A China levando nossos craques e escancarando nossas motivações…

economias_01

E a China virou o reflexo do que nosso futebol se tornou…. um balcão de negócio.

Acabou o amor, acabou a motivação pela glória, os jogadores atuais parecem acreditar que apenas a questão financeira é motivação para suas escolhas. Seja por que eles acreditam nisso, seja porque seus empresários o induzem a isso.

E tudo isso é reflexo de tudo que acontece fora das quatro linhas dentro do nosso futebol.

Somos os primeiros a levantar bandeiras que a seleção é da CBF, como podemos esperar que nossos jogadores tenham comportamento diferente. Todo mundo sabe que ir para a China afasta da seleção, mas e daí? Quem disse que alguém realmente quer seleção?

Além disso, mostra como não conseguimos nos impor como um mercado forte, não precisamos brigar com Europa, mas temos potencial de não perder qualquer jogador para China e Oriente Médio. É muito dinheiro aqui, distribuído para poucas pessoas. Sim pessoas e não clubes.

Renato Augusto, Jadson, Ricardo Goulart e Everton Ribeiro, os craques dos últimos três campeonatos nacionais estão na China. Para ganhar fortuna e não títulos, aliás, o brasileiro aprendeu a falar disso.

Conforme já disse em post recente sobre a saída de Jadson (Jadson veio ao futebol pelo dinheiro), não consigo entrar no mérito de quantas cabeças esses caras precisam sustentar, mas os dois do Corinthians com toda a certeza já juntaram dinheiro suficiente para garantir boa vida para todos, a sensação é que eles querem garantir boa vida para sempre para todas as gerações.

Hoje discutimos quem fatura mais com Arena, quem fatura mais no final do ano, não que não seja importante saber sobre o momento financeiro do seu clube, mas comemorar como se fosse título é assinar embaixo que as decisões daqueles que foram para a China estão mais do que corretas.

Diante de todo a novela do 7×1, esse é o episódio que mostra como todo mundo tem culpa na goleada.

 

Abs,

Cadê Meu Camisa 10?

Twitter: @cademeucamisa10

Anúncios

Nossa seleção parada no tempo…

dunga1990

Confesso que em algum momento nesse blog, já elogiei Dunga. Sei lá, acho que era respeito pela história como jogador, como alguém que foi crucificado e tratado como exemplo de uma geração perdedora, deu a volta por cima e se tornou o vencedor que é.

Contudo, acho que ele ficou tão obcecado pela vitória e só por ela que não enxerga o que as vezes é necessário fazer para atingi-la. Dunga só quer a vitória a qualquer custo e não sabe lidar com a derrota.

Mas do que isso, o que estão fazendo com Dunga é sacanagem. Ele não é treinador, caiu lá de para quedas, como se a sua história grandiosa fosse suficiente para arrumar a seleção. Como se futebol ainda fosse, escolher os melhores, fechar o grupo, controlar o vestiário e ir para o jogo.

Treino e tática é para os outros, o Brasil não precisa disso. Esse mantra ecoa nas paredes sombrias da CBF.

O Brasil hoje é um time comum, uma seleção com ótimos nomes, mas que ainda não dá liga. Sim, já disse isso e repito. Nossa geração é ótima comparada aos concorrentes. Pense em Coutinho, William, Lucas Moura, Neymar e Leo Baptistao dando liga, ou qualquer outro centroavante, ou mesmo sem centroavante, com meias e pontas, entrando e saindo da área, inclua então Oscar nessa lista. Ainda tem Douglas Costa, Rafinha, Lucas Lima, Everton Ribeiro.

Mão de obra fraca, né. O Brasil ainda produz muito talento. Mas parou de produzir que organiza isso. Aposto que Dunga não dura muito, na verdade, espero que Dunga não fique muito a frente da seleção.

Não tenho medo de classificação, o Brasil vai para Copa de qualquer jeito, meu medo é pelo tempo perdido, pelo tempo parado em 1994.

Seleção indo para o Chile com moral, mas aceito um pouco mais de tempero…

image

E saiu a lista da Copa América.

Dunguinha 100% chamou os 23 que farão parte da escrete que irá ao Chile buscar mais uma taça.

Vamos olhar por posições e depois vemos um panorama geral da seleção.

Goleiros: Diego Alves, Jefferson, Marcelo Grohe

Jefferson deve continuar como titular, todos sabem da minha escolha por Diego a muito tempo, mas apesar de trocar dois dos três escolhidos, não critico o trio escolhido.

