Rapidinhas do Camisa 10 – 14.11.2012

Imagem

Algo de errado na comida… O diretor Zinho (adoro a piada pronta…) disse que o Flamengo tem tudo para terminar como o segundo melhor carioca do campeonato e que além disso mais três/quatro reforços o time estará pronto para 2013. Sinceramente desconfio que o cozinheiro do Flamengo é o Gargamel, pois só muito chá de cogumelo para alguém sair dizendo isso e realmente acreditar. O time no máximo passa o Vasco, o que será difícil, e o time quase inteiro precisa ser reformulado. É querer enganar torcedor alienado.

Ainda não aprenderam.. Outro time que parece não compreender o que acontece dentro do próprio clube é o Palmeiras. César Sampaio veio a público dizer que o time ainda não pensou em nenhum planejamento, pois vai esperar a definição de qual divisão o time irá disputar. Alguém precisa explicar para o Sampaio que é possível traçar dois planejamentos para já ir executando e ganhando tempo. Por exemplo, a lista de dispensa já deveria estar pronta. Nomes que poderão compor o elenco também. O melhor é esperar para decidir na hora, as opções serão….. as que sobrarem..

Segunda chance… Se Palmeiras e Flamengo parecem alienados, o Vasco parece decidido a se dar uma segunda chance. O time acabou de fechar com Ricardo Gomes o cargo de diretor técnico, ele terá participação na formação do elenco e poderá contribuir no desenvolvimento do trabalho do time junto de Gaúcho que será oficializado como auxiliar técnico. O time ganha uma chance de dar continuidade ao trabalho que foi interrompido por um AVC após a conquista da Copa do Brasil. A parceria Gomes & Vasco tem tudo para dar certo.

De um jeito ou de outro… Quem parece não querer mais segunda chance é Alexandre Pato. O jogador após ter uma excelente temporada de estréia, resolveu praticamente não jogar mais devido as lesões e agora que elas parecem ter dado um descanso, ele resolveu isolar um pênalti e deixar a torcida revoltada. Pato parece precisar respirar novos ares, o problema é querer buscar esse novo ar de forma artificial. O tubo de oxigênio oriundo de Itaquera parece ter feito o menino gostar da idéia de experimentar novos ares.

Qual o real tamanho dele? Outro que já tem data para respirar novos ares é Ganso, sua estréia foi confirmada para o próximo domingo diante do Naútico dentro do Morumbi. A expectativa em torno de Ganso será enorme daqui para frente, será que voltará a ser o grande jogador que todo mundo enxerga nele ou será mais um que ficou pelo caminho. Acredito que o São Paulo fez uma grande contratação e que a principal lesão de Ganso eram os problemas extracampos, principalmente a cisma da DIS que o Santos que separou a dupla Ganso – Neymar.

A pior entrevista… Richarlyson protagonizou a entrevista do fim de semana, quando no final da partida do seu time contra o Vasco foi entrevistado pela reportagem do Sportv. No início da reportagem, o Galo ainda tinha chances de brigar pelo campeonato já que o Flu apenas empatava, mas no meio da entrevista, Fred marca o terceiro gol decreta a vitória tricolor, define o campeonato paulista e faz o jogador do Atlético-MG sair visivelmente frustado da entrevista. Pelo menos, ainda vemos um pouco de coração e comprometimento com o time em alguns casos, já que vemos tantas entrevistas egoístas sem o menor amor ao clube que atua.

Ainda não é um Adriano… Balotelli continua aprontando pela Inglaterra. Insatisfeito com a reserva, o jogador ainda aproveitando as festas por mais tempo do que deveria nas vésperas do jogo, deixando Roberto Mancini cada vez mais descontente com o polêmico atacante. Super Mario é outro que precisa realmente decidir o que quer da vida, talento ele tem de sobra e seria atacante titular de qualquer time do mundo hoje em dia, mas precisa querer fazer isso. Ou teremos um substituto ideal para o Imperador no futebol.

Algo não cheira bem… A saída de Renê Simões ainda não foi muito bem esclarecida, principalmente porque após a nota oficial, alguns dos envolvidos deram entrevistas e muitas frases com informações nas entrelinhas foram ditas. Sinceramente, a distância parece ter um certo protecionismo dentro da base tricolor, Renê sempre pareceu um profissional de enorme caráter, sua saída foi repentina e após um curto período nesse novo desafio, acho que JJ precisa ficar um pouco sóbrio para tirar algumas peças viciadas desse jogo.

