Rapidinhas do Camisa 10 – 10.04.2013

teacher

Um sopro de sorte… O São Paulo vem tendo mais sorte do que juízo nessa Libertadores. Apesar da péssima campanha, o time ainda tem chance de classificação. Para melhorar, o time viu ontem o Galo ser garantido como o melhor primeiro colocado, o que faz o time mineiro jogar mais relaxado. O único problema é que mesmo que o tricolor paulista aproveite esse sopro de sorte e se classifique, ele irá pegar o Atlético nas oitavas. Sorte, mas nem tanto.

Você sabia… Que a última vez que um clube foi campeão da Libertadores terminando a fase de grupo como o melhor primeiro colocado foi em 1996? O “felizardo” foi o River Plate, será que o Galo acaba com essa “urucubaca”?

Bando de loucos e preocupados… Pelo menos por 4 semanas, os corintianos irão roer mais a unha do que no ano passado. Cássio sofreu uma fratura no punho esquerdo e para por 1 mês, até lá Julio Cesar assume o gol alvinegro. Inclusive, durante as oitavas da Libertadores. Como diria Galvão Bueno, haja coração!

Bom negócio? Falando em Júlio Cesar, o goleiro foi oferecido junto com outros jogadores (atacante Elton, lateral Ramom, volante William Arão e o meia Ramirez) para que o Corinthians contrate o zagueiro Dedé. Ainda não sei ao certo quem vai por empréstimo e quem vai em defitivo. Se apenas Ramirez for por empréstimo, acredito que seja um ótimo negócio para os dois, caso todos sejam por empréstimo, o Vasco precisa pelo menos de uma compensação financeira.

Do blog do Menon, no ‘Uol’: “Neymar é a nova Geni do futebol brasileiro. Não se torce para ele acertar, evoluir, decidir. Todas as energias são para que erre, estacione, falhe na hora agá. Não adianta, será assim mesmo que Neymar nos dê a Copa-14. E, se não ganhar, aqueles que adoram os Jorges Henriques da vida, dirão, sofregamente: ‘Eu não falei?’ É a aposta na mediocridade.” Não sei o que dizer, mas achei importante compartilhar

Será que agora resolve? Real e Dortmund já estão nas semis, mas passaram por tremendo susto ontem. O Real perdeu por 3×2 para o Galatasaray, apesar de ter vencido por 3×0 na Espanha, os merengues chegaram a estar perdendo por 3×1, tomou um tremendo sufoco do time turco, mas conseguiu classificar no final. Na Alemanha a história foi um pouco mais dramática, na partida de ida o Dortmund segurou o 0x0 contra o Málaga, chegou a estar perdendo por 2×1 até os 43 minutos do segundo tempo, mas com gols de Reus (aos 43) e Felipe Santana (aos 48), o time alemão se classificou e levou sua fanática torcida a loucura.

Mais um pouco de Champions… É bem provável que Bayern e Barcelona avancem para as semis também. E seria no mínimo espetacular se o sorteio desse Barça x Real em uma semi e Dortmund e Bayern na outra. Alemanha, Espanha e o mundo iriam para nesses dois duelos. Dignos de pedir dispensa do trabalho só para assistir.

Nossa maldita bancada da bola… É impressionante como faltam pessoas sérias gerenciando nosso esporte. A entrevista de Aldo Rebelo no Roda Viva na TV Cultura chega a ser deprimente, o ministro dos Esportes foge de todas as perguntas e prefere fazer campanhas populistas para justificar superfaturamento e o que será dos estádios onde o futebol é precário após a Copa.

A procura de uma sombra… Juvenal Juvêncio decidiu se mexer, dirigente-dono-treinador do São Paulo está no mercado a procura de um camisa 09. JJ acha que apenas um centroavante de renome poderá fazer Fabiano sossegar e estar presente nos jogos importantes do tricolor. Caiu a ficha do dirigente que no Sevilla Kanouté e Fabiano revezam com a “9” do time, e dessa forma o brasileiro teve sua passagem mais comportada. A receita vai ser a mesma no São Paulo.

Leitura obrigatória… Essa semana Casagrande lançou sua biografia. Escrita por Gilvan Ribeiro, Casagrande e seus demônios promete ser uma leitura dura de causar naúsea, mas obrigatória para as pessoas que gostam de exemplos de superação e coragem. Casagrande foi assim durante toda a vida, dentro e fora de campo.

