A estrela e as estrelas…

146500-futebol_brasileiro1

Ao que tudo indica esse Brasileirão será decidido pela estrela. E não estou dizendo daquele jogador que tem status de diferente, de acima da média, de Seedorf e Alex por exemplo. Estou falando de estrela daquele conceito futebolístico que se mistura muito com sorte ou com aquele algo a mais que um time campeão acaba tendo.

Eu sei que você dirá então, que olhando dessa forma, é lógico que a estrela decidirá o campeão, já que ele “é pré-requisito” para que o clube conquiste o título a diferença é como elas estão se apresentando nos candidatos ao título.

Começamos pelo Cruzeiro, o qual digno que “as estrelas” decidirão pelo clube mineiro. O time celeste que optou por montar um elenco forte sem um destaque principal, vem colhendo frutos por isso. Quando não é a estrela de Everton Ribeiro que brilha, é a de Lucas Silva, é de Borges, é de Julio Baptista, ontem foi a do William, amanhã pode ser Dagoberto, Luan, Nilton, Dedé, Fábio, Ricardo Goulart, ou qualquer outra peça do elenco.

Cruzeiro optou por uma das máximas do futebol, só com o elenco forte é capaz de disputar o título e Marcelo Oliveira tem conseguido dentro de um padrão tático muito bem definido, misturar e revezar essas peças buscando o melhor aproveitamento sempre. O certo é que ultimamente o Cruzeiro ganha e os outros que corram atrás.

O mais perto nessa corrida é o Botafogo. E o Botafogo que recebe a alcunha de estrela solitária conseguiu reverter nesse campeonato uma outra alcunha que o segue. “Tem coisas que só acontecem com o Botafogo”, essa alcunha parece revertida, se antes situações prejudiciais aconteciam ao Botafogo em momentos cruciais, por enquanto o contrário tem sido mais constante. Basta lembrar que as duas últimas partidas, o time venceu com um gol no final do jogo.

E essa estrela que ilumina o time como um todo e não sobre um jogador específico em determinadas partidas que pode levar o Botafogo ao título. Estrela que também tem iluminado a juventude do time, seja com Vitinho, com Hyuri ou até mesmo com o menino Elias. O que seria motivo de preocupação para muito times, no Botafogo a fórmula tem funcionado muito bem.

E por último o Grêmio que apesar de não agradar a todos e praticar um futebol mais pragmático, o time também está por perto. E como carrega a alcunha de imortal, todo gremista acredita que a força da sua estrela está no seu brilho durar mais do que as duas anteriores. Algo como, a sua é mais bonita e mais forte, mas vai acabar mais rápido do que a minha.

O time que resgatou o ídolo Renato Portaluppi para o comando do time, sabia que ele também resgataria o estilo de jogo que tornou o time vencedor na década de 80. Um time aguerrido, com muita força e que vende caro qualquer derrota. Individualmente tem mais peças acima da média do que os rivais. Dida, Elano, Zé Roberto, Kleber, Vargas e Barcos compõe esse esquadrão que espera no final ter mais pilha na estrela do que seus rivais.

Apesar de achar justo e gostar dos três times, minha torcida está para toda aúrea que gira sobre o Botafogo nesse ano.

Rapidinhas do Camisa 10 – 03.10.2012

Chega de luto… O Flamengo resolveu dar mais uma chance para Adriano logo após uma entrevista onde eles perguntaram quem são seus exemplos. O Imperador disse que era a Hebe, Bob Marley, Garrincha, seu pai e Niemeyer. Como mais nenhum deles irá morrer, Adriano não terá mais nenhuma crise que justifique sua falta.

Qual o limite? Faixa com protesto no Aflitos, confusão no Couto Pereira e uma tremenda falta de bom senso na TV. O problema não está na manifestação individual, mas sim na falta de educação de um povo. O povo brasileiro é mal educado e acha que se esconder na paixão de um time, é desculpa para qualquer barbaridade.

Um problema social.. Fred resolveu usar o twitter para desabafar sobre os problemas com sua BMW X6 e lançou a hashtag #bmwnuncamais. Logicamente, o desabafo virou piada. Incluindo a sugestão para Fred trocar por uma Mercedes de 38 assentos, um motorista e um cobrador que é muito melhor.

Presente de turco… O treinador do Fenerbahce decidiu tornar a vida do craque Alex Cabeção um inferno. Primeiro começou a exigir um posicionamento diferente e depois começou a colocá-lo no banco. Resultado, Alex reincidiu o contrato e deixou o treinador mais tranquilo. O treinador é o maior artilheiro da história do Fener, com o afastamento acabou a preocupação dele. Palmeiras e Coritiba agradecem.