A culpa é do zagueiro! Mano Menezes parece decidido a procurar confusão. Depois de todo apelo popular pela convocação de Fred e Cavalieri, eis que o treinador cede e traz os dois jogadores alegrando a massa. Só que o treinador resolveu convocar Durval para a seleção. Respeito a história construída pela único jogador decacampeão consecutivo estadual, mas não é um jogador de seleção brasileira hoje com 32 anos. Existem alguns zagueiros que com mais perfil para serem levados nesse momento do que Durval. Mano gosta de brincar com fogo.

Você sabia que… por enquanto, Atlético-GO e Figueirense já cairam para a Série B, assim como só Goiás garantiu o acesso para a elite. Ipatinga e Barueri desceram da B para a C. Chapecoense, Icasa, Paysandu e Oeste subiram para a Série B, enquanto Salgueiro, Guarany de Sobral, Santo André e Tupi foram para a D. E para fechar Sampaio Correa, CRAC, Baraunas e Mogi Mirim irão conquistarão o acesso a Série C no próximo ano. Falta pouco para esse vai e vem acabar.

Dúvida da semana. Entre Santos, Galo e Fluminense quem será que vai ligar as caixas de som à toa por causa do leilão Assis?

Anúncios

Pitacos: Isso é Libertadores!!

Ontem foi dia de entender porque a Libertadores é tão diferente dos outros campeonatos.

Consegui acompanhar na íntegra os jogos de Santos e Corinthians.

No jogo do Santos, o time da Vila parecia estar na praia. Quase não sentiu os efeitos da altitude e atropelou o The Strongest em campo. Tanto que abriu o marcador na bola parada. Ganso cruzou e Neymar desviou, o goleiro que estava no meio do caminho deu rebote e Henrique só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

Depois do gol, o Santos resolveu tirar um pouco o pé e aí o time boliviano cresceu. Na Libertadores não se pode dar chance ao adversário, porque normalmente ele vai fazer gol nessa chance.

E ainda no primeiro tempo, o The Strongest chegou ao empate. Em cruzamento na área, a defesa ficou olhando e Cristaldo só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

O primeiro tempo continuou aberto com algumas chances para os dois lados, mas acabou empatado.

Veio o segundo tempo e o Santos massacrou o time boliviano, criou inúmeras chances, mas não esperava encontrar Neymar em uma tarde “normal”. O atacante perdeu três boas oportunidades e Elano jogou uma bola caprichosamente na trave. Eu desconfio que foi na Libertadores que surgiu o ditado “quem não faz, toma”.

Pois já nos acréscimos, o The Strongest chegou a virada em cobrança de escanteio. Uma derrota considerada normal, porém, diante das circunstâncias do jogo, três pontos jogados fora.

Individualmente, destaque positivo para Ganso, Ibson e Henrique. Negativo, para Pará e Durval.

Depois foi a vez de ver o Corinthians jogar.

E o Corinthians começou igual ao Santos, se sentindo no Pacaembu. O time dominou as ações e mostrou sua maior característica, a marcação por pressão. Contudo, o time não criava chances reais, apenas Alessandro chegava bem.

E de repente, em um lance casual, na cobrança de um lateral, Chicão e Julio Cesar não se entenderam e Herrera que não tinha nada a ver com isso ganhou um gol de presente. O Táchira fazia 1×0 com 20 minutos de jogo no seu primeiro ataque.

O gol parece ter despertado o fantasma da Libertadores no time corintiano que passou a errar muito os passes próximo da área adversária. O Táchira aproveitou e arrastou o primeiro tempo até o seu final.

Veio o segundo tempo e nada mudou. Tite trocou 6 por meia dúzia, mas era o que ele podia fazer. O time sofria muito com a catimba venezuelana, mas não pode reclamar da sorte. Em lance dificílimo, o bandeira anulou um gol do Táchira. Que com certeza, 9 entre 10 bandeiras marcariam. Sorte do Corinthians em ter o bandeira certo ao seu lado.

Mesmo assim, o jogo foi se arrastando até o final. E a Libertadores deu mais um sinal que como ela é. No último lance, quando o Corinthians já não merecia mais o resultado, a bola foi alçada na área e encontrou Ralf para testar para o fundo das redes. Era o empate com sabor de vitória para o Corinthians.

Destaque positivo do Corinthians, Chicão, Alessandro e Ralf. Negativo, Liédson, Danilo e Jorge Henrique, ambos foram engolidos pela marcação venezuelana.

Pitacos: Santos 2×1 Corinthians

Galera do blog, ontem acompanhei a final do paulista, que terminou com a vitória de 2×1 para o Santos.