Dúvida da semana… Joel vai conversar com o atacante americano Freddy Adu do Bahia em inglês?

Anúncios

Pìtacos: Atlético e Corinthians fazem jogo digno do programa “Quem fica em pé?”. No final Galo 100% e Corinthians sem nenhum ponto.

Hora de falar do jogo do Corinthians, apenas para explicar o título, o jogo não foi violento, mas foi recheado de faltas graças a péssima arbitragem de Wilton Sampaio. O árbitro de Brasília parou demais o jogo, irritou os jogadores, se perdeu em campo e expulso duas pessoas de maneira errada.

O jogo foi amarrado no meio de campo, o Galo por estar em casa tinha o domínio da posse de bola, mas as chances eram escassas.

O Atlético chegou com perigo em dois chutes um de André e outro de Mancini. Enquanto o Corinthians quando apareceu, apareceu com mais perigo, aliás se não fosse o momento Deivid do Elton, o clube paulista abriria o marcador.

Assim segui o primeiro tempo, arrastado e muito amarrado.

Veio o segundo tempo, e Cuca fez as alterações corretas, percebendo o nervosismo de Mancini e a inoperância de Dudu Cearense, o treinador colocou Escudero e promoveu a estréia de Junior Cesar.

E no segundo tempo, vieram os dois lances cruciais, no primeiro William recebeu boa bola nas costas da zaga e mandou uma bomba para o gol que foi prontamente tirada por Rafael Marques de ombro. Confesso que de primeira, tinha parecido muito pênalti para mim, mas depois olhando o lance com atenção, ficou claro que foi um lance limpo.

No lance seguinte, Réver curtindo uma de meia, lançou para Danilinho que deu um totó de cabeça para tirar Cássio da jogada, o goleiro que estava mal posicionado ficou apenas observando a bola entrar e decretar a vitória atleticana.

Pelo Corinthians, por mais curioso que possa ser, o time sofre do seu próprio pragmatismo, o elenco está tão coeso sobre o esquema tático, que o time não consegue criar variações táticas quando o time está atrás do marcador. Tite tornou o time refém de um esquema só. O time joga muito nesse esquema, mas só nesse esquema.

Pelo Galo, o time é esforçado, era bom trazer uma peça de criação para o time e compor melhor o elenco. Junior Cesar chega para ser titular. Mas seria bom olhar para o setor de meio de campo.

Veja também: No melhor jogo da rodada, Flamengo e Inter empatam em 3×3.

Pitacos da 01ª rodada do BR-2011

Galera do blog, o Brasileirão começou e nesse fim de semana, consegui acompanhar três jogos da primeira rodada. Vamos aos pitacos de cada um deles e aguardando as cornetadas de vocês.

Ceará 1×3 Vasco, o jogo, como todos que acompanhei, só teve “graça” no segundo tempo quando o Ceará abriu o marcador com o zagueiro Cléber e depois Bernardo resolveu vencer a partida pelo Vasco ao anotar dois gols e dar o passe para Jefférson fazer o terceiro.

Fica complicado fazer uma análise muito aprofundada dos dois times já que eles estão com a cabeça voltada para a Copa do Brasil, mas esse time do Vasco mostrou ser um time bem montado, Bernardo é um excelente jogador, Elton fez muito bem o trabalho de pivo e tirando o lance do gol, a defesa tomou poucos sustos. Pelo time cearense, ficou nítido que falta elenco para Vágner Mancini, o time precisará se reforçar com algumas peças para sobreviver ao Brasileirão.

Grêmio 1×2 Corinthians, outro jogo que teve o primeiro tempo apático e se não fosse o juizão aparecer, o jogo parecia condenado ao 0x0. Para mim, os dois pênaltis só são marcados aqui no Brasil, e o que mais incomoda é o teatro dos jogadores, no caso do Liédson ele foi tão bom ator que fez Lúcio acreditar que fez pênalti mesmo. Para mim, nada em nenhum dos lances, e do Liedson foi o mais “bem interpretado pelo ator”.