Era só uma brincadeira… Acho que Tite levou a sério a brincadeira de Sheik com o VJ da MTV. Após o atacante deixar a entender que seria melhor o descanso para o mundial, o treinador deu um recado bem claro para Sheik: “Agora é pau dentro!”. O VJ que se cuide.

Pequenos gestos que engrandecem o futebol… Klose mostrou uma atitude que sem querer ser pessimista, mas acho que não verei outro jogador fazer. Era um clássico italiano entre Napoli e Lazio, logo aos 03 minutos Klose instintivamente usou a mão para colocar a bola no fundo das redes, ninguém viu, o juiz validou, porém o atacante prontamente se acusou para o árbitro e o lance foi anulado. Sabe o que mais seu time perdeu 3×0 e essa foi a segunda vez na carreira que ele fez isso.

Vovôs x Garotos. Entre nossas famosas seleções, neste campeonato esse duelo seria bem interessante. Seedorf, Deco, Marcos Assunção, Juninho Pernambucano, Rogério Ceni, Dida, Zé Roberto, Zidanilo, estão gastando a bola e mostrando que Sérgio Reis sempre esteve certo.

Um passo importante para a calmaria… O Palmeiras deu um passo importante para a melhoria no “ambiente interno”. Foi aprovado o direito a todos os associados do clube o direito a voto, dessa forma o conchavo entre os conselheiros perde força e a chance de um candidato que deixe o Palmeiras livre de problemas internos aumenta.

Acabou a maldição!! E não é que os Meninos da Vila chutaram para longe a maldição dos Centenários. Conseguiram faturar a inestimada Recopa Sulamericana após bater a Universidad do Chile por 2×0 na Vila Belmiro, o primeiro jogo tinha sido 0x0. Pronto, os próximos times já podem ficar mais tranquilos.

Está ficando difícil para o Galo.. O cenário das últimas rodadas indica que o Flu vencerá com algumas rodadas de antecedência. O tricolor carioca parece não se abalar durante o campeonato, enquanto todo mundo oscila, inclusive o Galo nesse momento, o time de Fred e cia segue firme sem encantar, mas vencendo quase sempre.

Dúvida da semana. Com Ganso e Luis Fabiano no time, o São Paulo deveria cobrar ingresso para visitar o Reffis?

Pitacos: Fator casa fundamental para a melhor rodada do Brasileirão.

Galera do blog, a décima oitava rodada acabou com 29 gols (média de 2,9 por partida). Foram 09 vitórias dos mandantes e apenas 01 empate. Uma rodada com dois jogaços (Santos x Corinthians e Atlético-MG x Botafogo), duas goleadas e a sensação de que o Brasileirão começou a pegar agora, uma pena.

O sábado começou com o Fluminense recheado de desfalques enfrentando o Sport, mesmo assim o time carioca buscou a vitória que só veio aos 37 do segundo tempo, depois de Magrão ter feito tudo que podia para segurar o empate.

Assim como no jogo do Flu, o Naútico também só conseguiu seu gol salvador no final da partida, mas diferente da outra partida, nessa tanto o time da casa como o Bahia fizeram um jogo equilibrado, só não contavam com o lindo chute que Martinez (ex-Palmeiras e Cruzeiro) resolveu achar no final da partida.

Para fechar o sábado, o São Paulo venceu de maneira mais contundente a Ponte Preta por 3×0. Ceni, Lucas e Osvaldo marcaram, Ceni de pênalti e os outros dois foram dois golaços. O São Paulo mostra como o time é outro com Lucas em campo, o time ainda é limitado, mas fica muito melhor com o menino em campo.

O domingo começou com um clássico digno do nome, Santos e Corinthians fizeram um partidaço que terminou 3×2 para o time de Neymar. Apesar do Santos ter um gol irregular validado, a arbitragem no todo foi excelente e o jogo foi ótimo de ser ver. Douglas, Martinez, Guerrero e Danilo pelo Corinthians, Neymar, Patito, Ganso e André pelo Santos jogaram o fino da bola.

Graças a invenção do VT, consegui ver o jogo entre Atlético e Botafogo, outro jogaço. Andrezinho parece ter sido o que melhor aproveitou a chegada de Sidão, desde que o holandês chegou que o meia está voando. Assim como no Galo, Ronaldinho parece mais um e dessa forma rende bem, o time está jogando por música.

