa se dedicar somente ao ataque, Willians é um monstro na frente da defesa, ele parece jogar por três, Renato Abreu foi outro que me surpreendeu, tem aparecido pouco no apoio, mas sua cobertura as subidas dos laterais adversários tem dado muita segurança a defesa flamenguista.

Soma-se a isso que Ronaldinho está jogando bem e Deivid desencantou. Ontem o dentuço, não apareceu tanto, mas foi decisivo sempre que teve espaço, marcou dois gols e teve atuação destacada. Bom, ver Ronaldinho mostrando seu talento em terra brasilis, a questão é se agora ele deslancha de vez, ou se é apenas reação momentânea a cobrança da Magnética. De qualquer forma, pelo que eu vi no jogo de ontem, mudou um pouco minha opinião sobre o Flamengo, esse time pode ir longe, ainda mais se o dentuço deslanchar. Quanto ao Coelho, o time é esforçado, tem bons atacantes e bons zagueiros, mas seu jogadores de meio são bem limitados, o time mineiro vai lutar para não cair.

Vamos agora para o jogo do Corinthians, bem mais real dessa vez, o jogo foi bem disputado e o melhor da partida foi Júlio César, o que mostra que o Corinthians tirou a sorte grande na noite de ontem. A partida foi bem distinta, um tempo para cada time, no primeiro tempo, o time paulista foi superior e no segundo, domínio do time baiano.

No Corinthians, Liédson fez boa partida novamente, diferente de Danilo que pouco apareceu, assim como William, aliás, Alex e Emérson jogaram pouco minutos, e mostraram ótimo potencial, acho que com o tempo, ambos podem ganhar a titularidade, dessa forma o Corinthians assume a liderança e carimba de vez o time como candidato ao título, ainda assim não é um time que encanta, algo parecido com o Flamengo, são dois times competetivos, mas que ainda não convencem.

Pelo Bahia, o time mostrou que tem um time bem arrumadinho e com alguns talentos individuais que podem fazer a diferença em alguns jogos, ontem gostei muito da atuação do zagueiro Paulo Miranda, marcou Liédson de forma leal, diferente da disputa entre Fahel e Jorge Henrique, como sempre o pequeno jogador corintiano cria polêmica na partida ao deixar se famoso cotovelo no umbigo dos adversários. Nada que transforme Fahel em um santo, o volante ex-Botafogo também é famoso pelo seu estilo MMA de jogar. Voltando ao tricolor baiano, acredito que o time poderá fazer uma campanha digna e de repente até beliscar uma vaguinha na Sulamericana.

Destaque para o Cruzeiro que está subindo na tabela e conquistando a posição que lhe é de direito. Em compensação, o São Paulo, digo os jogadores, parecem ter se cansado de Carpegiani.

E vocês, o que acharam dos jogos de ontem?