A lista de Tite e uma controvérsia…

Fagner 15052018.jpg

E Tite divulgou sua lista para a Copa da Rússia 2018.

Logicamente não poderia ter sido diferente, com seu pragmatismo atual e sua habilidade de “dobrar” a imprensa. Porque pouco se criticou a lista, uma argumentação ali ou outra acolá, mas você não tem como dizer que a lista é um absurdo.

Porque em nenhum momento, Tite não deu esses indícios, porque não tem ninguém despontando de forma absurda para ser cogitado e tampouco algum medalhão em baixa. Talvez, tenha sido a primeira lista desde de que me entendo por gente que não levanta uma grande polêmica.

Se eu convocaria diferente? Lógico, todos aqui tem suas preferências e mania de treinador. Eu trocaria 4 posições, Vanderlei por Cassio, Mariano por Fagner, Rodriguinho por Fred e Taison por Luan. E ficaria triste por não encaixar Arthur nessa lista também, teria 24 entre os meus relacionados.

Eu particularmente, tenho uma única ressalva mais dura sobre a lista, Fagner. Por muito tempo neguei o futebol jogado por ele, provavelmente hoje ele jogue futebol pela lateral no mesmo nível de todos os concorrentes da posição, Danilo, Rafinha, Mariano, etc, só mesmo Daniel Alves está acima, e, possui a vantagem de ser de confiança do treinador, por isso entendo a convocação por parte de Tite.

Contudo, quando escuto o discurso encantador de Tite não entendo a convocação do lateral do Corinthians, um jogador que por diversas vezes não tem a menor vergonha de entrar de forma maldosa nos companheiros ao ponto de tirar de atividade por longos tempos não deveria ser premiado com uma convocação.

Entrada dura, dividida e lance acidental podem tirar um jogador de atividade, faz parte da profissão, na boca do povo, é acidente de trabalho, agora entradas corriqueiras do lateral como a que ele fez contra o Ederson (na época no Flamengo) entre outras, mostram o total desrespeito com o colega de trabalho.

Assim como por um bom tempo a convocação do Rodrigo Caio era muito mais pelo que ele representava de valores do que de futebol, a convocação de Fagner é oposto, mostra que na cabeça de Tite, o fato de ter trabalhado com o jogador por mais tempo é mais importante do que os valores dele.

Sendo assim, pergunto, vocês concordam com minha opinião? Convocariam o Fagner? Quais jogadores vocês mudariam na relação do Tite?

Anúncios

E saiu a primeira lista da era Tite…

tite220816

“Em relação a convocação, é para os próximos dois jogos, não posso nem quero ser otimista e responsável nem o pessimista que só olha o fato negativo, só olho fato real. Estamos no momento não classificados para a Copa e buscando crescimento. A partir daí, surge nova etapa. Essa convocação é para estes dois jogos, melhor momento de cada atleta”

Confira os convocados:

Goleiros: Alisson (Roma-ITA), Marcelo Grohe (Grêmio), Weverton (Atlético-PR)

Zagueiros: Gil (Shandong Luneng-CHN), Marquinhos (Paris Saint-Germain-FRA), Miranda (Internazionale-ITA), Rodrigo Caio (São Paulo)

Laterais: Daniel Alves (Juventus-ITA), Fagner (Corinthians), Filipe Luis (Atlético de Madrid-ESP), Marcelo (Real Madrid-ESP)

Meias: Casemiro (Real Madrid-ESP), Giuliano (Zenit-RUS), Lucas Lima (Santos), Paulinho (Guangzhou Evergrande-CHN), Philippe Coutinho (Liverpool-ING), Rafael Carioca (Atlético-MG), Renato Augusto (Beijing Guoan-CHN), Willian (Chelsea-ING)

Atacantes: Gabriel Barbosa (Santos), Gabriel Jesus (Palmeiras), Neymar (Barcelona-ESP), Taison (Shakhtar Donetsk-UCR)

Com essa frase Tite explicou a convocação, e dessa forma montou essa lista.