Falando em música, Marcelo Moreno podia pleitear uma música no Fantástico ontem, o atacante gremista deu três assistências e contribuiu diretamente para o Grêmio vencer por 4×0 o fraco Figueirense. O Grêmio se consolida no G4, enquanto o Figueirense se consolida como candidato a Série B.

Outro que resolveu aplicar uma goleada foi o Coritiba. O time paranaense resolveu voltar a jogar o futebol que o time tem capacidade, enquanto o Cruzeiro precisa seriamente entender que o time é limitado e muito. A tendência é o Coxa subir, enquanto a Raposa tem tudo para descer na tabela.

O clássico carioca foi o pior jogo da rodada, teve só a tensão do clássico, mas foi fraco tecnicamente. O Vasco está em um mau momento e precisa se reencontrar, enquanto o Flamengo continua ruim, mas Dorival pelo menos organizou esse time. Como sempre, Love achou um gol e Felipe fechou a meta para garantir o 1×0 para o rubro-negro.

Lusa e Inter se enfrentaram no Canindé, e novamente Dida foi destaque. O Inter não criou tantas chances, mas nas criadas Dida tratou de fechar, só deixou passar a cabeçada do amigo Juan que estava estreando ontem, para compensar Indio resolveu cometer um pênalti grosseiro e Marcelo Cordeiro empatou a partida.

Para fechar o Palmeiras enfrentou o carrasco dos paulistas, o Atlético-GO e perdeu por 2×1, o jogo foi conduzido pelas laterais, Eron era a arma dos goianos, enquanto Juninho era a dos alviverdes. Felipão irá dar bronca geral no próximo treino, pois o time tem falhado demais nas bolas paradas.

E vocês gostaram dessa rodada do Brasileirão?

Pitacos: Rodada sem graça, sem nehuma Peraltice…

Galera do blog, a décima sexta rodada acabou com apenas 21 gols (média de 2,1 por partida). Foram 04 vitórias dos mandantes, 02 empates e 04 vitórias dos visitantes. Uma rodada que acabou sem muito brilho, mas com a certeza de que Galo e Flu estarão na briga até o final, resta saber se só eles.

No sábado, Santos empatou com o indigesto Atlético-GO por 2×2. O time goiano tem dado trabalho para os paulistas, no Pacaembu apesar dos quatro gols, a única coisa boa foi a estréia de Patito. O meia/atacante argentino mostrou que tem que ser titular no time santista e que fará uma ótima dupla com Neymar.

O Figueira conseguiu arrancar uma vitória por 1×0 contra o Sport dentro da Ilha do Retiro. O Figueira mostrou um futebol mais combativo e venceu de maneira convicente o time pernambucano, o jogo serviu para tirar a zica do ótimo atacante Aloísio, mas o time catarinense ainda precisa melhorar sua performance em casa.

Celso Roth encontrou um pouco de gás em Salvador e o Cruzeiro venceu o Bahia por 1×0. O jogo serviu para resgatar mais um grande jogador, Montillo fez grande partida e foi premiado com o único tento da partida.

Como diria Claudinho e Buchecha, só Love, só Love. O atacante rubro-negro desencantou e novamente marcou os únicos dois gols do Flamengo contra o Náutico. O time vai ganhando uma organização tática melhor, mas ainda é um elenco fraquíssimo para a tradição do time.

No domingo, o Corinthians jogou para o gasto e conseguiu vencer o Coritiba por 2×1. O Coxa ainda sofre com a ansiedadede se firmar após a eliminação da Copa do Brasil e comete muitos erros na conclusão de uma jogada ou na marcação de uma bola parada. Já pelo Corinthians, fica evidente que Martinez foi uma ótima contratação e que Guerrero não é essa Coca-cola toda.

Já o São Paulo mostra que aproveitou a sequência de adversários fracos para somar pontos, ontem ao pegar um Grêmio forte perdeu no ultimo lance. O São Paulo mostra que é um bom time no geral, mas suas peças de meio de campo são muito fracas. Já o Grêmio está azeitado e pode sonhar alto nesse campeonato.

O Galo mostra que está firme esse ano, muito firme. Foi superior durante o jogo todo, o resultado de 1×0 contra o Vasco não refletiu o que o time jogou, o Galo poderia ter saido com 3×0 no placar que não seria exagero. O Vasco resolveu remontar o time durante o campeonato e irá pagar o preço por essa fase de entrosamento.

E a Macaca quase aprontou no Rio Grande do Sul, mas no fim o Inter venceu por 2×1 a Ponte Preta. Fernandão parece ter mudado o clima no Beira-Rio e o time tem jogado com mais vontade pelo menos, mesmo sem seus principais jogadores. Já a Ponte está muito bem organizada dentro da sua limitação.