Laterais: Danilo, Fabinho, Filipe Luis e Marcelo

Eu não consigo escolher ninguém diferente, Maxwell para esquerda, Marcos Rocha para direita e Adriano para as duas são opções, mas apenas opções diante do quarteto escolhido.

Zagueiros: David Luis, Marquinhos, Miranda e Thiago Silva.

Não convocaria o primeiro, não gosto de zagueiro que não se respeita a posição que escolheu, David é uma espécie de Lúcio da nova geração, a qualquer momento sai sem motivo aparente e corre para área rival. Trocaria fácil por Gil.

Volantes: Casemiro, Elias, Fernandinho e Luiz Gustavo.

Luiz e Elias serão os titulares e merecem pelo ótimo 2015 que vão fazendo em seus clubes. O mesmo vale para a dupla reserva, existem várias opções que poderiam estar por aqui, eu não mesmo trocaria a reserva por Lucas Silva e Hernanes, mas não questiono as opções de Dunga.

Meias: Douglas Costa, Everton Ribeiro, Philippe Coutinho e William.

Só questiono Douglas Costa, Oscar teve lesão e está fora. O problema do questionamento de Douglas é que a dúvida segue sobre quem levar no lugar como meia. Eu apostaria no Thomas Muller brasileiro, ele fazendo essa movimentação com Firmino daria muito jogo.

Para fechar nosso ataque: Diego Tardelli, Neymar, Roberto Firmino e Robinho.

Moleque Ney e Firmino devem ser os titulares, Tardelli um atacante alto para uma eventual pressão e Robinho para ser o mais velho, cuidar das comemorações e outros afazeres, será o famoso “tio do churrasco”.

Em linhas gerais, a seleção vem com Jefferson, Danilo, Thiago, Miranda e Marcelo ; Luiz Gustavo, Elias, Coutinho, William, Neymar e Firmino.

Uma seleção leve, nova que está aprendendo desde cedo a competir pela amarelinha. Dunga vai seguindo um bom trabalho, recuperou a estima e se conseguir por um pouco de tempero brasileiro ficará ótimo.

E vocês o que acharam?

Viva a pré-temporada!

pretemporada

E então tivemos pré-temporada.

E nossos principais clubes jogaram entre si, contra Shakthar e Shandong, entre clubes sensações de 2014, entre clubes mais modestos e até contra time inglês da sétima divisão.

E o resultado?

Nada demais, serviu para os torcedores notarem como os nossos times começam vagarosos, demoram para voltar ao ritmo do final de ano.

Destaque para os mineiros novamente. Eles que terminaram como sensação de 2014, estão em situações opostas nesse início de ano.

O Galo perdeu seu principal jogador, mas repôs a altura. Saiu Tardelli, chegou Pratto. O time pouco mudou e foi o time que apresentou o melhor futebol nessa pré-temporada. Aliás, disparadamente o melhor futebol.

Já o Cruzeiro desmontou toda a base bicampeã nacional, saiu a espinha do time, Lucas Silva, Everton e Ricardo Goulart foram embora. Junto deles, mais nove jogadores, incluindo Egidio e Moreno que também eram titulares.

Marcelo precisará remontar o time, o plantel foi substituído, algumas boas apostas chegaram e agora é ver qual será o resultado.

De qualquer forma, a experiência de ter um período maior de descanso, chance de fazer alguns amistosos como pré-temporada foi muito válido. Ainda precisamos nos acostumar, inclusive nossos treinadores para escolher rivais qualificados para ajudar nessa pré-temporada.

Por fim, na minha opinião entre todos os jogos que vi a ordem de quem mostrou o melhor futebol foi, Atlético-MG, Londrina e Palmeiras. Sendo que a diferença do primeiro para o segundo é gigante, assim como segundo para o terceiro.

Os demais nem entraram, porque nem considero que conseguiram mostrar futebol.

 

Seleção e o caminho pela frente…

Neymar 14102014

Vocês assistiram ao jogo da seleção?

Antes do palpitando, resolvi escrever sobre a turma de Dunguinha ex-paz e amor.

Dunga nessa nova passagem tem 4 jogos, 4 vitórias, 8 gols pro e nenhum contra. Mesmo sem grandes rivais e sem uma grande atuação, a seleção faz valer o peso da sua camisa.

Gosto de analisar a evolução ao longo dos jogos, o time jogou feio contra Equador e Colômbia, jogou para ganhar contra a Argentina e melhorou contra o Japão.