Sinceramente, tinha gostado mais daquela que vazou supostamente do que a realidade, porém, também acredito que lista de convocado da seleção nunca agradará a maioria, todo mundo tem seus preferidos e formas de pensar, mas prefiro me ater aos critérios ditos por Tite para fazer alguns questionamentos.

Tite se apoiou muito em dizer que convocação é momento, por isso priorizou aqueles que estão em atividade e que o momento é de buscar classificação e não reformulação.

O engraçado é que de cara, temos 9 novidades entre os 23, ou melhor 09 atletas que não eram convocados com frequência, logo me parece uma reformulação no grupo. Só reforçando, não acho errado reformular, até porque o treinador tem seus homens de confiança, o que quero destacar é o que Tite disse não condiz muito com as opções feitas.

O próximo que é momento, vou ao Grêmio para olhar dois jogadores específicos para fazer o contraponto, Giuliano e Luan. o meio campista foi bem, mas saiu a um tempo para a Rússia e está na mesma pré-temporada que o Ganso, que anda jogando muito mais e consequentemente em um “momento melhor”.

Por outro lado temos Luan, Tite foi bem ao trazer 7 atletas olímpicos, achei um exagero, mas foi bem, aproximar a geração mais nova é fundamental para que a seleção não sofra com troca de gerações, como atualmente. Contudo, quem jogou mais que Luan nessa Olimpiadas, o polivalente jogador de frente foi peça chave para fazer a seleção sair de 0x0’s inóspitos contra Iraque e África do Sul para uma campanha consistente rumo ao ouro olímpico.

Portanto, entre os queridos Gabriéis, Luan está em um momento melhor.

Por fim, Tite fez o que todos fazem, escolheu homens de confiança, mas optou por seus tradicionais discursos bem montados que desviam um pouco a imprensa, não acho errado a opção de Tite, mas é para ficar atento quanto ao discurso.

E acima de tudo, estamos juntos com esses 23, que junto com Tite e embalados pelo ouro olímpico recuperem o bom futebol.

Ou o fim dos braços no futebol ou o fim dessa recomendação sem pé nem cabeça.

Playmobil

Você concorda com esse pênaltis que batem na mão?

Primeiramente, quero lembrar que os árbitros não estão errados. A recomendação que eles receberam é que toda bola que bata na mão deve ser marcado o pênalti.

O problema é se isso está certo, já estou dizendo desde o pênalti marcado contra o São Paulo no clássico com o Palmeiras que a partir de agora fará parte das “jogadas ensaiadas” um bom chute na mão do adversário, um jeito prático e simples de chegar a uma penalidade e uma clara chance de gol.

Essa recomendação vai totalmente contra a regra do futebol. A regra diz sobre colocar a mão na bola deliberadamente, clique aqui para consultar as regras FIFA.

Para quem procurar o significado de deliberadamente no dicionário, perceberá que sinônimo é igual ao propositalmente e seu antônimo é acidentalmente. Ou seja, a regra é colocar a mão na bola propositalmente. E estamos recomendando a marcação da falta quando o toque for acidental.

Eu gostaria muito de saber se a orientação da FIFA foi essa mesma, ou se quem comanda a nossa arbitragem não entendeu o recado direito e passou completamente errada a recomendação.

Porque pênaltis (listarei os que vi) como o do Fagner a favor do Flamengo, o de Alisson a favor do Figueirense e do Antonio Carlos a favor do Corinthians fogem do bom senso do futebol. O esbarrão com o braço é inevitável em todos os casos, não tem como evitar o contato, vai bater no braço sim.

E não adianta pregar o discurso de o toque muda a trajetória da bola. Sim, muda e continua na regra, não foi intencional, não foi deliberado o toque, foi porque nossos jogadores ainda são seres humanos e não podem simplesmente deixarem os braços no banco, enquanto vão ali jogar uma bolinha.