Pelo alvinegro, continua o problema crônico de criatividade, talvez Alex seja a solução mesmo, na minha opinião falta um zagueiro e um lateral esquerdo titular para fechar o time. De resto, o time precisará se entrosar rápido, já que o campeonato já começou. Pelo tricolor gaúcho, uma certa depedência excessiva de Douglas, o bom meia é o responsável por tudo que acontece com o Grêmio, se está bem marcado, o Grêmio não joga. O time precisa aproveitar mais as laterais e conseguir alguém para atuar ao lado de Douglas.

Fluminense 0x2 São Paulo, novamente um jogo com primeiro tempo pífio, contudo o São Paulo conseguiu abrir o marcado em ótima jogada de Dagoberto e foi só no primeiro tempo. No começo do segundo tempo, o time ampliou o marcador e a partir desse lance, foi jogo de um time só, o Fluminense ficou atordoado e o tricolor paulista não ampliou o marcador por uma “pitada de azar”. Dagoberto, Casemiro e Lucas foram nessa ordem os melhores da partida, do lado do Fluminense, não se assustem, Edinho foi o melhor em campo.

O São Paulo mostrou que parece ter superado o vendaval, mas pelas declarações, fica nítido que o grupo de jogadores está fechado pela vitória, mas não com o treinador. Não vejo o São Paulo precisando de reforços, o time é esse e o maior problema é a instabilidade do time, se jogar como o segundo tempo de ontem é favorito ao título se jogar como no primeiro tempo não pega nem Sulamericana. Nas laranjeiras, Abelão precisa chegar logo e fazer um tratamento de choque no time, os jogadores estão apáticos, Conca não veio a campo em 2011 ainda. Daqui a pouco, os matemáticos irão fazer novas previsões, e um dia eles acertam, hein.

Olhando os resultados, Atlético-GO e Figueirense foram as surpresas para mim, obtiveram vitórias inesperadas.

E vocês o que acharam da primeira rodada?

3ª Rodada do Brasileião!

Galera do blog mais querido, a terceira rodada do Brasileirão terminou. O Corinthians segue na liderança com 100% de aproveitamento, enquanto na parte debaixo, o Goiás segue sem marcar nenhum um ponto. Não consegui acompanhar nenhum jogo no Sábado, em compensação no Domingo assisti aos dois jogos da TV, primeiro Inter x São Paulo e depois Avaí x Vasco, confesso que prefereria ter visto ao contrário. Seguem os comentários:

Internacional 0 x 2 São Paulo: O São Paulo foi eficiente, não jogou melhor que o Colorado, mas soube aproveitar as poucas chances que criou. O Inter jogou a maior parte do tempo sem o “provável” time titular, mas já ficou claro que será um grande duelo pela smifinal da Libertadores, pena que vai demorar tanto.

No primeiro tempo, o jogo começou truncado, muita marcação no meio de campo e consequentemente muitos passes errados. Nos primeiros trinta minutos, o principal lance foi a fisgada que Miranda sentiu e deu lugar a Xandão. Só na parte final que o Inter começou a fazer Ceni trabalhar. Contudo, o tricolor que abriu o marcador, Hernanes cobrou a falta na barreira, a bola voltou para o seu pé, o camisa 10 não pegou em cheio no rebote, mas foi devagarinho no canto e surpreendeu a todos. Resultado, falha de Abbondazieri e 1×0 São Paulo. Assim os times foram para o vestiário.

Na etapa complementar, o Inter voltou mais agressivo na vontade de atacar, tanto que Ceni teve que mostrar o que sabe embaixo das traves, aliás o camisa 01 tricolor está em grande fase nesse primeiro semestre. Mas assim como na primeira etapa e nos dois jogos contra o Cruzeiro, o tricolor soube novamente liquidar a partida em um contra ataque muito bem encaixado. Dagoberto carregou a bola pela esquerda, tocou livre para Hernanes que na linha de fundo só teve o trabalho de levantar a cabeça e tocar para Fernandão dentro da pequena área só empurrar para o fundo da rede. O jogador em respeito ao Inter não quis comemorar muito, mas o time do Sâo Paulo em peso foi para cima do jogador comemorar.

Dessa forma, o tricolor vence mais uma, o time titular segue a rotina de não tomar gols. o trio Hernanes-Dagoberto-Fernandão tem funcionado muito bem, enquanto Alex Silva e Ceni estão sendo dois monstros na defesa. O São Paulo está longe de apresentar um futebol tão bonito quanto o do Santos, mas já não mais aquele futebol burocrático duro de assistir.