Durante a partida, aliás durante os 180 minutos da final, o Santos dominou todas as ações do jogo, foi superior ao Corintians e construiu o resultado de forma tranquila.

Do lado santista, reforço o que disse em posts passados, a chegada de Muricy mudou o time do Santos em pouco tempo, o treinador parece ter conseguido conciliar a forma compacta que ele gosta de ver o time jogar com o DNA ofensivo do Santos. Resultado disso, que o time do Santos quase não tem levado gols desde a chegada do técnico, aliás o de ontem foi muito mais por relaxamento do que mérito do adversário.

Individualmente, a dupla de zaga santista fez um partidaço ontem, Durval parecia zagueiro de seleção, Arouca foi o craque da partida, Adriano tem jogado muita bola e Neymar foi discreto para o que se espera dele, mas foi decisivo como os grandes craques devem ser nas partidas importantes. Confesso que estou impressionado com a maturidade de Neymar em 2011, o moleque mimado ainda tem suas crises, mas parece mais preparado para o jogo coletivo.

Do lado corintiano, o time até que fez uma boa partida dentro das suas limitações, mas é evidente que o time precisa de reforços para começar na linha de frente, com as saídas de Dentinho e Bruno César, e o “sumiço” de Jorge Henrique, o alvinegro precisa trazer um ataque titular inteiro. A chegada de Alex é ótima, mas o time precisa de mais. Do meio para trás também, o time é esforçado simplesmente, Fábio Santos, Castan e Paulinho são ótimos para compor elenco, não para titulares. Alessandro não tem reserva, e Júlio César é um bom goleiro, mas não o titular da meta corintiana, goleiro de verdade não faz defesas mirabolantes em algumas partidas, faz defesa fundamental em jogo decisivo.

Em resumo, o Corinthians precisa passar por uma reformulação, e toda reformulação precisa de tempo, isso que a torcida precisa entender. O objetivo do Corinthians esse ano será se classificar na Libertadores, enquanto o do Santos é disputar o título do Brasileirão, aliás na quarta-feira faço uma análise dos times na Série A.

Parabéns Santos!!

Pranchetando o Santos

Galera do blog, resolvi mais uma vez me meter a besta e analisar algum time, dessa vez vamos falar um pouco do time sensação, o Santos. Veja ao meu ver como é a disposição tática do time da Vila:

Vendo a maneira como o time joga, já notamos algumas diferenças do que atualmente acontece, ao meu ver o time do Santos espalha mais seus jogadores em campo, mais ou menos como aquela história do piloto que aproveita a pista toda.

Uma das maiores vantagens para mim desse time, está no banco, Dorival Junior é um dos grandes responsáveis por esse encanto que o time tem provocado, e tudo isso por uma frase dita desde de que me entendo por gente no futebol, “A melhor defesa é o ataque!”.

Dorival é inteligente e percebeu que o time do Santos não possui em seu elenco jogadores de grande capacidade defensivamente, portanto aproveitou o impeto ofensivo da molecada e criou uma blitz na própria defesa adversária e é isso que faz o Santos funcionar, mesmo assim quando o time é atacado a recomposição defensiva é muito rápida, graças a leveza dos seus jogadores de meio.

E é no meio que está uma das principais peças dessa engrenagem santista, trata-se do menino Wesley, o garoto que joga com a camisa 05, tem papel fundamental no time, quando ele ataca, ele vira um ponta na direita, principalmente para ocupar o espaço que normalmente as defesas adversárias deixam daquele lado. Esse espaço é deixado, porque quando o time joga com Neymar e Robinho abertos nas pontas, quase sempre aquele que estiver no lado direito carrega a marcação dupla do lateral e do zagueiro, criando uma avenida para Wesley subir.

O menino tem liberdade para atacar, pois o lateral direito foi sabiamente improvisado por Dorival, é Roberto Brum que não sobe e sabe cobrir bem o espaço deixado por Wesley já que Brum é volante de origem. Quando precisa defender, Wesley volta rapidamente para cobrir o avanço do armador adversário, enquanto Arouca já faz a proteção junto com Brum.

Além disso na frente, mesmo quando Robinho ou Neymar estão ausentes, Marquinhos ou Madson podem entrar, junta-se a isso a inteligência de Ganso que sabe quando está bem marcado e leva seu marcador para longe deixando um buraco para Marquinhos jogar.

O maior problema do Santos ainda está na defesa, devido ao impeto ofensivo, quando um adversário consegue acertar um bom contra ataque, principalmente pelo lado esquerdo, encontra a defesa santista no homem a homem, e mesmo sendo uma dupla experiente, dá sinais que só a experiência não basta.