Os árbitros estão cumprindo ordens de quem provavelmente nunca jogou bola e quem joga provavelmente começara a chutar bolas nos braços que entrarem em campo para ganhar uns penaltizinhos marotos por aí.

Alguém precisa decidir, ou o fim dos braços no futebol ou o fim dessa recomendação sem pé nem cabeça.

Craques do Brasileirão 2011!! Concordam?

Galera do blog, ontem saiu a seleção do campeonato brasileiro de 2011. Veja os vencedores abaixo:

Goleiro: Jefferson (Botafogo)
Lateral direito: Fágner (Vasco)
Lateral esquerdo: Cortês (Botafogo)
Zagueiro pela direita: Dedé (Vasco)
Zagueiro pela esquerda: Réver (Atlético-MG)
Volante pela direita: Ralf (Corinthians)
Volante pela esquerda: Paulinho (Corinthians)
Meia pela direita: Diego Souza (Vasco)
Meia pela esquerda: Ronaldinho (Flamengo)
Atacante 1: Neymar (Santos)
Atacante 2: Fred (Fluminense)

Confesso que concordo com a maioria e mesmo aqueles que não eram os meus preferidos, não discordo da conquista de cada um. O meu time teria Emerson (Coritiba) no lugar de Réver, Renato (Botafogo) no lugar de Paulinho e Montillo (Cruzeiro) no lugar de Ronaldinho.

Contudo Emerson e Renato são opções por puro estilo de jogo. Quanto ao Montillo, além do estilo de jogo, existe o fato de que Ronaldinho nem de longe foi o melhor meia esquerda do campeonato. Oscar do Inter, Danilo do Corinthians, e principalmente Montillo foram bem melhores do que Ronaldinho.

Outro dado interessante é ver que o time campeão possui apenas dois jogadores, mostrando ainda mais que a força estava no coletivo.

Mais um dado curioso é que dos 11 titulares, 08 pertencem a clubes cariocas, evidenciando a força do futebol carioca que voltou a ser uma das grandes potências do futebol nacional.

E para vocês quem faria parte da seleção?

Pitacos: 17™ rodada do BR-2011

Galera do blog, ontem acompanhei dois jogos da 17™ rodada. Primeiro vi a vitória do Vasco sobre o Avai por 2×0 (gols de Diego Souza e Dedé), e depois acompanhei Atlético-MG 2×3 Corinthians (gols de At: Dudu Cearense e Guilherme; Cor: Emerson, Alex e Liedson).

No primeiro jogo, nenhuma surpresa para mim, o Avaí tentou usar o fator casa e o Vasco foi ditando o ritmo da partida, no começo do jogo o time catarinense até criou algumas oportunidades mas faltava qualidade para o time finalizar, com o passar do tempo, o Vasco começou a acertar o contra ataque, principalmente pela direita com Juninho e Fagner, e foi de Fagner a bela assistência para Diego Souza fuzilar o gol de Felipe e abrir o marcador pelo cruz-maltino.

O Avaí ainda teve um pênalti não marcado ao final do primeiro tempo em bola na área Rômulo pulou de forma disciplente e de braço aberto, mas o juizão preferiu não ver e terminar o primeiro tempo logo depois. No segundo tempo, o Vasco resolveu ser o dono do jogo e ficar com a bola em seus pés. Em uma bola parada no segundo tempo, a bola sobrou na pequena área para o ótimo zagueiro Dedé ampliar o marcador e decretar números finais na partida.

Para o Avaí fica a sensação que sobra vontade e falta talento, em dias inspirados como o jogo contra o Corinthians vencerão em outros será sofrido para a torcida. Quanto ao Vasco, já disse e repito, me dá gosto ver o time jogar, para mim o melhor time atualmente no Brasil. Se Ricardo Gomes convencer o grupo a lutar pelo título, É o meu favorito.