No reencontro de Dida e Seedorf, Botafogo e Portuguesa terminaram empatados por 1×1. Oswaldo conseguiu colocar Seedorf no banco dessa vez, mas ainda terá que pensar como montar o time da melhor forma para aproveitar o talentoso holandês. Já a Lusinha, o mais importante é manter esse time até o final do ano e como disse anteriormente Bruno Mineiro foi uma ótima contratação.

Para fechar o Fluminense assumiu a vice-liderança ao bater o Palmeiras por 1×0. O time de Felipão foi superior ao tricolor carioca, principalmeente depois do Flu perder Wagner lesionado. Mas em um lance isolado e uma bobeada da zaga Sóbis deu a vitória ao fortíssimo Fluminense.

E aí, quais os destaques de vocês pelo Brasileirão?

Rapidinhas do Camisa 10 – 04.07.2012

Caso resolvido. Após o testemunho de Breno e o seu psiquiatra ficou claro o que aconteceu. Breno bebia todo dia uma garrafa de whisky, no dia do incêndio, ele havia tomado uma de whisky, uma de vinho e uma de cerveja. Será que as garrafas são tão parecidas assim na Alemanha?

E agora “Sidão?”. Após quase um ano de novela, o Botafogo anunciou Seedorf como reforço. O jogador chega com pompa de astro. Talento ele tem, mas alguém precisa avisar que na última temporada, ele disputou apenas 18 jogos. Agora é esperar para ver se jogará apenas 18 partidas ou se seu preparo físico permite mais alguns joguinhos.

A história de um mito. Você pode até achar que Balotelli não é craque, mas é inevitável dizer que ele foi o personagem dessa Euro. A Europa tem tudo para fazer dele, o ícone para eliminar de vez, o que resta de racismo velado pelo velho continente. A cena de Mario Balotelli sem camisa eliminando alemães dentro de um estádio polonês e fazendo os italianos o louvarem, é digno de um documentário.

A história de uma máquina. Na mesma linha, você pode até achar em alguns momentos chato o estilo de jogo da Fúria. Mas uma seleção, que ganhou as últimas três competições importantes que disputou, sem ter tomado nenhum gol na fase de mata-mata e ainda encantando a todos quando possível, está escrevendo sua história e entrando no hall das maiores.

Quem tem boca vai a (ou vaia) Roma. Tem coisas que acontecem que parece alguém disposto a arrumar desculpa ou para atrapalhar mesmo o clube no momento importante. A negociação entre Corinthians e Roma por Castán está fechada a mais de duas semanas e tudo certo, mas algum “espírito de porco” resolveu revelar para tumultuar o ambiente na véspera da decisão.

O grande paulista, ora pois… A Portuguesa já enfrentou os três dos quatro grandes paulista e ainda não perdeu, foram dois empates e uma vitória. Dida parece ter sido uma ótima aposta, assim como o experiente Geninho. Corinthians pode esperar a sua hora vai chegar.

Mais um querendo casar com a Suelen. segundo Luis Augusto Simon, o Menon, Juvenal Juvêncio adoraria “se casar com Gisele Bundchen, mas sem dinheiro para comprar um bom terno, vai acabar se casando com uma periguete. E, depois, ficará falando que é a mais linda do mundo”.

A pena não deu certo. Luis Fabiano fez de tudo para ficar de fora de mais um clássico, mas o tribunal resolveu dar o perdão para o atacante e ele ficará suspenso por apenas dois jogos, voltará exatamente contra o Palmeiras pela 9ª rodada. No próximo clássico, ele consegue.

Galo forte e vingador. Sei que parece chover no molhado, todo ano repito isso. Mas vejo o Galo desse ano muito forte. A contratação de Victor torna o elenco muito forte e competitivo, talvez exista carência nas laterais, mas aposto que esse ano vai. Mesmo com Ronaldinho (aliás, que tem feitos boas atuações).

Empresta-se Goleiro. Considerei forcação de barra, o depoimento de Fábio Costa no Arena Sportv. Concordo que deve ser horrível para ele, ficar sem jogar, mas deve se entrar em um acordo com o Santos, inclusive pedindo o passe livre para poder jogar onde bem quiser. Existem outras formas, para se resolver isso.

Romarinho facts. José Simão cravou: “Quando Deus fez o Romário, ele disse você é o cara! Quando foi fazer Romarinho, ele disse, você sou eu.”