Avaí 2 x 0 Vasco: O jogo foi complicado de assistir, primeiro por que a qualidade dos dois times é fraca e segundo porque a chuva que tomou conta do Ressacada agravou isso. A diferença no placar foi exclusivamente o conjunto, o Avaí está com uma série de desfalques, mas tem padrão de jogo e organização tática, enquanto o Vasco é um amontoado de gente correndo atrás de uma bola.

No primeiro tempo, o time vascaíno dominava as ações no meio de campo, mesmo jogando com quatro volantes no meio e mais um como lateral direito, o time partia bem para o ataque, ora com Léo Gago, ora com Souza. Philippe Coutinho estava mais acordado, porém Élton estava afim de perder todas as chances de gol. Essas chances desperdiçadas, contaram também com a boa atuação do jovem goleiro Renan que jogou muito bem. De tanto, Élton jogar fora as oportunidades, o Vasco foi castigado aos 27 minutos, em uma presepada da defesa, a bola sobrou tranquila sem ninguém na frente para Roberto bater firme e abrir o marcador para os donos da casa. A primeira etapa, seguiu com Élton jogando fora as chances e o Avaí tentou achar um bom contra ataque.

Roth colocou mais um atacante em campo, recuando um pouco mais Coutinho para o meio. O panorama não mudou, continuou o Vasco sendo mais presente no ataque e o Avaí mais perigoso. Na verdade, a única mudança no Vasco, foi que Élton ganhou um companheiro para perder gols com ele, Rafael Coelho em um lance daqueles inacreditáveis, perdeu um gol sem goleiro. E assim, seguia o segundo tempo, da mesma forma como terminou a primeira etapa. Contudo aos 46 do segundo tempo, o Avaí encontrou o tal bom contra ataque, em boa trama dos atacantes, Robson que havia substituído Roberto apareceu livre pela direita, seu chute ainda contou com o desvio de Dedé antes de morrer no fundo da rede, dando números finais a partida.

Para os dois times, o melhor seria o intervalo da Copa chegar logo, para os catarinenses seria o tempo necessário para recuperar os desfalques, enquanto para o Vasco era a chance de Roth botar ordem na casa.

Feriado de Futebol!!

Galera, ontem como era feriado dava pra ficar vendo futebol o dia todo, veja alguns que acompanhei:

Vasco 2 x 1 Corinthians-PR: O Vasco jogou muito mal, o time até começou pressionando a filial do time alvinegro paulista, e logo abriu o marcador com Elton, porém o gol criou um comodismo no time vascaíno que por certos momentos conseguiu tirar do sério até que não torcia para nenhum dos times envolvidos no jogos. No final, o time conseguiu sair vencedor, mas a torcida continua com um pé atrás em relação ao time.

No primeiro tempo, o Vasco pressionou até marcar o primeiro gol, depois disso o jogo se tornou moroso, Coutinho e Dodô pareciam cansados, com uma tonelada de cimento na chuteira, Carlos Alberto se mostrava um pouco mais disposto, mas nada que desse orgulho de ver.

No segundo tempo, o treinador vascaíno promoveu duas mudanças que visavam acordar o time, mas parecia que o “padrão tático” do dia era a sonolência, O Corinthians resolveu começar a acordar e mesmo sem muita vontade conseguiu empatar a partida aos 26 do segundo tempo com Leandro. Só a partir daí o Vasco começou a despertar e foi marcar o gol que carimbou o time para a próxima fase aos 42 com Carlos Alberto. Muito trabalho pela frente em São Januário, elenco existe, falta dar forma a ele.

Guarani 3 x 2 Santos: Quando o Guarani fez o primeiro gol, pensei comigo: Só faltam 06!! Transferi esse pensamento para a cabeça dos jogadores do Guarani e aí entendi porque o jogo pareceu Solteiros X Casados.

O time santista entrou apenas com Felipe no gol e André no ataque dos considerados titulares, além disso a sensação de que o jogo era mera formalidade fez com que o jogo tivesse uma dinâmica lenta, e dessa forma ele foi conduzido até o final do primeiro tempo, terminando em 0x0.

