Pitacos: 14ª rodada do BR-2011

Galera do blog, ontem acompanhei dois bons jogos que terminaram empatados, primeiro Grêmio 2×2 Atlético-MG e depois Coritiba 1×1 Palmeiras.

No jogo em Porto Alegre, tivemos dois tempos bem distintos, no primeiro, o jogo foi mais travado, o Grêmio até tentou uma pressão inicial, mas logo o Atlético ganhou o meio de campo e controlou o jogo, tanto que foi do Galo a oportunidade mais clara no primeiro tempo, Richarlyson lançou Patric que driblou Victor mas encontrou Rafael Marques em cima da linha para salvar o gol.

Para o segundo tempo, Julinho Camargo resolveu colocar Leandro no lugar de Adilson, o jogo ficou muito mais aberto, tanto que logo aos cinco minutos a jovem promessa gremista acertou belo chute para abrir o placar no Olímpico. Porém, no minuto seguinte, André acertou um chute mais bonito ainda para empatar a partida pelo Galo no lance seguinte. Os dois gols assustaram os dois times que tiraram um pouco o pé nos minutos seguintes, até que novamente a arbitragem resolveu dar o ar da graça, ao marcar um pênalti duvidoso a favor do Grêmio.

Fabio Rochemback colocou novamente o Grêmio na frente, o Atlético voltou a lutar pelo empate e foi recompensado aos 43 com Leonardo Silva que completou o cruzamento para empatar. O resultado foi péssimo para as duas equipes, da forma como aconteceu foi ótimo para o Atlético-MG, mas pelo que as equipes jogaram, o Grêmio ganhou um ponto.

O jogo em Curitiba apesar do frio, começou com a tradicional pressão do time da casa e diferente do jogo contra o São Paulo, ela teve resultado logo aos 08 minutos, em cobrança de escanteio Jeci pegou rebote de Marcos que fez uma milagrosa defesa no lance para abrir o marcador.

Os minutos seguintes foram aterrorizantes para os palmeirenses, o Coritiba parecia disposto a repetir o 6×0 da Copa do Brasil, contudo e como sempre, em bola parada o Palmeiras chegou ao seu gol, Marcos Assunção colocou veneno na bola que desviou em Léo Gago e matou Edson Bastos, era o empate do Palmeiras.

Com o gol, o cenário mudou completamente, o Palmeiras passou a dominar o jogo e Valdivia voltou a ser participativo, buscou o jogo, tentou tabelas com Kléber, até tentou o famoso “chute no vácuo”, mas os lances mais agudos do Palmeiras encontraram a arbitragem como obstáculo, primeiro em pênalti não marcado sobre Luan e depois Valdivia saiu na cara do goleiro, mas o bandeirinha resolveu marcar impedimento inexistente. Assim acabava o primeiro tempo.

O segundo tempo começou com o Palmeiras pressionando o Coritiba, mas errando muito a conclusão final, com isso o Coritiba começou a gostar um pouco mais da partida, até aos 34 minutos, Thiago Heleno resolveu agarrar Bill e receber o segundo amarelo, expulsão correta. A partir daí, o Coxa foi todo pressão, mas criou apenas uma única boa chance, com Rafinha, mas que Marcos novamente fez milagre.

Mas, no resumo da partida, achei que o Palmeiras merecia sorte maior na partida.

E vocês, o que tem para comentar sobre essa 14ª rodada? Que ainda tem três jogos hoje.

Anúncios

Jogos de Quarta!!

Galera do blog, essa foi uma quarta-feira com futebol pelos quatro cantos do Brasil e clássico na Inglaterra, acompanhei três jogos na íntegra e vi os melhores momentos de mais dois, vamos a eles:

Arsenal 1 x 0 Liverpool: Jogo truncado, díficil, os dois times desesperados pela vitória, os Gunners para manter acesa a chama do título, e os Reds para consolidar a última vaga para a Champions. Bom, após muitos cruzamentos e poucas chances efetivas de gol, mas aí apareceu Diaby, provavelmente o melhor em campo ontem, e marcou em boa trama do ataque do time londrino.