No jogo do Corinthians, o primeiro tempo foi sofrível, deu sono, o líder do campeonato parecia querer igualar o jogo no nível do rival, contudo se atrapalhou em jogar tão ruim e deixou o Galo abrir o marcador com Dudu Cearense em bola alçada na área. Ainda no primeiro tempo, o famoso “pênalti brasileiro” foi marcado, Jorge Henrique se enroscou com Réver e o juizão marcou pênalti para o Galo, na cobrança Guilherme cobrou forte no canto e ampliou a vantagem.

Parece que esse pênalti mal marcado foi o castigo do Galo, o time viu a vantagem criada e decidiu recuar absurdamente e abdicar do jogo, como o Corinthians não quis jogar no primeiro tempo, os 15 minutos finais da primeira etapa foram lamentáveis.

Contudo no segundo tempo, Tite parece ter dado um choque elétrico no time e colocou a pilha Emérson em campo, o Sheik entrou querendo jogo, infernizando a defesa atleticana, o Sheik conseguiu diminuir a vantagem logo aos 4 minutos. E foi Sheik também que sofreu um pênalti escandoloso de Réver (fazia tempo que não via um pênalti tão pênalti!!) que foi expulso no lance corretamente. Alex cobrou e empatou a partida.

A partir daí o Galo que estava acuado, passou a ficar acuado e assustado, É impressionante quando o time está em uma fase ruim como o psicológico dos jogadores afeta, o time que já não acertava muito, passou a não acertar mais nada. E foi questão de tempo para o Corinthians empatar em cruzamento de Jorge Henrique, Emérson desviou e encontrou Liédson livre para decretar a vitória corintiana e manutenção da liderança. Ainda houve tempo para Alex perder mais um pênalti sofrido por Emérson.

Pelo Atlético-MG, a certeza de que muita coisa deve ser feita e em pouco tempo, acho que Guilherme mostrou que deverá ser o titular do ataque, assim como Dudu pode assumir o meio. No Corinthians, uma partidaça de Emérson e Jorge Henrique, o primeiro entrou e mudou a cara da partida e o segundo foi fundamental taticamente na partida, além de ter jogado bem, isso mostra a importância de ter um forte elenco para a competição, o time venceu por causa do banco.

Essa Nau vai longe!!

Assim como no ano passado falei muito bem do Atlético-MG e o time foi bem durante o ano todo faltando apenas um fôlego ao final do campeonato, para esse ano olhando no papel o time que para mim terá tudo para surpreender é o Vasco da Gama.

Sei que é fácil falar após a vitória acachapante que o time aplicou no clássico contra o Botafogo, mas para quem acompanhou em matérias anteriores, sabia que eu sempre apostei neste time do Vasco, principalmente pela excelente reposição que o time fez.

O time começou perdendo seu comandante, o excelente Dorival Junior e repôs muito bem trouxe Vagner Mancini. na minha opinião, um ótimo técnico que com tempo e apoio fará um excelente trabalho.

Na defesa, o time manteve o bom goleiro Fernando Prass, perdeu seus dois bons laterais, mas trouxe Elder Granja e o ótimo Márcio Careca além de manter Fágner no time, para a zaga trouxe Gustavo e Thiago Martinelli, bons zagueiros que não vinham sendo aproveitados, mas que ajudarão e muito o time vascaíno.

O meio campo para mim é onde o Vasco montou um excelente time, trouxe os excelentes volantes Rafael Carioca (ex-Grêmio) e Léo Gago (ex-Avai) que junto de Souza e Carlos Alberto montam um meio de campo de dar respeito.

Na frente o menino Philippe Coutinho vem mostrando cada vez mais que a Inter de Milão fez certo em investir tão cedo nele, apesar do time ter perdido as promessas Alan Kardec e Alex Teixeira, a permanência de Elton e a chegada de Rafael Coelho e Dodô tornam o time cruzmaltino respeitável.

Como sempre aposto no Galo esse ano também, mas que o Vasco também fará barulho isso fará!
Confiram os seis gols da vitória do Vasco sobre o rival Botafogo.