De qualquer forma, no último jogo do Santos, Dorival mostrou o quanto ele escolta seu time no poder ofensivo que ele tem, o jogo estava 4×1 para o Santos quando ele resolveu tirar um volante para colocar um atacante, quando o Santos ampliou para 5×1, ele tirou um lateral-esquerdo e colocou um meia-atacante e para terminar quando o time vencia por 6×1 ele fez a última substituição, tirando um zagueiro para colocar um volante.

Ou seja, o Santo terminou a partida, com 01 goleiro, 01 zagueiro, 03 volantes, 03 meias e 03 atacantes. Resultado para quem não lembra, 09 x 01. Apenas para evitar os comentários de sempre, pode ser que não era um grande time, mas que eu me lembre nenhum time esse ano chegou perto de tal marca. São 19 jogos e 61 gols, mas de três por partida.

Pelo jeito a velha máxima tem funcionado, “A melhor defesa é o ataque!!”

Especulações do Mercado da Bola, de novo!!

Abaixo, seguem como anda alguns clubes e suas especulações:

Após a chegade de Luxa, a primeira contratação foi Leandro, lateral esquerdo que trabalhou com Luxa no Palmeiras, para a Massa Atleticana só de não ver mais Thiago Feltri naquele setor já é um alívio. Kalil quer trazer mais três reforços, sendo que o principal é alguém para fazer dupla com Tardelli, já que Éder Luis deve ser negociado.

Pelo alvinegro, o time ainda comemora a permanência na elite do futebol, mas viu seu zagueiro-artilheiro-capitã0 dar adeus, o time corre atrás de Antonio Carlos do Furacão, além de Dodô que pode reaparecer no time, após cumprir suspensão.

Pelo Corinthians a velha guarda já está fechada, Tcheco, Iarley, Roberto Carlos, Ralf, e Danilo chegam para dar experiência ao grupo. O time também está prestes a fechar com o polivalente Moacir e ainda quer um zagueiro e mais um lateral direito.

A grande contratação do Cruzeiro, está esperando a contra-prova para ser confirmado, além disso Alex Silva também está nos sonhos da Raposa.

O campeão brasileiro já começa a pensar em substitutos para o Imperador, amigos próximos já disseram que Adriano já marcou a festa de despedida da Vila Cruzeiro. Os nomes pretendidos são de Kléber Gladiador ou Vagner Love. A única certeza do time é saída de Airton para o Benfica, o jogador já viajou para realizar os exames médicos e assinar o contrato.

O maior desafio é manter o time que terminou o ano, por enquanto o time deseja apenas o lateral esquerdo Julio Cesar do Goiás.

Após todas aquelas especulações sobre trazer os jogadores do São Paulo, o ritmo no Olímpico esfriou, agora Silas indicou Marquinhos, com quem trabalho no Avaí.

Do lado Colorado, Fossati foi anunciado como treinador, acho que terá tudo para dar certo, uma vantagem é o fato dele falar o nosso idioma tranquilamente. Além disso, o Inter trouxe na minha opinião, o melhor jogador do Barueri, Thiago Humberto. Falta apenas um camisa 09 do tamanho da história do Inter.

Muricy sonha com Conca e Kléber Gladiador, mas será só sonho mesmo. Para a realidade de Muriçoca, surgem, Manoel, zagueiro do Atlético Paranaense, Muriqui, atacante do Avaí, e Valdívia, que está na Arábia, além de Rodrigo, o zagueiro não fará mais parte do elenco tricolor e ficará entre Corinthians e Palmeiras.

Dorival já chegou dando as cartas é a primeira novidade deve ser Macnelly Torres, o bom meia do Colo-colo. Dorival quer trazer Eltinho, lateral esquerdo do Avaí que fez um ótimo campeonato e me causava estranheza ninguém ter ido atrás do menino, Durval do Sport e Rafael Coelho do Figueirense.

Em 2010, Léo Lima, Xandão, André Luiz e Fernandinho já estão certos. Os Paraíbas ainda precisam assinar o contrato, além da batalha nos bastidores com o time do Goiás para ter Fernandão e Vitor. No setor de repatriação, Breno e Cicinho parecem estar mais próximos do que se imagina.

Para mim, o Vasco é o time que melhor contratou até agora, trouxe um técnico capaz de dar sequência ao trabalho de Dorival e já fechou com as seguintes peças: Elder Granja, Leo Gago, Jumar, Caíque, Geovani, Gustavo, e Marcio Careca. O time precisa ainda de um zagueiro e dois atacantes para fechar o elenco. Boto muita fé nesse time do Vasco.