O time do Arsenal eu recomendo que as pessoas assistam, ainda falta um atacante goleador de nome para o time, mas o time é leve e jovem e possui uma troca de passes incríveis e envolvente, dá gosto de ver o time de Arsene Wegner jogar. Já o meu querido Liverpool não tem mais a mesma velocidade no meio, Mascherano e Lucas não fazem a bola sair com rapidez, lógico que não dá para esperar isso do argentino, porém era possível para o ex-gremista, contudo Lucas vem fazendo jogos burocráticos.

Araguaia-MT 1 x 3 Grêmio: Em um jogo, onde os destaques foram Victor e Borges, percebe-se nitidamente que o Grêmio sofreu um sufoco desnecessário do time matogrossense, que até surpreendeu no primeiro tempo e no início do segundo, porém após o segundo gremista, o time de Araguaia entregou os pontos.

No primeiro tempo o time do Mato Grosso me surpreendeu, acho que a oportunidade única de aparecer na TV despertou o talento em alguns jogadores do time. Destaque para Pedro, Lorena e Diniz, o último em especial merece um destaque, garoto bom de bola, pode conseguir uma vaga em um time de maior expressão. Já pelo lado do Grêmio, Borges continua fazendo seus golzinhos e o time mostrou que ainda precisa de ajustes na parte defensiva, principalmente a dupla Ferdinando e Rochemback que ainda não acertaram o posicionamento na frente da zaga, principalmente porque Silas não definiu o esquema do time. De resto, o mais importante é que o time eliminou o jogo de volta.

São Paulo 2 x 0 Monterrey-MEX: O Tricolor mostrou sua força na Libertadores, fez um bom jogo e venceu a partida com certa facilidade. Washington marcou os dois e mostrou que ele é o atacante tricolor. Do lado do time mexicano, espera mais, talvez a ausência de sete titulares tenha sido o principal motivo.

O São Paulo começou o jogo de maneira eletrizante, da forma como o time conquistou a Libertadores de 2005, marcando muito forte e não deixando espaço para o time mexicano, tanto que antes dos 15 minutos iniciais o time já abria o marcador com Washington. O interessante foi a mudança tática que Ricardo Gomes promoveu, o time jogava em um 3-5-2, porém quando atacava era Hernanes que ficava aberto na direita e não Jean, e ali o volante rendeu o que lhe é esperado, partidaça do volante que fui duramente marcado e por muitas vezes o juiz deixou barato. Destaque também para Cleber Santana e Xandão os dois novos jogadores parecem que jogam no São Paulo há anos. Em resumo, o tricolor estreiou bem e deu mais tranquilidade para sua torcida.

Flamengo-PI 0 x 1 Palmeiras: Acompanhei alguns lances do segundo tempo e depois os melhores momentos, deu para perceber algo comum na Copa do Brasil, o time pequeno faz do primeiro jogo, o jogo da sua vida, para conseguir realizar a segunda partida.

O Flamengo do Piauí até começou tentando assustar o time alviverde, mas com o tempo as coisas foram se normalizando e o Palmeiras assumiu o controle da partida, porém, ora por uma atuação inspirada do goleiro Herivelton, ora pela falta de um centroavante a altura do time, o Palmeiras não conseguia marcar o seu gol, que só fui sair no segundo tempo, com Diego Souza. De qualquer forma, no jogo de volta, tem tudo para ser uma goleada tranquila para o Palmeiras.

Velez Sarsfield-ARG 2 x 0 Cruzeiro: Inicialmente fui ver apenas os melhores momentos, mas depois de alguns lances e algumas declarações, resolvi ver o VT completo da partida. A única coisa que posso dizer é que foi uma vergonha. O árbitro foi o que pejorativamente denominamos de “Cagão”, ou melhor “Caseiro”, o árbitro começou muito bem ao expulsar Gilberto que novamente foi expulso por uma agressão estúpida logo no começo do jogo, porém após o gol do time argentino o que aconteceu foi digno de suspensão do árbitro, o lateral Pablo Lima em lance semelhante ao de Gilberto recebeu apenas amarelo, gerando a revolta do time celeste, além disso no segundo tempo Séba chutou Kléber já caído e o juiz fingiu que não viu.

Sobre o jogo, resultado até que normal, era sem dúvida o jogo mais complicado para o Cruzeiro, mas seria muito melhor se tivesse perdido apenas pelo futebol jogado.