Acho que no intervalo, Waguinho Dias, treinador do Bugre, teve ter dito: “Vamos tentar apenas ganhar a partida!”, já que os jogadores voltaram um pouco mais dispostos, e o resultado foi visto logo no início da etapa complementar, Da Silva abriu o marcador para o time de Campinas, imediatamente o alvinegro praiano respondeu com uma bela falta de Breitner que empatou a partida. O Santos chegou a virar a partida, mas o atacante Richard Falcão entrou no segundo tempo e foi o nome do Guarani ao marcar os dois gols que deram a vitória do Guarani.

Para o Santos, o jogo serviu para testar alguns reservas, para o Guarani, no final, a vitória valeu como prêmio de consolação.

São Paulo 1 x 0 Once Caldas: O tricolor paulista começou o jogo muito bem, pressionou o time colombiano e não deu espaço para o time respirar, o gol saiu apenas no final da primeira etapa, mas foi decisivo para dar números finais, já que na segunda etapa, o time do Morumbi voltou a jogar como na segunda partida contra o Santos, de forma bizonha.

O São Paulo entrou com a formação que considero a ideal, apenas colocaria um lateral esquerdo de verdade na defesa. O que mais me agrada nessa formação é a mobilidade do trio ofensivo, e foram eles os destaques da primeira etapa. Fernandinho, Dagoberto e Marlos pressionaram muito a defesa colombiana e articulavam boas jogadas no ataque, às vezes havia um certo exagero no drible, principalmente oriundo de Marlos. E foi esse trio que criou a jogada do gol, Dagoberto lançou Marlos que ganhou do zagueiro e meio que sem querer tocou para Fernandinho fuzilar o gol colombiano e levar os 50.000 torcedores a loucura no Morumbi.

No segundo tempo, o Once Caldas voltou mais ligado e começou a assustar o São Paulo, foi quando Ricardo Gomes teve a “brilhante idéia” de tirar Fernandinho e colocar Jean, essa mudança fez o time colombiano pressionar ainda mais o São Paulo. Merecidamente, o técnico foi ovacionado pelo coro de “Burro!” por boa parte da torcida, Gomes percebeu o erro, o que prova que ele não é tão burro, e tirou Jorge Wagner para dar uma oportunidade a Washington, a mudança surtiu efeito muito mais no sentido de segurar alguns jogadores colombianos na defesa.

O jogo seguiu com uma leve pressão colombiana, contra alguns contra-ataques desperdiçados por uma certa “fome” excessiva de Marlos. Contudo o São Paulo tem tudo para na pior das hipóteses ser o segundo melhor primeiro colocado, o time ainda não convenceu, mas fez um trabalho extremamente eficiente na fase de grupos.

Essa Nau vai longe!!

Assim como no ano passado falei muito bem do Atlético-MG e o time foi bem durante o ano todo faltando apenas um fôlego ao final do campeonato, para esse ano olhando no papel o time que para mim terá tudo para surpreender é o Vasco da Gama.

Sei que é fácil falar após a vitória acachapante que o time aplicou no clássico contra o Botafogo, mas para quem acompanhou em matérias anteriores, sabia que eu sempre apostei neste time do Vasco, principalmente pela excelente reposição que o time fez.

O time começou perdendo seu comandante, o excelente Dorival Junior e repôs muito bem trouxe Vagner Mancini. na minha opinião, um ótimo técnico que com tempo e apoio fará um excelente trabalho.

Na defesa, o time manteve o bom goleiro Fernando Prass, perdeu seus dois bons laterais, mas trouxe Elder Granja e o ótimo Márcio Careca além de manter Fágner no time, para a zaga trouxe Gustavo e Thiago Martinelli, bons zagueiros que não vinham sendo aproveitados, mas que ajudarão e muito o time vascaíno.

O meio campo para mim é onde o Vasco montou um excelente time, trouxe os excelentes volantes Rafael Carioca (ex-Grêmio) e Léo Gago (ex-Avai) que junto de Souza e Carlos Alberto montam um meio de campo de dar respeito.

Na frente o menino Philippe Coutinho vem mostrando cada vez mais que a Inter de Milão fez certo em investir tão cedo nele, apesar do time ter perdido as promessas Alan Kardec e Alex Teixeira, a permanência de Elton e a chegada de Rafael Coelho e Dodô tornam o time cruzmaltino respeitável.

Como sempre aposto no Galo esse ano também, mas que o Vasco também fará barulho isso fará!
Confiram os seis gols da vitória do Vasco sobre o rival Botafogo.