Dúvida da semana. Quem tem mais apoio do país? O Corinthians é a Argentina na Libertadores? Ou o Boca é o Brasil na Libertadores?

Rapidinhas do Camisa 10 – 27.06.2012

O Mágico de Morumbioz. Juvenal “Dorothy” Juvêncio decidiu que o corajoso Leão não seguirá com ele na busca pelo mundo real. Basta saber se nossa querida Dorothy irá seguir com o Homem de Lata ou com o Espantalho. Para a torcida tricolor, o desejo é por Dunga, mas é mais provável ter que conviver com Vadão ou Falcão. É esperar para ver.

Tabu um pouco interessante. Lendo por aí, descobri que o goleiro Dida já enfrentou o São Paulo em dez oportunidades e seu retrospecto resume-se em 07 vitórias, 02 empates e 01 derrota, além dos dois pênaltis defendidos contra o eterno camisa 10, Raí. Pode não dizer nada, mas preocupa o tricolor enfrentar o veterano goleiro.

Uma questão de gênero. Na disputa de pênaltis entre Itália e Inglaterra, um inglês ficou completamente nu
na hora da cobrança de Diamanti na expectativa de desorientar o cobrador. O meia italiano não deu a menor bola para o fato e classificou a Azzura para a semifinal. De repente, se fosse uma inglesa, o resultado poderia ter sido obtido.

Um craque um pouco louco. A Itália se classificou para as semifinais da Euro, ao vencer a Inglaterra nos pênaltis. E foi o capitão e craque do time que roubou a cena. Andrea Pirlo cobrou com cavadinha, fazendo um golaço na cobrança de pênalti, ao ser perguntado porque tinha feito aquilo, Pirlo disse que percebeu a necessidade de fazer algo para motivar o restante da equipe e dar uma superioridade psicológica para o time. Simplesmente Craque!

Zoropeada básica. Na Eurocopa, temos duas semifinais de arrepiar. Espanha x Portugal, além de toda a história antiga que envolve os duelos travados entre esse dois países sobre o domínio de territórios, existe o duelo do coletivo x o individual. Aposto levemente na Espanha. Entre Alemanha x Itália, o duelo entre os dois maiores europeus campeões do mundo, a superioridade alemã só será vencida pela superação que os italiano teimam em encontrar em alguns momentos, mesmo assim, fico com a Alemanha.

Vamos ver até onde… É inegável a capacidade de Celso Roth “arrumar” elencos em curto prazo. Assim, como até agora foram raros os trabalhos que culminaram em títulos. Resta aos celestes torcedores mineiros saberem até quando irá durar essa mística Rothiana. De qualquer forma, eu aposto que ele não termina como técnico do Cruzeiro.

Um barraco imortal. A oposição gremista se prepara para lançar o candidato que eles consideram perfeito, o ex-goleiro Danrlei. O ex-atleta e atual deputado, está empolgado com a idéia de se tornar presidente do time, mas sabe que é bem provável que não será dessa vez.. Dessa vez.. Mas, em breve..

Bacana de se ver. Não faço coro de que a comemoração de um gol não pode ter dancinha, acho que cada um escolhe a forma como deseja comemorar, é o seu momento e cada um faz o que bem quer dele. Mas que a comemoração de Valdivia junto com Felipão no gol de empate palmeirense pela semifinal da Copa do Brasil é extremamente empolgante. Deu gosto ver aquela comemoração de quem passou por tantos apuros nos últimos dias.

A questão individual sobre a final. Parece chover no molhado, mas é inevitável dizer que o sucesso de Boca ou Corinthians passa pelo duelo entre Ralf e Riquelme. Se o corintiano conseguir parar um dos melhores camisas 10 da minha geração, vitória brasileira, se Riquelme comprovar a sua máxima de carrasco brasileiro, os hermanos comemorarão seu sétimo título.

Esse mercado surpreende. Em meio a todas essas especulações sobre as chegadas de Seedorf e Forlan, retorno de Nilmar e Tevez, eis que parece que nos contentaremos para o campeonato com retornos de Fabio Aurelio, Ze Roberto, Obina, Renato Augusto entre outros. Cada um tem o que merece.

Bob pai, Bob filho. Esses dias descobri que Ronaldinho Gaúcho tinha um filho. Confesso que fiquei curioso em saber se Assis também já cuida da carreira do menino, se bobear ele assume a paternidade do filho para deixar Ronaldinho livre para as suas “tarefas sociais”.

Dúvida da semana. Celso Roth, um injustiçado ou apenas um técnico de tiro curto?