Ainda está longe de um futebol brasileiro, do resgate, mas não dá para negar a evolução. O time tem mais movimentação no meio e algumas variações de jogadas.

Sobre a dependência de Neymar, acho natural, ele é craque, se Messi vai mal, Argentina vai mal, se Robben vai mal, Holanda vai mal.

Contudo, não vejo mais aquela famosa estourada de bola para Ney, enquanto ele se virava contra 2 – 3 marcadores, vejo o time compacto jogando junto e para ele, dando opção.

Lógico que seria bom, fazer um amistoso sem ele, pois nem todo jogo poderemos contar com nosso craque.

Gostei da defesa titular, acho que as laterais estão fechadas na cabeça de Dunga, sobre a zaga, dúvida boa, Thiago, Gil, Miranda, Marquinhos e David disputam quatro vagas. Eu excluo David.

No meio, Luiz Gustavo me incomoda, mas continua bem, e sabe jogar, Elias foi bem contra a Argentina e irrelevante hoje, mas insistiria neles. Já na criação, Oscar parece que não nasceu para vestir a camisa da seleção, é um ótimo jogador, mas todos que entram ali fazem mais do que ele. Kaká, Everton e Coutinho estão melhores do que Oscar.

Já na frente, eu sei que a idade pode pesar, mas não dá pra ignorar que Tardelli tem feito ótima dupla com Neymar, além disso a movimentação do atacante do Galo, permite a aproximação dos meias. Tardelli pode não aguentar uma Copa do Mundo, mas por enquanto é inquestionável para mim, como parceiro de Neymar.

Acho que para uma seleção que acabou de tomar 7×1 (sim, não dá pra fingir que não houve), o início dessa nova fase está no caminho certo.

Ainda falta muita coisa, falta Dunga não repetir o que fez contra a Argentina, falta a seleção aprimorar suas jogadas e falta mais jogos cascudos.

Contudo, são assuntos que o tempo resolve, se Dunga e turminha acertarem as decisões.

E vocês, o que acharam desses jogos da seleção?

Te cuida Argentina!!

Dunguinha 17092014

Você viu a convocação da seleção para o superclássico das Américas e amistoso contra o Japão?

Eis a lista de Dunguinha paz e amor para esses jogos:

Goleiros: Jefferson (Botafogo) e Rafael (Napoli)

Laterais: Danilo (Porto), Dodô (Inter de Milão), Filipe Luis (Atlético de Madrid), Mario Fernandes (CSKA)

Zagueiros: David Luiz e Marquinhos (PSG) , Gil (Corinthians), Miranda (Atlético de Madrid)

Volantes: Elias (Corinthians), Fernandinho (Man. City), Luiz Gustavo (Wolfsburg), Ramires (Chelsea)

Meias: Oscar e Willian (Chelsea), Éverton Ribeiro e Ricardo Goulart (Cruzeiro), Coutinho (Liverpool)

Atacantes: Robinho (Santos), Diego Tardelli (Atlético-MG) e Neymar (Barcelona)

Basicamente, ele trocou as peças reservas nas laterais. Se na convocação passada Fabinho e Marcelo foram levados, nessa Mario Fernandes e Dodo.

Gosto de ambos, bons jogadores, ainda jovens e com potencial. Dunga ressaltou que a situação de Maicon é pontual e que se ele merecer com suas atuações pode voltar tranquilamente, mostrando que foi um ato de indisciplina simples e que serviu de bode expiatório para os outros entenderem. A única curiosidade que fica é se Mario Fernandes vai para seleção dessa vez?

Para quem não lembra, Mario em 2011 foi convocado por Mano e simplesmente recusou a seleção.

Curioso ver uma defesa formado por Marquinhos e Dodô, ambos oriundos da base do Corinthians, porém vendidos a preço de banana e agora destaques na Europa.

A permanência de Robinho indica que Hulk pode ter perdido sua vaga com Dunga. A explicação por email através do médico do clube, o retorno rápido do atleta, fez com que Dunga optasse por manter Robinho, mostrando que não engoliu muito a história da lesão.

Entre as ausências, Dunga falou apenas de Thiago Silva e explicou que como o retorno da lesão é recente, ele vai esperar para convocar o jogador.

Sobre as demais ausências, acho que as maiores expectativas ficam sobre o quarteto ofensivo do São Paulo. Acho que Dunga irá abrir espaço para eles, contudo ainda tem bastante tempo para isso e ele irá esperar o rendimento de todos durante esse período.

E vocês o que acharam? Quem chamariam?